Resenha #184 - A Promessa da Rosa - Babi A. Sette

Livro cedido pela editora.

Título: A Promessa da Rosa
Autora: Babi A. Sette
Editora: Novo Século
Páginas: 432
Nota: 5/5 - Favorito!

Londres, Maio de 1840.
Uma debutante não deveria pensar em invadir lugares para onde não foi previamente convidada. Uma debutante nem deveria fazer tais estranhas suposições.

Gente, preciso começar essa resenha dizendo o quanto amei a leitura desse livro. Babi, conseguiu me prender do início ao fim. Me deixou apaixonada pelos personagens, mesmo que um tenha me irritado em vários momentos, mas que foi uma irritação até pelo lado bom. Ela amadureceu lindamente em sua escrita e sim, foi um romance de época em que me senti fazendo parte dos momentos vividos aqui durante toda a leitura. Fazer o quê? Ela conseguiu me encantar e me apaixonar cada vez mais pelo seu modo de escrever e de desenvolver maravilhosamente seus personagens.

Kathelyn, é uma das jovens mais cobiçadas de Londres, infelizmente ela tinha ficado de castigo, devido ao último evento ocorrido em uma bela manhã em sua casa, mas parece que esse tal fato catastrófico, tinha sido esquecido e ela finalmente foi ao primeiro baile da temporada. Mesmo contra a vontade de seu pai, mas como este já sabia, sua filha tinha que ser apresentada a sociedade para conseguir um bom casamento, mas Kathelyn, não queria nada arranjado, ela queria se casar por amor, será que isso seria possível em uma sociedade tão machista? Onde as mulheres eram tratadas como objetos, como ela sempre dizia? Bom só lendo para descobrir.

-Homens não se casam com mulheres liberais e rebeldes. Apenas flertam com elas.

Kathelyn, era uma mocinha a frente do seu tempo. Tempestiva e aventureira, não era recatada e nem tinha a língua presa com as convenções, muito pelo contrário. Era uma garota espirituosa, que gostava de ler e aprender as coisas e adorava antiguidades, não curtia essa forma de ser preparada a vida inteira para se casar e ser submissa ao seu marido. 

Aventura.
Essa era a palavra que a movia.
Não. Era o lema de suas veias e o que ansiava até os poros.
Aventura.

Arthur ou melhor Duque de Belmont, é um homem que já pelo nome vocês percebem a posição dele na sociedade. Um homem muito respeitado pelas gerações de Duques, afinal ele é nono na linha de seus antepassados. Ele sempre foi um homem sozinho e libertino, mas percebeu que já estava quase passando da idade de se casar e iria aproveitar aquela temporada para conhecer uma mulher de família e se casar. Ele estava com isso em mente e seria totalmente fiel a ela, afinal, a traição familiar de suas irmãs o deixou meio que traumatizado e ele não queria esse tipo de sofrimento, para a sua futura esposa, por esse motivo, ele iria sossegar e constituir família.

Ele sempre soube que o dia em que casasse, não humilharia a sua esposa e não trairia a sua família. Por isso, tinha que escolher bem... Muito bem, a sua futura esposa.

Arthur e Kathe se conhecem de uma forma inusitada e a atração entre os dois é imediata, ele fica louco querendo saber quem é a dama ousada que está ali sozinha com ele naquele recinto. E ela querendo saber quem é o falcão que estava ali para capturá-la.  Depois de um mau entendido Arthur descobre quem ela é e fica ainda mais fascinado por ela não ser o que ele esperava e sim uma moça de família, parece que havia finalmente encontrado aquela, com quem iria se casar e respeitar. Ele como é um homem decidido, não mediu esforços e foi logo falar com o pai de Kath com um contrato em mãos, sem que ela soubesse é claro e o cortejo finalmente começou.

Ele tinha o rosto quadrado esculpido como a perfeição simétrica da arte grega. Nariz reto, sobrancelhas negras. Cabelo mais longo do que ditavam os costumes da moda vigente. Usava um cavanhaque que conferia uma aura quase exótica ao rosto de um deus do olimpo.

