Grupo União dos Autores...




Olá leitores, tudo bem com vocês??
Venho convidá-los a conhecer mais e mais sobre os autores nacionais que fazem parte do Grupo União dos Autores. No blog vou deixar para vocês conhecerem o skoob deles e então vocês podem ficar a vontade para conferir e se gostar adicionar na sua estante. Tudo ficou bem simples e fácil. É só clicar no nome do (a) autor (a) abaixo da imagem e ele vai te direcionar direto para lá... Bora??





















Alguém já leu alguns desses livros, se já leu deixe um comentário, pois quero saber a opinião de vocês.
Tenham um ótimo Domingo!!!
Xero no coração!!!


Tag #25 - Eu, uma leitora de nacionais


Olá leitores, tudo bem com vocês??
Hoje eu  venho com uma tag 100% nacional, eu adoro responder tags e nacional ainda mais!!!
Essa tag eu encontrei no blog Cupcake de Letras da querida Ana Carolina e segundo ela foi uma tag que participou de uma ação de livro nacionais, então melhor ainda né?? Essa tag consiste em você responder algumas perguntinhas. Bora??

1-Qual seu livro nacional favorito?

Bom pergunta muito difícil, porque eu tenho vários livros nacionais que eu simplesmente adoro e se pudesse não deixava nenhum de fora, de verdade, mas devo citar esses porque são muito especiais para mim e vou colocar eles, mas queria adicionar mais alguns... rs.

Não Pare - Não Olhe - FML Pepper.
Como não falar que amo demais esses livros. OH God... foram livros que li numa sede que não seu como explicar... e claro que os dois são os meus favoritos.

Além do Céu e do Inferno - Danilo Vecchi.
Ah o Danilo entrou na minha vida com seu livro e eu adorei muito a história... o desenvolvimento e os diálogos... não vejo a hora de Exodus ser lançado para que eu possa me deliciar um pouco mais nesse mundo criado por ele.

Cores de Outono - Keila Gon.
Como não amar a escrita dessa autora maravilhosa. keila transporta toda a sua serenidade e seu lado arteiro nessa obra e sua escrita flui tão perfeitamente que é como se tivéssemos dentro da história e vivendo ela.

2-Qual seu (sua) autor (a) nacional favorito (a)?

Bom outra pergunta mega dificil de responder, porque tenho alguns favoritos, que amo de paixão tanto os autores como as pessoas que são, mas tem outro que também me cativam, então não posso citar todos, mas vou falar de quatro pessoinhas que se fazem presentes na minha vida mesmo a distância.

*FML Pepper (Não Pare - Não Olhe), **Keila Gon (Cores de Outono - Sombras de Primavera), ***Fabiana Cardoso (ADQS - ADQS 2),  ****Mari Scott (Hibrida - Guardião - Insônia - Sonhos), *****Luiz Henrique Mazzaron (Máscara).

3-Qual o personagem de livro nacional mais marcante para você?

Essas perguntas não dão para responder somente uma coisa, afinal de contas, são muitos livros lidos. na minha mente vieram esses dois.

*Vincent de Cores de Outono - Meu lindo de olhos turquesa... marrento do jeito que eu gosto... encantador... charmoso... romântico e as vezes sem jeito. Queria eu poder conhecer um desses na minha vida real, acho que nem sairia de casa rsrsrs.

**Sthepanie de Adeus a Humanidade - Ela é extremamente corajosa, não é egoísta e coloca sua família em primeiro lugar. Passar pelos apuros que ela passou com coragem e dignidade ela merece toda a minha admiração e palmas.

4-Qual sua cor favorita? Encontre um livro nacional com essa cor.

Viu só eu tenho três cores favoritas: preto, roxo e lilás.


5-Que dia da semana é hoje? Segundo a lista abaixo, diga um livro nacional que combine com esse dia.

Domingo - Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse.
Segunda - Um livro que você tem preguiça de começar.
Terça - Um livro que você empurrou com a barriga ou leu por obrigação. 
Quarta - Um livro que você deixou pela metade ou está lendo no momento.
Quinta - O livro de quinta. Um livro que você não recomenda. 
Sexta - Um livro que você quer que chegue logo (lançamento ou compra)
Sábado - Um livro que você quis começar novamente assim que ele terminou. 


Hoje é Quarta-feita, portanto escolho esse livro que é o que estou lendo no momento.

E ai? Gostaram da tag? Eu amei... quem se sentir a vontade pode fazer, pois foi bem tranquilo responder... Um xero no coração de cada um de vocês que passarem por aqui....


Resenha #87 - Insurgente - Veronica Roth


Título: Insurgente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 509
Minha nota:

Essa resenha não contem spoiler. Para quem ainda não leu o primeiro livro da série é só clicar Aqui que vai direcioná-lo (a) para resenha.

Sinopse:
Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida – enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. 


Essa série me contagiou demais somente com a leitura de "Divergente" depois dele fiquei com muita vontade de ler "Insurgente" só que demorei um pouco para ler devido algumas leituras que estavam na frente. eu tive um pouco de receio em ler porque algumas resenhas de amor e ódio de "Convergente" me fizeram tardar um pouco mais. De uma coisa eu tenho certeza: preciso ler o terceiro livro e logo, mesmo com tanta falação de que vou odiar. Eu já acho que vou aceitar o final, porque é uma distopia e nesse tema tudo pode acontecer...

