Resenha #373 - O Segredo da Caveira de Cristal - Mallerey Cálgara

Livro cedido pela editora
Título: O Segredo da Caveira de Cristal #1
Autor (a): Mallerey Cálgara
Editora: Mundo Uno
Páginas: 326
Nota: 4/5 

Oie, tudo bem com vocês?

Venho hoje com mais uma resenha nacional, algo que tem se tornado cada vez mais comum no meu cotidiano e isso tem me deixado bastante feliz, principalmente porque até o presente momento, todas me surpreenderam de uma maneira positiva, e O Segredo da Caveira de Cristal entrou para esta lista.
...Quatro caveiras estavam dispostas em círculo e, imóvel, empunhavam suas espadas, aguardando ordens para atacar. Entre elas, duas crianças lutavam bravamente para possuir a caveira principal, a Caveira de Cristal...
O livro narra em terceira pessoa, um mundo fantástico situado na maior parte do tempo no reino Heilland. Os habitantes após anos e anos de guerra e sofrimento, passavam por uma era tranquila junto ao justo e bondoso Rei Alphonsus, e logo tiveram a feliz noticia que a Rainha Driadh estava grávida de gêmeos. Seu parto foi bastante difícil, pois desde o ventre as crianças pareciam que já travavam batalhas.

O primeiro a nascer foi Sulco, um bebê forte e saudável e o segundo foi Heian, que nasceu fraco e com poucas expectativas de sobrevivência.

Desde crianças os gêmeos já mostravam grandes diferenças em sua fisionomia e principalmente em seu carácter. Sulco é arrogante, mau educado, frio e demonstra grande interesse por magia, enquanto Heian além de ter uma beleza que chamava a atenção, era cordial com todos, doce, alegre e extremamente fácil de fazer amizades.

Em uma visita ao vilarejo que o rei fez junto com seus herdeiros, Sulco fica atraído pela casa do mago Heindall e seu filho Mongho, e insiste em ir até lá para suprir suas curiosidades, algo que aumentou ainda mais após descobrir que o mago possuía a bola de cristal, instrumento que tinha o poder de mostrar o futuro. Sulco só sossega quando Heindall, por mais exitante que estivesse faz a leitura do futuro dos príncipes e o que ele revelou deixou a todos surpresos, especialmente a Sulco.

A noite será de grande festa no castelo, pois os gêmeos completam quinze anos de idade e com isto o rei revela quem será seu sucessor após completar a maioridade, e Sulco tem suas inseguranças reveladas pela bola de cristal, quando o rei anuncia quem se tornará o novo rei será Heian e não ele. Tomado pelo ódio e inveja, Sulco se considera injustiçado pois acredita ser o rei por direito, por ter sido o primeiro a nascer.
Atormentado pelas ideias que fervilhavam dentro de si, causando choque entre a razão e os sentimentos, Sulco passou a desejar meticulosamente suas ações. O coração pulsou com força selvagem, ansiando por vingança.
O primeiro a sofrer nas mãos de Sulco, é Heindall que é morto em um ataque feito no vilarejo. Mongho não estava presente, pois havia sido convidado por Hein a participar da festa no castelo, e com a perda de seu pai e sua casa, é convidado pelo rei a morar junto com eles.

Os anos vão passando, e Mongho se torna melhor amigo e conselheiro de Heian. Uma doença estranha aflige a rainha Driadh causando rapidamente a sua morte. Logo em seguida o Rei Alphonus também adoece gravemente, fazendo com que Hein se torne rei antes do previsto e se case com Driadh - a princesa prometida para quem se tornasse rei, ambos se apaixonam á primeira vista e Driadh não demora a engravidar, porém ela também cai de cama, sofrendo da mesma doença e perde não só o bebê, como não poderá mais ter filhos - o que é uma péssima noticia para todos - exceto Sulco, já que Heian não poderá ter herdeiros e sucessivamente a linhagem de reis fica comprometida.

Desconfiado que esta doença misteriosa que ronda o castelo seja por intermédio de magia, Mongho começa a estudar com mais afinco seus poderes ainda não desenvolvidos, pois ele se sente no dever de descobrir o que está acontecendo no castelo, e durante suas investigações acaba de encontro a uma velha bruxa chamada Nadjra, que acabou tendo um espaço importantíssimo na história, mas que não aprofundarei por que se não posso dar algum spoiller, mas repito ela é MUITO importante hahaha.

