Resenha #323 - Garota Desaparecida - Sophie Mckenzie


Título: Garota Desaparecida
Autor(a): Sophie Mckenzie
Editora: Verus
Páginas: 235
Nota: 4/5

Nos últimos tempos, tenho pensado muito nisso. Na semana passada cheguei até a dar uma olhada em alguns sites com informações sobre adoções. Você daria risada se me visse: coração acelerado, mãos suando, nó no estômago.

Desde que este livro foi lançado, eu fiquei super curiosa para lê-lo. Conhecer essa história. Pois falar de uma garota desaparecida, parecia um suspense bem interessante. Claro que eu imaginava que seria algo mais juvenil por causa da capa, mas não deixou de ser angustiante em certos momentos e com muito nervosismo em outros. Fiquei bem satisfeita com a leitura, gostei demais e li rapidamente.

Laura tem 14 anos e sempre soube que era adotada. Ela mora na Inglaterra e tem seu melhor amigo Jam e eles tem uma cumplicidade super bonita de se ver.

Após uma pesquisa em seu passado, ela descobre que pode ter sido sequestrada de sua família americana ainda quando era bebê. A partir dessa desconfiança, Laura se sente perdida, pensando qual seria sua verdadeira história, que até ali tudo poderia ser mentira. 

Então não era possível.
Ou era?
A pergunta agiu feito droga e ficou girando na minha mente, virando meu mundo de cabeça para baixo e do avesso, até tomar conta de mim.

Com isso, Laura decide correr atrás e tentar descobrir a verdade. Ela quer saber quem são seus pais biológicos e fica desconfiada se seus pais adotivos fizeram parte deste sequestro. A aventura começa a partir daí, pois Laura convence seus pais a sair de férias em família e de lá ela foge para ir atrás de seu passado. 

Não conseguia parar de pensar nela. Antes, eu queria saber sobre o meu passado. Agora eu realmente precisava saber.

Laura estava com tudo planejado, até colocar tudo em prática e perceber que as coisas não estavam tão perfeitas assim. Foi um choque perceber onde ela podia estar se metendo, afinal ela só tem 14 anos, está longe de casa e o dinheiro ficava cada vez mais escasso. Será que ela vai encontrar seus pais biológicos? Será que seus pais adotivos participaram mesmo de seu sequestro? Só lendo para saber, mas uma coisa eu digo, o livro não para.

Eu gostei muito da escrita simples de Sophie, ela consegue ser detalhista sem exageros, ela moldou a personalidade de Laura tão bem, que senti realmente como se eu estivesse ali com os meus 14 anos e cheia de ideais. Laura é uma menina muito corajosa e por mais que sua insegurança batesse, ela corria atrás das pistas que tinha, ela se deixava levar pelo seu instinto. Eu gostei muito dela, essa força de ir atrás de seu passado até para se entender foi de grande coragem e total loucura. Os adolescentes costumam muito agir por impulso  e neste livro essa amostra é bem vívida.

Senti os dedos de Jam se entrelaçarem aos meus e deslizarem para longe.
-Boa sorte, cabeção - ele sussurrou.
Sorri para ele.

Os personagens secundários foram bem desenvolvidos também, e sustentaram a história até o fim, dando preenchimento em qualquer lacuna que tivesse. Eu preciso citar Jam, o melhor amigo de Laura. Ele é um menino doce, super amigo, acredita em Laura e a ajuda em todos os momentos, mesmo naqueles em que não concorda com ela. Um amigo assim é muito raro hoje em dia, então se você tem, cuide e dê valor.



A diagramação do livro é bem simples. Eu gostei muito da capa. Ela está bem condizente com o enredo, afinal laura está de olhos vedados até que começam as desconfianças e ela parte para buscar a verdade sobre quem ela é e de onde realmente veio. As folhas são amareladas e a fonte em tamanho médio. A leitura é de fácil entendimento e eu não notei erros de revisão.

Então os convido a conferir essa história simples, mas cheia de suspense, aventura e drama familiar. Eu curti muito ler este livro. Então, recomendo.

Deletei as duas mensagens e coloquei o telefone de volta onde estava. É estranho como uma coisa pode ajudar você a seguir em frente e, ao mesmo tempo, partir seu coração.

Xero no coração de todos!!!

Caixinha dos Correios #13

Olá pessoas, tudo bem??

Hoje eu venho com os livros que recebi  em Novembro e Dezembro. Estou tentando comprar menos, mas isso fica muito difícil com os livros incríveis que estão sendo lançados, principalmente as continuações que tanto esperamos.


Fiquei chocada, porque quase não comprei livros nestes meses, na verdade só comprei um livro, isso porque encontrei em uma belíssima promoção onde ele estava custando R$ 9,90


Ganhei esses dois livros de um amigo, confesso que fiquei surpresa, porque eu não esperava pelo presente!!!.


Recebi Desventuras de um garoto nada comum em ação com o Grupo Editorial Record e O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares eu comprei em uma super promoção por R$ 9,90, como eu mencionei acima.


Esses livros ganhei de presente de minha melhor amiga Verônica, como não amá-la? Ela sempre me surpreende. Eu amei todos. 


Ter recebido esse livro, continua sendo um mistério pra mim, porque eu o recebi aqui em casa e quando li o cartão que veio com ele, disse para que eu pudesse ter uma boa leitura e que esse era um presente especial, para quem ama ler e divulga isso. Até hoje não descobri essa pessoa, mas sempre que falo deste livro, sempre ressalto este fato, quem sabe um dia eu descubra.  Claro que amei, porque eu já o desejava demais!

