Lançamento: Farol Literário!!!

Hello, tudo bem??

Hoje venho com dois lançamentos da Farol Literário e que posso dizer para vocês que desejo muito os dois... Elo por ser um lançamento distópico e para quem acompanha o blog sabe o quanto eu amo uma distopia e Se Eu Morrer que é o desfecho da minha série queridinha Revenants.


Leia o 1º capítulo Aqui

Elissa costumava ter tudo: a atenção de todos, popularidade e um futuro promissor. Mas os três últimos anos fizeram sua vida mudar radicalmente: ela vem lutando contra terríveis visões, dores-fantasma e misteriosos hematomas que aparecem do nada. Depois de muitas idas e vindas a especialistas, surge uma promessa de cura, uma cirurgia para apagar a parte superativa do seu cérebro, que provoca tais alucinações. Às vésperas da operação, no entanto, Elissa faz uma descoberta chocante por trás daquelas visões: ela enxerga o mundo pelos olhos de outra garota.

Leia o 1º capítulo Aqui

Depois de um longo tempo de espera para se encontrarem, Kate e Vincent veem desmoronar a perspectiva de enfim ficarem juntos. Ao serem traídos por alguém em quem achavam que podiam confiar, Kate perde Vincent. Agora o inimigo está determinado a controlar os imortais da França e até a iniciar uma guerra para conseguir o que quer. Mas Kate não desiste, ela sabe que Vincent está em algum lugar e fará qualquer coisa para salvá-lo.

                                               Livro 1                                                 Livro 2


E então pessoal? O que achara? Espero que tenham curtido, deixem a opinião de vocês... Xero!!!



Novidades DarkSide - A Menina Submersa - Caitlin R. Kiernan

Olá pessoal, tudo bem com vocês?
Hoje vamos apostar no escuro?

Antes de falar qualquer coisa, preciso dizer que morri, mas voltei a vida com a nova capa do livro A Menina Submersa, se antes eu já queria vender um rim para comprar o livro com a capa antiga, hoje eu preciso, não sei como, vender a minha irmã para comprar o livro com a nova edição. Gente! Que capa maravilhosa é essa? Só foi eu que gostei e estou enlouquecida? Tenho minhas dúvidas. Essa capa para colecionadores ficou show... tá vou parar de babar e focar no assunto do post. (risos)

Nova Edição! :D

Antes da DarkSide® Books, era quase impossível uma editora brasileira lançar, simultaneamente, um mesmo título com duas versões de capa. Livros de terror, fantasia ou cultura pop raramente ganhavam edições de luxo, apesar de sua apaixonada base de fãs. 

Nós resolvemos apostar no escuro. Nosso primeiro título, Os Goonies, chegou às livrarias na Classic Edition e na cobiçada Limited Edition, esgotada em menos de um mês. Os pedidos foram tantos que nos sentimos obrigados a relançar Os Goonies numa nova versão em capa dura, um ano depois. 

Também resolvemos apostar no escuro com a escolha de novos títulos em nosso catálogo. Além dos grandes clássicos, como Psicose, Tubarão, O Exterminador do Futuro, investimos em autores ainda não muito conhecidos do grande público, mas que já exibiam talento de sobra. Foi o caso de Caitlín R. Kiernan e seu brilhante romance vencedor do prêmio Bram Stoker, A Menina Submersa. 

Os leitores DarkSiders apostaram no escuro com a gente, e fizeram de A Menina Submersa um merecido sucesso. Mas faltava um detalhe. A edição em capa dura que vocês tanto pediram.

Preparamos algo muito especial, para colecionadores, para quem mergulhou com Imp ou para quem está disposto a fazer um passeio corajoso pelas águas da nova literatura fantástica. A obra-prima que vocês consagraram também foi feita para se guardar a sete chaves. 


Memórias é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do “real” sobre o “verdadeiro” e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma “obra-prima do terror” da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013.

Com uma narração intrigante, não-linear e uma prosa magnífica, Caitlín vai moldando a sua obsessiva personagem. Imp é uma narradora não-confiável e que testa o leitor durante toda a viagem, interrompe a si mesma, insere contos que escreveu, pedaços de poesia, descrições de quadros e referências a artistas reais e imaginários durante a narrativa. Ao fazer isso, a autora consegue criar algo inteiramente novo dentro do mundo do horror, da fantasia e do thriller psicológico.

A epígrafe do livro, retirada de uma música da banda Radiohead – “There There” –, diz muito sobre o que nos espera: “Sempre há um canto de sereia lhe seduzindo para o naufrágio”. A Menina Submersa é como esse canto, que hipnotiza até que tenhamos virado a última página, e fica conosco para sempre ao lado de nossas melhores lembranças.

Saiba mais sobre o livro acessando AQUI.



Caitlín R. Kiernan (1964) é autora de livros de ficção científica e fantasia dark, e paleontóloga. Escre- veu dez romances, dezenas de histórias em quadrinhos e mais de 200 contos e novelas. Entre seus trabalhos, destacam-se os romances Silk (1998), Threshold (2001), ambos vencedores do International Horror Guild Award, e The Red Tree (2009); a série em quadrinhos The Dreaming, spin-off de Sandman, de Neil Gaiman, com quem também escreveu a novelização de Beowulf (2007). A Menina Submersa: Memórias conquistou os Prêmios Bram Stoker e James Tiptree, Jr., este dedicado a obras de ficção científica ou de fantasia que expandem e exploram a compreensão de gênero.


