Resenha #62 - Horas Noturnas - Bianca Carvalho

Título: Horas Noturnas
Autora: Bianca Carvalho
Editora: Eclipse
Páginas: 300



Sinopse:
Inglaterra, 1863 Uma bela e delicada mulher com inteligência aguçada para investigação... Um charmoso caçador de assassinos tornando-se lenda por eliminá-los com requintes de crueldade... Um assassino que deixa charadas, com sede de sangue e um gosto peculiar por Edgar Allan Poe... Três almas unidas com diferentes propósitos. Apenas uma chance de sobreviver... Quando a noite cai, todas as almas possuem um gosto pela maldade...





O Cheiro era de fumaça de charuto barato e sangue. Cheiro de morte, na verdade. Aquele odor que penetra suas narinas, embriagando sua mente com morbidez e escuridão; além de um silêncio agonizante, como se fosse possível sentir a alma se desprendendo do corpo e subindo ao paraíso. Isso, claro, se fosse uma alma merecedora.


A história é narrada em terceira pessoa onde dá uma visão bem ampla de toda a plenitude da história e dos demais personagens. Ela é contada na Inglaterra ano de 1863. A protagonista se Chama Maryanne Lestrange filha de um famoso detetive chamado Joseph Lestrange. Joseph desde que perdeu sua esposa por um crime bem semelhante ao que estava acontecendo na cidade tem cuidado de sua filha com muito mais proteção que o normal. A Vontade que ele tinha era de prendê-la dentro de casa e não deixa-la sair em nenhum momento. Após o assassinato da primeira moça que parecia ter a mesma idade que a filha, Lestrange não parava de pensar nela. Ele queria guardá-la como se fosse um tesouro raro, era assim que ele a via afinal de contas só era os dois.

Só havia uma coisa que atrapalhava Maryanne Lestrange: sua aparência. Ter as feições de um anjo celestial não ajudava em nada convencer seu pai de que ela poderia ser sua ajudante na agência que ele fundara logo após a morte de sua mãe.

Maryanne Lestrange, tem 19 anos. Uma menina cheia de energia, espirituosa e de personalidade fortíssima. Perdeu a mãe muito cedo e desde então tem sido criada pelo seu pai. Um homem carinhoso e que lhe dava tanto amor para suprir a falta de sua mãe. Maryanne não tinha papas na língua, por isso ainda não tinha um pretendente, pois espantava a todos que se aproximavam dela com esse seu jeito peculiar. Desde pequena ela demonstrou que seguiria os passos de seu pai que é um famoso detetive, antes da morte de sua mãe ele era delegado da cidade, mas largou tudo devido a perda da mulher que mais amava de uma maneira trágica.

A perversidade é um dos impulsos mais primitivos do ser humano.

Alguns assassinatos começam a acontecer na cidade e Lestrange é imediatamente chamado para o caso e claro que sua filha Maryanne se mete em toda a trama para ajudar o seu pai. Como eu disse desde criança ela demonstra ter talento e na sua adolescência ficou nítido seu faro para descobrir e ajudar o seu pai a solucionar os casos.  Esse parecia ser um pouco mais complicado, por se tratar de um serial killer que adorava citar um poeta famoso o Alan Poe. Maryanne ficava cada vez mais entusiasmada com o caso mesmo seu pai estando contra pelo fato dela correr algum risco de vida se caso o assassino tiver o conhecimento de sua ajuda. Claro que também ela se solidarizava com as vítimas algumas conhecidas de seu convívio e com seus familiares pela perda inestimável de possíveis filha, mães, amantes ou até mulheres da vida. Ele tinha seu jeito típico de matar e Lestrange ficava cada vez mais perplexo com esse assassino que cada vez  mais matava moças de aparência jovial. 

Em contrapartida nós conhecemos um assassino do bem que matava criminosos e homens que praticavam violência doméstica contra mulheres indefesas, filhos e tudo mais. Ele aparecia sempre mascarado e estava se tornando notícia na cidade. Claro que quando Maryanne ouviu falar desse misterioso mascarado, algo nasceu dentro dela combinado com a curiosidade e ela queria conhecê-lo de qualquer maneira. Ela ficava pensando que ele era um assassino, mas alguém que matava por um bem maior se é que isso existe, mas o fato é que ela conhece o tal mascarado (sem ver o seu rosto é claro) de uma forma inusitada e totalmente perigosa, mas fica perplexa com seu jeito rude de ser  e completamente atraída pelos os olhos que aparecem tão pouco devido a máscara. 

Antes que pudesse avançar e entrar em outra rua desconhecida, foi agarrada e puxada para dentro de um beco. Queria gritar, mas uma mão enorme tampava sua boca, quase sufocando-a.
-Fique calma, não vou lhe fazer mal...

Maryanne tem a sua melhor amiga Chloe que não vê a hora de arranjar um pretendente para se casar e acha o cúmulo da loucura que sua melhor amiga não tenha o mesmo sentimento. Ela sempre falava que Maryanne ficaria para titia se continuasse com esse jeito que espantava qualquer um que se aproximasse. Ela não gostava de ir as festas da cidade  porque lá era o local onde os homens sempre buscavam  cortejar as moças mais belas e bem cotadas da cidade.  Certo dia seu pai quase a obrigou ir em um desses bailes e ela foi mesmo a contragosto claro que ela encontrou a sua amiga super animada e enquanto seu pai conversava com os homens da alta sociedade, ela andava pelo salão até que conhece o lindo e maravilhoso duque de Wallfair, Darren Carmichael,  ela quis agir como sempre para afastá-lo, mas foi pega totalmente de surpresa quando ele devolveu as coisas na mesma moeda e parecia que a cada investida dela ele se aproximava cada vez mais.  Poderia Maryanne se apaixonar pela primeira vez e colocar toda as suas convicções por água a baixo? Seria Darren ou o misterioso mascarado que conquistaria seu coração? 

