Novidades Novo Século: Viúva Negra (Vermelho Eterno) - Margaret Stohl


Olá pessoas, tudo bem??

Hoje eu venho com uma novidade super legal da Novo Século Editora... para quem curte os quadrinhos, podem se interessar em ler a história da Viúva negra em formato de livro. Tive a experiência com O Homem Formiga e achei bem interessante, então é algo que recomendo para experimentar, uma leitura diferente. 

NATASHA ROMANOFF é uma das assassinas mais letais do mundo. Treinada desde a infância nas artes da morte e da mentira, Natasha recebeu o título de Viúva Negra de Ivan Somodorov, seu brutal professor, na Sala Vermelha, a infame academia de Moscou para agentes. AVA ORLOVA busca se adaptar como uma adolescente comum do Brooklyn, mas sua vida tem sido tudo, menos comum. Filha de um físico quântico russo desaparecido, Ava foi submetida a uma série de cruéis experiências militares – até ser resgatada pela Viúva Negra e posta sob proteção da S.H.I.E.L.D. Ela sempre teve o desejo de retomar o contato com sua misteriosa salvadora, mas a Viúva Negra não faz muito o tipo “irmã mais velha”. Até agora. Quando crianças de toda a Europa Oriental começam a desaparecer, e rumores de contrabando da tecnologia da Sala Vermelha se espalham, Natasha suspeita que seu velho professor possa estar de volta – e que Ava Orlova talvez seja a única capaz de detê-lo. VIÚVA NEGRA: VERMELHO ETERNO apresenta a todos os leitores uma aventura no melhor estilo Marvel, apresentada por Margaret Stohl, autora best-seller do The New York Times. Descubra uma nova faceta do Universo Marvel que promete emocionar desde os fãs mais assíduos até os recém-chegados. A história jamais revelada da Viúva Negra vem à tona pela primeira vez.

Então os olhos dela se fecharam, e fogo e caos e morte e ruído desapareceram. Assim como a mulher dos cabelos ruivos.

Redes Sociais:
Site | Fanpage | Instagram | Twitter | Canal | 

Até a próxima pessoas. 
Obrigada pela companhia.
Xero!


                                                                                                                                  

Resenha #344 - O Canto do Trovão - Thais Mendonça


Título: O Canto do Trovão
Autor(a): Thais Mendonça
Editora: Amazon
Páginas: 212
Nota: 4/5
Foi inquietante, estranho e bom. E ela nem sabia  que ele demorou a dormir também. Tudo estava confuso considerando que os sentimentos não eram mais os mesmos. Ficar ao lado dele provocava algo diferente dentro dela e isso a assustava.
Mais um livro que encontrei no Kindle Unlimited. Na verdade o que me chamou atenção foi esta capa. Amo uma guitarra. Adoro o desenho e alguns detalhes, tanto que eu tenho uma tatuagem que representa este meu amor. Gostaria de ter o dom de tocar, mas ai é para outras vidas rs.

Nina e Adam se conheceram quando ainda eram crianças. Foi uma amizade espontânea e eles se deram bem desde o inicio. Quando Adam acudiu Nina de um pequeno acidente que sofreu, passou a frequentar a sua casa diariamente e a amizade se fortalecia a cada dia. 
-Posso visitar você? - Perguntou Adam pegando os dois de surpresa.
-Hã, acho que pode.
-Temos que falar com sua mãe.
-Ela vai deixar.
-Tá certo. Pode vir. Vou ficar esperando.
Com Nina, Adam aprendeu a simplicidade da vida e que nenhum dinheiro é capaz de comprar o que é verdadeiro e sincero. 

O tempo foi passando e eles foram crescendo e mesmo assim a amizade dos dois ficou cada vez mais fortalecida. Quando crianças, Nina tinha o sonho de ser médica e Adam queria ter uma banda de Rock. 

Na adolescência, ambos estudavam na mesma escola, claro que Adam quis estudar na mesma escola que Nina, para ficarem sempre próximos. Foi em uma brincadeira, que Nina deu seu primeiro beijo e foi com o Adam.

Os pensamentos deles ficaram um pouco confusos, mas nenhum dos dois tocaram no assunto depois disso. Com a perda da mãe, Adam ficou perdido e  se sentindo sozinho, pois apesar de seu pai amá-lo, trabalhava muito e não concordava tanto com seu sonho de ser um astro do Rock. Claro que Nina ficou ao seu lado em todos os momentos. Dando-lhe apoio e sendo a sua melhor amiga de sempre. 

Os anos passaram e chegou a época da faculdade. Nina foi fazer seu curso dos sonhos Medicina e Adam aos poucos estava crescendo em sua banda de Rock e era o queridinho das fãs, com suas mesclagens de sons que fazia com sua guitarra, o verdadeiro som do trovão. 
-Promete que ainda seremos amigos? - Pediu ela.
-Eu nunca deixaria você, fogueirinha.
Eles se separam por um tempo, mas a amizade continuava, só que ambos sentiam um a falta do outro, até que Adam propôs que Nina fosse a empresária da banda, porque eles confiavam nela e estavam insatisfeitos com o empresário atual. 

Nina tinha sentimentos por Adam, ela gostava muito dele, mas claro que ele não conseguia enxergar isso, e ambos permaneciam sendo os amigos que sempre foram, mas agora com sua chegada a banda e a frente dos negócios, as coisas começaram a mudar e Adam talvez tenha reparado na mulher que estava ao seu lado. Será?

Eu gostei muito desta leitura. Tanto que li em apenas um dia. Comecei numa tarde e entre intervalos de trabalho e faculdade, terminei na manhã seguinte. Foi uma leitura simples, mas maravilhosa. Encontrei aqui uma relação de amizade que começou na infância e foi para a vida inteira. Conheci aqui uma história de amor, que foi criada e desenvolvida com o tempo. Encontrei aqui, que a força do querer pode nos levar para todos os caminhos, desde que estejamos abertos para pular os obstáculos, criar coragem e encarar de frente as barreiras impostas pela vida. 