Por enquanto foram estes, um bom final de semana a todos!!
Xero!

Parceria Renovada 2017: Mari Scotti

Olá pessoas, tudo bem??

Parceria renovada com a linda da Mari Scotti, estou tão feliz, porque a mulher é fera... eu adoro a escrita dela e toda sua desenvoltura como pessoa e escritora... são muitas histórias em ambientes diferentes. Como não admirar uma mulher que é capaz de realizar grandes feitos em nossa literatura nacional?

Agora vou apresentar a vocês a autora, alguns já a conhecem e outros não, mas é sempre bom saber um pouquinho.


Paulistana. Nascida em 22 de fevereiro de 1980. Formada em Recursos Humanos pela faculdade das Américas. Aprendeu a amar a literatura desde a infância quando sua mãe lhe mostrou um livro que estava escrevendo. Apoia sem reservas a literatura Nacional. Já gravou CD, compôs e hoje dedica a maior parte do seu tempo aos personagens. Autora dos livros Híbrida – série Neblina e Escuridão pela Editora Novo Século, Insônia, série Nefilins e a série Família Hallinson, publicada na Amazon. Criadora e administradora da fanpage de literatura nacional: Literatura Nacional BR e do Blog Coração de Papel.
Responsável pela Semana do Livro Nacional no Estado de São Paulo desde 2014. (Facebook)

Agora vou compartilhar com vocês os seus livros lançados, lembrando que vem mais novidades por ai, e conforme for saindo, o blog vai atualizando vocês e não se esqueçam de acompanhar também as nossas rede sociais que estão ali na lateral direita do blog.


Híbrida
Série: Neblina e Escuridão – Livro 1
Editora: Novo Século
Gênero: Romance Sobrenatural
Por toda vida Ellene teve a sensação de ser diferente de seus irmãos e dos moradores de sua vila, pois não adquiriu características de lobisomem como era esperado, e afastava-se cada vez mais desta natureza. Com um espírito rebelde, resolve desvendar o passado em busca de sua verdadeira origem. O que não planejava era entrar no meio de uma rixa entre vampiros, a raça que aprendeu a temer e odiar desde menina. Para piorar, seus pesadelos voltaram: sonhos com um homem misterioso de olhos ameaçadores, envolvido por uma densa neblina.
Há quase cem anos a rainha dos vampiros fora sequestrada e seu marido, Milosh, desde então busca incessantemente encontrá-la. O tempo é escasso e as autoridades do Conselho desejam eleger um rei omisso e cruel em seu lugar. Na tentativa de tardar a mudança, ele se une a maior inimiga da rainha. Qualquer erro pode condená-lo a morte e subjugar todos os seus iguais.
Ellene e Milosh mal sabem que o que buscam os colocará frente a frente, em uma trama de intrigas, poder, amor e ódio.
 Redes Sociais:
 | Resenha | Skoob | Primeiro Capítulo | Fanpage |  


Guardião – Livro 2
Série: Neblina e Escuridão
Gênero: Romance Sobrenatural
Editora: Novo Século
Ellene finalmente enfrenta o homem de seus pesadelos e descobre que elestêm mais em comum do que esperava. Ao mesmo tempo, o Guardião Millosh, determinado a recuperar sua rainha e a segurança de seu reino, se vê sozinho ao deparar-se com traições e precisa confiar em seu inimigo para continuar sua busca por respostas.
Unidos pelo passado, Millosh e Ellene são surpreendidos por um sentimento poderoso, impossível... e inesquecível. A determinação deles será colocada à prova, bem como a lealdade à raça. E lhes resta apenas a coragem ao se deparar com as revelações que os aguardam.
No segundo livro da destacada série Neblina e Escuridão, amor e consciência não deveriam seguir o mesmo caminho. 
Redes Sociais
Skoob | Primeiro Capítulo | Fanpage |


Insônia
Série: Nefilins – Livro 1
Gênero: Romance / Ficção

Suzana perde os pais com oito anos de idade e foi a única sobrevivente do acidente que matou seus pais. Foi salva por alguém que ninguém acredita existir.
Quando está perto de completar dezoito anos, coisas estranhas passam a acontecer.
Dois rapazes surgem em sua vida, são misteriosos e parecem saber muito mais sobre ela do que deveriam. Ela precisa escolher entre um ou outro, mas não sabe que essa escolha mudará sua vida para sempre.

Maiores informações:
Onde comprar:
| Amazon |
Redes Sociais:
Skoob | Fanpage | 


Sonhos
Série: Nefilins – Livro 2
Gênero: Romance / Ficção
A vida que Suzanna conhecia ficou para trás e suas escolhas terão consequências desastrosas sobre seu futuro.
Um julgamento foi preparado para condenar sua alma Nefilin e nele será revelada a verdadeira face do mal. Estará o anjo disposto a abdicar de sua posição, de sua alma pura, apenas para salvá-la? 
Onde comprar:
Amazon |
Redes Sociais:
Skoob | Fanpage |


Despertar
Gênero: Romance / Ficção
Série: Nefilins - Livro 3
O último lugar que Suzanna desejaria visitar, após o sequestro de sua alma, é o Inferno. Mas é para lá que suas visões a guiam. As consequências da sentença de seu julgamento colocarão à prova suas decisões. O destino da humanidade reside em suas mãos, e o despertar de uma grandiosa escolha recairá sobre seu coração.
Será o amor mais forte que o dever? 
Redes Sociais
Skoob | Fanpage |
Onde Comprar:
Amazon