Eles saiam para passear, ela ia aos bailes e dançavam valsas juntos e estavam agindo um pouco mais intimamente na frente da pessoas, aquilo, deixavam alguns surpresos e boquiabertos e o pai de Kath deixava, porque já tinha um contrato de casamento pré-estabelecido. Mas as coisas não são como imaginamos e infelizmente algo de ruim acontece, fazendo com que o Duque termine o noivado de uma forma seca e desgraçando a vida de Kath, talvez para sempre. Só posso falar até aqui, porque se não posso contar spoiler sem querer e eu não quero tirar o brilho da história que é muito cativante.



Eu tive que respirar, porque Babi, construiu - em minha opinião - uma excelente história. Desenvolveu muito bem a relação criada por Arthur e Kathe. As reviravoltas que aconteceram na vida deles. As coisas ruins que a mocinha teve que passar e o seu crescimento como personagem. Tudo isso passou aos meus olhos de forma completamente palpável e teve momentos que as lágrimas não resistiram e caíram. Chorei. Eu sei que essa época, era uma sociedade machista. Que a sua voz era lei e que as mulheres tinham que baixar a cabeça. Por mais que algumas fossem espirituosas, a voz de um homem falava mais alto, ainda mais se tratando de um Duque, que era praticamente um rei. Uma só palavra dele, poderia destruir uma vida feminina para sempre. Isso me deixa muito revoltada, por isso que muitas mulheres desde essa época, sempre tentavam lutar pela sua liberdade, talvez tenha vindo dessa época o feminismo e a força da mulher em provar que elas poderiam sim ter voz e se tornarem independentes e ganhar seu próprio dinheiro e ter o seu valor.

Uma coisa que percebi foi a forma como Babi escreveu todo o enredo. Ela foi divina. Acredito que ela pesquisou muito sobre os costumes dessa época Londrina, as festas, a forma de falar principalmente, de forma bem rebuscada, onde teve umas palavras que eu senti a necessidade de saber o significado e isso me fez gostar mais ainda da obra. Eu não consigo colocar em palavras tudo o que senti durante a leitura. Como muitas vezes sorri, me emocionei, torci pela mocinha e fiquei com uma relação de amor e ódio com o Duque de Belmont. Os personagens secundários foram extremamente essenciais para a composição central da obra e eu gostei muito do desenvolvimento que Babi deu a eles.



A diagramação do livro esta uma beleza a parte. Essa capa está linda demais, a editora arrasou nessa parte e acredito que também tenha as ideias de Babi na arte da capa. Porque ela é uma pessoa extremamente simpática, doce e muito calma, gente eu adorei conhecê-la pessoalmente. Não imaginava que ela fosse tão fofa, acho que ela transmite isso para as suas obras não é possível rs. As folhas são amareladas, o tamanho da fonte é agradável e em tamanho médio. Só encontrei um erro de revisão, apenas um, o que é bom e me senti mais satisfeita ainda com a leitura do livro. Então para amantes das leituras de época, podem ler sem medo de ser feliz, porque esse livro tem de tudo um pouco. Eu estava ansiosa com a leitura, mas não tinha altas expectativas e a Babi conseguiu superar tudo em um patamar elevado, se ela ainda não havia me conquistado, ela simplesmente me ganhou completamente com essa obra.



Aqui nessa história incrível, podemos conhecer o poder da amizade que pode ser levada além do tempo e permanecer a mesma. podemos conhecer os laços do amor independente do sangue. Que o valor do perdão pode ser muito significativo, por mais difícil que seja dá-lo. Então podem ter certeza que não só temos uma boa história aqui, como temos valores e ensinamentos para serem refletidos e com uma enorme gama de aprendizado. leiam!!!

O sangue do corpo inteiro fugiu para os pés. Eles pesaram uma tonelada em segundos. Na cabeça, vácuo. No coração, um rombo. No estômago, um soco e o gosto ruim que isso causou na boca.


Desejo uma excelente semana a todos.... Xero no coração!!!!