Em Insurgente podemos encontrar o caos... as coisas caminham de uma forma que ao mesmo tempo que você espera por determinadas situações Veronica te tira da sua zona de conforto e te faz sentir um frio na barriga interminável. Comecei a leitura tranquila, mas fui entrando em um estado de mudança de sensações tão intensas que terminei o livro aprendendo a respirar de novo.

"Perdão é o que você pede quando esbarra em alguém ou interrompe uma pessoa falando. O que sinto merece mais do que perdão. - Ele estava armado. Ia atirar em mim. estava sob efeito da simulação."

Veronica vem maquiavélica nesse segundo livro... pois tem um plano totalmente arquitetado e surpreendente... claro que algumas situações são novas e novos segredos são desvendados. Confesso que em alguns momentos me vi de boca aberta, mas a revelação final foi totalmente inusitada e eu não estava pronta para nada daquilo e sabe que eu fechei o livro e abri algumas vezes para ver se li tudo aquilo mesmo, porque para uns não foi surpresa ou não gostaram da linha de raciocínio da autora, mas eu achei bem interessante para onde está levando a finalização do livro e onde a conspiração verdadeiramente começou e o porque de tudo isso com a história das facções. 

Traição foi uma palavra que teve todo seu potencial nesse livro, confesso a vocês leitores que podem esperar de tudo nessa leitura... eu mesma me senti traída e injustiçada... eu fico imaginando de como as situações podem transformar as pessoas ou como você se deixa manipular porque o caminho é mais fácil...  você passa a acreditar em algo porque aquilo parece ser o mais prático e mais viável diante de uma situação que envolve estresse, mas nada justifica você trair a confiança e achar que isso tinha que ser feito... estou arrasada com isso, eu acredito na mudança e no arrependimento, mas temos que ser mais firmes porque as pessoas realmente aparentam ser algo e aquilo não passa de uma máscara... nesse ponto do livro eu achei que Veronica quis passar algo além da história distópica, ela quis passar uma mensagem, um ensinamento e que devemos sempre manter os nossos olhos abertos.

"Deixe que a culpa lhe ensine como agir da próxima vez, diria meu pai."
"Eu te amo. Independente de qualquer coisa, diria minha mãe."

Quatro continua com sua coragem, sua obstinação e lindo... ele engradece cada vez mais, só que eu acho que ele tem um excesso de confiança que deveria manter um olho aberto e outro fechado, porque nesse ponto de desespero e luta de poder pra muita pessoas é o essencial. Tris continua demonstrando seu lado divergente como um ponto forte... ela me surpreende algumas vezes e me irrita em outros momentos... seu lado altruísta me faz admirá-la e chamá-la de suicida... a gente realmente não conhece as pessoas e do que elas são capazes de fazer mesmo que seja para o bem ou para o mal.



Eu gostei muito da narrativa, gostei para onde a história está caminhando, fiquei atônita com uma descoberta e me senti sufocada em alguns acontecimentos. A leitura fluiu muito bem e não me senti cansada em nenhum momento, ao contrário estava ávida para saber para onde a história iria me levar e a minha imaginação durante a leitura trabalhou muito até muito mais além do que eu imaginava. A diagramação do livro dessa vez foi bem firme. Não tive a surpresa de descolar a capa (Ufaa), as letras continuam em alto relevo, o tamanho do livro é um pouco menor do que o normal, mas é pesadinho (nada que atrapalhe claro). A fonte está no tamanho médio, bem propício para uma leitura confortável e as folhas amareladas em perfeita ordem. 

Não quis falar muito porque essa é uma resenha sem spoiler e se eu me aprofundasse terminaria falando algo que não devia e não quero isso, porque ainda temos muitos leitores que não leram e quero que eles possam apreciar a leitura tanto quanto eu mesmo que sintam raiva de algumas situações ou injustiça em outras... mas isso é distopia se ela não te causar nem que seja um desconforto ou uma emoção mais forte em alguma situação, pode não ser tão atrativa... Eu recomendo que você leitor continue a série... é muito intensa que só uma boa distopia pode te proporcionar.

"-Não quero parar você. Quero que pare a si mesma. Mas, se você quer ser imprudente, não pode impedir que eu vá junto."

 Bom meus queridos e queridas espero que tenham gostado e comentem... agora que estou com meu pc de volta (mesmo com o diagnóstico de alguns meses de vida) eu poderei realizar as visitinhas com mais frequência... Ótima semana e um xero no coração!!!! 


Bienal de São Paulo!!

Olá leitores, tudo bem???
A Bienal começou hoje e pelo que fiquei sabendo começou muito bem!!!!
Eu vou nos dias 23 e 30/08 queria poder ir mais dias, porém não estou com dinheiro, mas o importante é que estarei por lá... e você???


A Farol Literário a editora parceira do blog vai estar lá...


Grupo Autêntica...


Editora Novo Século...


Agora irei colocar alguns banners de autores que estarão na bienal... 




















Esses foram os autores que consegui o banner claro que teremos muito mais autores na bienal e para quem vai poderá curtir esse momento especial lá... quem sabe a gente não se encontra???

Xero no coração de todos....