Montanha da Lua
Gênero: Romance de Época
Série: Família Hallinson - livro 1
Há séculos uma verdade acompanha cada herdeiro do ducado de Bousquet: A Maldição dos Hallinson’s.
Conta-se que a tragédia os acompanha, levando à morte as esposas em seu primeiro ano de matrimônio. Geração após geração, aprendem sua sina e a regra a seguir para possuir uma união frutífera e longa.
Octávio Hallinson Segundo sofre as consequências de não seguir estes ensinamentos.
Viúvo, isolou-se da sociedade, fugindo da responsabilidade de casar-se novamente para providenciar um herdeiro para seu título.
Um homem marcado pela dor. Mical Baudelaire Nashgan sempre foi uma mulher decidida, enfrentando as ordens de sua tia e negando-se a seguir o protocolo que obrigava mulheres a procurar maridos apenas por posse de títulos e dinheiro e não por amor. O posicionamento contraditório aos costumes afastou os candidatos, tornando-a uma das únicas solteironas que sua província conheceu. A mais bela dentre elas.Uma tragédia a coloca frente aos perigos da floresta aos pés da Montanha da Lua e seu futuro torna-se incerto e assustador.
Redes Sociais
Skoob | Fanpage | 
Onde Comprar:



A Noiva Devota
Gênero: Romance de Época
Série: Família Hallinson - livro 2
Nascer um Hallinson jamais foi tão promissor como em sua geração, no entanto, carregar esse sobrenome era ao mesmo tempo uma dádiva e uma maldição para os herdeiros do amor lendário de Mical e Octávio. Tudo porque Madascocia tornou-se a cidade do casal que venceu uma maldição. Muitos curiosos passaram a visitá-la em busca de felicidade, amor eterno, casamentos duradouros e a solução para seus dilemas. Além das inúmeras superstições como passar pela sombra de um Hallinson; lançar cartas ao rio Llyin que corta a Mansão de Bousquet; as donzelas e matriarcas almejavam matrimônio com um dos jovens herdeiros.
Tentando adiar ao máximo esse desfecho, Samuel prolongou os estudos, mas, a saudade de uma donzela o faz retornar para casa antes do previsto.
É em um baile que todos os seus planos de a cortejar ruem. Flagrado em uma situação comprometedora, vê-se obrigado a se casar.
Ela sempre soube como se esconder da sociedade, como passar desapercebida entre as pessoas e não chamar atenção. Não que fosse complicado, ela era a mais nova das filhas, a menos formosa de sua casa. A que nasceu com uma ofensiva deficiência. Por acreditar que jamais seria notada, Rosalina guardou um grande segredo: seu amor por Samuel Hallinson. O que ela não esperava era cruzar o caminho do rapaz em um dos momentos mais constrangedores de sua vida e mudar seus destinos bruscamente.
Redes Sociais:
| Skoob | Fanpage |
Onde Comprar:
Amazon
Resenha


O Cobiçado
Gênero: Romance
Rohan Sen #1
Vinte e quatro mulheres à sua disposição. Um coração incapaz de ceder.
Rohan Sen é um solteirão convicto, vocalista da Four River, uma banda de rock conhecida internacionalmente. Galã nas horas vagas (e nas ocupadas também), desistiu do romantismo após ser largado no altar em rede nacional.
Tudo estava bem, até que foi convidado para ser o astro de "O Cobiçado", um novo reality show.
Aillen Kern encontrou na voz rouca de Sen, um bálsamo para as dores da perda. Após a morte de seu noivo, ela se entregou ao luto, trancando seu coração, mas não o seu amor pela música.
Só não esperava ter a chance de conhecer seu ídolo, um dia. Menos ainda participar de um programa em busca de um novo amor, algo que ela decidiu nunca mais procurar.
Encontrar o amor em um programa de TV parece improvável, mas a vida pode surpreender. 
Redes Sociais:
| Skoob |
Onde comprar:
Amazon
Resenha

Obrigada por acompanharem as postagens de nossos autores nacionais... eles merecem o nosso incentivo... e a Mari é uma pessoa a quem tenho um enorme carinho é claro que eu tinha que trazer as novidades sobre seus feitos!!!!
Alguém já conhecia alguns desses livros? Deixem seus comentários!!!

Xero!!!

Promoção: 4 Anos de Blog Minhas Escrituras


Olá pessoas, tudo bem??
É com uma imensa alegria que eu venho compartilhar com vocês que o blog Minhas Escrituras, já está caminhando para seu quarto ano de existência. Então para comemorar junto a vocês leitores, alguns blogs  amigos se juntaram para comemorar comigo e com vocês esta data especial. E claro que não podia ser diferente com vocês leitores que sempre estão por aqui nos acompanhando nesta jornada de amor pela leitura. O prêmio é de vocês!!! Participem e convidem os amigos.

Vamos as regrinhas básicas de sempre?