[...] -E realmente não frequento muitos bailes. Prefiro ficar em casa lendo um bom livro.
-E onde pretende encontrar um marido? - a pergunta foi mais direta do que Maryanne previa. O duque de Wallfair não media palavras. Não podia negar que era uma característica agradável, uma vez que odiava falsidades e cortesias forçadas.
-Não pretendo. Ele que me encontre.

Leitores, posso dizer que essa trama tem romance, um ar de mistério e suspense que te instiga em continuar a leitura a cada página. Não é aquela coisa de romance meloso, mas na medida certa. O romance é totalmente policial que te faz entrar no mundo dos assassinatos e querer participar curiosamente com Maryanne e seu pai a desvendar esse crime na cidade. Cada morte com suas pistas te faz pensar juntos com os personagens, te faz desconfiar de algumas pessoas e o desfecho totalmente surpreendente.  Esse é um romance histórico que tive o prazer da leitura e a grande surpresa de mais uma escrita maravilhosa da autora parceira Bianca Carvalho. Obrigada minha linda por me apresentar mais essa obra que adquiri em uma super promoção gratuita no site da Amazon e assim que sair em livro físico com certeza vou garantir o meu exemplar. 

Eu gostei muito da protagonista, ela é a mocinha, mas não uma mocinha cheia de mi mi mi e chatinha. Ela é decidida e corajosa, é impulsiva e destemida. Eu sou fã de protagonistas assim. Também estou super apaixonada pelo belo, lindo e sexy Darren, nosso querido duque. Os personagens foram bem construídos, cada um com sua particularidade. Não percebi nenhuma ponta solta e conforme a história ia crescendo o seu desenrolar foi desfiando. A autora conseguiu me surpreender porque mais uma vez não consegui nem se quer desconfiar do assassino. Por mais que eu tenha tentado e falado sozinha muitas vezes. Os personagens secundários também tiveram seu papel importante na obra e confesso que eu até me emocionei em uma cena... Esse livro é um misto de sentimento do mais desconfiado até o que te emociona.

Eu dei 5 estrelas no skoob porque a Bianca soube fazer um romance policial cercado de mistério e suspense até as ultimas páginas do livro com grande maestria. Eu sou nova nesse mundo de romance histórico e policial, não sei o que os outros leitores que já estão acostumados com esse tipo de leitura vão dizer, mas uma coisa eu falo. Eu super recomendo esse livro. Porque a leitura não é cansativa, ela flui rapidamente e apesar do mistério é de total fácil entendimento... Eu amei tudo que eu li e confesso que a autora conseguiu me ganhar de vez como leitora de seus escritos e suas obras.

Talvez precise perder algo para compreender a beleza da morte.


Bom pessoas espero que tenham gostado. O que acharam? Alguém conhecia o livro? Deixem seus comentários. 

OBS: Devido essa postagem ter saído muito tarde abrirei uma exceção para quem participa do top comentarista de Março. Então aceito comentários válidos até as 16:00 do dia 01/04/2014.

Xero no coração de todos!!!!

 photo participedotopcomentarista1.png

Promoção: Livros que Li e Amei #2

Olá meus amores, tudo bem?
Estou vindo com mais uma PROMOÇÃO super bacana dos  ''LIVROS QUE LI E AMEI''
Espero que TODOS PARTICIPEM, pois são livros que valem a pena ter na estante.

Não vão perder essa oportunidade né?
Então aproveitem e PARTICIPEM para ganhar esses LIVROS FANTÁSTICOS !!
São 4 livros para 2 ganhadoresO primeiro escolhe dois livros e o segundo fica com o restante.


LIVROS:
Antes de você chegar - Renata Muller
Golfinhos e tubarões - Tais Cortez
A vivência de Clarisse - Isabella Danesi


REGRAS:

- Ter endereço de entrega no Brasil.
- Curtir as páginas. - NOS COMENTÁRIOS deixar: PARTICIPANDO + E-MAIL.


O RESTANTE É MAIS CHANCE PARA VOCÊ GANHAR!


a Rafflecopter giveaway



OBSERVAÇÕES:


- Enviaremos um e-mail para os vencedores e eles terão até 48 horas para responder com os dados, caso contrário, faremos um novo sorteio.
- Não nos responsabilizamos por extravios dos correios ou endereço incompleto/errado. Caso o livro volte, o reenvio é por conta do vencedores.
- Temos até 40 dias para enviar os livros. Sendo que cada autor irá enviar o seu respectivo livro e por isso chegarão separadamente
- Sorteio válido até 27/04 e o resultado sairá nessa mesma postagem em até 3 dias após o encerramento. -Qualquer dúvida entre em contato.


Então meus lindos, que a sorte esteja ao seu favor!!!!!

Resenha #61 - Morra Por Mim - Amy Plum

Título: Morra Por Mim
Autora: Amy Plum
Editora: Farol Literário
Páginas: 424

Sinopse:
Depois que seus pais morrem em um acidente de carro, Kate e sua irmã, Georgia, vão morar com os avós em Paris. Enquanto Georgia encontra na balada a cura para sua tristeza, Kate é mais introspectiva e se recusa a sair e se divertir, até resolver ir para um café com seus livros para tomar um pouco de sol. Ela conhece Vincent, um belo e misterioso garoto parisiense. Ao se relacionar com o menino e descobrir sua história, Kate tem que escolher entre deixar sua paixão de lado e seguir a vida em segurança, e assumir seus sentimentos e toda a complicação que seria namorar alguém imortal e com inimigos, e mudar para sempre sua vida.

