Resenha #15 - Pandemônio - Lauren Oliver


Titulo: Pandemônio
Autora: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Páginas: 304

Como é a sequência de Delírio, essa resenha pode conter spoilers.

O que posso dizer para começar é que a leitura de Pandemônio me deixou extasiada e completamente fascinada por toda essa distopia. Comecei a ler com muita ansiedade, mas no decorrer da leitura procurei manter a calma porque Lauren tem um jeito próprio de escrever que me deixa fascinada e ao mesmo tempo angustiada pelas coisas que acontecem no decorrer de toda a história.

O livro começa na sequência de Delírio onde Lena se encontra na selva alguns dias perdida, se sentindo impotente e principalmente sentindo a falta de: Alex! Porém Lauren conta a história de uma maneira não linear e sim dividida em duas partes:


 

Antes é contada como foi a chegada de Lena na selva, como foi a sua adaptação, como foi as suas descobertas e vivências com os outros moradores assim que ela deixou Portland e toda a sua vida segura e tranquila. O agora é sobre a nova Lena uma menina firme e controlada, educada e cheia de experiência de vida que mora em Nova York, que trabalha na ASD. Confesso que essa nova Lena me assustou um pouco e apesar de continuar internamente com a sua essência, essa nova Lena é fria e calculista, o que me faz lembrar que pessoas sofridas e com grandes perdas se tornam assim, por exigência do mundo em que vive.

Ah achei perfeito todos os detalhes que li da adaptação de Lena na selva onde ela conheceu Graúna uma menina que não era muito mais velha que ela, mas que já tinha vivido o suficiente para que ela considerasse uma mãe. As vezes ela não gostava das atitudes de Graúna devido a sua frieza e as vezes aspereza. Quando a Graúna a encontrou ela estava aos farelos, com o coração partido e sangrando. Perder Alex da maneira que perdeu fez com que ela sentisse uma dor insuportável.


Eu adorei os laços que foram criados durante a vivência de Lena na selva com os outros moradores, uma vida nada fácil,  uma vida cheia de correria e algumas perdas, mas uma vida feliz, sem o medo de viver sem nenhum sentimento como se fosse um robô funcionando sobre um controle remoto. Lena em sua "nova vida" em Nova York se mostrou corajosa e intensa em seus sentimentos e seus terríveis fantasmas entre o real e seu imaginário com relação a Alex, sobre a sua luta contra  a ASD e seus poderosos, com a sua luta contra a intervenção para "curar" aqueles do deliria. Eu me apaixonei pela leitura, por cada frase que li, por cada descoberta e tomadas de decisões... Ai vem a pergunta, Lena conhece alguém que possa fazer seu coração balançar? Será que ela irá manisfestar o amor em outra pessoa? O que será que aconteceu com a sua luta e os outros moradores da Selva? E a mãe de Lena? Onde ela deve estar? Perguntas e mais perguntas que somente lendo para descobrir e se deleitar...


A diagramação do livro está ótima e essa capa metalizada com minha cor favorita está mais que perfeita. Não encontrei erros de revisão. E editora está de parabéns com esse excelente trabalho.

Para finalizar eu só posso dizer que em todo o contexto do livro que foi dividido entre o antes e o agora, com todas as aventuras e testes de confiança em que Lena atravessou, realmente o nome do livro tem que ser mesmo Pandemônio. Lauren conseguiu deixar sua marca de uma excelente escrita, riqueza de detalhes e fatos totalmente impressionantes que me deixaram com o coração sobressaltado e em choque. Quero mais, muito mais....

Xerim em todos!!!!

Mais uma parceria com a autora Keila Gon...