Sulco a cada dia que passa, mostra que quer a destruição de todos os reinos, para se tornar o todo soberano, e não demora muito para mostrar suas garras a todos. E por outro lado Mongho e Driadh, bolam um plano arriscado porém bastante inteligente para salvar o castelo.
O reino, até onde seus olhos alcançavam, estava dividido pela mesma parede invisível que atingira o castelo, causando o caos entre os aldeões.
Eu particularmente gostei muito da escrita da autora, a narrativa é bastante fluída, e me chamou a atenção que a Mallery contou uma história que por ser uma fantasia, poderia ser bastante complex, ela escreveu de uma forma muito simples e de fácil entendimento. 

Ela não só nos apresenta reinos totalmente diferentes, como também eles tem um dialeto próprio criado pela autora, que é usado pelos personagens, e tem sua tradução do rodapé da página. 

A história tem uma evolução de amadurecimento no decorrer dos capítulos, que se iniciam com os personagens bem jovens, e ao final já estão em sua fase adulta. Eu me surpreendi muito com os últimos capítulos de uma forma positiva. Eu não conhecia o livro e nem a sua premissa, e sinceramente não comecei a leitura com grandes expectativas, mas a leitura acabou se tornando surpreendente para mim, e estou bastante curiosa para saber o que vai acontecer em sua sequência, que será um dos lançamentos da editora na Bienal do Rio deste ano.

Em relação a diagramação, a capa é simples porém totalmente condizente com a história, as folhas são bastante amareladas, dando um efeito mais envelhecido ao livro - o que eu particularmente gostei bastante, as letras são de tamanho médio e não localizei erros de revisão.



Espero que gostem e até a próxima resenha!!

14 comentários

  1. Adoro o tipo de livro que a gente não bota muita fé e no fim se surpreende <3 Esse parece incrível!

    Resenha maravilhosa!

    Um beijo enorme! <3
    Carla Carrais | www.cahcarrais.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Carla

      Eu não sei o que é melhor, um livro que você quer muito ler e supera as expectativas, ou um que você não esperava de surpreender tanto rs

      Fico feliz que tenha gostado da resenha

      Bjoss

      Excluir
  2. Oi, Dih. Estou super surpresa com a premissa desse livro! Juro que não imaginava que a história teria tanta fantasia e intriga. Estou tentando ler Três Coroas Negras e esse negócio de ódio entre irmãos não tá sendo novidade pra mim, então imagino que tenha muita ambição em volta dos personagens. Adoraria poder ler a história!
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee

      Fico feliz que tenha gostado, espero que você possa ler em breve

      Bjoss

      Excluir
  3. Oi, Verônica!
    Falou em fantasia, é comigo mesma hahahaha Não conhecia a autora e a obra, mas pelo que li da sua resenha, com certeza é uma história que me agradaria muito.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Lu

      Corre para fazer a leitura e debater comigo hahaha

      Bjoss

      Excluir
  4. Olá! Tudo bom?
    Livros de fantasia já é algo mais interessante para mim..hehehe.
    Gostei bastante da resenha, acho que iria gostar desse livro.
    5 O'clock Tea

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Mi

      Fico feliz que tenha gostado, e espero que você tenha uma ótima leitura.

      Bjokas

      Excluir
  5. Oi Veronica! Eu gostei bastante da capa e parece ser uma ótima fantasia, gosto quando a gente percebe o amadurecimento dos personagens! Muito bom quando a gente começa a leitura sem expectativas e acaba se surpreendendo! Gostei da dica

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eu amo nossos autores nacionais, e acredito que devemos valorizá-los cada vez mais. Não conhecia ainda esse livro, mas achei muito bom, pela sua resenha fiquei super curiosa para lê-lo.
    Beijos,
    Meise Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee Re

      A cada dia que passa eu tenho lido mais e mais livros nacionais, e concordo totalmente com você. Vivemos em um país em que a profissão autor é muito desvalorizada, e eles precisam do nosso apoio para crescer.

      Bjos

      Excluir
  7. Oi Verônica!

    Não conhecia esse livro, mas gostei bastante do enredo e de sua resenha! Fantasia é sempre bom de se ler e histórias desse gênero que nos surpreende é melhor ainda! Gostei da capa também!

    Beijos

    Vivian
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Vivian

      Fico feliz que tenha gostado, beijokas

      Excluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!