O QUE FALAM SOBRE A MENINA SUBMERSA?

A Menina Submersa: Memórias é uma história diferente. Lugares assustadores podem existir no seu subconsciente. Por vezes, a mente perturbada de Imp te leva a esquinas que são assim. Assustadoras, quero dizer. - Pipoca Musical

A Menina Submersa é um caleidoscópio de imagens. (...)  Uma vez iniciada a leitura, saiba que sua mente será tragada para um mar de lendas e criaturas, onde todo o engajamento será recompensado. - Nerd Pride

A Menina Submersa é uma Ode ao medo. A sensação pura e aterrorizante que podemos encontrar em um momento inesperado, capaz de nos corroer ao longo da vida. - Book Addict


Redes Sociais

Fanpage | Twitter Youtube | Tumblr | Google+ | Site |

Xeroooo!!!



Novidade Editora Empíreo - Eu Vejo Kate - Cláudia Lemes

Olá pessoas, tudo bem com vocês??
Hoje venho com uma novidade super legal da editora Empíreo

Sabe aquelas coisas do destino? Pois é... aconteceu comigo rs...ou melhor a editora vai nos proporcionar como leitores, principalmente aos amantes da temática romance policial.


EMPÍREO E CLAUDIA LEMOS ASSINAM CONTRATO. ROMANCE POLICIAL ‘EU VEJO KATE’ VAI PARA AS LIVRARIAS




Então, recentemente eu li uma resenha deste livro em um dos blogs em que sempre comento, mas neste momento não me recordo qual foi o blog. Só que lembro-me muito bem que fiquei louca pelo livro. Adoro uma pegada de romance policial e uma coisa bem psicológica, sabe? Daí imagina a minha loucura de querer tão logo a leitura deste livro.

Eis que a editora parceira do blog, nos envia essa informação de sucesso literário na redes sociais, que será lançada no segundo semestre. Tudo bem que a minha ansiedade vai ficar em evidência até lá... mas o importante é que mais um nacional será lançado e eu como amante da literatura vou ficar mais feliz por mais uma obra que será lançada. Adoro isso!!!

E para conhecimento, a editora Empíreo, assinou no início de abril contrato com a autora Cláudia Lemos e vai promover o lançamento de “Eu vejo Kate”, um romance policial com uma leve pegada sobrenatural. O livro já vinha sendo vendido pela própria autora por demanda, mas será profissionalmente editado e lançado no segundo semestre de 2015.

A obra já vinha sendo destaque nas redes sociais e chegou à Editora através da blogueira parceira do Livroterapias. Uma das razões desse sucesso com certeza foi o cuidado que a autora teve em abordar o tema “psicopatas”. Cláudia se debruçou sobre livros e pesquisas e fez ação de seu livro ser muito verossímil. A Empíreo já tem esse lançamento como um dos destaques para o ano.

Em ‘Eu Vejo Kate’, a autora conta a história da jovem, deprimida e instável escritora Kate Dwyer que mergulha numa investigação sobre um famoso assassino em série para produzir sua biografia póstuma. Ao revisitar os bárbaros homicídios conduzidos por um homem que aterrorizou sua cidade natal, Kate esbarra em segredos antigos e poderosos, que ameaçam não apenas sua sanidade, mas sua vida. Com a ajuda de um ex-agente federal com mistérios próprios e métodos assustadores, ela luta para se salvar, enquanto desconfia de todos ao seu redor.
Eu Vejo Kate é uma obra policial que oferece um insight brutal e verossímil sobre a mente de assassinos em série e as pessoas que dedicam suas vidas a compreendê-los. O livro abandona mitos hollywoodianos e não suaviza por um segundo a narrativa dos pensamentos violentos e sexuais que cercam a mente humana. Sua narrativa, contada do ponto de vista do próprio serial killer morto, da escritora e do profiler, revela peças de um quebra cabeça que quando completo, assombrará o leitor por noites e mais noites.

Bom galera sou bem suspeita em falar sobre o que eu achei dessa premissa... parece que descreveu bem o que eu quero ler e espero da leitura. Só o que posso dizer, sem medo de me tornar repetitiva, é que necessito da leitura desse livro e após a resenha que eu li, eu tenho a certeza de que vai ser uma leitura que despertará vários tipos de sentimentos em mim.




Um pouco mais sobre a editora:

A Editora Empíreo nasceu em outubro de 2013 e já conta com seis livros em seu catálogo. Dentre eles: Sete Cabeças, suspense; Zon, o rei do nada; e A Cidade Flutuante, de literatura fantástica.
Com um trabalho que zela tanto pela qualidade literária quanto por um visual estimulante, a Empíreo tem se destacado em meio ao universo editorial. E os planos para o futuro são grandes. Para 2015, a editora prevê o lançamento de 12 obras de terror, thriller, humor, literatura fantástica, contos e romances.

O que pensar de uma editora que se dedica aos autores nacionais? Eu só posso dizer que admiro, pois vejo por ai, algumas editoras que estão se dedicando exclusivamente a esses autores, trazendo muitas histórias boas e deliciosas de se ler, entre várias temáticas. Eu apoio totalmente esse ensejo e me sinto muito honrada de fazer parte da equipe parceira.