A história é narrada em primeira pessoa, pela querida Kate, chamo de querida, porque gostei muito dessa personagem, ela é uma adolescente típica, com seus anseios e medos normais de adolescentes, mas que carregava uma dor profunda a perda de seus pais. Ela teve que mudar a sua vida junto com a sua irmã Georgia para Paris, elas ficaram sob a responsabilidade de seus avós que com muito carinho as receberam. Kate estava reclusa dentro de casa, não saia para nenhum lugar e ficava fechada em seu quarto lendo seus livros. Ela ficava surpresa com o modo como sua irmã vivia a sua dor, ela saia todos os dias para baladas e tinha muitos amigos, ela achava incrível seu poder de comunicação com as outras pessoas e na rapidez com que ela fazia amizades e terminava conhecendo um monte de pessoas.

Eu poderia ir para qualquer lugar, na verdade, e não faria a mínima diferença - eu estava cega para o mundo ao redor. Vivia no passado, me agarrando desesperada a cada migalha de minha vida anterior. Uma vida que eu dava por garantida, achando que duraria para sempre.

Depois de um tempo e por insistência de sua irmã Georgia ela resolve sair e para em um café e senta-se numa mesa mais afastada do lugar para poder ficar lá tranquilamente lendo seus livros. Depois de ter feito isso passou a frequentar o lugar habitualmente. Em um desses dias que para ela seria mais um dia normal de leituras e antes de mergulhar de novo no livro em que está lendo Kate resolve dar uma olhada desinteressada em torno do lugar, foi daí que ela percebeu que alguém a fitava insistentemente e seus olhares se encontraram a deixando completamente congelada. Após isso o dono dos olhos azuis cor do céu voltou a conversar com os dois amigos que ali estavam, a conversa parecia animada, mas Kate não conseguiu mais se concentrar na leitura, ela não parava de observar os três rapazes, mas principalmente o dono do olhar insistente.

[...] mas meus olhos voltaram de repente quando notei alguém que me fitava através do terraço. E o mundo congelou a meu redor quando nossos olhos se encontraram. [...] E os olhos que estavam cravados nos meus eram tão azuis quanto o céu, orlados com espessos cílios negros. Meu coração saiu de dentro do peito, dando a impressão de que alguém tinha apertado meus pulmões, expulsando todo o ar. 

Vincent esse é o nome do cara de olhos azuis como o céu, após aquele dia no café Kate passou a vê-lo com mais frequência. Ele terminou se apresentando a ela e a convidando para sair, mas Kate tinha uma desconfiança sobre ele, o achava misterioso, como se escondesse algo muito grave dela. Algumas reações dele a deixava um pouco desconfiada e ela precisava descobrir o que era. Um dia resolveu segui-lo  e algo estranho aconteceu, ela acabara de ver seu amigo morrendo e ele agiu como se nada tivesse acontecido aquilo a deixou intrigada e querendo saber como ele estava se sentindo e a indiferença com que ele tratava o assunto a deixou perplexa. 

Cada dia que passava Kate ficava mais desconfiada com a situação, chegou a questioná-lo se ele era algum tipo de criminoso ou assassino, mas ele sempre negava até que um dia ele resolveu contar sobre a sua imortalidade. (Contar sobre a imortalidade não é spoiler porque já tem essa informação na sinopse). Isso aconteceu porque Kate foi a casa dele e em um gesto de curiosidade resolveu andar pelas dependências da casa e descobriu um Vincent jogado na cama dormindo, mas que ao tocá-lo ele estava gelado e duro, como se estivesse morto e aquilo a deixou assustada, somente depois que ele acordou foi que ele teve que contar sobre quem ele era  e cada vez mais que Kate descobria mais assustada e confusa ela ficava. Posso garantir que o segredo da imortalidade de Vincent é diferente de tudo que vocês já leram, não tem nada haver com vampiros e lobisomens (outro tema que amo, mas que é bom descobrir novas histórias).

Kate a cada dia que passava ficava mais encantada por Vincent e cada vez mais ela descobria como era sua vida e seus segredos e apesar de tentar se reservar um pouco, foi falando de sua a vida aos poucos também. Sua irmã estava eufórica porque sentiu que Kate estava a cada dia mais alegre sem aquele semblante de tristeza e presa dentro de casa morfando. As escolhas de Kate não serão fáceis ainda mais depois da descobertas de alguns segredos sobre aquele que povoava cada vez com mais intensidade os seus pensamentos.E você o que escolheria? O amor ou a razão? 

No que parecia ser uma câmera lenta, o rosto de Vincent tocou o meu, e nesse momento meus pulmões se esqueceram de como funcionar. Ele se afastou ligeiramente, e nossos olhares se cruzaram quando ele se aproximou da outra face e roçou suavemente os lábios por minha pele. Abri a boca para inalar, tentando enviar algum oxigênio para o cérebro.

Eu amei essa história, ela foi simples, instigante, pretensiosa, romântica, aventureira. Uma mistura deliciosa para fazer os nossos sentidos inflamarem. Eu Só não falei mais da história porque se não iria terminar contando spoiler. Mas essa história tem um tipo de imortalidade diferente que me surpreendeu, eu ainda não tinha lido nada parecido com isso. O título Morra por mim, realmente tem seu contexto redundante com a história, pelo menos em minha visão. A autora foi esperta e bem criativa, gostei de tudo que eu li fora que ela me transportou para Paris me fazendo deliciar em cada lugar que ela citava  e claro que eu fui no Google descobrir tais lugares.