Olá Galera!!! Estou aqui de novo anunciando mais uma felicidade de parceria com essa autora, ela é uma pessoa muito gentil, atenciosa e muito delicada.
Keila Gon uma paulista que viveu boa parte de sua vida morando em Minas Gerais com seus pais aventureiros e por lá desfrutou de amizades inesquecíveis e compartilhou com a sua irmã o contato com a natureza, fazendo com que sua imaginação fosse instigada.
Aeronauta por profissão e formada em administração com comércio exterior em Campinas, ela trabalhou em vários lugares e viajou o necessário para acumular experiências e conhecimentos inspiradores.
Amante de livros de romance e ficção é apaixonada pelo o mundo da fantasia.
Atualmente Keila mora em São José dos Campos com seu esposo, filha e um gato!
Keila ainda diz que escrever é uma daquelas paixões que viciam e enlouquecem (marido, familiares e amigos), pois está presente, mas sempre ausente. Eu a entendo nessa questão... pois quando escrevemos nos perdemos em nossa imaginação e criamos um mundo somente nosso.

Cores de Outono é seu livro de estréia de uma saga que vem por ai... pelo qual o segundo Sombras da Primavera ela já está escrevendo (e eu estou ansiosa para ler o primeiro rsrs).

Para ler a sinopse e o primeiro capítulo para  instigar a curiosidade é só clicar nesse link: Cores de Outono.

Para conhecer mais curiosidades sobre o livro e como foi escrevê-lo é só acessar o blog do livro nesse link: Blog Cores de Outono.

Para curtir a página do livro no facebook clique nesse link: Cores.

Se quiser estar em contato com a autora no facebook clique nesse link: Keila Gon.

Cores de Outono no skoob clique nesse link: Cores no skoob.

Se quiser adquirir um exemplar do livro pode clicar Aqui ou pode clicar na imagem ao lado que é o livro da semana no blog. Você também pode comprar direto com a autora e garantir o seu com dedicatória através desse email: keilagoncores@terra.com.br.

Como eu disse galera estou ansiosa para ler esse livro... já sei que tem 437 páginas, mas não vi no skoob não rsrsrs, eu recebi o livro com muito carinho pela própria autora... Obrigada Keila por me presentear com esse livro, fiquei muito feliz, mas principalmente pela nossa parceria! Te desejo sucesso e sim quero mergulhar no mundo de cores, sonhos e emoções.

Logo mais voltarei com a resenha do livro!!!

Xero em todos!!!!!

Dia Internacional do Livro!


Dia Internacional do Livro
23 de Abril


O Dia Internacional do Livro e dos Direitos Autorais, 23 de abril, é comemorado para estimular a reflexão sobre a leitura, a indústria de livros e a propriedade intelectual (direito sobre a criação de obras científicas, artísticas e literárias). 



A data foi instituída em 1995,  pela Unesco – organização voltada para a Educação, Ciência e Cultura, que integra as Organização das Nações Unidas. A escolha do Dia do Livro não foi aleatória: em 23 de abril de 1616 faleceram Cervantes e Shakespeare, dois destaques da literatura universal. 



O Dia do Livro é, portanto, uma oportunidade de render uma homenagem mundial ao livro e aos seus autores, motivar a descoberta do prazer da leitura e reconhecer a contribuição dos escritores para o progresso social e cultural.


Portanto vamos ler sempre... Os livros e autores agradecem!
Xero!




Resenha #14 - Além do Céu e do Inferno - Danilo Vecchi


Titulo: Além do Céu e do Inferno.
Autor: Danilo Vecchi.
Editora: Novo Século (Novos Talentos)
Páginas: 456

Sinopse:

Natalie Zeniek nunca imaginou que, pouco antes de completar dezoito anos, teria sua vida completamente mudada. Após um incidente, dons sobrenaturais começaram a fazer parte da sua rotina, como o de enxergar os anjos e demônios que estavam em Polsher. O que Natalie não sabia é que o contato com um desses seres, Carsten, um jovem demônio caçador de anjos, que chamava atenção pela sua beleza, traria consequências irreparáveis, que afetaria sua família e todos que estavam a sua volta. Estar entre as forças do bem e do mal, era o seu último desejo, mesmo que seu coração falasse mais alto, e que sua própria vida estivesse em perigo, ela estava sendo guiada pelo desejo do seu coração. Em pouco tempo, Natalie se viu no meio de uma guerra que durava mais de 400 anos, onde anjos e arcanjos a protegiam, seres da escuridão a feriam e um demônio, que nem mesmo sabia o significado desse sentimento, a amava. Sem respostas sobre o que estava acontecendo, e até mesmo sobre o que ela era, Natalie via sua vida tomar um rumo diferente daquilo que planejou, talvez por consequências de suas escolhas, ou apenas por um propósito maior, escrito no mundo celeste. Esta história é o início de uma saga, que mostra que onde existe amor de verdade, nem mesmo o coração mais negro e cheio de maldade prevalece, nem que para isso, esse amor precise ir além do céu e do inferno. 