*Ter endereço nacional;
*No formulário pede para visitar o Facebook, mas para a inscrição ser validada, deve curtir a página;
*Após cumprir as regras obrigatórias, o formulário abrirá as chances extras, lembrando que quanto mais participar (nas regras extras), mais chances terá de ganhar.
* Cada blog participante é responsável para o envio do respectivo prêmio, então eles chegarão separadamente;
*Cada blog tem até 60 dias para enviar o prêmio, após  o ganhador enviar seu endereço correto;
*O (a) ganhador (a)tem até 48 horas para responder o e-mail enviado, caso contrário será realizado um novo sorteio;
*O blog não se responsabiliza por extravio  ou danos causados pelo os correios ou a devolução do prêmio, caso o sorteado passe o endereço de forma incorreta, sendo assim não será enviado novamente;
*As capas dos livros podem sofrer variações conforme a edição disponível no momento;
* A promoção tem inicio dia 24/01/2017 e vai até 24/02/2017;
*Após o término do sorteio o blog tem até 7 dias úteis para anunciar os ganhadores.








Que a sorte esteja sempre ao seu favor!

Tag #42 - Crush Literário



Olá pessoas, tudo bem??

Hoje eu venho com uma tag super legal e fiquei muito empolgada em respondê-la. Encontrei esta tag no blog Estante Mineira, aproveitem e deem uma passadinha por lá.

1) "É oficial: fui 100% ignorado pelo crush. Podem me dar meu certificado de trouxa." - Sua maior decepção literária.


Não foi a minha maior decepção, mas sem dúvidas foi um livro que li e que fiquei bem frustrada, tinha tudo pra ser uma história muito boa, a começar por essa capa. Mas no fim, foi um enredo pouco desenvolvido, com muitas repetições de nomes. E muitos erros de revisão.

2) "Foto do crush como wallpaper do celular: Quem nunca?!" - Livro que tem o modelo mais bonito na capa.


Sem dúvidas nenhuma essa capa. Sigo até o IG dele, não tive como resistir.

3) "Tava indo tão bem com o crush, mas aí ele fez um comentário machista. Tadinho." - Livro com um personagem babaca.


Confesso que inicialmente eu achei Daemon bem babaca e mesmo depois de suas explicações, não achei justo as suas atitudes iniciais.

4) "Olha onde cheguei, brigando por causa de crush" - Livro ou autor que alguns não gostam e você defende passionalmente.


Eu ia citar Crepúsculo, mas como já o cito na maioria das vezes, resolvi mudar um pouco. Conheço algumas pessoas que não curtiram esse livro, desistiram no meio do livro ou não continuaram a série... confesso que o terceiro livro é um pouco arrastado, mas falando do primeiro, eu amei demais... fiquei aos suspiros pelo Daniel. (Já assisti o filme e não achei de todo ruim) #prontofalei

5) "A sua noite já está ruim, dai tudo que você precisa saber é que o seu crush vai transar hoje... turma não tem noção mesmo, não preciso saber disso" - Livro com ótimas descrições dos acontecimentos.


Esse livro é todo bem escrito e desenvolvido e embora ele não seja um romance hot, as cenas românticas são bem escritas e me deixou suspirando.

6) "Fui curtir uma foto antiga do crush pra ele se tocar que to STALKING, mas percebi que já tinha curtido tudo. Não sei lidar." - Autor que você já leu todos, ou a maioria dos livros publicados.


Até onde eu sei esses foram os livros lançados pelo Ricardo Ragazzo e já li os três... a graduação de amor pela escrita do autor foi intensa.... ele tem amadurecido demais a sua escrita, prova disso foi Cidade Banida, que foi muuuuiiiitttooooo massa!

7) "Você vê que o nível tá critico quando tu procura o nome do crush na busca do twitter mesmo sabendo que ele não tem twitter" - Livro que você está ansioso pelo lançamento.

Quero muito o lançamento da sequência de "Uma Chama entre as Cinzas, mas ainda não tem previsão de quando a editora vai trazer ao Brasil. 

8) "O pior de mandar mensagem bêbado pro crush é que ele responde e NÃO TEM ASSUNTO" - Livro que você comprou por impulso e ainda não leu.


Lembro que li muitas resenhas desse livro e o comprei em seguida... até hoje ainda não peguei pra ler, mas ele está na minha meta de leitura deste ano.

9) "O que a gente faz quando o crush corresponde? Nunca cheguei nessa fase do jogo e estou perdido!" - Livro que excedeu as expectativas que já eram altas.


Esse livro ultrapassou todas as minhas expectativas. Ele foi tudo e mais um pouco. 

10) "E quando até ler crush te dá preguiça?" - Livro que você tem há muito tempo e ainda não leu.


Bem lembrado tenho esse livro aqui há 3 anos... ganhei em 2013 de aniversário... vou colocá-lo na minha meta de leitura deste ano... parece muito bom!!! É da Meg.


Bom pessoal, vou ficando por aqui. Espero que tenham curtido as minhas escolhas e quem quiser responder, fique a vontade... Xero!!

Resenha #322 - Cidade Banida - Ricardo Ragazzo


Título: Cidade Banida
Autor (a): Ricardo Ragazzo
Editora: Planeta
Páginas: 384
Nota: 5/5
Favorito!

O fogo se alastrava pelas longas cortinas brancas trazendo uma fumaça negra para dentro do enorme hall sustentado por uma dúzia de pilares de mármore. O cheiro queimado começava a inebriar os sentidos da garota que lutava para conseguir chegar à escada que levava até o andar superior.

Olá pessoas, tudo bem?

Hoje eu venho com a resenha do primeiro livro que li em 2017 e quero dizer que já comecei bem o ano!!! Primeiro porque o livro é nacional e segundo porque a leitura foi massa demais!!! 