36 comentários

  1. Oi Dih!

    Isso mesmo, atice minhas lombrigas literárias... kkkkk
    Eu estou desesperadamente louca para ler este livro, amo a capa, amei conhecer a autora e amei tua resenha que só me deixou mais curiosa! rsrsrsrsrsr

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Que livro lindo hein?! E se a história for tão bem construída e cativante como você a descreveu, então o livro é maravilhoso mesmo! ahahah
    Eu adoro romances de época e esse, com certeza, vai pra minha lista!! :D
    Ótima resenha!!
    Beijos, Lerissa K. xD
    lerissakunzler.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adorei a resenha e o livro. Nunca tinha ouvido falar, mas fiquei super curiosa para saber mais da história :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Di!!
    Estou louca por esse livro!! Conheci a escrita da Babi através do "Entre o Amor e o Silêncio" e fiquei apaixonada. Ainda não tinha lido nenhuma resenha, e a sua só fez aumentar meu desejo. Confio em seus gostos, nunca me decepcionei com suas indicações.
    Beeeijos
    myqueenside.blogspot.com.br
    http://www.pequenosvicios.com.br/2015/09/a-trilha-v-seixas.html

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho esse livro e depois dessa resenha fiquei com a vontade ainda maior de ler o livro. Adorei a sua resenha.
    Bjos
    Lorrainne

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Eu sou uma completa apaixonada por romances de época e preciso dizer que A promessa da rosa é um dos meus preferidos, eu simplesmente AMEI a história! Concordo com você, a escrita da autora é excelente e ela parece ter mesmo pesquisado bastante os costumes da época e do local, o livro é mesmo maravilhoso e eu indico a todos! Adorei a resenha!

    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, Dih! Cada vez leio mais e mais elogios aos livros da Babi e isso me deixa mais e mais curiosa para ler logo. Confesso que Promessa da Rosa não me pegou de cara quanto o outro, mas quero ler sim este livro. Ainda mais depois do seu comentário sobre a escrita da autora ter evoluído bastante. Beijos
    SIL | Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    A Babi é uma graça mesmo! Eu não curto romances de época justamente pelo machismo - e pelos clichês - mas eu lerei Entre o amor e o silêncio, já sabendo que a escrita da Babi é maravilhosa!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oiee!!
    Estou muito orgulhosa dos romances de época nacionais, e bastante ansiosa em ler o romance da Babi, adoro quando a escrita do autor amadurece visivelmente e constrói uma trama envolvente com cena realistas que fazem com que o leitor se sinta literalmente dentro do livro!!.
    Preciso ler e descobrir por que Arthur desmanchou o noivado com Kathe de forma devastadora, acho que vou me apaixonar e me emocionar com essa historia de amor!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Já faz um tempinho que me interesso por esse livro. Eu comecei a ler romances de época faz muito pouco tempo, mas já gostei do estilo e queria muito ler esse nacional a respeito.
    Gosto dessas mocinhas que estão a frente de sua época e como você também odeio a vertente machista da época. O que mais me chamou a atenção e me deixou curiosa é o acontecimento que o faz terminar o noivado. E você diz que chorou, então tem uma grande possibilidade de eu chorar também, porque chora muito facilmente com livros rs.
    A diagramação está fofa <3
    Sua resenha me deixou com gostinho de quero mais, fiquei querendo o livro! Espero ter a oportunidade de ler!

    Abraços,
    Andresa
    http://leiturasefofuras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu não gosto muito de livros românticos, não importa muito se de época ou não acabo me irritando com algumas coisas.
    Nem imaginava que a altora era brasileira, o livro é tão cheio de elementos estrangeiro, fico feliz que você tenha gostado do livro

    Poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Que resenha linda <3

    A Babi é um amooooor <3 <3 <3 <3 <3
    Eu sou apaixonada pela escrita dela e esse livro foi um presente. Muito bem escrito e cativante. Achei muito bom o fato de vc ter gostado e se encantado com os personagens. Arthur é liiindo <3


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  13. Olá! gente, que livro lindo! Desde a capa até a diagramação, fiquei encantada. Me apaixonei pela história e vai sim para minha lista de leitura. Sua resenha está linda, me envolveu bastante, conforme você foi descrevendo ia imaginando as cenas. Parabéns! beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Gostei muito da resenha.
    Já tinha ouvido falar do livro mas não havia me chamado muita atenção.
    Com sua resenha, fiquei curiosa.