- Fique longe de mim, você me faz mal. Desde que eu te vi pela primeira vez, minha vida se tornou um inferno {...} Contra Capa.



Primeiramente preciso contar como cheguei até esse livro. Na verdade foi o autor que me encontrou pelo o skoob, quando isso aconteceu nem olhei direito, mas depois quando fui arrumar meu skoob estava lá a mensagem dele praticamente piscando para mim, então fui atrás de ler a sinopse, prólogo e terminei lendo o primeiro capítulo e me apaixonei, não tinha como ser o contrário, foi amor a primeira vista. Desde então não consegui mais parar de falar sobre esse livro. Aguardei ansiosa pelo lançamento, para comprar e para a chegada dele até tê-lo em minhas mão e aqui estou eu fazendo a resenha com muito carinho. 

O Livro já começa com o prólogo bem intenso na cidade de Amber (adorei esse nome) onde depois de muito tempo nasce um menino fruto de um sacrifício, porém as coisas não acontece como se é esperado e o que parece ser alguns demônios invadem a pequena vila e mata todo mundo, porém é deixado um sobrevivente apenas que foi considerado um bruxo e acusado te ter causado tudo aquilo.



Natalie Zeniek a protagonista dessa história é uma garota comum de 17 anos que acaba de terminar o ensino médio, mora na cidade Polsher  com sua mãe e seu irmão mais novo. É uma garota de classe média que nunca ligou muito para a sua aparência e nem muito para seu status social. Ela tem sua melhor amiga e rica Kelly Golpher filha do prefeito da cidade. Elas tem uma cumplicidade totalmente invejável que hoje em dia não é muito fácil de se ver. A história realmente começa quando Natalie que vai até um posto comprar água avista um anjo sendo morto e consegue ver que o mata diferente das outras pessoas que não vêem da mesma forma. A partir daí sua vida vira uma verdadeira bagunça e ela tem que tomar decisões, tem que se proteger e proteger quem ela ama verdadeiramente.

Kelly sua melhor amiga desde sempre, eu achava no inicio da história que essa personagem não ia ser tão importante, mas ela se manteve até o fim me surpreendendo também, não parecendo somente aquela garota fútil filha de pai rico, mas também se mostrando ser uma garota carente da ausência de seus pais. Kelly em minha visão é um exemplo de amiga de cumplicidade e bondade em seu coração. As coisas que ela é capaz de fazer por Natalie pode surpreender sempre.

-Monstrinha, você está bem? Fala comigo.
-Ele... foi... ajudar... anjo... - Natalie parecia estar delirando.
-Anjo? Do que você está falando? - perguntou Kelly sem entender.
-Ele matou o anjo - terminou Natalie e depois apagou novamente.

Para se tornar uma pessoa independente, Natalie resolve trabalhar e o namorado de Kelly sua melhor amiga indica um bar para que ela possa começar e ela se anima. Depois que faz seus 18 anos as coisas realmente começam a acontecer desde um médico estranho que as vezes as pessoas conseguem ver e outras vezes não, como ela começa a ouvir vozes e a falar com pessoas mortas. O mais estranho para ela é conseguir acreditar em tudo isso que está acontecendo com ela que fica a ponto de explodir com tantas novidades que ela não pediu para saber, sentir e ver.