A protagonista me encantou eu ainda não consigo entender o porque, mas sei que achei ela bem interessante mesmo com todos os seus jeitos de adolescente. Talvez pela perda de seus pais. A dor as vezes nos amadurece antes do tempo e nos faz criar escudos para que outros sofrimentos não se apoderem de nós. Achei os anseios de Kate referente a Vincent totalmente pertinentes e românticos. Diante daqueles olhos eu também ficaria completamente sem a ar. As atitudes que ela tomou e algumas por impulso me causou ansiedade pelo desfecho e eu fiquei completamente emocionada em algumas partes e arrancando suspiros em outras. 

O Vincent é mais que perfeito. Seu jeito badboy, seus olhos, o modo com ele vê Kate, pelo menos quando ele conversa com ela me deixaram totalmente derretida.  O instinto que ele tem de proteção com os seus e com Kate me encorajaram cada vez mais pela leitura dessa obra maravilhosa. Os personagens secundários também tiveram papel extremamente importantes para que o seguimento da história andasse sem me cansar e ávida a terminar.  O Jules é um desses personagens que te diverte e te encanta eu gostei muito dele, talvez para um melhor amigo aquele em que você pode contar em qualquer momento. Eu gostei muito do desfecho. 



A Farol Literário está de parabéns pela diagramação do livro. Pela arte da capa, por tudo. A diagramação é de excelente qualidade. As folhas amareladas dão uma impulsão para uma leitura totalmente prazerosa. A capa é linda demais, esses detalhes desenhados em preto parece um adesivo colado. O vermelho que vai clareando e a torre de Paris ao longe são o charme que instiga o leitor a querer cada vez mais o livro para a leitura e uma vontade imensa de ir pra lá aumenta a cada página. As entradas dos capítulos tem o mesmo desenho da arte da capa e é lindo. Eu gostei muito do conjunto da obra. 

As cinco estrelas que dei no skoob foi pouco por todo o conjunto do livro. Eu simplesmente me encantei pela escrita simples, mas totalmente inspiradora que a autora me felicitou com a leitura. Por todo o conjunto criado pela editora. Posso dizer que aos amantes de romance sobrenatural que essa é mais uma leitura mais do que recomendada, acho que deve ser lida e logo!!!!

Aqueles olhos escuros e pensativos me atraíam para ele, enquanto minha mente me dizia para correr para longe. Bem longe.

Para quem se interessar a capa da sequência de Morra por Mim já saiu, a editora Farol Literário liberou a foto dia 21/03/2014 na sua página no facebook. A previsão de lançamento é para Maio imaginem como eu estou ansiosa... Eu achei a capa linda demais!!! A Farol mais uma vez arrasando na arte da capa!!!!!



E ai amores, o que que acharam da resenha?? Deixem seus comentários...

OBS: Quero pedir desculpas pelo meu sumiço, fiquei sem internet durante esse tempo, ela oscilou um pouco, mas não conseguia fazer nenhuma postagem, fiquei triste, porque não conseguia postar e nem realizar as visitas que eu ansiava. Mas amanhã prometo visitar o cantinho de vocês e curtir as novidades. Mais uma vez peço desculpas a todos.

Para quem está com dificuldades de seguir o blog pelo GFC principalmente por causa das promoções tem um tutorial que a minha amiga blogueira Silvana Sartori fez em seu blog que pode ajudar. Dá um trabalhinho, mas você conseguirá seguir. Clique AQUI e você será direcionado ao tutorial. 

Que todos tenha um ótimo domingo... Xero no coração de todos....

 photo participedotopcomentarista1.png


Promoção: Super Sorteio 1 Ano do Blog Estante das Fadas

No total 11 blogs se uniram para comemorar 12 meses (ou um ano) do blog mágico Estante das Fadas. E como sempre quem ganha é o leitor, é VOCÊ. Para participar é simples, você não pode perder. Comemore conosco e leve pra casa muitos livros!

Dúvidas:

• O vencedor escolhe os livros de sua preferência e o os que ficarem vão servir de escolha para os outros ganhadores. 
• O sorteio vai até dia 25/04.
• O envio dos livros pode variar entre 30 a 40 dias. TODOS os ganhadores deverão enviar uma foto assim que os livros chegarem na sua residência.
• Não é válido criação de perfis fakes.

a Rafflecopter giveaway


Para você que não consegue seguir os blogs devido aos problemas no google, clique AQUI que você será direcionado ao tutorial criado pela blogueira Silvana Sartori. Dá para seguir os blogs. Xero!!!!

Boa sorte a todos!


Resenha #60 - Não Olhe - FML Pepper + Promoção!!!

Tìtulo: Não Olhe
Autora: FML Pepper
Editora: Amazon
Páginas: 438



Sinopse:
2º Livro da trilogia de sucesso NÃO PARE! Prisioneira de uma sombria dimensão. Possuidora de um dom e de uma maldição. Determinada a encontrar seu caminho e sua identidade. Fugir e sobreviver ou enfrentar seus fantasmas e acabar morrendo? Se justamente a única pessoa que poderia lhe ajudar foi a responsável por reduzir seu coração em pedaços, em quem Nina poderia confiar agora que acaba de descobrir que a morte pode ter muitas faces? 



Para quem já leu o primeiro livro, pode conter spoiler, mas tentarei não colocar nada que prejudique a leitura da base do livro. Para quem não leu nenhum dos livros segue a resenha de Não Pare AQUI.

A morte é tão traiçoeira quando tentadora, será que podemos confiar nela? Será que seu jeito é instável a ponto de você ter dúvida que ela pode desejar pela sua vida? Tantos lados, tantos conflitos, tanta tensão, dificieis escolhas e muita a aventura, Não Olhe tem todo esse conjunto e tudo mais.

Existe vida após a morte?
Bom isso depende. Depende do que você considera "vida". Depende do que a morte significa em sua vida. Para mim, dependia do ato quase incompreensível de que, para me sentir viva, tudo que eu mais desejava era estar nos braços da minha morte.