Renata, em poucas páginas conseguiu desenvolver bem o enredo e transmitir a mensagem, que somente o amor pode nos curar, aquele amor onde a gente se entrega sem medo, onde a confiança é predominante, onde a aceitação com os defeitos e qualidades são reconhecidos e moldados. 

Pode parecer loucura, mas eu fiquei vários dias pensando nesta história. Porque ela pareceu tão real, que parecia que eu era uma observadora, como se eu fizesse parte da turma e tivesse crescido com eles. 

Nina é uma mulher incrível. Desde criança ela mostra uma personalidade forte e corajosa. Ela é um doce de pessoa, mas sabe ser forte e valente quando a situação exige. Eu gostei muito desta personagem. 

Adam é um sonhador, realiza seu sonho de ser astro do Rock, mas sempre se esforçou e pulou barreiras para que isso fosse possível. Junto com seus amigos ele cresce e amadurece. Passa por situações complicada e fica entregue. Mas, com força, se reergue e se transforma em um homem melhor. 


Não consigo falar da diagramação porque li em e-book, mas não encontrei erros de revisão. Na verdade não consegui ler me atentando a este detalhe, porque foi uma leitura rápida, de fácil entendimento e não parei para observar isto. A única coisa que eu quero comentar é sobre esta capa. Eu gostei, mas ela pode ficar melhor sem tirar a essência é claro e adoraria que a autora colocasse seu nome na capa, para que o leitor possa identificá-la, assim ela pode chamar mais atenção. 

No mais recomendo a leitura deste nacional. Pra quem gosta de romance, clichês, música e drama. Se aventurem porque a história é bem bonita e traz reflexão e crescimento pessoal.
-Você precisa de ajuda.
-Não preciso da sua ajuda e nem de ninguém entendeu?
-Não vou sair daqui. - Gritou ela novamente enxugando o rosto. -Pode gritar. Pode dizer o que quiser. Não vou sair daqui e você também não.
Obrigada pela companhia pessoas, xero!

                                                                                                                                    

Bibliotecas pelo Mundo 1# - Grécia

Olá, tudo bem com vocês?

A partir de hoje, trarei quinzenalmente, um projeto que iniciei aqui no blog há alguns anos atrás, porém infelizmente tive que interromper, que é o Bibliotecas pelo Mundo.

O intuito é mostrar para vocês bibliotecas pelo mundo afora, e um pouco de sua história. 

Nosso primeiro destino será a Grécia, prontos para embarcar?


A Biblioteca Nacional da Grécia fica situada em Atenas e gente que biblioteca mais linda é essa!

Ela é do século XIX, e tem diversos tesouros da longa história de Atenas.

É a terceira e última parte da “trilogia neoclássica”, um grupo de três edifícios situados no centro de Atenas, considerados entre os principais  exemplares da arquitetura neoclássica.

Foi totalmente construída em mármore e dispõe de imponentes colunas dóricas, parecidas com as colunas utilizadas no Partheon.


Dentro do edificio, há coleções de manuscritos gregos antigos, alguns com mais de 1400 anos. Inclui também itens exclusivos da cultura grega, como livros, mapas, jornais, fragmentos de uma Biblia do século VI, além da primeira publicação dos épicos e hinos do poeta grego Homero. 
                           

Lindíssima né?

Espero que tenham gostado e até a próxima viagem!!


Resenha #343 - A Profecia de Mídria - Denise Flaibam

Livro cedido pela editora.

Título:  A Profecia de Mídria
Autor(a): Denise Flaibam
Editora: Mundo Uno
Páginas: 304
Nota: 5/5


Olá, tudo bem com vocês?

Hoje trago uma fantasia NACIONAL maravilhosa, escrita pela linda da Denise Flaibam.
Os mistérios de Warthia devem ser desvendados, e Serafine é a única capaz de fazê-lo
Devo iniciar esta resenha avisando-os, que este livro não é recomendável para pessoas com problemas respiratórios, pois é normal prender a respiração ao lê-lo, mais por favor, sejam rebeldes e leiam mesmo assim - vale o risco.

A história se passa em Warthia, um mundo cheio de magia e mistérios, e tudo começa quando uma recém nascida é abandonada, as portas da família Delay. Eles lhe dão o nome de Serafine. E desde pequena foi possível perceber que ela não era igual aos outros.
A pele de Serafine era coberta por desenhos. Intricados espirais formavam símbolos estranhos, elaborados arabescos arratavam folhas ou flores pela tez, embrenhando-se nas marcas desconhecidas.
Seus pais preocupados em esconder os mistérios marcados na pele de sua filha, a protegiam como podiam dos olhares preconceituosos, dos moradores da Vila do Sol, pois seres dotados de magia, não eram bem vistos, e Serafine conseguia viver sem grandes problemas, graças a camadas de maquiagens e roupas que escondiam seu corpo.

Até que um dia ... tudo mudou.
A pessoa ou o que quer que fosse não mostrou o rosto. A distância escondia bem a sua fisionomia. Algo no modo como se ocultava fez com que Serafine ficasse arrepiada.
Havia algo de errado. Aquela coisa... Não parecia humana.
Na festa de seus dezoito anos, a Vila foi atacada por seres sedentos por sangue, que tinham a intenção de raptá-la, por motivos até então desconhecidos. E só não conseguiram concluir com seus objetivos, porque Serafine foi salva por Ývela e Jarek. Dois nobres guerreiros que se tornaram guardiões de Serafine, afim de auxilia-la a descobrir, quem realmente era e o quão importante seria para a salvação de Warthia, pois Serafine era a chave da Profecia de Mídria.

Eu amei a Serafine, ela tem uma personalidade muito forte, foi criada como uma pessoa comum, não tem a minima ideia do que é capaz, não sabe lutar, sua maior defesa é sair correndo, mais mesmo assim ela tem uma coragem que me impressionou diversas vezes.
Não havia nada em que se segurar. Repentinamente, seus olhos passaram por uma rocha na beirada da vala e, sem pensar muito, a garota pegou-a e lançou-a na direção do monstro. (...) A criatura afastou-se gemendo de dor, e com mãos escondendo o rosto ferido. Serafine cogitou a ideia de tentar fugir, mais uma onda súbita de adrenalina invadiu-a e sua atitude seguinte foi inesperada: ela se jogou sobre o Lobisomem.
Entenderam porque falei no inicio que é difícil ler e respirar ao mesmo tempo né?