Depois que os demônios percebem que ela consegue vê-los Katharine fica toda enciumada com a obsessão que Carsten começa a ter por essa humana que ela considera desprezível. Esse demônios tem uma força especial principalmente a noite e precisam matar anjos para poder se alimentar, eles são mandados por um ancião tipo de chefe do inferno que os comanda nessa tarefa. Carsten é um demônio especial para o tal ancião, aliás ele é o melhor da caça de anjos. Juntos com seus amigos Victor, katherine e Larxen uma fera parecida com um tigre, mas totalmente infernal que costuma limpar a bagunça que esses demônios algumas vezes deixam.

É uma guerra entre anjos e demônios que está para acontecer onde Natalie se encontra no meio, ainda não se sabe qual é real importância que ela tem para os Céus, apenas que precisa ser protegida contra os demônios que insistem em mata-la, aliás ela se torna um verdadeiro alvo entre as duas partes.

-Eu senti seu medo de longe.
Apesar de Natalie não conseguir falar, ela não queria dizer nada, apenas olhava fixamente para o rosto de Carsten.
-Porque com você é diferente? - perguntou Carsten. - Por que eu estou diferente?
Natalie não entendia a pergunta do rapaz, mas sua boca não conseguia emitir absolutamente nada.
-O que é você? - questionava o rapaz.
-Que tipo de sentimento é esse?
-Como você consegue me ver?

O que eu posso dizer a respeito dessa leitura maravilhosa??? Simplesmente amei toda a história. O Danilo escreveu com uma riqueza de detalhes que me deixou totalmente impressionada. Só lendo mesmo para sentir. Com toda essa leitura eu consegui sentir tantas coisas ao mesmo tempo! Senti emoções tão fortes... Senti raiva, medo, angústia, fechei e abri o livro tantas vezes, quis bater na Lily... (só lendo para saber rs) e chorei demais...

O livro me proporcionou uma viagem além do céu e do inferno mesmo. Katherine é muito má, ela realmente pode ser considerada um demônio, pense em um ser cheio de ódio, cheio de maldade e que sente prazer em fazer isso? Ela é esse ser. Tem o Victor também que não fica muito atrás, ele tem o sentimento revoltante da inveja e tem o prazer de ver os humanos sofrendo, aliás ele tem nojo deles. 

-As pessoas não tem importância alguma para mim. - Carsten se esqueceu de que Natalie era uma pessoa.
-Então, você faz o quê aqui?
-Eu já te disse que não sei. - O rapaz de cabelos negros parecia tão confuso quanto Natalie estava. - Por conta disso, eu fui castigado, mas é muito mais forte que eu.
-Castigado?
-Aquele castigo me fez perceber que, por algum motivo, eu não consigo me esquecer de você. - Aquelas palavras de Carsten fizeram Natalie esquecer o lado ruim dele.

Me apaixonei por Carsten, ao mesmo tempo que ele foi criado para ser do mal, em ser um demônio que se alimenta do sofrimentos dos outros e do ódios dos humanos, ou seja, todos os sentimentos ruins, ele conseguiu me conquistar, sua completa inocência em descobrir o sentimento chamado amor e com uma humana para ele estava sendo extremamente complicado e ele mesmo sendo um demônio perverso e que já tinha um histórico imenso de matança de anjos, ele não conseguiu ficar longe desse sentimento, mas como? Desde quando demônios podem sentir amor? Desde quando eles podem se importar com esse sentimento totalmente desconhecido? Adorei esse romance sobrenatural... As descobertas tanto dele como de Natalie. Nossa se deixar passo um bom tempo escrevendo sobre esse livro. O Danilo soube escrever essa história muito bem... não fugiu de nada e só deu sentido em cada coisa que acontecia... Chorei muito houve algumas mortes que me deixaram triste, mas que tinham que acontecer... é aquele velho ditado porque o autor mata aqueles personagens que gostamos? Senti isso rsrsrs e por duas vezes chorei que nem uma maluca no ônibus. Adorei a leitura e todo o contexto da história. Agora é esperar ansiosamente, por Além do Céu e do Inferno: Exodus... que fiquei sabendo em primeira mão diretamente pelo autor... pelo qual agradeço imensamente de ter entrado em meu skoob e me apresentar esse livro maravilhoso. Super recomendo!!!!!!!