Depois que finalizei a leitura, fiquei meio absorta na história. Ricardo veio pra dizer que é muito bom no que ele faz e escreve uma distopia como ninguém, ou seja, derruba muitos estrangeiros por ai e eu não falo isso por hipocrisia não, porque leio sim os estrangeiros e tenho os meus preferidos, o que quero dizer é que o livro é tão bom quanto!!! 

Após séculos de guerra, grande parte da população foi dizimada. Os habitantes da terra ficaram em pequena proporção. Teve vários empecilhos que acarretou este fato, mas o maior de todos, foi da natureza. Isso não foge muito de nossa realidade, onde os ambientalistas e cientistas sempre falam pra tomarmos cuidado, mas a natureza humana só quer usufruir até ficar um bagaço e depois não ter para onde correr.

Com toda essa loucura de exposição a radiação, ao longo dos anos, alguns seres humanos começaram a desenvolver habilidades psíquicas bem poderosas e confesso que bem assustadoras. Esse seres passaram a se chamar de "cognitos", e como sabem quando esse tipo de poder começa, a ambição vem junto e isso resultou mais uma guerra, dizimando 99,99% da população terrestre. Os poucos que sobreviveram passaram a ser governados por Di-Baid na Cidade Soberana de Prima Capitale. 

Esse novo governo era forte e agia com pulso firme. Eles não queriam que os erros do passado voltassem a acontecer, por isso para garantir o controle, um casal poderia ter apenas um filho. Após o nascimento, esse filho passaria meio que por um teste e seria colocado numa espécie de câmara chamada "Glimpse". Dentro dessa câmara, com o auxílio de um cognito, o governo teria flashes do futuro desta criança. 

Se a criança não apresentasse nenhum desvio de conduta, um chip seria inserido  em sua nuca dando a ele o seu código existencial. Após isso a criança seria devolvida ilesa para os pais e poderiam viver no conforto da Cidade Soberana. Caso contrário as crianças vetadas, teriam um destino bem cruel e olha que quase chorei com os acontecimentos, é muita maldade em alguns corações, se é que podemos dizer que esse tipo de pessoa tem um. 

Quem quebrasse as regras submetidas pelo governo, qualquer um,  eram punidos com a morte ou com o exílio, ou seja, seriam encaminhados para a cidade-satélite de Três Torres, ou melhor dizendo Cidade Banida.

Seppi foi uma das crianças vetadas. Mas, Appia, sua mãe obstinada, não desistiu dela e conseguiu fugir do governo opressor, ao longos dos anos, viveu com ela escondida em uma pequena vila. Lá a menina cresceu, aprendendo a caçar, lutar e manter um grande segredo. Ela sabia que não podia compartilhar com ninguém e sua mãe dizia que as pessoas não entenderiam e para  a sua própria segurança deveria ser assim.

Desnecessário dizer o que acontecia quando um de nós se deparava com um caçador de recompensas, por exemplo. Meu caso era ainda mais grave do que os deles. Eu era a filha vetada  de uma desertora com status de procurada, o que me tornava um Royal Street Flush de carne e osso.

Ao completar seus 15 anos, Seppi atingiu a fase adulta. E o destino finalmente bate a sua porta. Seppi é especial. E naquele momento conturbado ela descobriu o quanto, mesmo ainda não tendo a noção da grandiosidade que aquilo tudo representava e o quanto a esperança era depositada em sua existência. E a pergunta que não quer calar? Seppi abraça a causa? Aceita a sua missão? Seu destino? Ou ela cruza os braços e não acredita que e a única que pode salvar o seu povo das opressões a que são submetidos? Leiam!

A escuridão foi dando espaço a pequenos feixes de luz. Tudo estava embaçado como se o mundo tivesse decidido manter-se fora de foco. Eu podia ver semblantes, mas não determinar feições. por alguns momentos, escuridão e luz duelaram enquanto meus olhos abriam e fechavam, ainda sem saber se optavam pelo trabalho ou pelo descanso.

Gente, esse livro se resume em uma só palavra: Fabuloso!!! Ricardo veio com uma distopia nada convencional, que me manteve presa do início ao fim. Eu já fui com grandes expectativas, mas ele simplesmente quebrou todas as barreiras e superou todas elas. 

Encontramos uma distopia misturada com fantasia, que me deixou maravilhada e eu jamais imaginei que fosse amar tanto. Os personagens são bem descritos e desenvolvidos, é possível sentir na pele as suas vivências. Mesmo a história sendo narrada em primeira pessoa, e sabendo os pensamentos da protagonista, podemos sentir a amplitude de toda a história e os personagens.

Seppi é uma menina corajosa. Tem seus lamentos e seus medos, mas não tem frescura, quando precisa, ela toma partido e vai a luta. Apesar de todas as descobertas que teve e por estar no meio de pessoas desconhecidas, ela não se deixou abater e seguiu em frente. Muitas barreiras foram lançadas e mesmo com uma decisão a tomar, ela foi caminhando. Gente eu amei essa protagonista!

Depois de urgir pela verdade, após uma vida inteira de mentiras, a realidade apresentada agora, ao vivo e em cores, tinha um invólucro cruel e sádico.