A profecia de Mídria, é um livro que tem emoção, perdas, lutas, sofrimentos, dor e ... amor.

O que eu achei muito interessante também, é que diferente da maioria dos livros de fantasia que eu já li, ele não aborda tanto o romance (claro que mesmo assim, não tem como não shippar Serafine e Jarek hahahaha) mais o que eu senti na Serafine, é que ela tem muita coisa importante para aprender e descobrir, para ficar correndo atrás do crush, e isso é ótimo, eu pelo menos não curto quando a fantasia excede no romance e deixa todo aquele mundo incrível em segundo plano.
- Sossegue aí, princesa. - Jarek disse por fim, parecendo entediado com as atitudes de sua protegida. Serafine lançou um olhar irado, jogou a trança despenteada para trás e continuou a socar aquela prisão.
- Use esse apelido mais uma vez e eu o faço engolir seus dentes - ameaçou trazendo um sorriso ao rosto do guerreiro.
E olha que é difícil não se apaixonar pelo Jarek, minha gente - aliás se a Serafine não quiser, meu coração está de portas abertas.
Jarek saltou nas costas da criatura, acertando repetidos golpes contra a carcaça escamosa. Grunhindo, o monstro lançou o ferrão na direção do guerreiro. (...) Ele precisava acabar com aquilo e salvar Serafine, ou toda a missão estaria perdida.
Eu amei a leitura, a autora tem uma escrita muito bem desenvolvida, a história segue um ritmo bom e fluido o tempo todo, e para quem gosta de literatura fantástica é uma ótima opção.

A sequencia da série, já está disponível em E-book na Amazon, que é A Fortaleza do Dragão, e eu estou louca para ler, mais vou segurar um pouquinho, porque acredito que em breve, terá o físico lindo, cheiroso, maravilhoso e obviamente autografado, para embelezar a minha estante.

Em relação a diagramação, a capa é linda, é o tipo de livro que eu compro pela capa sem nem sequer saber do que se trata, as páginas são amareladas e decoradas com arabescos similares ao que tem no corpo da protagonista, ao final do livro, tem glossário com a pronuncia dos nomes, com o significado de palavras ditas no livro chamadas de Língua Antiga e um Mapa de Warthia.



A morena gritou de susto quando o próprio cavalo lhe respondeu. Relinchando, o corcel bateu uma das patas no chão, lançando aquele mesmo olhar intenso a garota. - Está no mundo mágico agora. Serafine. Nada vai ser como antes.
Por hoje é só, espero que gostem e até a próxima resenha.

                                                                                                                                     

Primeiras Impressões - Lacrymosa - Juliana Daglio

Sinopse:
O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição.
Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha.
Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas.
Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.

Recebi os 4 primeiros capítulos do livro, cedido pela Juliana. Eu fiquei imensamente feliz pela sua confiança de sempre ao meu blog. Muito obrigada! 

Já comecei a leitura destes capítulos me sentindo presa a narrativa. Porque já começa com uma frase que pelo menos em mim, causou calafrios. Após isso, fui dormir e amanheci com um enredo na mente, crente de que tinha assistido um filme, mas somente depois que lembrei que li os primeiros capítulos deste livro. Juliana minha filha, não sei até quando vou aguentar sem ler este livro por inteiro, só falo. 

Iremos conhecer Valery Green, mas até chegar neste nome, esta moça passou por transições difíceis e complicadas. Ela teve que deixar a sua família no Kansas porque não podia colocá-los em risco. 

Abandoná-los não foi uma tarefa fácil, mas ele disse que se ela não o fizesse, todos iriam sofrer as consequências. Seus malditos dons, como ela chamava, ainda eram desconhecidos e ela ainda não sabia a sua plenitude, mas não queria arriscar, já que este dom vinha das trevas, era melhor ela conviver com isso do que colocar todos que amava em risco. 

Com sua fuga, Valery, conseguiu ficar escondida por um tempo na pacata cidade de Darkville. Ela se tornou uma detetive respeitada e tinha um parceiro bem fiel de trabalho, o Axel que tinha muito orgulho de trabalhar com ela, mesmo com sua conhecida frieza no ambiente de trabalho.


As coisas começaram a mudar, quando um casal e sua doce filha foram sequestrados ou sumiram e depois de algumas evidências levaram a crer que o marido tinha as sequestrado e causado a morte da esposa. Mas será que foi isso mesmo? 

Coisas obscuras estavam acontecendo naquele lugar onde e quando Axel achou o pai de Anastácia, o prendeu imediatamente, achando estranho porque ele agradecia imensamente e ainda falava palavras desconexas. Mas, Valery sentiu que algo ruim vinha, aquela sensação já conhecida por ela do mal se alastrando, vinha da garotinha e não do pai dela. 

Quando ela percebeu que era algo grande ela teve que recorrer a ele, mesmo contra a sua vontade. Eis que o Padre Henry aparece, desenterrando muitos mistério, exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios e afins. 


Cara o que falar dessas primeiras impressões, me digam? Foi maravilhoso conhecer essa premissa. Eu já sou fã de Juliana por causa de O Lago Negro, mas Lacrymosa, quer me ganhar também. O enredo está cheio de seus mistérios, você já fica ávido para saber mais desde as primeiras páginas e conforme vai lendo, a sensação é que você está assistindo um filme ou uma série.

Valery é uma mulher fria e dura. Ela tem uma personalidade forte, mas é um poço fundo cheio de segredos, seu olhar é intenso e sua mente transborda. Suas visões a deixam aflita e ela costuma dizer que todas são malditas. Ela não queria nada disso. Teve que tomar decisões doloridas por causa de sua condição e por mais que tenha tentado fugir disso, ela não conseguiu e agora se vê em um emaranhado mistério de uma garotinha possuída. 



Como toda premissa, tive que parar a leitura em um momento em que a história estava me fazendo mergulhar nos acontecimentos e agora aqui estou doida para continuar. Juliana está trazendo uma história forte, aterrorizante e só para quem gosta da temática vai se sentir tentado a ler Lacrymosa, mas confesso que a leitura também deve ser feita para quem pretende se inserir neste enredo.