Xerim

Resenha #13 - Entre o Amor e a Magia - Suh Chaves Linhares


Titulo: Entre o Amor e a Magia
Paginas: 259
Autora: Suh Chaves Linhares
Editora: Amazon

Sinopse:
Alice Miller é uma garota de 21 anos que estuda História da Universidade Estadual de SunsetFalls. É namorada do Charmoso e egocêntrico Matthew Campbell, filho de um família aristocrata da cidade. Alice descende de uma linhagem de bruxas poderosas, mas ela não sabe disso. Durante as férias de fim de ano, Alice e sua melhor amiga de infância Cassandra Lee retornam a sua cidade River Green, onde Alice será informada de seu destino. Alice conhece um rapaz misterioso, o oposto de seu atual namorado, que a faz se sentir livre e feliz como nunca se sentiu antes. A descoberta de sua descendência deixa sua vida bagunçada, principalmente quando terá que fazer uma escolha: o amor ou a magia? 

Começar falar desse livro sem citar a autora que é alguém muito legal seria injusto. Não é porque eu a conheço, mas é que o livro realmente é muito bom. Quero te desejar Suh muito sucesso e que as editoras se interessem por sua obra, pois é fantástica, mas gostaria de deixar minha crítica construtiva: Essa história dá para desenvolver mais se ela quiser é claro. Acredito que ela  consegue fazer uma continuação mais romântica ainda e cheia de magia onde o amor pode prevalecer dentro dessa mágica que é a vida. Gostei de cada detalhe que li. Gostei da emoção de dos arrepios causados. Queria ter terminado antes porque amei a história, mas não me arrependo de ter enrolado porque valeu muito enrolar para saber o desfecho final.

O inicio do livro é com a protagonista Alice Miller uma estudante de história que namora com um astro do time de basquete da faculdade em SusentFalls. Ela o ama e eles namoram já faz um certo tempo. Ela é uma garota meiga, inteligente e super amiga e por falar em amizade ela tem uma amiga de infância, aliás são praticamente irmãs Cassandra Lee, uma garota sem papas na língua, mas que é bastante fiel a amizade.

Tudo realmente começa quando Alice vai passar as suas férias de verão com sua família em River Green e seu atual namorado Matt mais uma vez implica e pensa somente nele e ela decide ir sozinha sem ele, na verdade ela termina tudo com ele e vai com sua melhor amiga para sua cidade natal.

"- E ele gosta de mim e também...
- Gosta de você? Tem certeza? Porque se ele gostasse mesmo não seria esse idiota mesquinho e não te deixaria triste do jeito que você está agora. – É impressionante como Cass dá sua opinião sem eu pedir.
- Dá para você parar de me interromper? Ah, quer saber. Deixa para lá, não estou a fim de conversar. – Olho para porta e vejo o professor entrar com uma pilha de papeis na mão."

Quando Alice chega em sua casa é muito bem recebida por sua família, gostei dessas partes de união familiar que a Suh soube descrever perfeitamente bem... uma união familiar é tudo o que se pode ter na vida... com a família você sempre pode ser você mesmo e sem medo... Adorei cada detalhe que ela colocou sobre a união em família, sobre o amor... eu não paro de falar que amei esse livro.

Ela encontra Adam de uma maneira inusitada e fagulhas de uma atração começa ali em suas primeiras trocas de olhares. Adorei o modo como eles se conheceram e a maneira como as coisas aconteceram... Adoro esse negócio de amor avassalador que faz a gente esquecer do tempo e do espaço e apenas sentir, sentir e sentir.

"- O que foi? – Pergunta Adam todo curioso.
- Nada. – Fico sem graça.
- Você é linda. – Fico surpresa com o modo que as palavras são ditas. Parecia um belo som de harpa aos meus ouvidos.
Adam passa a mão levemente em meu rosto. Seu toque me deixa arrepiada, fico confusa, seu toque é eletrizante, acho que consigo ouvir as batidas do meu coração.
- Adam, eu...
- Eu sei Ali, eu sei...
Deito minha cabeça em seus ombros e me deixo levar pela música."