A história é densa, você nunca sabe em quem pode acreditar, parece que você vive em uma espécie constante de teste, para saber se você sobrevive ou sucumbe. Os detalhes são moldados na medida certa e nada exagerado e falo que a história prende, porque não tem nada parado, tudo fica em constante movimento dos acontecimentos e as vezes você acha que vai enlouquecer. Venham com a mente aberta, porque como em toda distopia crua, observamos seus pontos fortes e completamente tensos.

A cada história distópica que leio, tenho mais certeza para onde estamos caminhando e embora seja uma de minhas temáticas preferidas, eu preferia que não chegássemos a esse ponto, porque amo ler as histórias, mas não queria viver nelas. Sou bem sincera quanto a este fato.

Só posso dizer que fui surpreendida com um enredo eletrizante, cheio de aventura e acontecimentos. Aqui a amizade e a lealdade é colocada em constante prova e quando você acha que está indo no caminho certo, Ricardo vem, muda a cena pra melhor e te faz ficar com a boca aberta. Eu quis muito sentar e ler esse livro sem parar, infelizmente isso não foi possível, mas enquanto eu não estava lendo, por motivos de trabalho e a vida pessoal meio doida, eu não parava de pensar na história e na ansiedade que me dava em continuar lendo.



A diagramação do livro está bem simples. Temos um glossário inicial para que possamos nos situar e eu gostei muito. As folhas são amareladas e a fonte em tamanho médio. A capa completamente condizente com a história. Não me recordo se teve algum erro de revisão.

Sinceramente não vejo a hora do Ragazzo trazer Cidade Soberana, eu acho que é esse o nome do segundo livro e se não me engano é uma duologia, mas faz um tempo que ele comentou isso comigo, pode ter mudado de ideia, não sei. 

Eu só quero dizer que recomendo este livro por tudo que citei acima nesta resenha. A leitura foi maravilhosa. Então para quem gosta de distopia, fantasia, aventura, intensidade, um pouco de mistério, leia este livro para ontem. Aqui a natureza humana é colocada de uma forma crível em todas as suas dualidades. Seja para o bem ou para o mal, cabe a você escolher aonde quer ficar ou para onde ir.

Tudo foi muito rápido, deixando-me sem reação. Restou torcer para que o final viesse depressa e de forma menos dolorida possível. O abraço da morte já sussurrava em meus ouvidos palavras de desespero e danação. Permaneci imóvel, esperando pelo inevitável.

Este livro é participante do #Desafio12MesesLiterários no item 1: Um livro do seu gênero favorito
Ainda dá tempo de participar, se quiser, é só clicar na imagem para saber como tudo funciona.


Um xero!


Resenha #321 - Sussurros da Meia-Noite - Daniel Pedrosa, Juliana Velonessi, Leandro Reis e Stefânia Andrade


Título: Sussurros da Meia-Noite
Autores: Daniel Pedrosa, Juliana Velonessi, Leandro Reis e Stefânia Andrade
Editora: Pandorga
Páginas: 168
Nota: 4/5

Tranque as portas e janelas de sua casa. Acenda o abajur e boa leitura!

Olá pessoas, tudo bem??

Hoje a resenha será diferente. Será uma resenha conjunta com a Verônica e quem acompanha o blog, já sabe que ela está povoando o blog como resenhista e ela é a minha melhor amiga de todos os tempos!!! 

Conhecemos este livro na bienal de sampa. Um dos autores (se não nos enganamos foi o Leandro "Radrak" Reis) e ele foi tão simpático com a gente, que não resistimos e compramos. Ah também aproveitamos e pegamos autógrafos. Quando comecei a ler, dei a ideia para ela de que poderíamos resenhar em conjunto e ela abraçou a ideia e aqui estamos, então para diferenciar quem fala o quê eu Diana estarei na fonte lilás e a Verônica na fonte vermelha, tudo bem?

Este é um livro de contos de terror e horror, onde esses quatro autores se uniram formando um grupo chamado "O Vale Fantástico" e tiveram a ideia de criar este livro recheado de contos de terror. Ao todo são 10 contos, irei colocar os títulos aqui, mas eu e a Verônica iremos citar os que mais gostamos. 

Os contos são: Visões, O gato, Insônia, O Broche Azul,  A Pedra da Caveira, Tormento, Em Má Companhia, Criaturas, Terror na Escola e BR 116.

Logo de cara eu gostei do livro, devido a sua diagramação que vocês poderão ver nas fotos como é bacana e pela proposta do livro (contos de terror). Eles estavam também com atores caracterizados que eram sensacionais e assustadores e estavam chamando bastante atenção.

Não consigo me esquecer da menina, ela não ria por nada... nenhuma mudança de expressão, tentei fazê-la rir, fiz gracinha, careta e nada. A menina era uma excelente atriz. Eu gostei muito desta caracterização para chamar à atenção do leitor, confesso que foi um ótimo atrativo. 



Eu sinceramente gostei de todos os contos (e olha que eu sou chata com esse tipo de livro kkk), achei que todos foram bem escritos, tiveram coerência e boas finalizações.

Eu gostei muito dos contos também... achei alguns até interativos com o leitor. Senti um pouco de frio na barriga em uns e emoções em outros. Percebi finalização em todos e um ótimo desenvolvimento. Claro que por se tratar de contos, tem sempre uns que se destacam mais pra nós.

Em destaque os que mais gostamos foram:

Criaturas - Daniel Pedrosa

Bruno sentiu o odor apodrecido de morte antes mesmo de abrir os olhos. Seu corpo estava coberto de sangue e vísceras que formavam um mar de desespero em uma cidade invadida pelo medo e pela desgraça.

