Resenha #435 - A Vila dos Pecados - Soraya Abuchaim


Título: A Vila dos Pecados
Autor(a): Soraya Abuchaim
Editora: Coerência
Páginas: 447
Nota: 3,5/5 

E para começar, hoje falarei sobre o pecado. Vocês sabem o que é o pecado?
Bem vindos a cidade Ponta Poente, conhecida também como a Vila dos Pecados.

Trago para vocês com muita felicidade mais uma resenha nacional. A cada dia que passa tem sido mais comum incluir escritores(as) nacionais em minhas leituras, e eu fico extremamente feliz em lê-los, e agora foi a vez da autora Soraya Abuchaim, que também é uma das associadas da ABERST, do qual o blog é parceiro. 

Em Vila dos Pecados, as pessoas estavam acostumadas a terem seus pecados acobertados pelo Padre Bento, por um simples motivo: ele era mais pecador que a cidade inteira junta.

Obrigado a ser tornar padre por uma família rígida, escondia sua homossexualidade aflorada dentro do Seminário junto com outro padre, compactuava com pequenos delitos realizados pelos moradores, recebia visita de prostitutas. Até que um dia recebeu uma outra visita em sua morada... a Morte.
"Bento, não contente em destruir a própria vida, você trouxe o inferno para essa vila, em forma de condescendência com os pecados alheios. Você merece o sofrimento eterno".
Padre Alfonso, é totalmente o oposto de Bento. Se tornou padre por opção, segue todas as obrigações de sua função, é bondoso e pacifico, e tem tudo para ser responsável por uma grande igreja, porém ele foi vitima da inveja humana, e como castigo dado por um crime que não cometeu, foi designado para liderar uma igreja menor, acredito que não preciso dizer aonde.

Os moradores de Ponta Poente, são em sua grande maioria os famosos lobos vestidos em pele de cordeiro, e estão ansiosos para conhecer o novo padre, principalmente as prostitutas, já Alfonso além de jovem, é um homem belíssimo. 

Alfonso se vê em uma redoma de gente mal acostumadas, que tentam ao máximo se mostrarem pessoas de bem e boa educação, mas por dentro são egoístas e exalam luxuria. A começar pelo prefeito da cidade - Dr Pina.
A voz de Dr. Pina ao proferir aquelas palavras foi cortante. Alfonso entendeu o recado: faça melhor ou terá problemas. A sua única preocupação era saber o que seria o melhor para aquele povo.
O único em que o Padre confia na cidade é seu ajudante Gustavo, um adolescente doce e responsável que adorava Padre Bento, mas que ao conhecer Padre Alfonso, consegue enxergar o quanto o padre anterior era errado, e vê em Alfonso um exemplo a ser seguido, e ajuda o padre em vários afazeres.

Vila Poente é uma cidade sombria, ao mesmo tempo que o sol brilha forte no céu, tempestades chegam do nada e castigam a cidade, não foi colocada exatamente uma época no livro, mas pelo comportamento dos personagens e vestimentas descritas na estória, achei familiar com pessoas do inicio do seculo 19, ou seja, ela é uma estória atemporal e achei isso muito bacana.

As coisas estavam cada vez mais peculiares em Vila Poente, a começar por uma vidente que apareceu para Padre Alfonso com estranhas mensagens, pesadelos com prostitutas atormentava a mente pura do padre todas as noites e Alfonso tentava em vão colocar a ordem em sua cidade.
-Essa vila é amaldiçoada, salvo algumas poucas almas boas que aqui residem, o qual sobra são réprobos, pecadores, escória humana. (...) Você precisará manter os olhos e os ouvidos bem abertos; deverá ficar atento a todos que se aproximarem, porque nunca saberá quando alguém irá contra suas decisões.
Só que então os assassinatos começaram.

Mulheres desaparecidas, mortes terríveis e um assassino à solta, gerando pânico na pequena população, sendo necessário o auxilio da cidade vizinha, já que a Vila foi sempre tão pacata que nem delegado possuía.

Novos mistérios ocorrem, e Padre Alfonso acredita ter designado por Deus para livrar a Vila de seus pecados, e precisa correr contra o tempo para que novas vítimas não sofram na mão do psicopata ou que surpreendente neve que cai na cidade não a devaste por inteira.

Mas o que um padre, poderia fazer? 
...a sensação era exatamente de que eles seriam engolidos por algo muito ruim, além da razão humana.
O livro da Soraya tem uma proposta extremamente interessante, e acredito que consegui deixar isso bem expressado na resenha, mas eu particularmente demorei muito para pegar o ritmo dessa leitura, e e só achei que ela começou mesmo a engatar da metade do livro para a frente. Eu sinceramente achei o assassino do livro muito óbvio, tanto que eu tinha certeza sobre quem era o assassino desde de sua primeira vitima, e eu acertei. Sendo assim os acontecimentos finais acabaram não se tornando uma surpresa para mim, e por isso não dei nota máxima na leitura. Mas o livro é muito bom, e reforço que o universo atemporalé o que mais me cativou no livro, fora que o enredo criado pela autora é bastante original, então caso vocês sintam essa mesma dificuldade inicial na leitura eu recomendo que persistam, pois mesmo com os pontos negativos que citei, é uma leitura legal e pretendo ler outros livros da autora em breve.


Espero que gostem e até a próxima resenha.
De que adianta o exterior ser belo, se o que está por dentro é podre? Assim era Ponta Poente.

4 comentários

  1. Oie
    Achei a obra interessante e suas ressalvas me deixaram curiosa.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Verônica!
    Mulher, arrasou na foto!
    Eu acho bem paia quando a gente já descobre o culpado logo no começo, maaaaas eu achei o enredo interessante. Pensando se dou uma chance..
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie lindona.

      Fico feliz que tenha gostado da foto, vindo de você é um grande elogio, pq tu também arrasa hahahaha. O enredo do livro realmente é interessante, mas tem que ter um pouco de paciência até a leitura engatar.

      Bjos

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!