    Beijinhoss...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Amiga a Babi é um amorzinho né?
    Eu também recebi esse kit lindo em minha casa de aniversário e simplesmente amei,
    A única coisa que senti falta foi daquele marcador de fita branca que ela costuma mandar para colocar no livro. Espero poder um dia conseguir um. Mas mesmo assim tenho que confessar que a diagramação de seus ambos os livros estão maravilhosos e espero poder ler assim que puder. Eu gostei muito da resenha e estou precisando começar a ler livros de época, porque até agora só li um e até agora eu não soltei a resenha dele =x Está até atrasada...Pronta e atrasada acredita? hahaahaha...Mas enfim...Parabéns pela resenha. Ficou linda. E as fotos ficaram ainda melhores.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resenha-dez-coisas-que-aprendi-sobre-o.html

    ResponderExcluir
  16. Diana, que livro mais lindo.
    Já me apaixonei pelo casal.
    Amo romances de época e tenho muita curiosidade de ler algo da Babi, espero ter a oportunidade em breve.
    E a diagramação está linda demais.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?

    Eu achei a capa desse livro uma das mais bonitas que já vi esse mês, mas confesso que esse livro não é para mim. Já começamos com o fato de que a protagonista acha uma catástrofe ficar de castigo e fica mega feliz por ir em bailes, definitivamente esse tipo de personagem não pé pra mim HAHAHAHA. Mas já ouvi vários elogios à escrita da autora , por isso ainda não decidi se leio ou não. Parabéns pelo texto.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Matheus, talvez nessa parte eu não tenha me expressado bem, mas a personagem não ficou triste pelo castigo... porque ela aprontou algo e que foi muito engraçado por sinal, mas não posso contar por ser spoiler... e fato de ela ficar feliz por ir ao seu primeiro baile da temporada, é que ela tinha algo muito importante a fazer e escondido na casa que seria realizado o tal baile... Kath é uma personagem forte e incrível.... espero que se optar em ler, ela te contagie assim como me contagiou... Xero!!!

      Excluir
  18. Diana já estava louca para ter e ler esse livro mas agora com essa sua resenha apaixonada fiquei ansiosa para saborear esse enredo. A cada dia fico mais fã dos romances de época e se eu continuar no ritmo que estou já já terei uma estante só deles!!!
    Os dois livros da Babi já estão na minha lista de desejos, ainda esse ano quero ambos!!!
    Fico feliz que a autora tenha conseguido criar uma história tão bem pesquisada e desenvolvida; além do capricho na diagramação e revisão. Enfim parabéns pela leitura e obrigada pela dica e incentivo.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  19. Di, a Babi é mesmo uma fofa! Li Entre o amor e o silêncio e não curti muito por ser um livro contemporâneo com uma escrita muito rebuscada. Ao mesmo tempo, acho que essa escrita deve ter mesmo se encaixado perfeitamente com um romance de época. Mas, como o gênero não me conquistou, não pretendo ler. Que bom que gostou tanto e que chegou a chorar.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem ?

    Quantos elogios, menina ! Eu já queria ler esse livro há um tempinho (por conta dessa capa maravilhosa ), aí vejo essa resenha e fico com aquele sentimento de: PRECISO DISSO NA MINHA ESTANTE! Que bom que se apaixonou pela história, é sempre bom quando isso acontece :3