Por fim o que posso dizer foi que amei demais essa leitura, alias não me canso de falar. Foi uma leitura leve e ao mesmo tempo intensa. No final chorei porque me emocionou sou muito romântica e ler esse livro maravilhoso me fez lembrar de mim mesma em um passado que eu sonhava acordada achando que pudesse viver uma linda história de amor... Tenho saudades desse meu lado. Não que eu tenha deixado de ser romântica, mas que sonhar com príncipes encantados não funcionam mais. Eu prefiro que ele venha espontaneamente rsrsrs. Mas o Adam Oh god é maravilhoso.... mais um Adam na minha vida. Obrigada Suh por me dar o prazer de ler o seu livro foi maravilhosa essa experiência. Torço muito pelo seu sucesso. 

Xerim!


Resenha #12 - Desperta ao Amanhecer - C.C. Hunter


Titulo: Desperta ao Amanhecer - (Os Sobrenaturais)
Autora: C. C. Hunter
Editora: Jangada
Páginas: 348


Sinopse:
Kylie anseia por descobrir sua própria identidade sobrenatural e o que seus poderes significam. Agora ela vai precisar deles mais do que nunca, porque está sendo assombrada por outro espírito, que insiste em dizer que alguém que ela ama morrerá antes do final do verão. Se ao menos Kylie soubesse quem ela precisa salvar e como... Mas a maior causa de seus problemas são os dilemas do coração. Kylie sabe que precisa decidir entre Lucas, o lobisomem que conheceu quando ainda era garotinha, e Derek, um fae muito atraente, para não correr os risco de perder os dois. Mas o romance vai ter que esperar, porque alguém do lado sombrio do mundo natural se esconde em Shadow Falls.

"Então ela foi saindo devagar, fingindo que não tinha percebido lágrimas umedecendo seu rosto.
Fingindo que seu coração não estava em pedaços.
Fingindo que não havia cem olhos fixos nela.
Mas ela não conseguiria fingir por muito tempo.
Aquilo tinha sido muito real... e a feria muito!"

Esse é o segundo livro da saga Acampamento Shadow Falls caso você não tenha lido ainda o primeiro livro Nascida à meia-noite, pode conter spoilers.

Tudo que Kylie queria após chegar no acampamento e descobrir que não era um lugar qualquer e nem para adolescentes atormentados era quem era ela, ou melhor o que ela era. Algumas descobertas foram feitas umas que a decepcionaram e outra que trouxe revelação como por exemplo o famoso soldado dude como ela chamava não era ninguém menos que seu pai verdadeiro, seu pai biológico. 

Nesse segundo livro um novo espirito aparece para ela, pedindo para salva-la, mas nunca passa disso o que deixa Kylie muitas vezes frustrada e irritada. Seus poderes estão aumentando cada vez mais e mesmo assim ela não consegue descobrir o que ela é. Para completar existe algo maligno em Shadow Falls e ao que parece está atrás dela.

Seu coração ainda está dividido entre Lucas e Derik. Ela está perdida porque sabe que gosta muito de Derik e os dois tem uma química, mas com Lucas ela vive sonhando e a atração entre os dois é bem forte. 

"-Você está sem roupa.
-Eu sei. Costumo tomar banho assim."

Derik é o sexy fae que é muito apaixonado por Kylie, que já salvou a sua vida duas vezes e que faria de tudo para fazê-la feliz, ele é engraçado, romântico e muito atraente e mexe muito com Kylie.

Lucas é o sexy lobisomem um amigo de infância de Kylie, que foi embora do acampamento sem maiores explicações e que vive povoando os sonhos dela, sonhos quentes e que mexem totalmente com seus sentidos.