Foi o conto onde achei que foi para uma linha mais diferente dos demais, pois além de ter o terror, ele teve também uma pitada de distopia, outro estilo de tema que gosto muito e fiquei surpreendida com o final.

Visões - Daniel Pedrosa

O cheiro pútrido que exalava do galpão tornou-se quase insuportável e o frio do ambiente castigou minhas entranhas. Naquele momento um medo intenso invadiu minha alma e paralisou meu corpo.
Esse conto foi demais. Quando comecei a ler, já senti um gelo, achei que fosse ter medo, mas não, o frio na barriga foi apenas pelo desconforto citado pelo protagonista, então me senti envolvida com ele e fui seguindo. 

A Pedra da Caveira - Daniel Pedrosa

Eu gostei muito desse conto, aliás ele foi o mais simples, só que o mais intenso. Eu me senti conectada com a protagonista, a menina Rebeca, que se mostrou corajosa, mesmo tremendo todo o corpo de medo. Que foi capaz de sentir empatia a todo um sofrimento e maldição que acarretava uma grande família. Eu senti medo por ela, porque quando falou o que acontecia, ninguém acreditou nela, achavam que ela tinha enlouquecido, mas diante dos fatos não há argumento não é mesmo?

Por um instante, Rebeca ficou paralisada, entorpecida pelo susto que sofrera. Depois precisou procurar pelo jardim até encontrar o local de onde partira a voz. Um vulto estava estático sobre a grama. Parecia um menino e sua pele, mesmo sendo negra, brilhava à luz da lua.



Terror na Escola - Stefânia Andrade

Eu lembro do dia que pegamos o autógrafo na Bienal, e a Stefânia comentou que teve dificuldades em escrever, devido a ser medrosa. Se ela com medo escreveu um conto desses, quem dirá se não tivesse medo! Achei bem na linha terror/suspense, com um enredo super bem elaborado.

Ela conseguiu desenvolver bem os personagens dentro de seus limites e sim fiquei bem nervosa com uma cena que aconteceu e para onde ela caminhou, confesso que no final do conto, senti até um arrepio.

Seus olhos estavam abertos, paralisados de terror. A pele rasgada, o sangue fresco saindo do ferimento e a carne exposta formavam um cenário macabro.

Tormento - Stefânia Andrade

Ele dizia que o mal existia na mesma proporção do bem e que os espíritos das trevas podiam fazer atrocidades com quem desse a eles uma oportunidade.

E mais uma vez a "medrosa" do quarteto ganhou o meu gosto de leitora. Eu achei esse conto super bacana, devido a ter toda uma história por de trás dos acontecimentos macabros do dia.

Insônia - Leandro Reis

Poxa esse conto foi fabuloso, porque ele falou com o leitor, ele deu vários avisos, mas cabia a você e exclusivamente você, decidir se queria continuar ou parar no meio do caminho. Eu como uma pessoa curiosa, fui seguindo e meu estômago gelando. De todos os contos que citei, foi o que mais gostei. 

Aqui o rapaz é levado para o mundo dos sonhos, mas são sonhos que parecem reais e quando ele acorda, parece que realmente passou por tudo aquilo que sonhou e quanto mais ele tenta fugir, mais coisas estranhas vão acontecendo ao seu redor e mais pessoas vão morrendo perto dele. Parece uma contradição, mas quando ele percebeu que esses sonhos o deixava perturbado, ele simplesmente fez de tudo para não dormir. Para afastar esse mal que o perseguia.

Com o coração batendo como um tambor no meu peito, virei de lado, quieto. O relógio marcava assustadoramente três horas, a hora dos mortos.




A diagramação do livro está bem simples, mas bem trabalhada. Não me recordo de ter encontrado erros de revisão. As folhas são amareladas e a fonte em tamanho médio, completamente confortável para a leitura. Contamos com um sumário e um medidor de medo rs.  

Enfim para quem quer fazer uma leitura rápida, mais que seja super bem elaborada e melhor de tudo nacional, recomendamos este livro.

Obrigada a todos e até a próxima resenha!!! 

Xero!

Resenha #320 - As Gêmeas do Gelo - S.K. Tremayne

Livro cedido pela editora

Título: As Gêmeas do Gelo
Autor(a): S. K. Tremayne
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 362
Nota: 4/5

**Resenha por Verônica Nielsen**


Olá! Tudo bem com vocês?

Imaginem-se tendo duas filhas gêmeas idênticas de seis anos de idade, chamadas Lydia e Kirstie. Em um trágico acidente, Lydia acaba morrendo e a única testemunha do fato é sua irmã.

Após quatorze meses, você resolve se mudar, com o restante de sua família, para outro país, mais precisamente na Escócia, e ao conversar com sua filha sobrevivente - a Kirstie ela simplesmente vira para você e fala:

-Por que você continua me chamando de Kirstie, mamãe? Kirstie está morta. Quem morreu foi a Kirstie. Eu sou a Lydia.

Isto aconteceu com Sarah.

Sarah, seu esposo e sua filha Kirstie... (ou Lydia), se mudam para uma ilha escocesa que Angus herdou de sua avó, afim de ter um recomeço, acreditando que as sombras do passado ficaram em Londres.

E o lugar parece tão bonito nas fotos! E realmente é, de verdade, incrivelmente bonito. É como um sonho, mas quem se importa? Eu preciso viver um sonho. (...), porque a realidade tem sido muito difícil de suportar.

