Resenha #374 - A Garota do Calendário - Junho - Audrey Carlan


Título: A Garota do Calendário - Junho
Autor(a): Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 160
Nota: 3/5
Classificação +18

Eu sempre estive rodeada de homens bonitos. Estive com machos alfas gigantes que poderiam cortar madeira com as mãos, mas ainda não tinha visto um homem que usasse um terno como ele. Pura perfeição.
Olá pessoas, tudo bem?

Estou de volta com mais um mês desta série que estou adorando. Audrey Carlan é muito famosa lá fora e ela sempre está escrevendo este romances que mesmo que não sejam de tirar o fôlego, nos prende do inicio ao fim. Ela está com mais um lançamento aqui no Brasil, publicado pela Verus e é uma série de cinco livros. O primeiro livro desta série se chama Corpo, então imaginem o que esperar.  

Neste mês de Junho, Mia tem como missão bancar a namorada troféu do empresário  Warren Shipley. Ele é um senhor da terceira idade e milionário e que precisa da beleza jovem de Mia, para amolecer os políticos e os homens de negócios mais poderosos, para alavancar dinheiro e poder concretizar seu projeto filantrópico que iria beneficiar a comunidade carente de alguns lugares.

Mia aceita, porque a ideia do projeto é completamente atraente e fazer o bem preenche o coração de qualquer ser humano. Só que ela já deixa claro que não haverá sexo na jogada e Warren aceita de bom grado. Na verdade ele não a quer mesmo neste sentido e já deixa claro também.

Mas, Mia conhece Aaron Shipley, de 35 anos bem distribuídos e bem modelados. O mais novo senador da Califórnia e filho de Warren. Mia nunca tinha visto alguém ficar tão bem em um terno como aquele homem e ficou babando por ele mentalmente, é como se tivesse desenhado em seu corpo perfeito. Só que Mia não sabe onde está se metendo e ao que parece, fazer este jogo de sedução, pode ser muito perigoso para ela.

Ao longo da série, Mia está em crescimento, sem deixar seu jeito menina de ser. Ela continua sendo fiel aos seus conceitos, mas em alguns momentos, não sabe onde pisa e isso pode acarretar danos quase que irreparáveis. 

Eu gostei menos desta história, mesmo com a ideia do projeto filantrópico apresentado e a amizade que Mia faz com seu cliente, ela tem que tomar uma decisão, que eu não concordei e não sei o que faria se estivesse em seu lugar. Se eu iria pela razão ou coração. Porque a escolha que ela teve que fazer não foi fácil. Os possíveis danos que foram causados em seu corpo, mas principalmente em sua mente, pode mexer com ela em algum momento de sua vida. 

Eu a achei corajosa e consciente do que estava fazendo. Seu altruísmo falou mais alto e ela conseguiu me surpreender um pouco mais. 

As vezes estamos em uma situação, que não tem como fugir e parece que nossa mente se fecha para que a gente não sinta o que realmente está acontecendo. O que Mia passou neste volume foi forte e sinceramente vi meu ar se esvaindo aos poucos. Só que Mia, é uma menina tão boa e tão alto astral que espalhou amizade e carinho por onde passou e ela conquistou amigos que preencheram o meu coração. 


A diagramação do livro está simples e a capa segue a linha das demais capas. A fonte permanece em tamanho médio e a leitura de fácil compreensão. Encontrei raros erros de revisão neste volume, mas que não atrapalha em nada a leitura.

Nesta história encontramos, amizade, alegria, quebra de confiança, violência corporal e assédio sexual. Então estejam preparados. 
[...] Em vez disso, uma rajada de ar frio cobriu a minha pele. [...] Ouvi vagamente o ruído de uma briga, seguido por grunhidos e pés raspando o concreto, em meio ao som das batidas em minha cabeça e no meu coração. Meus joelhos atingiram a calçada quando caí, incapaz de me manter em pé.
Espero que tenham curtido a resenha, não tem muito o que falar, porque mesmo a história sendo independente, tem muitas lembranças de Mia dos livros anteriores e com alguns personagens e eu não quero correr o risco de contar spoiler. Um xero! 

8 comentários

  1. Como sempre resenhas maravilhosas e bem completas!
    Parabéns <3

    Um beijo enorme <3
    Carla Carrais | www.cahcarrais.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Di!
    Eu não tive muita vontade de ler essa série, mas dou maior valor para quem vai até o final hahhhhahahhahahah Espero que você continue gostando até o final.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu, infelizmente já peguei um big spoiler, mas não consigo desistir rs.

      Excluir
  3. Olá! Sempre tive curiosidade em ler os livros dessa coleção, sério. Parecem ser diferentes, não sei, e eu amo as capas também hahhaha. Adorei a resenha desse.
    Beijos,
    Meise Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Meise,

      Fico feliz por ter gostado da resenha. O livros em si são bem simples, mas eu adoro a escrita da autora haha.

      Excluir
  4. Olá, Diana.
    Eu viciei nessa série, a escrita da autora é muito boa, e li ela todinha de uma vez. Mas não posso dizer que gostei. Principalmente por causa da protagonista. Odiava ela se fazendo de vitima que estava naquilo só por dinheiro quando ela estava gostando em muito. E também depois fiquei com tanta raiva por ela se ofender com o Wes te continuado a vida dele que até torci para eles não ficarem junto.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil,

      Bem que eu queria tê-la lido assim em sequência, mas não consigo, então estou tentando fazer isso por mês... Na verdade nem acho que ela se faz de vítima... mas acho que ela coloca como uma desculpa pra fazer o que faz, porque se pudesse ter escolhido não faria. O que acho que ela quer passar, que embora não ter sido uma escolha livre, mas sim por necessidade ela está aproveitando tudo que vem vindo e as verdadeiras amizade que tem feito. Sobre o Wes, é ciúmes, por mais que ela fique com outros, ela gosta dele. Acredito que se tivéssemos uma narrativa com ele, ele teria o mesmo pensamento. Xero!

      https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!