Então por enquanto é isso pessoal, não tenho mais a dizer, até porque por mais que eu tenha lido somente quatro capítulos, já dá para ter uma certa noção do que esperar do enredo. Então se você ficou curioso, fique atento, porque em breve teremos mais novidades. Um Xero!

Redes Sociais:
Facebook | Instagram |
Contato: lacrymosa.jd@gmail.com


Novidades Novo Século!!!

Olá pessoas, tudo bem??

Hoje eu venho com uma postagem legal sobre o canal da Novo Século Editora, que está participando do VEDA, para quem não sabe, o VEDA não é nada mais nada menos que um incentivo em que os vlogueiros participam em publicar vídeos todos os dias, com conteúdos diferentes e que possam chamar atenção dos inscritos e promover a união entre eles também. É como se fosse uma competição bem legal, mas super saudável. Eu acho a ideia genial para quem se propõe a fazer é claro!


Então eu convido a todos os amigos, amigas, blogueiros, vlogueiros e que todos convidem os familiares para se inscreverem no canal clicando na imagem abaixo, pois garanto que tem postagens maravilhosas e de ajuda inclusive, vão lá e confiram!


Abaixo, deixarei um vídeo que assisti e achei super maneiro e que pode incentivar e ajudar muito blogueiros. Assistam, vale muito a pena e se inscrevam, por que repito, tem muita coisa bacana.



Redes Sociais:
Site | Fanpage | Instagram | Twitter | Canal | 

Por enquanto é isso pessoal, espero que tenham curtido a novidade e participem, porque o canal está muito bom, e com novidades diárias. Xero!


Resenha #342 - Harry Potter e a Criança Amaldiçoada - J.K . Rowling, Jack Thome, John Tiffany


Título: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada
Autor(a): J.K . Rowling, Jack Thome, John Tiffany
Editora: Rocco
Páginas: 352
Nota: 4/5

Olá tudo bem vocês?

Hoje trago um livro que tenho certeza que a maioria aqui conhece, já leu ou está na fila das próximas leituras, e pelo que consultei, tem opiniões bastantes divididas sobre amor e ódio, que é a tão esperada sequência de Harry Potter.

O meu caso por Harry Potter e a Criança Amaldiçoada seria um caso de amor ou ódio?

Na verdade nenhum dos dois. Eu gostei muito da leitura, afinal não há como não gostar desse universo lindo criado pela J.K e eu admiro muito esta autora por toda a sua inteligência, criatividade e persistência. Tem coisa mais incrível do que ser tornar uma das pessoas mais ricas do mundo, por colocar no papel uma história que estava em sua mente?

Mais também não achei uma leitura tão espetacular assim, pois diferente dos demais livros que são ricos em detalhes, eu senti na leitura que ele foi muito resumido, e alguns personagens não foram tão bem trabalhados como deveriam ser.

A história gira em torno do filho mais novo de Harry - o Alvo Dumbledore Potter, que está ingressando sua vida em Hogwarts com vários medos e receios, e logo em seu primeiro dia na escola um deles se torna realidade : ele é direcionado pelo Chapéu Seletor para a casa Sonserina, paralelo a isso ele se torna o melhor amigo de uma pessoa que tem um sobrenome que nos transmite muita desconfiança : Escórpio Malfoy, que além de ter todo um peso negativo graças as atitudes do passado de seus parentes mais velhos, sofre perseguições sobre quem é seu verdadeiro pai.
O boato é de que ele é filho de Voldemort, Alvo.
Mais mesmo assim Alvo ignora as fofocas que giram em torno de Escórpio e eles permanecem amigos ao longo dos anos.

Alvo também não se vê livre de ser cobrado e comparado diariamente, afinal, ele é filho do Menino-Que-Sobreviveu e que derrotou o Lord das Trevas, e isso gera um grande stress nele.
E o que você quer que eu faça? Que fique popular por magia? Que conjure uma nova casa para mim? Que me transfigure em um aluno melhor? Lança um feitiço pai, e me transforme no que você quer que eu seja, está bom?
Até que um certo dia, Alvo escuta uma conversa de Harry com o pai de Cedrico, Ammos Diggory, em relação a especulações sobre a existência de um vira-tempo ilegal e Amos quer a ajuda de Harry para usar esse objeto para trazer Cedrico de volta, mas Harry se nega a ajudá lo. 

Alvo vê aí a oportunidade de se mostrar importante e provar para todos e principalmente para si mesmo que é também capaz de feitos impressionantes e com a ajuda de Escórpio, furta o vira-tempo na vão tentativa de salvar Cedrico da morte. 

Porém mexer com o destino traz consequências gravíssimas para o tempo real, e os garotos terão que se redobrar para acertar as coisas.
Então ... simplesmente ... a maioria das pessoas nesta sala desaparecerá, não existiremos mais e Voldemort governará novamente.
Eu não vou alongar muito essa resenha, porque se não ela ficará cheia de spoilers e eu sou totalmente contra, mais enfim, o livro é gostoso de se ler, nos causa nostalgia, tem momentos cruciais de revelações que me deixaram surpresa, transmite o sentimento da amizade, amor, carinho, afeto e união, que é algo característicos nos livros de Harry Potter, mas eu pelo menos ... esperava mais dele e ele ganhou quatro estrelas por ter toda a bagagem dos livros anteriores ( porém confesso que ponderei em dar três estrelas) - mais isso é uma opinião pessoal aonde quem já leu pode concordar ou não comigo.

Eu não curti muito o livro ser em forma de roteiro, a leitura fica fluida mais você sempre tem que se atentar ao nome que vem antes do diálogo. E eu particularmente tenho mais dificuldades para ler assim -  toda hora voltava a leitura para saber quem estava falando hahaha

Em relação a diagramação a capa é simples mais muito bonita, acho fantástico esses tons amarelos e dourados que ele possui. Às páginas são amareladas e as letras um pouco pequenas mais não atrapalham a leitura. Não localizei nenhum erro de revisão.