Faz um bom tempo que não acho uma protagonista legal, a maioria na minha opinião são irritantes e bastante inseguras, mas apesar de Kylie ser um pouco insegura em certos momentos, não chega a ser irritante, ela consegue mesmo com todas essa descoberta de ser sobrenatural manter a sua essência e não se esquece de ser humana e de ama-los. Gosto dela, gosto da forma como ela decide as coisas e como ela tenta resolver da melhor forma possível ela tem um coração muito bom.

"O pensamento lhe ocorreu mais uma vez: mudança. Tudo estava mudando. Ela sentia a mudança no modo como se movia, na rapidez que andava; sentia a mudança no modo como sorvia o oxigênio dos pulmões pela boca. O que mais mudaria?"

Gosto muito da escrita de Hunter é tão detalhista e por muitas vezes pensei que ela se perderia com esses detalhes, fico imaginando ela no momento de escrever esse segundo livro. Nesse livro tem vários personagens secundários e importantes para o cenário da história. Tem a Holiday que é a fada e diretora do acampamento, ela consegue se comunicar com os mortos e é um exemplo aos olhos de muitos campistas principalmente para Kylie ela se tornaram grandes amigas posso falar que gosto muito dela, adoro as conversas que elas tem. Gosto muito de Della também ela é uma vampira sem papas na língua, mas que sofre muito devido a indiferença de seus pais que acham que ela é uma drogada, mas eles nem imaginam o que ela é realmente. Ela tem um medo interno de sua transformação tem medo de que naquele momento ela possa ter matado alguém e vive atormentada por isso também, mas gosto do jeito dela com Kylie e na afinidade que as duas tem.

Vou ser bem sincera... gosto de triângulos amorosos sim... gosto de uma disputa por um coração perdido rs. Ainda estou dividida entre Derik e Lucas e não sei o que a autora vai escolher, mas tenho a minha opinião a respeito, mas vou deixar para falar na próxima resenha de Levada ao entardecer. 

"-Quando uma porta se fecha, outra se abre.
-E se não houver outra porta?
-Então você tenta a janela.
-E se não houver janela?
-Então você pega uma marreta e abre a janela. Ninguém disse que a vida é fácil."

Por fim o que posso dizer é que adorei toda a história, toda a narrativa e todo o contexto desse segundo livro. E posso dizer que recomento totalmente essa leitura. Para quem leu o primeiro eu posso garantir que o segundo é tão bom quanto. Espero que tenham gostado. E nos encontramos em Levada ao Entardecer.

Xero!

Resenha #11 - Nascida à Meia-Noite - C.C. Hunter


Título: Nascida à Meia-Noite ( Os Sobrenaturais)
Autora: C. C. Hunter.
Editora: Jangada.
Páginas: 320

Sinopse:
Kylie Galen está na pior. Seus pais vão se divorciar, seu namorado acaba de romper com ela e uma noite, depois de ser presa por estar na festa errada, com as pessoas erradas e na hora errada, é enviada pela mãe para Shadow Falls – um acampamento para adolescentes problemáticos, localizado numa cidade chamada Fallen, no meio de uma misteriosa floresta. Isso muda sua vida para sempre. Poucas horas depois de chegar, ela descobre, assustada, que seus colegas não são apenas “problemáticos”. Kylie nunca se sentiu normal, mas também não se considera como uma daquelas aberrações paranormais. Ou será que ela é? Em Shadow Falls, vampiros, lobisomens, metamorfos, bruxas e fadas aprendem juntos a desenvolver seus poderes, controlar sua magia e viver no mundo normal. No entanto, as coisas tomam um rumo diferente quando dois carinhas interessantes entram em cena. Derek, um fae que possui poderes mágicos, quer a todo custo ser seu namorado e Lucas, um lobisomem com quem ela partilha um passado secreto. De início, tudo o que Kylie deseja é sair de Shadow Falls e voltar para casa. Porém, com Derek e Lucas ocupando um lugar cativo em seu coração e depois de descobrir que ela própria tem estranhos poderes, talvez sua vida nunca mais volte a ser a mesma...  (sinopse retirada do skoob)

"- A emoção tomou conta da sua voz. - A situação lá em casa está péssima.Comecei a ver fantasmas.Pessoas vivem me dizendo que não sou totalmente humanaa e quase peço para ser apenas maluca ou ter um tumor no cérebro."