O livro começa praticamente de onde parou, Nina melhorando dos últimos acontecimentos porque seu corpo ficou muito debilitado com a ultima luta. Richard a salva mais uma vez e consegue finalmente entrar em Zyrk, antes de seguir viagem e entrar em Thron, ele teve que prepará-la um pouco para que ela conseguisse pelo menos ficar em pé. Claro que ela ficou super contrariada e confusa do porque ele estaria a levando diretamente para um dos caras que a queria morta. Ao chegar lá foi um verdadeira festa e Nina ficou mais confusa ainda do que estava acontecendo e Richard não lhe explicava nada como sempre. Ela se sentia um troféu que estava sendo muito desejado e disputado e parecia que Thron havia ganhado. Nina ficou indignada com as atitudes de Richard, pelo seu jeito mulherengo beberrão. Após ter sido apresentada para o o Rei Shakur que deu de presente aos seus dias de festa. Nina foi levada para seus aposentos onde ficaria até o que fosse decidido a ser feito com ela, mas é claro que ela não se deu por satisfeita.

Richard soltou uma risada alta: - Não dá para acreditar. Precisamos comemorar então! Estou sedento. [...] -Faminto também - confessou Richard, abrindo um sorriso cafajeste.
O que ele queria dizer por sedento? E faminto? Será que era o que eu estava pensando? Que vontade de dar um bom soco na cara dele e me mandar dali!

As coisas para Nina nunca parecia melhorar, quanto mais as coisas iam acontecendo mais confusão aparecia em seu redor. Richard parecia estranho e ao mesmo tempo tranquilo, sereno e depois vestia sua capa de inconstante e mau humorado. O livro continua sendo narrado em primeira pessoa e os pensamentos de Nina me deixava muito angustiada. Algumas coisas não deram certo em Thron e Nina acabou sendo levada para Storm, lá ela sabia que estava um pouco a salvo, pelo menos ela imaginava porque lá era o único lado que queria que ela permanecesse viva, pois com o fato de ela ser uma híbrida (pertencer metade humano e metade zirquiniana) o rei Kaller queria fazer um pouco de pesquisa para saber se a profecia que alguns acreditavam que era mito e outros acreditavam que era verdadeira  e ele precisava ter essa certeza e para descobrir a história por trás de tudo isso tem que ler os dois livros rs. 

Nina se sentiu um pouco melhor em Storm, lá era bem mais bonito que o vulcão de Thron. Ela estava feliz porque John a quem ela considerava "amigo" estava bem, o tempo foi passando e Shakur rei de Thron descobriu que Nina estava em Storm e a queria de volta. Mas Kaller tinha outros planos para Nina e não iria permitir que Shakur a levasse assim. No fim das contas Nina descobriu o que Kaller pretendia e persuadiu John de fugir com ela e foi isso que eles fizeram. Muitas coisas aconteceram nessa fulga, muita aventura, tensão, um verdadeiro show de horror, mas Nina mais uma vez conseguiu se safar, parece que por estar lado a lado com a morte ela parecia ter mais que sete vidas.

-Você não tem nada a perder. - Aproveitei seu momento de hesitação e agarrei seu braço. -Por favor, acredite em mim. Se não for verdade, pode me denunciar, pode fazer o que quiser comigo.
Eu gostei muito da história, aliás gostar é pouco eu amei muito mais do que o primeiro livro de verdade!!! A Pepper escreveu esse livro com uma maestria que fiquei completamente maluca a cada linha que lia. Os eventos aconteciam nos pontos certos para que nós como leitores pudéssemos entender o que viria em seguida. A leitura me causou, dormência, desespero, tensão, medo, angústia, alegria, raiva... Tantos sentimentos que minha ansiedade não me permitia parar com a leitura... Acho que se  fosse o livro físico teria devorado em dois dias... #BoratorcerparatrilogiaNãoParenopapel.

A Nina em minha visão cresceu um pouco mais nesse segundo livro e o fato de ser ela narrando toda a história fez com que eu pudesse sentir na pele a cada ferida que ela sentiu e cada vez que seu coração foi estilhaçado. Só achei que as coisas estavam muito evidentes para ela e ela só foi perceber quando uma outra pessoa lhe contou, mas antes tarde do que nunca. Esse livro trabalhou a confiança de uma maneira enlouquecedora, me vi várias vezes pensando nossa será que é verdade? Não pode ser. Mas leitor para que você entenda essa minha agonia e alegria você precisa e deve ler urgente esses dois primeiros livros e eu já fiquei sabendo assim por alto que o terceiro será lançado em Agosto, imagine só a minha ansiedade.

Richard ao contrário de algumas pessoas que li a resenha considerei que ele mudou um pouco sim. No primeiro livro ele estava muito fechado e focado em seus objetivos, mas nesse segundo livro ele parecia ao mesmo tempo certo do que queria, porém as vezes perdido. Na verdade ele pareceu confuso para alguém que não pode sentir nada e os sentimentos ardiam em sua pele. Tivemos algumas cenas quentes e envolventes. Cenas de angústia e medo. Uma cena que me fez chorar e reler uma duas vezes por eu ter achado a parte mais bonita do livro. Enfim foi mais uma de minhas melhores leituras desse ano e devo confessar que a Pepper definitivamente é uma das minhas autoras favoritas e eu quero agradecê-la mais uma vez por me dar essa oportunidade de conhecer a sua obra. E quero dizer a todos que a 5 estrelas que dei no skoob foi com muito louvor, porque a obra ficou incrível com um final que me fez ficar meia hora lendo a ultima frase e me questionando como assim??? Altas revelações que me surpreenderam e me deixaram atônita e mais uma vez a confiança foi colocada a prova. Eu recomendo e garanto uma história maravilhosa.