Espero que gostem e até a próxima resenha.
                                                                                                                                   

Resenha #341 - O Refúgio do Marquês - Lucy Vargas


Título: O Refúgio do Marquês
Autor(a): Lucy Vargas
Editora: Charme
Páginas: 310
Nota: 5/5

-Eu já li tanta coisa na vida, Caroline. Para alguém como eu, sempre à procura de um refúgio, a leitura é o mais alto castelo existente.
Difícil começar essa resenha, porque este livro veio para mim como uma inspiração e saudades de ler romances de época. Ele está no Kindle Unlimited, então resolvi arriscar e pegar para ler.

Ela, Caroline Mooren, a viúva baronesa de Clarington. Uma jovem corajosa, com um passado triste e bem doloroso, recebe a missão de reformar a mansão do marquês de Bridington e provavelmente o marquês também. A sua mãe a marquesa viúva, sofre com a vida que seu filho anda levando e aproveitando que Caroline não tem para onde ir, a convoca para ajudá-la nesta causa quase perdida.

Ele, o Marquês de Bridington, é um homem rústico, que vive perdido naquela imensa mansão, sobre a loucura de ter que enfrentar diariamente seus fantasmas e querer fugir deles todas as vezes. Um homem carregado de segredos, sofrimento e perdas. O Marquês apesar de tudo, tenta manter aquela mansão e os arredores da melhor forma que pode, para ele, as coisas não poderia ficar piores, até a chegada de Caroline, que não pensou duas vezes e já foi correndo atrás do prejuízo e colocando todo mundo em seu lugar e nos eixos.
Mesmo sendo mal-educado, inapropriado e parecendo um selvagem, bronzeado como um estivador, malvestido e despenteado.... Aquelas moças estavam suspirando pelo lorde errado.
Os dois não poderiam ser tão diferentes. Ele com seu jeito perdido de homem marcado por tanto sofrimento. Ela uma mulher que não sabia o que fazer da vida após ficar viúva. Com o tempo a amizade entre os dois vai surgindo. Mesmo ele a irritando e ela o fazendo rir de uma maneira com a qual ele não se lembrava mais como era. 

Caroline, ficou atônita com toda aquela situação. Aquela família estava completamente desustruturada, os criados perdidos sem saber o que fazer e como agir. Ela estava lá para por ordem em tudo e sabia muito bem o que fazer, sua lista mental começava a trabalhar fortemente. 

Conviver com o Marquês não era fácil, porque ele não ligava mais para os protocolos e andava com aquele bronzeado do sol e aquele bendito botão fora do eixo e aquilo a deixava irritada.
O Marquês tinha um raro talento para o sarcasmo misturado a uma irritante levantada de sua sobrancelha direita. Ato que o deixava com uma expressão tão arrogante que merecia um soco.
A Marquesa viúva, queria a casa reformada, para voltar a receber convidados e levar damas para apresentar seu filho, porque ela queria que ele fosse feliz novamente e queria que se casasse. Mas as coisas nem sempre são da maneira que esperamos e muitos segredos ainda vão aparecer e algo impede com que Caroline e o Marquês vivam um sentimento, que nasce sem que ambos percebam. 

O que está os separando, porque as coisas estão difíceis para eles? Leiam!

Eu gostei demais desse romance delicioso de época. Eu acho incrível o poder que a autora tem de escrever fatos tão antigos, como os costumes, linguajar, roupas, comportamentos e outras coisas a mais. Claramente dá para perceber o quanto a autora pesquisou para que as coisas ficassem mais críveis para que nossa mente flutuasse, para este tempo. Cada vez que eu leio romance de época, mais eu gosto do que encontro. Ainda mais este que é nacional.

Lucy tem um escrita deliciosa, eu gostei muito da forma como a história foi desenvolvida e os personagem foram bem construídos e bem desenvolvidos.  Caroline tem uma personagem forte e bem firme. Por mais incerto que o seu futuro seja, ela não se deixa abalar e ajuda aquela família que está em frangalhos e perdida. O Marquês é um homem bom, honesto, mas devastado de tanto tormento e sofrimento e a chegada de Caroline aquela casa, traz luz a vida de todos. Então, se você gosta de um romance de época bem escrito, bem desenvolvido, com uma relação familiar bem trabalhada e muito amor, este livro é especialmente para você.

imagem retirada do google

Como eu li em e-book, não tenho o que falar da diagramação, mas o livro está bem dividido nos capítulos. Não encontrei erros de revisão e se teve não consegui perceber, porque amei cada página que li desta história e claro que quero muito mais  da escrita de Lucy Vargas. Venha se apaixonar você também. 
Agora, você é o meu refúgio e sem dúvida o mais belo.
imagem retirada do google

Espero que tenham curtido pessoas, eu amei tudo que li e mais uma vez recomendo a todos que gostam de romance de época, que venham se deliciar com mais uma história e o melhor de tudo, nacional <3

                                                                                                                                     

Resenha #340 - O diário do Erasmo - Robson Cuer


Título: O diário do Erasmo
Autor(a): Robson Cuer
Editora: Coerência
Páginas: 180
Nota: 5/5

Olá! Tudo bem com vocês?