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  21. Olá Diana tudo bem, começando pela capa e o kit maravilhoso que a Babi mandou, podemos definir o primor que é esse livro, a escrita maravilhosa de Babi cativa a gente, a personagem Kathy super segura de si e ao mesmo tempo sensível é minha mocinha favorita, e Arthur entra no hall, ame ou me odeia, ele tem momentos que tinha vontade de voar no pescoço dele kkkkkkkkkkkkk Sua resenha ta ótima!
    Bjkas
    Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Sou doida por essa capa de tão linda! Ele me pareci um romance de época bem fofo, até você falar que ele terminou com ela secamente, fiquei curiosa para saber porquê. Terei que ler o livro agora haha,
    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Ola Diana sou suspeita para falar desse livro pois é um de meus favoritos a Babi abusou de meu coração que sangrou e pulsou de alegria tamanha emoções que o livro desperta no leitor, ela abusou dos elementos surpresas nesse livro, uma trama muito bem escrita e elaborada. Como não amar a protagonista que passou por tanta coisa e está de pé firme e forte. amei sua resenha. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  24. Oi Di, sua linda tudo bem
    Você acaba de despetalar meu coração, eu estava totalmente apaixonada e encantada pela atitude que ele teve, ele foi em segredo e resolveu o casamento, mas não o disse para ela, ficou fazendo a corte para ela se apaixonar por ele, ele estava conquistando ela, que lindo!!!!! E sabemos que ela não queria se casar se não houvesse amor. Então, me diz, o que aconteceu para ele fazer isso com ela, nem parece o mesmo homem. Não importa se foi intriga, se ele acreditou, ele não tinha o direito de macular a honra dela!!!!!!! Para piorar, você ainda toca em uma questão importante: o papel das mulheres. Di, por coincidência, estava falando sobre isso essa semana, se você olhar, muito coisa mudou para melhor, não posso negar, mas o machismo ainda existe e o que me deixou pasmada foi que ele vem às vezes das próprias mulheres que acreditam nisso. Eu sempre saio das suas resenhas pensando, pensando, a cabeça a mil e o coração a flor da pele, seus textos sempre me tocam, pois você coloca neles sentimentos que acabam respingando e mim. Só posso dizer que eu preciso desse livro!!!!Adorei sua resenha!!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn que linda.... obrigada Cila, quando você diz que curtiu minhas resenhas fico muito feliz, porque eu adoro as suas rs.... você tem uma forma de escrever magnifica... como se tivesse ali na nossa frente falando... eu acho que você vai amar A Promessa da Rosa... porque a leitura flui de uma forma que quando você percebe já está terminando de a leitura e com a sensação de saudade.... xero!!

      Excluir
  25. Ai gente, a Babi vai amar ler tua resenha, manda pra ela no facebook que ainda ajuda a divulgar!
    Bem eu sou parceira dela e ainda não tive coragem de pegar o livro já que é uma leitura de mais de 200 páginas, o meu está lá com o marcador de fita esperando e agora com essa resenha ele não vai demorar para estar ao meu lado na cabeceira.
    Parabéns foi muito bem construída.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi K... já enviei assim que saiu... eu adoro a Babi, ela é maravilhosa... muito obrigada pelos elogios... xero!

      Excluir
  26. Adorei a história do livro mas não é um que vou pegar pra ler tão cedo... E amei sua resenha!! Adoro quando é cheia de imagens <3

    Abraços, Miguel do Demasiadamente Lendo

    ResponderExcluir
  27. Achei bem legal sua resenha e a história do livro, fiquei até curiosa pra ler, mesmo que ele não faça meu tipo xD talvez um dia darei uma chance pra ele...

    beijos
    www.amigadaleitora.com

    ResponderExcluir
  28. Aiaiai, mais uma pessoa super recomendando esse livro! Eu já tenho, e babo na diagramação diva, mas não li ainda. Amei saber que a história é bem construída, e a protagonista se amadurece ao longo da trama. E acho que qualquer autor que se aventure a fazer um livro de época, tem que pesquisar muito mesmo. Bom saber que a Babi fez isso
    Beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Esse livro parece ser incrivel mesmo, principalmente porque todos estão falando muito bem sobre ele.
    Além disso ele é um romance de época, e a protagonista não é chata, então a autora já me ganhou por aí.
    Espero ler ele em breve

    ResponderExcluir
  30. Dih, amei sua resenha, gata. Fiquei com vontade de passar meu livro à frente de muitos outros. Não está fácil essa vida de periguetagem literaria, kkkk. Vou pensar mais umas dez vezes antes de escolher um livro pra ler. Acho que vou ler esse da Babi. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  31. Olá

    Nunca li nada da autora, vejo as pessoas falando muito bem desse livro, realmente a diagramação é linda, gostei da resenha.

    Bjss

    ResponderExcluir
  32. Oi linda,
    Babi já está na minha lista para leituras em 2016, porque esse ano o cronograma está fechado haha.
    Amei a resenha!

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  33. Olá!
    Esse livro está na minha estante pedindo para ser lido, na verdade implorando rs.. Comprei na Bienal de tanto ler resenhas como a sua, positivas e claro por ser um romance de época, gênero que vem me conquistando. Acredito que ele será minha próxima leitura. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!