-Você ainda não sabe o que quer, Nina. -Seus olhos não conseguiam esconder a aflição que refletiam. -Você é muito nova e logo me esquecerá. É o que sempre acontece e... vai ser melhor assim.  

E ai pessoas, o que acharam da resenha? Agora vamos a promoção? A autora liberou dois exemplares em e-book para sortear aqui no blog um de Não Pare e um de Não Olhe e ela mesma enviará ao vencedor por email, então você que ficou super interessado pela leitura, não perca essa chance de participar. Bora??


Regrinhas:
Seguir a página dos livros no facebook.
Seguir o blog através do google +
Colocar seu nome de seguidor e endereço de email nos comentários.

OBS:
Tem que ser residente em território nacional.
Por favor informar um email válido, porque será esse email que a autora enviará os livros em e-book.

Então agora o preencha o formulário abaixo e boa sorte!!!! Xero no coração!!!!



Caso você não consiga seguir os blogs aqui vai um tutorial criado pela blogueira Silvana Sartori para que você consiga seguir... Dá um trabalhinho, mas dá para seguir de boa. Clique AQUI e vai te direcionar direto para o link. :D

Resenha #59 - Demônios Não Choram - Samuel Cardeal

Título: Demônios Não Choram
Autor: Samuel Cardeal
Editora: Clube dos Autores
Páginas: 360

Sinopse:
O ano é 2184, a tecnologia avançou de forma veloz e assustadora. A sede do homem pelo “progresso” fez se exaurir grande parte das reservas naturais do planeta. Diante da escassez geral de alimentos e fontes de energia, a terceira grande guerra foi inevitável. Depois de um confronto sangrento de violência irracional e desenfreada, a guerra acabou, e o resultado: todos foram derrotados. O mundo que conhecemos hoje foi reduzido a destroços de uma civilização que não mais existe. Mais de 90% da população foi dizimada. Diante da fragilidade dos sobreviventes, as criaturas que antes viviam nas trevas, escondidas e agindo enquanto todos dormiam, fizeram do planeta destruído seu domínio. Os humanos, aterrorizados, passaram a se esconder em abrigos subterrâneos e em velhas galerias de esgotos. É nesse cenário caótico que Ezequiel, um caçador de demônios, viverá a jornada que mudara totalmente o rumo de sua vida e da de muitos outros. Um cavaleiro solitário que vaga pelas terras devastadas, caçando e eliminando os Filhos do Inferno. Mas Ezequiel não tem esperança de um futuro melhor, persegue os infernais somente por ser a única coisa que sabe fazer. Quando o caçador, após um exorcismo, se vê obrigado a levar consigo a menina que salvou, uma onda de acontecimentos o conduz à derradeira aventura que culminará no embate final entre a Terra e o Inferno. Somente um será o vencedor, e o destino do que resta da humanidade depende da coragem de Ezequiel e dos aliados que se juntarão a ele nesta incrível e perigosa jornada. Se falharem, Terra e Inferno passaram a ser um só mundo, de eterno castigo para todas as almas humanas. 

Desde que terminei com a leitura desse livro maravilhoso fiquei pensando em como eu iria começar a resenhá-lo. O mais interessante é que ele veio parar em minhas mãos meio que de paraquedas. Tudo começou quando eu recebi um email me falando do book tour no ultimo de dia, ai li a sinopse e me encantei, respondi de imediato e achei que nem fosse ser um dos blogs escolhidos para participar, logo que recebi o email de resposta aqui está. Meus olhos brilharam demais! 

Como diz na sinopse o ano atual do livro é 2184 e conta a história pós apocalíptica onde a raça humana é dizimada e os seres das trevas faz da terra sua morada. Os poucos humanos que ainda restam se escondem entre túneis de esgotos e casas com subterrâneos. A escassez é total. A chuva que cai e quando cai é ácida. A dificuldade é geral para todos. A busca de comida é constante, mas os alimentos são ratos, insetos que raramente é achado. Não existe esse negócio de rico e pobre a calamidade é total para todos.  Demônios estão a solta em várias formas e vários tipos. A guerra entre esses seres e alguns humanos ainda continua, mas de maneira mais crua, mais aberta só de pensar que o mundo caminha para isso, chega a me dar calafrios, porque a busca constante pelo poder, por descobertas, por mais tecnologias que parece que eles não percebem o tamanho da catástrofe que vai se acumulando para uma explosão.

Ezequiel o nosso protagonista, o nosso caçador dessas criaturas malignas, o melhor de todos os tempos, se é que ainda existe um. Um homem marcado desde criança que vaga por essa calamidade e que sobrevive como pode para lhe dar com tudo isso. É um homem duro, de coração fechado, que não tem medo de enfrentar esses monstros que vagam por ai de várias formas. Mesmo com toda a escassez ele consegue se virar. Aprendeu a tratar a água ácida da chuva para sua sobrevivência, aprendeu a caçar camundongos, insetos e as vezes alguns animais maiores o que era uma raridade. Ele recebeu uma mensagem de um amigo onde havia uma garota de 14 anos que estava possuída e ele tinha que fazer um exorcismo e claro que ele não pensou duas vezes e preparou tudo para ir a este lugar. Chegando lá encontrou a garota em uma situação de calamitosa, ela estava com os olhos vermelhos cor de sangue e sua pele branca apresentava tons pastéis em amarelo. Depois de examinar o corpo da menina para ver se ela resistiria ao exorcismo, Ezequiel começou seu processo de expulsar o demônio sabe-se lá quanto tempo tomava de conta do corpo dela.

A voz de Ezequiel se elevava gradativamente, a pele da garota queimava e a fumaça brotava de seus poros, sua agitação era tão grande que a cama balançava de um lado para outro e a madeira não mais tocava o chão.