Hoje trago uma resenha de um livro nacional infantil, chamado O diário do Erasmo, escrito pelo autor Robson Cuer.
Eu não fazia isso porque não entendia o porquê cheguei. Eu estava com a minha mamãe e de repente uma mulher me colocou numa caixa e me deixou na rua.
O livro foi escrito em primeira pessoa, pela visão do Erasmo, um cachorrinho vira-lata que recentemente foi adotado por um rapaz que ama animais. Já em sua nova casa, ele divide o quintal com outro cachorrinho, o Jack e eles se tornam grandes amigos. Erasmo é um filhote super curioso, e Jack é quem o ensina sobre tudo um pouco.
O Jack me explicou que nós os cachorrinhos falamos latindo, os gatos falam miando e o meu pai fala falando. E mesmo sendo isso de formas diferentes, a gente no final sempre se entende! Não é incrível isso?
Erasmo no decorrer da história, vai conhecendo diversos personagens e com eles, ele também tem novas descobertas, algumas boas e outras não tão boas assim, e com isso o autor teve uma grande sensibilidade de colocar em texto infantil, ensinamentos não só para o Erasmo, mais principalmente para as crianças que estão lendo o livro como para adultos também, falando sobre amizade, amor, bondade, aceitação entre outros temas.
O Jack disse que a vida era assim, e que não adiantava querer mudar isso. Umas coisas a gente muda e as outras a gente aceita.
O diário do Erasmo é uma leitura super fluida e gostosa de ler, direcionada para o publico infantil, mais que pode navegar dentro de qualquer faixa etária. Quer fazer uma leitura doce e divertida e que ao mesmo tempo tenha conteúdo? Leia esse livro.
Mas se lembre, não faça da mentira sua companheira porque ela sempre te abandona e sempre aparece. Eu não usaria a mentira como companheira, porque eu já havia sido abandonado e isso doía muito.
Em relação à diagramação, a capa é essa graça que vocês podem ver na foto, com o Erasmo em destaque e alguns dos personagens. As folhas são amareladas e as letras são grandes. No decorrer da leitura há diversas ilustrações bem lindinhas que eu também coloquei aqui.


Referente à revisão eu percebi alguns errinhos, mais foram poucos – se não me engano uns três (e não me pergunte quais foram porque eu tenho a péssima mania de esquecer de marcar), mais não foi nada que tenha atrapalhado a minha leitura, é só bom alertar para uma melhora continua da editora.

Tempo. Sempre ele. Descobri que ele tinha dois assistentes o Dia e a Noite, e agora descubro que ele sempre é orientado pela Vida. E todos eles são mágicos e invisíveis. Agora entendi que o Tempo e a Vida são uma família.
Por hoje é só, espero que gostem e até a próxima resenha.


Caixinha dos Correios #14

Olá pessoas, tudo bem?

Hoje eu venho com mais livros que recebi nos meses de Janeiro e Fevereiro. Eu amei demais os livros que recebi entre compras e ganhos. 


Estes meses estava sem parceria, então o que recebi foram compras e presentes. 


Estes livros eu ganhei da minha bbf mais que bbf de todos os tempos Verônica Nielsen, que inclusive é resenhista aqui no blog. Eu fiquei mega feliz com os presentes, porque além de querer muito os dois, são livros tops. Já li Bom dia, Verônica e estou bem ansiosa para ler Jantar Secreto.


Aiiin para continuar minha coleção de A Garota do Calendário, ganhei os dois de presente de amigo secreto em que participei da empresa e on line entre blogueiras.



Esses dois livros eu ganhei de presente. Nunca Jamais ganhei de minha melhor amiga do trabalho A Damaris, que sempre quis me dar um livro e escolheu justamente da minha #diva Colleen Hoover em parceria com a Tarryn Fisher. Pretendo lê-lo em breve. Garota desaparecida, eu ganhei de presente de amigo secreto.


Esses dois lindos, eu também ganhei de amigo secreto, do mesmo que participei da empresa e on line. Só não me recordo quem me deu, porque já faz um tempinho rs. Ainda não os li.


Ah finalmente eu comprei estes dois livros do mestre King... depois de muito tempo namorando e esperando os preços ficarem acessíveis ao meu bolso, comprei em uma promoção da livraria (loja física) Saraiva que tem perto do meu trabalho. Cada um custou R$ 25,00, então tive que aproveitar a promoção milagrosa. Ainda não os li.


Esses livros estavam mega caros, principalmente Química, por ser da minha #diva  Stephenie Meyer, sim eu gosto de crepúsculo #mejulguem haha. Mas a linda da Amazon sempre manda uns emails perdidos de madrugada e foi nesses emails doidos que os comprei por preços bem especiais e pasmem!!!! Paguei apenas R$ 29,90 em Química e o preço dele era R$ 45,00, então acredito que fiz um bom negócio, porque Desintegrados saiu por 19,90. Então até que sai no lucro.  Ainda não li Química, mas amei de paixão Desintegrados.

Bom meus lindos e lindas, por hoje é só... espero que tenham curtido e digam nos comentários se já leram algum deles ou se pretendem adquirir. 

Xero!!!!

Resenha #339 - Contra Todas as Probabilidades - Renata R. Corrêa


Título: Contra Todas as Probabilidades
Autor (a): Renata R. Corrêa
Editora: Amazon
Páginas: 206
Nota: 4/5
Liguei o rádio e uma voz rouca cantava uma melodia de amor. Gostei do som que ouvia. Aumentei o volume e continuei ouvindo, enquanto escovava os dentes. (Ana)
Quando eu vi este livro no Amazon, pensei, por quê não? Porque tem música, uma banda famosa e romance, não quero muita coisa e isso já me basta e foi assim que mergulhei nesta leitura simples e deliciosa de ler.

Ana é uma mulher solitária e é decoradora de interiores. Ela é órfã de pai e mãe. Ela ainda sentia muita falta deles, afinal perdê-los não foi nada fácil e ela ainda era muito pequena. Sua vida profissional estava ótima, era sócia de uma empresa de decoração e tinha muitos clientes, mas a sua vida amorosa, estava muito ruim. 

Só que um dia, Ana resolve ligar a rádio e escuta uma voz rouca e forte, cantando uma música de amor, aquilo mexeu com ela e ela tentou descobrir de que era, porque sentiu seu coração tocado com aquela melodia e sentiu que sua vida poderia dar uma guinada.

Quando Ana conhece Marcos, apenas pelas imagens de TV, ela sente uma paixão platônica pelo cantor. Começa a idealizá-lo como se fosse uma adolescente vivendo a sua primeira paixão, mas como Ana é muito romântica aquele sentimento foi inevitável.
Aquele cara está me desestabilizando... - pensei, após acordar mais uma vez agitada, sentindo o fogo do desejo me consumir.
Surgiu a oportunidade de ir ao show da banda, Ana estava bem elétrica, porque finalmente iria conhecê-los pessoalmente. Ela parecia uma garotinha completamente apaixonada pelo seu ídolo e com a perspectiva de poder falar com ele no camarim. Então ela se juntou com suas duas melhores amigas e seus maridos e foram ao show.  