Redes Sociais:
| Site | Fanpage | Twitter | Instagram |

Xero no coração de todos!!



Promoção: 2 Anos de blog Geração Leitura.com

"Hoje vai ser uma festa; bolo e guaraná, muitos doces pra você! É o seu aniversário, vamos festejar e os amigos receber!" <3 
Olá meus lindos é com imenso prazer que participo dessa promoção... graças ao blog do Dri eu pude conhecê-lo e posso dizer que fiz um amigo para toda a vida mesmo com essa distância toda!!!! Quero dizer que mesmo com os novos rumos de sua vida e torço muito para que ela continue caminhando... ele ainda colocou o seu blog nessa sua nova estrutura... parabéns Dri... Sucesso... 

Agora deixo vocês com as palavras do Dri...

Lindxs, 
O tempo passa muito rápido. Quem diria que já fazem dois anos que o GeraçãoLeitura.com nasceu? Nunca poderia imaginar que naquele fim de tarde do dia 08 de maio, surgiria algo que se tornasse tão importante para a minha vida! Este blog não é apenas um local em que eu comento sobre livros; ele se tornou uma extensão de mim; uma parte do que eu sou e nesses dois anos, ele se tornou importantíssimo para a minha vida! 
Nunca poderia imaginar que cresceria, leria e amadureceria tanto nesse período. Assisti o meu acervo aumentar e as parcerias irem e virem; acompanhei os colegas blogueiros crescerem e desistirem! Vi de tudo e sobrevivi, um pouco experiente neste mundo da blogosfera e com gás para continuar passando meu tempo por aqui. 
GeraçãoLeitura.com, meu bebê, quero lhe agradecer por todos os momentos bons que compartilhei contigo e todas as aventuras literárias que embarcamos juntos; quantas histórias, lembranças e memórias. Todas elas ficarão sempre guardadas comigo. E hoje, com minha vida totalmente transformada, ainda procuro e procurarei tempo para estar me dedicando a você! Que estes dois anos se multipliquem e venham muito mais primaveras! Para celebrar essa festa, convidei blogueiros especiais para mim e editoras parcerias que acreditam no potencial do blog e vieram comemorar conosco. Será um aniversário especial regado de prêmios para vocês, nossos leitores, aqueles que nos motivam a continuar e fazem com que nunca desistamos dessa empreitada! Vocês merecem isso e muito mais!! Participem!

- A promoção tem início hoje, dia 25 de abril e acabará no dia 01 de junho!! 

REGRAS:
*Não há regras obrigatórias, mas lembrem-se: quanto mais chances cadastradas, mais chances de ganhar! :)
* Ter endereço de entrega no Brasil; * Preencher o formulário do Rafflecopter;
*IMPORTANTE: Comentar nesse post, com o e-mail e nome de seguidor! :) ATENÇÃO: * Os livros serão enviados por cada participante num prazo de até 30 dias e não nos responsabilizaremos por extravios e danos ocorridos;
* Cada blogueiro está participando com um livro, por isso, os kits chegarão ao vencedores SEPARADAMENTE! * Um e-mail será enviado para o ganhador ou ganhadora que terá 48 horas para responder; se isso não ocorrer, farei outro sorteio.

Preparados para conhecer os prêmios? Vamos lá!!











E aí, pessoal, o que acharam dos prêmios? Participem!!!! 
Boa sorte a todos!! 

Lançamentos de Abril: Grupo Editorial Pensamento

Olá leitores, tudo bem??
Hoje venho com os lançamentos do Grupo Editorial Pensamento e já posso dizer que estou louquinha para ler a Torre Partida, não penso em outra coisa rs.

JANGADA



Bia é uma professora de literatura, que estende seu amor pelos livros ao trabalho voluntário que faz no hospital onde o irmão é médico, lendo trechos de obras literárias clássicas para os pacientes. Casada com Rodrigo, ela leva uma vida tranquila, ainda que afetivamente incompleta. Após um grave acidente na serra de Petrópolis, Bia adquire o dom de enxergar a aura das pessoas. De uma forma inesperada, ela conhece Léo, um jovem estudante com uma aura brilhante e o mesmo gosto por livros antigos, que faz seu coração bater mais forte e ambos sentem como se já se conhecessem há séculos. A relação de amizade entre eles acaba se tornando um amor arrebatador. Impedidos de viver esse amor, Bia e Léo vão ter que enfrentar muitos dilemas até que o destino lhes dá duas opções: cada um seguir o seu caminho ou atender ao apelo da alma e do desejo e viver plenamente esse grande amor. 


A Torre Partida - Neste segundo volume da Saga da Terra Conquistada, Mira, Holt, Zoey e Max embarcam numa jornada épica em busca da Torre Partida - um marco famoso e sombrio no meio do cenário mais perigoso do mundo: as Terras Estranhas. Os poderes de Zoey despertam, mas quem ela é continua sendo um mistério. Tudo o que ela sabe é que precisa chegar à Torre Partida. Os alienígenas, chamados pelos sobreviventes de Confederados, perseguem Zoey, e entre eles um novo grupo cujas intenções parecem diferir das dos demais. Para tornar tudo pior, o Bando - grupo que persegue Holt - também está nas Terras Estranhas, liderado por uma bela e ameaçadora pirata chamada Ravan. Assim como o primeiro amor de Mira, Benjamin Aubertine, cuja ambição desmedida para chegar à misteriosa Torre pode levar todos à morte. E há também as próprias Terras Estranhas, que inexplicavelmente começam a se expandir, tornando-se ainda mais poderosas e mortais. De alguma forma, tudo parece ligado à Zoey, e quanto mais perto da Torre mais enfraquecida ela parece ficar.