Após isso Ezequiel continuou por sua busca e teve que levar a tira colo a menina que tinha um gênio e aparentava uma personalidade forte. O livro é narrado em terceira pessoa, contando os pontos entre o passado e o presente dos personagens. Muitas coisas aconteceram durante a leitura me causando tensão, medo em algumas situações e as vezes raiva também. O livro tem personagens secundários tipo o Elias que é o irmão de Ezequiel, entre eles existe uma tensão que somente lendo o livro para descobrir o porque isso aconteceu. 

Tem o Dom Giovanne que é tipo um gangster aposentado acompanhado de seus dois filhos, ele é aliado ao Lúcifer e faz coisas para ele que tem o verdadeiro intuito de ter o poder soberano sobre a terra. Então ele começa a fazer uma verdadeira caçada entre mulheres e crianças inocentes e que ainda tem sentimentos bons para um receptáculo criado pelo o próprio Lúcifer, mas o porque disso, aconselho a leitura do livro, senão irei contar o enredo da história e isso não é legal. O bom é que você fica sabendo o porque Dom Giovanne tem esse pacto com o diabo e como ele inclui seus filhos nessa empreitada que parece nunca ter fim.

No decorrer do livro tem revelações bombásticas e totalmente inesperadas deixando o leitores totalmente de boca aberta com a situação. Depois você vai descobrindo como as histórias de todos os personagens vão se intercalando e a descoberta do porque precisam lutar mais do que nunca para que o mal não se alastre por terra de uma vez por todas e o desfecho do livro, sem comentários de tão maravilhoso.

-Não seja tolo. - Falou o diabo. - Pensa que pode me ferir com sal, metal e pólvora. Eu sou a criação mais perfeita de Deus. Todos os demônios que derrotaram até chegar aqui foram apenas distração, corpos de homens mortos habitados pelas mais pífias almas do inferno. Eu sou o soberano do abismo profundo, comandante das legiões infernais e, em breve, serei soberano também nesse mundo torpe no qual vivem.

Eu adorei a leitura desse livro e apesar dessa forte força sobrenatural que tem nele é uma perfeita distopia e como eu amo esse tema esse livro não podia deixar de ser lido. Eu fiquei encantada com a escrita do Samuel, ele me conquistou por completo com toda a história e seu desfecho surpreendente e quando eu achei que o livro tinha acabado, ai vem ele mostrando que eu estava completamente enganada e vem com mais surpresas. Os personagens foram bem construídos. Não encontrei pontas soltas, era tudo intercalado e preenchido. O livro não tem romance, só uma pitada mas super leve, mas leve mesmo. Para leitura desse livro você tem que ter estômago, ser forte e principalmente gostar do sobrenatural de sua forma mais crua e verdadeira. 



A diagramação do livro é boa, mas tem sinais visíveis que tem que ter muito cuidado com o livro para que ele não venha a se danificar, eu senti isso durante a leitura, talvez porque vem de book tour né? As folhas são brancas o que cansava a minha visão um pouco, mas a fome que eu tinha pela leitura era tanta que mesmo cansada eu lia com muita avidez. A leitura é de fácil entendimento eu achei, talvez porque já conhecia um pouco de alguns truques por assistir a série de TV Supernatural. Não sei se o Samuel assiste essa série para pegar algumas bases, mas eu pensei muito nela durante a leitura. Eu amei tudo, desde o inicio ao fim, as cinco estrelas dadas no skoob foi com muito louvor se eu pudesse dava muito mais, porque a história me contagiou por completo, fiquei completamente satisfeita com tudo que foi contato, em seus detalhes. 

Quero deixar meu agradecimento ao autor Samuel Cardeal pela confiança de a oportunidade de me apresentar a sua obra que amei conhecer e quero mais livros dele para ler. Super recomendo!!!! Para quem gosta do tema precisa fazer a leitura dessa obra que o mais importante de tudo é nacional!!!!!

Ele começava a se afastar quando notou que na mão direita do homem havia uma arma, e não era uma arma qualquer, se tratava de um revólver de respeito, polido e bem limpo. Ao lado do corpo, algumas cápsulas dispersadas guardavam fragmentos de sal, que o levavam a crer que aquele homem não era um indigente qualquer, era um caçador [...] 

Alguém conhecia esse livro? Alguém já leu? Deixem seus comentários... Diante de minha net que está tipo net estou retribuindo os comentários quando ela deixa, mas eu vou. 

Não deixem de participar das promoções que estão rolando aqui no blog e quem tiver dificuldade de seguir o blog pelo GFC pode acessar AQUI que tem um tutorial criado pela querida Silvana Sartori e que pode ajudar. 

Xero no coração!!!!

 photo participedotopcomentarista1.png

Resenha #58 - Os Dois Lados da História - Laura Spíndola

Título: Os Dois Lados da História
Autora: Laura Spíndola
Editora: Gráfica Editora
Páginas: 335

Sinopse:
O que você faria se estivesse prestes a entrar numa imensa montanha-russa, onde teria que despencar de lá de cima, tendo que enfrentar seu verdadeiro horror a essa aventura radical? Você deixaria que os outros soubessem de seu pavor ou enfrentaria calado seus piores pesadelos?
Foi essa dúvida que atormentou Alex desde a hora em que ele entrou no parque. Havia muita coisa em jogo. Não tanto a vergonha perante os seus amigos, mas, principalmente, perante uma certa garota...
Esta história narra um encontro de um grupo de amigos e suas idas e vindas no último ano letivo do Ensino Fundamental, onde amizades se formam, se fortalecem e romance paira no ar. A história é narrada pelos dois personagens principais: os adolescentes Alex e Camila. Cada evento da história é contado sob o ponto de vista de um deles. Conforme a história vai se desenvolvendo, nós viajamos por várias situações emocionantes, divertidas e engraçadas, fazendo deste livro diversão garantida. 