Ana estava super feliz, porque ver Marcus tão de perto e ainda mais cantando aquela música que mexeu com todos os seus sentidos era uma das melhores coisas que poderia ter acontecido, melhor foi quando ele a chamou para subir ao palco e cantaram juntos, mesmo que de sua boca as palavras tenham saído embaralhadas tamanho era seu nervosismo de estar ali diante dele, daquele que estava mexendo com seu coração.

Depois desse encontro inusitado, a vida dos dois nunca mais foi a mesma. A vida deles são completamente diferentes. Ana achou que esse amor jamais pudesse acontecer e não poderia passar de uma simples ilusão, então resolveu dar uma chance a André, que parecia gostar dela de verdade e parecia querer um futuro com ela e Marcus, seria apenas o seu cantor favorito de voz rouca e que embalaria sua vida com suas músicas de amor. Será que é somente isso mesmo? Será que as coisas vão terminar assim? Só lendo para saber.

Eu gostei muito de ler essa história. Eu jamais imaginei que fosse curtir tanto. A história é bem simples, mas bem escrita e desenvolvida. Renata soube dosar os personagens e soube construir uma história bem bonita de encher os olhos. 

Contra todas as probabilidades é um livro que te preenche e te faz pensar no que você quer... que quando as coisas parecem difíceis e até impossíveis, é daí que você deve tirar forças para acreditar e batalhar por aquilo que deseja. Aqui não encontramos apenas um romance. Encontramos uma relação de amizade que vai além da vida. Encontramos um amor que foi construído aos poucos quando não fazia o menor sentido para as partes principais. Temos a confiança colocada a prova nos momentos mais improváveis e mesmo que o livro pareça mais um clichê, eu devorei este livro rapidamente.



Bom eu li o livro em e-book e fora alguns capítulos que entraram fora do espaçamento, está tudo certo. Nada que tenha atrapalhado a leitura, não me recordo de ter encontrado algum erro de revisão. Os capítulos tem títulos condizentes com o que vai acontecer no decorrer da leitura.

No fim recomendo o livro, por todas as coisas que eu citei acima. Eu fiquei bem apaixonada pelo Marcus e pela forma dele agir... confesso que tive um sonho escutando ele cantar, fiquei imaginando como seria a sua voz de perto. Ana é uma mulher simples, mas muito romântica, ela sempre idealizou viver uma história e poder ter a sua família e mesmo com toda essa loucura ela tinha os pés no chão e era decidida.  André é o tipo de cara que chegou de mansinho e foi conquistando Ana e fazendo com que ela confiasse nele a ponto de planejar toda uma vida juntos. Então aqui você poderá até encontrar uma reflexão sobre escolhas e suas consequências. Lutar por algo que se deseja mesmo contra todas as probabilidades.
Mas será que estou pronto para isso? Acharei o que procuro? - fiquei pensativo e demorei a dormir naquele dia, pois estava me sentindo muito angustiado. (Marcus)

Xero no coração de todos!!!

                                                                                                                                 

Leituras de Março!


Olá pessoas, tudo bem??

Mês de Abril começando e já desejo a todos um mês de leitura maravilhosa e que este mês seja muito bom para  todos.

Hoje vou trazer para vocês minhas leituras de Março. Para mim foi um mês bem produtivo, li mais do que eu esperava e fiquei bem feliz com o resultado. 

5/5

Eu amei a história do conto... sinceramente eu não leio Spin Off de  livros, mas este não tive como não fazer, estava com muitas saudades dos personagens e eu queria muito saber como chegou ao final, que ficou bom, mas um pouco em branco pra gente, então podem ter certeza que deu para matar as saudades dos personagens e refrescar a memória. Mas lembre-se leia este conto somente se você leu A Promessa da Rosa.

4/5

Que história mais gostosa de ler foi este livro... foi uma leitura simples, mas muito fofa. Eu fiquei encantada com a forma que a autora a escreveu e com personagens  encantadores. Queria ter vivido algo assim. 

5/5

Que leitura maravilhosa... Cassie mais uma vez conseguiu me encantar pela sua escrita. Amei cada página que li... adorei todo o enredo, toda a história, os personagens incríveis. É Cassie sendo Cassie não adianta eu amo e pronto!

3/4

Eu comecei lendo a história deste livro sem muitas pretensões. Eu achei a capa bem chamativa, então resolvi pegar para ler e ver qual era dele. Mas sinceramente não consegui me conectar com a história... sinceramente esperava um pouco mais, porque o plot do livro é muito bom, mas não sei faltou mais desenvolvimento. A história não é ruim. Mas, para quem  curte detalhes não vai apreciar tanto.

5/5

Nossa nem sei o que falar deste livro maravilhoso! Eu simplesmente amei conhecer esta história bem escrita e bem desenvolvida. personagens marcantes e que nos faz refletir algo em nossas vidas. Quando comecei a ler, não tinha a dimensão do que esperar e me surpreendi em cada página.

5/5 - Favorito!

Outro livro que amei a leitura. Este compensou mais de um ano de espera. Eu não via a hora da editora lançar e quando lançou não esperei muito para adquirir meu exemplar, porque eu precisava saber mais desta história e o autor conseguiu me hipnotizar do início ao fim. 

5/5

Quando resolvi ler este livro estava com muitas saudades de ler romance de época... e eu fiquei apaixonada por tudo que encontrei aqui e mais ainda saber que se trata de livro nacional e o quanto a autora escreve bem. Fiquei apaixonada pela escrita dela e como os personagens foram bem construídos. 

Por hoje é só leitores, digam nos comentários como foi a leituras de vocês e se pretendem ler alguns destes livros citados... Obrigada pela companhia de todos que passam por aqui. 

#Influenciadoresliterários

Xero!

Divulgando: Canal Serial Chicks

Olá! Tudo bem com vocês?

Hoje eu trago uma entrevista muito bacana que fiz com as escritoras Claudia Lemes e Paula Febbe para a coluna Divulgando que temos aqui no blog.