Livro 1


CULTRIX






Mais de setenta histórias reais, inspiradoras e comoventes, mostram o amor, a tolerância, o conforto, a compaixão, a lealdade e a alegria que os cães podem nos proporcionar. A autora traz também suas experiências pessoais, mostrando como os cães lhe deram forças quando ela sofreu maus tratos na infância, enfrentou um divórcio e recebeu um diagnóstico de câncer. Quer você acredite que os cães são anjos de quatro patas ou que são um presente de Deus, este livro mostra o que você já sabe: os cães nos curam, nos ensinam e nos protegem.









Elaine Fox descobriu que o nosso jeito de ser, a nossa opinião sobre as coisas, a nossa atitude diante da vida estão associados a padrões cerebrais específicos e refletem a nossa inclinação natural de buscar o prazer e evitar o perigo - duas inclinações que, na maioria das pessoas, estão em equilíbrio. Mas quando isso não ocorre, os resultados podem ser desastrosos. Felizmente, avanços na neurociência mostram que o nosso cérebro é mais maleável do que imaginávamos. A autora mostra como podemos retreinar o nosso cérebro para transformar a nossa vida e aprender a viver melhor, mostrando que  podemos influenciar a nossa personalidade e tornar a nossa vida tão "ensolarada" ou "cinzenta" quanto permitimos que ela seja.



PENSAMENTO







Stephen Sturgess, professor de yoga, meditação e discípulo de Paramhansa Yogananda, demonstra neste livro amplamente ilustrado, como usar uma grande variedade de práticas deMeditação Yogue como um portal para uma consciência mais elevada. Este é o guia ideal para estabelecer um programa regular de saúde holística que o ajudará a se conectar com o seu verdadeiro Eu divino interior, realizar o seu pleno potencial criativo e conquistar equilíbrio, harmonia e felicidade em todos os aspectos da sua vida.






SEOMAN





Sophia Amoruso passou a adolescência viajando de carona, furtando em lojas e revirando caçambas de lixo. Aos 22 anos ela havia se conformado em ter um emprego, mas ainda estava sem grana, sem rumo e fazendo um trabalho medíocre que assumiu por causa do seguro-saúde. Foi aí que Sophia decidiu começar a vender roupas de brechó no eBay. Oito anos depois, ela é a fundadora, CEO e diretora criativa da Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares, com mais de 350 funcionários. Além da história de Sophia, o livro cobre vários outros assuntos e prova que ser bem-sucedido não tem nada a ver com a sua popularidade; o sucesso tem mais a ver com confiar nos seus instintos e seguir a sua intuição. Uma história inspiradora para qualquer pessoa em busca do seu próprio caminho para o sucesso.


E então leitores, quais livros chamaram mais atenção de vocês? Deixem seus comentários, que irei adorar saber quais as suas opções... Xero no coração de todos!!!


Parceria Madras Editora - Selo Madras Hot!!


Olá Pessoas, tudo bem com vocês???
Vamos dar saltinhos comigo de alegria?? Vamos??!!
O blog tem mais uma nova parceria... desta vez com o selo Madras Hot uhuuuu!!!
Claro que jamais posso esquecer que isso tudo é fruto de um trabalho que realizo com muito amor aqui no blog e porque vocês leitores sempre estão por aqui lendo e comentando  as novidades... Obrigada!!
Quero agradecer a Madras por mais essa oportunidade e confiança. E agora vamos conhecer um pouco mais do selo novo?









Contatos da editora:



Resenha #141 - Starling - Lesley Livingston

   
Lesley Livingston
Oi! Pessoal, tudo bem com vocês?                  

O livro de hoje é de uma autora e atriz que ama mitologia, folclore, magia e Shakespeare, ela inclusive já escreveu uma trilogia baseada em três histórias dele, sendo o primeiro título chamado "Nove noites e um sonho de outono".

Livro cedido pela editora

Título: Starling - O despertar dos filhos de Odin
Autora: Lesley Livingston
Editora:  Jangada Editora
Páginas: 288
Classificação: 5,0

Starling faz parte de uma saga que leva o mesmo nome do primeiro volume, o segundo é Descendant (descendente) e o terceiro Transcendent (transcedente).

Ai, caramba!!! Quanta emoção cabe em apenas um único volume!?! Livingston foi maldosa da primeira à última página, ainda bem que não tenho problemas cardíacos, pois acredito que não iria sobreviver a Starling!

Fiquei besta quando faltando apenas 5 páginas para encerrar o livro o suspense não diminuía e fiquei pensando "como ela irá finalizar o livro agora? E ainda mais com um final descente? Mas ela conseguiu e todas as expectativas que tinha antes de começar a ler o livro foram superadas. Ao contrário de Richelle Mead (autora de  Bloodlines) que te dá um momento para respirar antes da notícia bombástica que encerrará o livro, Livingston não para. Só percebi que segurava a respiração quando terminei a última frase do livro e aspirei profundamente e com uma urgência inesperada.