Mas chegando lá, Sarah viu que seu sonho, era simplesmente um novo pesadelo.

Porque há ratos em toda parte. Eu os ouço enquanto durmo. Eles me acordam com arranhadas pelas paredes, brincando e rolando, dançando e gritando. A presença dos ratos nos obriga a manter os alimentos em cestas de arame, na cozinha, suspensas em um varal de roupas de metal.



Se eu tivesse que escolher uma palavra para descrever este livro, sem sombra de dúvidas, eu escolheria a palavra AGONIANTE. É um livro cheio de suspense, mistério e até mesmo terror, pois a cada dia que passa a Lydia - ou será a Kirstie? Se torna uma criança mais atormentada, sem saber exatamente quem é, e tendo certeza que ainda vê a sua irmã morta, e sinceramente toda vez que essa criança entrava em cena, eu ficava imaginando a garotinha da primeira versão do filme Poltergeist - por ela ser bem loirinha.

 -Lydia LYDIA LYDIA LYDIA LYDIA LYDIA! Kirstie está MORTA e eu a ODEIO! Sou a Lydia!

Angus é bastante presente na história, por muitas vezes com a narrativa voltada em terceira pessoa para ele, e ele sempre me transmitiu muito mistério, levantando dúvidas sobre o que ocorreu no dia do acidente, e seu amor por sua esposa.

As Gêmeas do Gelo, é um Thriller psicológico que nos prende até a última página, extremamente agoniante e essa agonia só acaba nas últimas páginas.



Em relação a diagramação, a capa é muito bonita. As páginas são amareladas, grossas (como já citei em outra resenha da mesma editora, eu não gosto de páginas assim porque acho que deixam o livro pesado - sem contar que eu fico tentando separar a página, achando que são duas kkk), as letras são grandes o que facilita a leitura. 

No decorrer da história há imagens ilustrativas, como a que coloquei acima, e achei isso super bacana, pois facilita a interação na historia, e vou colocar mais uma aqui abaixo. Observem.



Bom espero que tenham gostado da resenha, a Kirstie (ou talvez a Lydia) também agradecem e lhes aguardam para desvendar este mistério.

 -Mamãe?Mamãe?Mamãe? Quem sou eu?

Um beijo a todos e até a próxima.

Top: Capas de livros lidos em 2016

Olá pessoas, tudo bem???

Hoje eu resolvi trazer as capas de livros que eu achei lindos e que chamaram minha atenção de alguma forma a primeira vista, dos livros que li em 2016.

Eu tenho problemas com capas e sou dessas que compra o livro pela capa e que já perdi oportunidade de conhecer histórias ótimas por conta delas também.

Mas a minha sorte é que todos os livros que me deixei levar por capas... sempre foram ótimas histórias... e nunca me arrependi. As capas não estão por ordem de preferência.

Vamos lá?


Quando a Farol lançou este livro eu quase enlouqueci com a capa... ela é mais linda fisicamente... amo demais!!!!


Esse livro me chamou atenção logo de cara e quando a Novo Século me enviou na época que eu tinha parceria... eu dei vários saltinhos de alegria... porque embora a capa seja meio macabra... a forma com que ela foi trabalhada me ganhou de primeira.


Essa capa é do livro em E-book, mas espero que ela continue quando sair em físico, e eu digo quando, porque tenho certeza de que ele vai sair rs. Eu amei esta capa... está muito linda e completamente condizente com a história.


Eu acho a capa desse livro linda demais... e o melhor é que o desenho foi feito pela própria autora e o livro é todo assim.


Mais um livro que quando vi a capa não pensei duas vezes em tê-lo... essa capa é perfeita e traduz exatamente o que esperar da história.


Há!!!! O que falar dessa capa maravilhosa??? Esse homem lindo ai na capa, todo estiloso e marrento é impossível não reparar e não querer... lembro que quando lia este livro as meninas ficavam doidas no ônibus e alguns caras olhando, foi sucesso!


A capa é simples, mas eu amo essa capa... quando a Mari lançou, eu fiquei doida, enchendo ela dizendo que tinha amado... que essa capa era pra mim, porque amo um guitarrista rs.


Gente essa é outra capa que babo... e enquanto eu lia este livro, ficava babando... e sempre quando arrumo meus livros, continuo babando rs... Ela é linda demais!!!!


Quer capa mais cuti que essa gente... quando vi, pensei... preciso ler esse livro, porque essa capa é linda demais... eu sou apaixonada nela... pois é simples e traduz muito amor.


Há... quando a Claudinha anunciou essa capa, quase surtei... porque eu disse pra ela na bienal que se a capa fosse preta iria combinar com a história... e claro que ela já sabia que ia ser, mas fez mistério... e quando saiu ... eu fiquei abalada... porque saiu do jeito que eu imaginei... e melhor... com esses furos de tiros!!!


Outa capa pra você ficar babando... tudo bem que é em E-book, mas cara... capa perfeita e produzida pela própria Larissa, então é mais especial ainda.


Sim, eu amei essa capa, mesmo não querendo ler o livro por causa do título... achei que era algo muito infanto juvenil, dai quando a editora envia de ação e eu começo a ler, vem o bum. A história é maravilhosa e completamente condizente com o título.

E essas foram as capas que achei lindas e que chamaram minha atenção de cara em 2016.

Xero!!!