Começo a falar que comprei esse livro por causa do nome... achei interessante e chamativo. Quando comecei a ler já fui gostando de cara porque a principio Kylie era apenas uma garota na fase da adolescência e que via fantasmas e estava passando por uma fase difícil com a sua família. Mas no decorrer da história fui me encantando cada vez mais  e também com os personagens que foram surgindo.

O livro começa com a vida Kylie Galen desmoronando. Seus pais se separando, seu namorado havia terminado com ela, aquele fantasma do soldado começou a aparecer com mais frequência e na noite anterior ela foi "presa" fazendo sua mãe decidir envia-la para um acampamento para jovens "pertubados" chamado Shadow Falls. Ela não queria ir, não se considerava "pertubada" e estava muito chateada com tudo isso que estava acontecendo em sua vida. Ela se sentia excluída como se manda-la para esse tal acampamento fosse uma maneira de se livrarem dela uma vez que sua mãe nunca ligou muito para ela.

“- Você nasceu à meia-noite, Kylie.
- E daí? Isso significa alguma coisa?
Holiday deslizou os dedos pelas pastas.
- Todos aqui nasceram à meia-noite.”


O cenário de toda a história é a mistura dos sobrenaturais você pode encontrar de tudo um pouco desde vampiros, lobisomens, fadas, metamorfos, bruxas e etc... 

Kylie quando começa a descobrir que aquele não era um acampamento comum se vê perdida com a situação principalmente por que descobre que as meninas a quem ela teve  mais afinidade é bruxa e a outra é vampira ambas tem características e personalidade totalmente diferentes, mas ali nasce uma amizade sincera.

Kylie a cada dia que vai passando vai descobrindo coisas sobre si e algumas coisas sobre seu passado e sem querer se vê entrando em um verdadeiro triangulo amoroso entre um lobisomem e um fae. Ela ainda não sabe o que é e fica se sentindo uma verdadeira aberração pelo fato de ninguém conseguir ler seu padrão mental como todos normalmente conseguem.

Kylie: Então você e sua garota estão tendo problemas?
Derek: Digamos que sim.
Kylie: O que há de errado?
Derek: Bem, ela acha que eu estou gostando de outra pessoa.
Kylie: E está?
Derek: Não. Mas... acho que a induzi a pensar assim.
Kylie: Por quê?
Derek: Quis que ela ficasse com ciúmes. Talvez assim ela visse o quanto gosta de mim.
Kylie: O que aconteceu?
Derek: Não sei. Você ficou com ciúmes?


É uma história bem adolescente com uma mistura quente. Kylie ao mesmo tempo que é insegura e perdida também busca ser corajosa e sempre sincera, mas as coisas com ela vão acontecendo rápido demais em um caminho que terá que fazer escolhas e que talvez não seja tão bom assim.

"Risos e gritinhos femininos chegaram aos seus ouvidos.
Tinha achado a ideia de que eram "normais" reconfortante,
mas não podia exagerar: Nenhuma daquelas pessoas era normal.
Nem ela."


Enfim eu gostei muito desse livro, parece simples, mas é bem escrito. Eu não consegui me sentir entediada em nada, aliás é uma leitura gostosa e fácil de compreender e tem um cenário de misturas sobrenaturais e mágica. Conta a história de uma difícil adolescência onde se faz descobertas até então totalmente impossíveis de se acreditar e o livro se segue nesse padrão e como sempre o final é sufocante e surpreendente. Eu recomendo a leitura para amantes de romance sobrenatural. Venha se deliciar com Derik e Lucas (amo esse nome)... Venha conhecer Della uma vampira complexada com os pais e Miranda uma bruxa disléxica e Kylie Galen que ainda não sabe o que é, mas sabe que pode conversar com os mortos...

Logo eu volto com a resenha de Desperta ao Amanhecer... Xero! :)