Recentemente elas criaram um seriado no Youtube chamado Serial Chicks, os episódios são exibidos uma vez por semana, toda quinta feira, e por se tratar de um assunto que eu gosto bastante, resolvemos trazer para o blog, para que outras pessoas tenham conhecimento e possam acompanhar.

Segue a Sinopse do Canal:
Serial Chicks é uma série no qual a psicanalista e escritora Paula Febbe e a escritora e pesquisadora de Serial Killers Cláudia Lemes, apresentam discutem e analisam os principais assassinos em série da história, tanto pelo viés histórico e policial, quanto pela ótica da psicanálise.
Imagem retirada do facebook da autora Cláudia Lemes

01- Quem é Paula? Quem é Claudia? E Como surgiu a ideia do seriado Serial Chicks?

Cláudia: Eu, Cláudia, sou escritora, tradutora e intérprete, professora e mãe de três filhos. Embora tenha escrito vários gêneros, fiquei conhecida pelos meus romances policiais, um thriller, Eu Vejo Kate, e um noir, Um Martíni com o Diabo. Conheci a Paula num grupo do Facebook onde estavam falando sobre escritoras do gênero. Começamos a conversar e percebemos as paixões em comum, sendo uma delas o estudo sério e sem romantização de serial killers.

Paula: Eu, Paula, sou escritora, psicanalista e compositora, sendo contratada da editora musical Arlequim. Sempre escrevi meus livros de ficção transgressiva (Relato Inspirado por Orelhas, Mãos Secas com Apenas Duas Folhas e Metástase) pelo ponto de vista do serial killer, psicopata ou vítima que passa por uma situação de risco causada por essas pessoas. A ideia de trabalhar juntas sempre existiu. Assim que nos conhecemos sentimos uma identificação e quisemos colocar isso na prática.  O canal tem sido uma experiência gratificante.

02 - Explicando sucintamente, qual é a diferença entre um psicopata e um sociopata?

Paula: Nenhuma diferença. São sinônimos. Ambos significam alguém com uma personalidade antissocial.

03 - Baseado em que uma criança com pré-disposição a psicopatia, com tratamento adequado, pode ser curada, é possível crer na mesma hipótese em adultos?

Cláudia: Há muita discussão sobre o assunto. Em tese a psicopatia não pode ser curada. Mas há o caso da Elizabeth Thomas, que realmente acredito ser um exemplo de cura. Acho que com terapia multidisciplinar intensiva é possível em crianças. Em adultos, sinceramente, acho que não. Mas não tenho a formação ideal para dar um veredito sobre o assunto. Essa é apenas minha opinião de pesquisadora.

Paula: Como psicanalista, posso falar da psicose. Pela psicanálise, acredita-se que um psicótico não pode ser curado, até porque seria apenas uma estrutura psíquica diferente da estrutura neurótica (‘normal’), e não uma doença. Se você carrega uma estrutura, não carregaria outra. Seriam constituições diferentes do inconsciente e não se misturariam. O possível é que um psicótico tenha a chamada psicose branca, ou seja, sem crises, controlando-as com psicoterapias e medicamentos.

04- Há uma forma de identificarmos se existe um psicopata em nosso convívio?

Cláudia: Como psicopatas têm características em comum, podemos ficar atentos a elas. A psicopatia só pode ser diagnosticada por um psiquiatra, mas podemos nos afastar para nos proteger de pessoas assim entre nós. Antes de prosseguir, quero deixar claro que as pessoas num geral e a mídia distorcem muito o significado da palavra psicopata, sempre dando a entender que é sinônimo de serial killer. Um psicopata não é necessariamente um criminoso. Ele pode passar a vida inteira sem cometer crimes. Muitos médicos, advogados e professores são psicopatas, por exemplo. E nem todo serial killer é psicopata.
Alguns traços que psicopatas compartilham: falta de empatia pelo próximo, falta de remorso por suas ações, necessidade de estímulos extremos, alta tolerância a dor, tolerância a cheiros ruins, habilidade de seduzir e manipular, mentiras compulsivas, e muitas vezes narcisismo.

Paula: Alguém que fala excessivamente sobre si mesmo, chora sem demonstrar muita emoção ou demonstrando emoções em excesso para manipular pessoas em situações a favor dele (a), não se sente culpado por “passar a perna” em alguém, “aumenta” algumas verdades a favor de si mesmo, usa de caridade e bondade para poder contar vantagem e se sentir superior aos outros, e principalmente: não possui ligação com a própria família. Não sente absolutamente nenhum problema em se desprender ou deixá-los para trás e colocar seu desejo, a qualquer momento, em primeiro lugar.

05 - O que podemos esperar para os próximos episódios?

Cláudia: Nessa temporada vamos falar de um serial killer brasileiro e mais alguns dos mais famosos dos Estados Unidos. Teremos um episódio exclusivo para responder perguntas mandadas para o canal e vamos falar de alguns mitos sobre serial killers. Prometemos que o último episódio da temporada (que terá 13 no total) será bem interessante.

Paula: Vamos falar também sobre a música de abertura do canal, composta por mim e arranjada pelo Drake Nova (guitarrista da Camisa de Vênus). Ela deve ser liberada em breve no iTunes, Google Play, Spotify e Deezer pela Arlequim. Quero ressaltar que ao final do seriado, as autoras sempre trazem indicações de livro, filmes ou seriados relacionados ou assunto.

Para saber mais pessoas, cliquem Aqui se inscrevam no canal e acompanhem a série, podem ter certeza que vão querer sempre mais, porque as duas arrasam.

Assistam o primeiro episódio: Piloto


Claudia e Paula, muito obrigada por terem aceitado participar da coluna, eu fiquei muito feliz com o resultado final desta entrevista, e quero que saibam que o blog sempre estará de portas abertas para vocês.

Encerro esta entrevista, da mesma forma que os episódios de Serial Chicks.
Se você conhece alguém que pode estar em situação de perigo, ligue para o nº 100, no Brasil inteiro esse número corresponde a Secretaria de Direitos Humanos e funciona 24 horas por dia, 7 dias na semana, por meio de discagem direta e gratuita, as ligações podem ser anônimas e o sigilo das informações é garantido quando solicitado.
Obrigada a todos e até a próxima!
Verônica Nielsen.