A trama é situada em Nova York, mais especificamente em Manhattan e tem como protagonista Mason Starling que é uma aluna da Academia Gosforth, uma escola criada para abrigar os futuros herdeiros das famílias mais importantes e antigas da região. Ela é campeã de esgrima da equipe da escola e ela nunca teve que lutar por nada de sua vida. Pelo menos, não até que uma violenta tempestade cai sobre Manhattan, prendendo ela e outros participantes da equipe na escola. Contudo algo inusitado acontece, seres sobrenaturais horrendos aparecem e um cara nu (lindíssimo por sinal) aparece para salvar à todos.

Contudo, esse herói não é como os de lendas famosas como Hércules e Aquiles, simplesmente porque ele não sabe nada sobre sua vida, a não ser seu nome - Fennrys, o Lobo - não sabe nada sobre seu passado, onde mora, porque tem tantas marcas ou porque apareceu nu com uma espada no meio de uma tempestade e ainda por cima, porque se sentiu tão compelido a salvar a garota linda de cabelos negros que ele avistou.
O que diabos ele era?
A pergunta foi formulada em sua mente daquela forma. Não "quem", mas "o quê". Talvez ele não quisesse saber. Talvez fosse melhor para ele se nunca descobrisse... Ele poderia desaparecer no mundo e ... O quê? Começar uma nova vida? Ele não conseguia sequer imaginar como tinha sido a anterior.
Espadas. Monstros. Perigo...
Segredos rodeiam a escola, Fenn e as famílias fundadoras. E, é claro, que assim como em toda família há um bisbilhoteiro, com os Starlings não poderia ser diferente...
A letra era de Gunnar Starling.
Quando Rory era pequeno, tinha aprendido que as coisas mais interessantes na vida quase sempre eram mantidas ocultas. Trancadas em lugares escuros. E que quanto mais difícil fosse abrir as fechaduras, maior o prêmio guardado lá dentro. Ele foi tomado por um desejo ardente e constante de caçar esses tesouros, e com isso desenvolveu um talento para ouvir por buracos de fechadura e conseguir ter acesso a lugares onde era proibido de entrar. 
O livro também conta com momentos de humor sarcásticos como:
Capa norte americana
— Que maravilha... - resmungou Fenn para si mesmo. — Sei onde posso assistir a um musical, mas não faço ideia de onde vivo. Não é uma situação ideal ... - Ele ergueu o capuz de seu moletom emprestado. — Especialmente considerando que tenho a impressão de que sou o tipo de cara que odeia musicais.
O início do fim está próximo e o destino está nas mãos de Mase e Fenn, só eles podem deter o Ragnarök.

Eu amei cada segundo dessa leitura, super envolvente, cheia de mistérios e reviravoltas , alguns personagens te cativam desde o início, outros você vai se apaixonando ou odiando no decorrer da trama e o livro ainda conta com mitologia nórdica em peso - pela qual sinto um fascínio gigantesco - e foi muito bem retratada por Livingston.

Um detalhe que não posso deixar de comentar ... para os amantes de Os Cavaleiros do Zodíaco que iram acompanhar o lançamentos dos novos episódios sobre os cavaleiros de ouro (que aliás, já está disponível o primeiro episódio!), esse livro faz menção a Yggdrasil, a árvore do mundo e que tem uma relevância nessa nova aventura dos cavaleiros em Asgard. Vale a pena conferir mais afundo a mitologia nórdica para acompanhar tanto Starling quanto a história dos cavaleiros.

Erros? Poucos, como por exemplo: hghi-tech ao invés de high-tech ou de [...] último lanço de escada [...], quando o correto é lance de escada. As páginas são amareladas e a fonte é de tamanho um pouco menor do que a média, contudo não chega a atrapalhar a leitura de forma nenhuma.

Recomendo para todos que gostem de:
* romance;
* suspense;
* mistério;
* magia;
* mitologia; e
* aventura. Recomendo tanto para homens quanto para as mulheres, é indicado para maiores de 14 anos, mas sem idade máxima (se você não tiver problemas de coração kkkk)

Não recomendo para quem não goste de:
* dos itens acima;
* mitologia nórdica;
* seres fantásticos; e
* fantasia em geral.

 E aí, Pessoal, gostaram? Deixem seus comentários, se já leram esse livro, o que acharam dele e não se esqueçam do Top Comentarista do mês de abril, com um novo livro e novas chances de ganhar. Um super ultra mega blaster abraço à todos!




Resenha #140 - Mundo Cão - Matheus Peleteiro

Livro cedido pela editora.

Título: Mundo Cão
Autor: Matheus Peleteiro
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Páginas: 166


Convenhamos, como é desagradável estar num sono profundo, quase numa hibernação, e de repente acordar. Acordar com balas invadindo sua janela às três e meia da madrugada. Imagine só! Eu? Estava dormindo, tentando sonhar.

Quando recebi esse livro a minha curiosidade foi aguçada na hora... a capa me chamou atenção e o título também. De cara percebi que fugia completamente das leituras as quais estou acostumada, mas assim mesmo eu queria lê-lo demais. E foi isso que eu fiz. Me senti surpresa, eufórica, consternada e irritada em toda a leitura, vários tipos de sensações e ao longo da resenha irei explicar porque.

Na história conhecemos o Pedro Contino, um garoto que nasceu e cresceu na favela Roda Viva em Salvador. Ele fala cheio de revolta e com uma verdade sobre sua vida e a de muito moradores da favela. Ele demonstra, o que essa favela e muitas outras representam para a nossa sociedade. Ele descreve como ele se vê, como pensa em seu futuro, o que esperar dele e o que pode fazer para mudar essa realidade.

A Roda Viva é como um submundo. Grosseiramente, nós, que nela vivemos, podemos dizer que pertencemos a outra civilização, precária e mais forte. Batizada com anticorpos da vida. Aqui existe uma diferente manifestação do direito, se é que pode dizer que temos direitos.

 Pedro tem esperanças de ser alguém, de não sonhar, com o mundo do crime como a maioria dos garotos mais novos do que ele e da mesma idade. Eu fiquei chocada com esse "tapa" na cara de realidade que eu levei durante a leitura do livro. Eu falo por mim. Eu não tinha conhecimento de tanta degradação aos moradores dessas comunidades mais carentes. Você pode ter uma vaga ideia do que pode ser ou acontecer pelos noticiários dos jornais, mas saber mesmo na raça, só quem mora lá, só quem está dentro desse mundo e eu tiro o meu chapéu para Matheus, por ter escrito essa obra e eu ter a oportunidade de conhecê-la.

Os meninos sonham em ser "bandidos", sonham em fazer parte das cabeças, de serem donos dos tráficos, de viverem armados, eles acreditam que isso seja um enorme status e que com  isso eles podem conseguir tudo o que quiserem, essa é a maneira mais fácil. Eles não acreditam nos estudos, eles não pensam em nada disso, o que eles querem é poder fazer parte da elite da boca e ter o privilégio e as garotas que quiserem.

Pedro queria outros voos, ele pensava assim, mas também não demonstrava expectativas altas. Ele queria ter um trabalho honesto e não viver no mundo do crime, fugindo e sendo procurado pela polícia ou pelos donos da bocas de fumo. Eu devo confessar que, embora, Pedro não tivesse ambições tão altas e não pensar tantos nos estudos, ele me contagiou em querer trabalhar honestamente e quem sabe sair dessa vida e morar em outro lugar.

Ele tinha um melhor amigo desde criança e tinha um outro amigo que o incentivou a ler e com isso ele aprendeu várias coisas de diversas culturas, até falar bem ele falava, a leitura lhe proporcionou isso. Eu digo que adotei a esperança dele e fui caminhando com ele em sua trajetória de escolhas e situações vividas em boa parte do livro.

Não me considero um otimista, os acho muito inocentes, também não sou pessimista, os acho muito amargos. Me considero um realista esperançoso.

O livro é narrado em primeira pessoa, sob a visão de Pedro, o protagonista. Conseguimos perceber através de sua visão todos os acontecimentos dos mais simples e até os mais violentos da favela. A ambientação é toda brasileira e se dá na cidade de Salvador, mas especificamente na favela. Não sei se a favela é fictícia. Tentei procurar no Google sobre algo, mas não encontrei. O que posso dizer que tudo que li foi de uma forma tão verossímil que se tornou quase palpável. Em algumas situações me vi no meio dos acontecimentos, como uma observadora vivendo naquela realidade.

Matheus tem uma boa escrita. Percebi que ele sabia exatamente onde queria chegar com o livro. Ele me trouxe várias mensagens. Tantos de lições de vida, de amizade, de dor e de lamento. Eu fiquei muito irritada com Pedro em algumas situações e não acreditei em algumas decisões que ele tomou me decepcionando com suas atitudes, que até então estavam indo muito bem, mas depois parei para pensar que as vezes a situação nos leva a tomar decisões desesperadas e que não temos tempo para pensar, apenas agir.

O livro tem uma verdadeira crítica social, mostra a realidade das favelas mais carentes, mostra a falta de perspectiva dos moradores e como eles não tem sonhos grandes, a não ser através da realidade em que vivem. Claro que não posso generalizar e dizer que é só miséria, pode ser que poucos pensam diferente e queiram algo mais como o nosso protagonista, mas sei lá, acredito que falta oportunidade, eles não recebem crédito de que podem fazer algo diferente e vivem do jeito que vivem, porque é o modo como conhecem e vão sobrevivendo como dá.

Eu tive vários pensamentos durante a leitura desse livro. Não sei colocá-las aqui de uma maneira que você possa entender, então aconselho a leitura do livro. Se você gosta de temas como crítica social, luta, auto conhecimento, tragédia, violência e porque não amizade, eu indico esse livro.



A diagramação do livro é bem simples. As folhas são amareladas a fonte de tamanho médio. A leitura se faz bem rápida. Encontrei raros erros de revisão. Nada que tenha atrapalhado a leitura. O que me chamou atenção na narrativa, foi a alusão que o autor colocou no livro, de alguns cantores que ele gosta e que algumas frases de músicas se encaixaram perfeitamente no enredo apresentado, para mim isso foi um diferencial bem legal e que deu uma moderada no tema. O motivo pelo qual eu tirei um livrinho é que eu esperava um pouco mais da história. Não um final feliz, mas uma coisa mais densa para pelo menos justificar o caminho que o protagonista seguiu, eu achei meio fraco  a decisão final dele e isso me deixou um pouco frustrada.

Só quero que entendam leitores, que essa foi a minha opinião pessoal, talvez, você lendo o livro, possa ter uma opinião diferente da minha. Eu gostei muito da história, foi algo revelador e surpreendente pra mim, talvez um choque de realidade de vez em quando seja bom para que possamos acordar para a vida e olhá-la com outros olhos e ver que existem pessoas atrás de nós e do nosso lado. Muitas vezes uma simples atitude pode fazer uma total diferença na vida de alguém.

Afinal, o mundo não é uma maravilha. O mundo é muito pior. Ele não é uma caixinha de surpresas. O mundo é ação, reação e lógica. Ele não vai pegar leve na hora de reagir, afinal, não é completamente belo, devemos saber disso. O mundo é um cão raivoso prestes a lhe devorar.


Bom gente, desculpe se exagerei na resenha, mas devo confessar a vocês que foi bem difícil escrevê-la. Eu não estou acostumada com esse tipo de leitura, mas ela mexeu comigo de uma forma bem inesperada. Fiquei pensativa e refleti bastante sobre vários pontos da leitura e no mundo em que vivemos como um todo. As vezes nos fechamos em nossa concha, não por egoísmo ou por falta de amor ao próximo, mas a vida anda uma loucura e a busca para sobreviver é grande. Então quando nos encontramos em um lugar que em nosso íntimo é considerado seguro, não queremos sair e as vezes não percebemos uma outra realidade. Talvez eu esteja errada com isso que eu disse, mas foi uma das coisas que refleti e terminei desabafando.

Bom espero que tenham gostado da resenha. Queria saber se vocês conheciam o livro, se tem vontade de lê-lo. Deixem seus comentários, ficarei honrada de saber a opinião de vocês. Xero no coração de todos!!


Resenha #139 - Orion - Rodrigo Kilzer

Livro cedido pelo autor.

Tìtulo: Orion - O Filho das Trevas
Autor: Rodrigo Kilzer
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Páginas: 366


Nesta vida, a felicidade de alguns atrai a inveja de outros, e a maior parte dessa negatividade vem de pessoas que não têm motivos para isso.

Engraçado como uma coisa chama a outra. Eu tinha visto esse livro em alguns lugares pela internet e estava doida por ele, mas sempre pulava a compra dele, por vários motivos que não me lembro agora. Lembro-me que a capa tinha chamado muito a minha atenção e a sinopse também, então sempre dizia, qualquer hora dessas compro ele rs. Um belo dia o Autor Rodrigo Kilzer me procurou falando de seu livro, por ser obra nacional e tudo mais. Pensei comigo, claro que vou divulgar, então perguntei qual era o livro dele  e quando ele citou Orion, quase fiquei doida de felicidade... era o livro que eu queria demais ler e o autor queria parceria para leitura dele... isso sim é um máximo, agora estou aqui para contar a vocês o que eu achei da obra, vamos lá? 

A história começa falando sobre Fabio, um menino de coração grande, carinhoso e amável e mesmo com as dificuldades nunca deixava de ser humilde. Ele morava com seu pai que batalhou duramente para criá-lo com respeito e muito amor, os dois eram muito unidos e tinham uma cumplicidade de encher os olhos. Fabio estudava em um colégio de elite, ou seja, de gente rica, mas como bolsista. Ele conseguiu a bolsa devido sua inteligência admirada por todos os professores. 

Era difícil ser bolsista em uma das escolas mais disputadas da cidade. Quase todos que lá estudavam eram de famílias com boas condições financeiras. Fabio não era de família tradicional. Eram apenas seu pai e ele.

Fabio tinha dois melhores amigos: Guilherme e Poubel, eram inseparáveis... um sabia da vida do outro e vice-versa. Os dois sabiam da paixão que Fabio tinha em segredo pela doce Cecília, uma menina de ouro e talentosa. Fabio guardou muito esse sentimento por Cecília e devido a isso ela terminou se apaixonando pelo seu inimigo Luciano. 

Cecília é uma menina linda e doce, na frente dela Luciano se mostrava romântico e amoroso. Quando estava longe, era uma pessoa, agressiva e fazia de tudo para prejudicar Fabio. Inicialmente eu não conseguia entender o porque dele ter tanta raiva do menino de tal maneira que fazia de tudo para vê-lo sofrer, humilhado e destruído, mas no decorrer da história percebi o que pode mover o ser humano a fazer coisas horríveis: a inveja.

Fabio tinha um futuro brilhante pela frente, já o tinha projetado, porém algo aconteceu e ele perdeu alguém em um terrível acidente, fazendo com seus sentimentos fossem transformados em ódio e sede de vingança. A dor estava consumindo todo o seu ser, ele não pensava em outra coisa. Ele se fechou de tal maneira que não deixou nenhum de seus amigos se aproximar dele, afastou todo mundo de perto dele, então algo aconteceu.

Antes que pudesse pensar em alguma possibilidade, uma claridade vinda do banheiro chamou sua atenção. Uma pontada de medo atravessou-lhe o peito. Poderia ser qualquer coisa.

Fabio recebeu a visita de um ser das trevas, um demônio em forma de gente, que lhe prometeu poderes para que ele pudesse concretizar a sua vingança e em troca ele faria o que o demônio queria. Seria apenas uma troca de favores, mas Fabio não tinha ideia do que poderia ser com esse acordo, apenas concordou, aquilo parecia ser uma boa saída para tudo de ruim que estava lhe acontecendo naquele momento.

Os olhos lacrimejavam, a respiração estava acelerada e a parte de dentro da boca ainda formigava quando ele levou o corpo novamente em direção aos lábios. Seu corpo gritava para que ele não fizesse aquilo, mas a dor de seus sentimentos era demais para ele suportar. 

Fabio entrou em u caminho de escuridão sem volta e sem tempo para arrependimentos. Ele renasceu até com um novo nome, agora ele se chamava Orion. Ele estava solto no mundo como um novo ser, o demônio o deixou ali a própria sorte, sem muitas explicações. Orion ficou confuso e perdido inicialmente, mas ele teria que se adaptar aquela nova vida, aquele novo destino. Depois que percebeu que aquele demônio queria muito mais que transformá-lo, ele se viu em um beco sem saída para proteger os seus amigos, será que ele vai conseguir? Uma vez nascido das trevas, sempre nas trevas? Essa pergunta meus queridos só lendo mesmo para que ela seja respondida.

Eu gostei muito da história. Foi algo diferente. É uma história de vampiro, mas não é uma história qualquer. Para quem gosta (assim como eu) de história sobre esses seres, a leitura flui de uma maneira rápida. Eu tinha essa necessidade de virar as páginas sem parar. Rodrigo me apresentou um enredo simples, mas original. Não tinha lido nada parecido. É algo bem do tipo que gosto de ler. Ele soube construir bem o personagem principal e colocou os personagens secundários também em evidência de maneira que eles completassem a história, para que ela caminhasse amarrada aos acontecimentos.

Fabio é um protagonista forte e mesmo após a sua transformação ainda assim continuei gostando dele, mesmo com todos os desvios de sua nova personalidade. Ele foi colocado a prova por várias vezes, aquele demônio que o encheu de promessas ficava atiçando todos os seus passos, colocando seus amigos em evidência e em certos perigos, tinha partes da leitura que eu ficava angustiada e também morrendo de raiva, porque em um momento de fraqueza ele se deixou levar, mas no decorrer da história ele conseguiu me impressionar e mostrar que não se deixaria ficar como um alvo tão fácil assim.

O demônio se divertia com toda confusão gerada desde o surgimento de sua cria. Todos os eventos estavam ocorrendo exatamente como ele previra.

Luciano foi um personagem repugnante... não gostei dele nenhum pouco. Desde o inicio e nossa!! Chamei a Cecília várias vezes de cega, como ela não conseguia perceber o quanto esse garoto era ruim e tinha uma parte totalmente obscura? Ele era a inveja em pessoa. Ele maltratava o Fabio o quanto podia. Ele fazia de tudo para prejudicá-lo e isso me deixava muito brava.

Eu me senti cativada pela leitura do livro desde o principio, porque é uma história meio obscura, sinistra do jeito que eu gosto e sim com alguns traços de terror. Rodrigo soube trazer uma história bem audaciosa de transformação vampírica e mais do que isso, ele mexeu bem com o sobrenatural e nos trouxe os fantasmas. Eu gostei dessa iniciativa e achei totalmente legal tudo o que ele propôs na obra. Enchi os meus olhos de felicidade com a leitura.





A diagramação do livro está simples, encontrei raríssimos erros de revisão que não atrapalharam em nada a leitura. A capa condiz bem os acontecimentos do enredo e o que propõe o livro. Eu adorei a capa, toda preta com esse mesclado branco de luz em volta da pessoa, super legal a ideia. A única coisa que me incomodou inicialmente foi a fonte. Ela estava um pouco menor do que as fontes normais e como costumo ler a noite isso me atrapalhou, então como a história estava muito boa, passei a ler mesmo durante o dia que eu tenho pouco tempo, por isso demorei um pouco mais para finalizar a leitura.

O livro é narrado em terceira pessoa, mesclando entre o protagonista e os secundários principais, fazendo com que a gente tenha uma visão bem ampla e clara do que está acontecendo e do que está por vir. De como os personagens vão se conectando e como o desfecho vai se moldando.

Enfim a história é boa, recomendo para quem gosta de história de vampiros, do sobrenatural, fantasmas. Além disso tudo o livro ainda traz um lado de reflexão. Até onde você é capaz de ir, quando a dor e a revolta tomam conta de você. O que a inveja pode lhe causar? Não sabemos do dia de amanhã, então devemos viver o hoje, o agora. Foram reflexões que me fizeram pensar em alguns momentos, me fez perceber que não sabemos de quase nada e que o improvável pode acontecer com qualquer um e em qualquer momento.

O motivo que me fez tirar um livrinho foi a fonte pequena, pelo fato de eu ler a noite também, ainda mais quando estou gostando de um livro, mas essa foi apenas a minha opinião, isso não desmerece a obra que foi uma leitura empolgante pra mim.

Dizem que a combinação de um dia quente com uma noite fria e úmida faz aparecer um nevoeiro matinal. Há pessoas que acreditam que essa névoa é sinal de que o dia será agradavelmente ensolarado. Há quem diga o contrário, e há, ainda, quem diga, que toda bruma é perigosa.

Então leitores, o que acharam? Quem conhecia o livro? Deixem seus comentários, quero saber a opinião de vocês e não esqueçam de participar do top comentarista deste mês. Uma oportunidade de ganhar livro é sempre muito bom!!! Xero no coração de todos...