Ahhh a nossa adolescência... Que bela fase... Uma fase tão ansiada e esperada e quando chega começa a ansiedade pela vida adulta, em busca de mais liberdade. 

Esse livro é narrado em primeira pessoa intercalado por Alex um garoto de 15 anos super alto astral e divertido e por Camila também de 15 anos um doce, que adora música e aventura.

A história ronda através da escola onde os alunos voltam as aulas do segundo bimestre depois de um mês de férias, a escola é enorme porque comporta cinco nonos anos (A,B,C,D e E) claro que pela ordem você já pode perceber  qual que é a melhor e a pior. Logo no primeiro dia de aula Alex é chamado pela diretora  e ele fica super apreensivo porque não lembrava de ter feito nada naquele primeiro dia que mal tinha começado, logo depois ele descobriu que foi transferido para a "nona A" o que era o sonho porque todos dessa classe eram super inteligentes e mais desenvolvidos e como ele tinha se esforçado no primeiro semestre a suas notas se elevaram um pouco e isso veio como consequência, mas ele nem teve tempo de contar aos amigos somente depois da aula. Alex antes de entrar ficou meio receoso de ser um dos "novos" mesmo que não tenha sido somente ele que tinha sido transferido.

Camila é da turma da "nona A" uma menina doce, super inteligente, focada nos estudos e que gosta de fazer amizades. Assim que Alex entrou na sala de aula e os outros alunos ela os observou e claro que se prendeu mais em Alex, porque ele parecia ser o mais seguro na sala de aula. Antes das aulas começarem Alex  e seus amigos conversavam sobre meninas e nessa brincadeira surgiu uma aposta bem típica dessa idade, que se ele não ficasse com uma menina até o final daquele ano ele teria que dormir uma noite em uma casa abandonada e assustadora que tinha no bairro onde eles moravam e se ele conseguisse seus dois amigos dormiriam duas noites, na hora eu ri bastante sabe, foi muito engraçado.

Afinal, o passado é um aprendizado, o futuro é um mistério e o agora é uma dádiva e, por isso, é chamado de presente.
Tudo bem, eu admito que essa minha última frase, copiada de um filme, ficou meio forçada, mas parece que surtiu efeito, enquanto os dois me olhavam coo seu eu fosse o sábio supremo do universo. (Alex, pág 111)

O que aconteceu a segui foi a transformação no decorrer do ano dos personagens principais, como eles começaram a sua relação de amizade brigando primeiro de depois voltando atrás na briga, fazendo as pazes. Ele conhecendo as amigas dela e vice-versa. Como estava seus pensamentos até o final do ano porque mudariam de escola. A amizade que foi crescendo e a turma que foi se formando. A reciprocidade de ações e reações. A preocupação do bem estar, um abraço mais forte de apoio. A música envolvida, os questionamentos. Se eu contar mais coisas vou soltar spoiler e não quero fazer isso.

Eu gostei muito dos personagens secundários que deram total sentido para o desenrolar da história. Eu dei muitas risadas de Nico e Tom apesar de gostar mais de Nico. Ele soltou uma frases super engraçadas que eu chorei de rir. Os dois são os melhores amigos de Alex desde o primário. Também gostei de Carlinhos que não aparecia muito no inicio da história, mas depois mostrou-se mais e me arrancou algumas risadas também. Das meninas amiga de Camila, gostei muito de Amanda. Sem papas na língua, fala com sinceridade e não tem muito medo de encarar as coisas e fala as coisas certas no momento certo.

Quando nós passamos tanto momentos com alguém, por tantos anos, é impossível não amar. Um parente, um amigo, um gato... ao longo dos anos, simplesmente, essas pessoas se tornam indispensáveis para você. Isto é algo inevitável, por mais que você tente impedir. (Alex, pág. 139)

Eu gostei da história ela bem típica de conflitos dos adolescentes, coisas que me fizeram voltar no tempo e lembrar de como era tão bom quando eu tinha essa idade pareço uma velhota falando rs, mas foram bons tempos. Gostei da forma como Laura escreveu todo o enredo. Hoje em dia alguns adolescentes não tem essa pureza e essa ingenuidade que os adolescentes abordados nessa história. Eles se parecem mais com os adolescente de minha época que brincar ainda era a maior alegria e claro que não vou ser hipócrita em dizer que não pensávamos em namoros porque pensávamos sim, mas de uma maneira mais descontraída. Hoje em dia vejo meninas de 12 anos namorando em esquina das escolas e não aquele negócio de selinho é beijão mesmo, mas enfim isso é outro assunto rs.

A escrita de Laura foi mais limpa, mais sutil e mais gostosa de se ler. Eu sorri muito com alguma situações, consegui ver laços de amizades se formando, o olhar para o próximo. Quando eu lia imaginava a autora escrevendo o livro e se divertindo junto, até parecia que ela estava vivenciando aquilo naquele momento e colocando suas experiências no papel, achei essa parte super interessante. Também gostei da construção dos personagens, ela foi bem sucinta, parece que entrou nos pensamentos dos adolescentes e escreveu seus anseios, dúvidas, vivências e tudo mais. Tá depois eu percebi que a autora é uma flor, ela só tem 20 anos então as coisas estão bem recentes na vida dela e talvez isso tenho facilitado um pouco mais a escrita.

Eu gostei muito das ilustrações do livro, super divertido e condizente com o capitulo e é intercalado entre ele e ela. como mostra a foto abaixo são parte divertida e que em minha opinião transformou a leitura mais prazerosa e fluida.



A diagramação do livro é de excelente qualidade, gostei muito da arte da capa. Somente as folhas brancas que me deixaram um pouco cansada, mas não impediu que a leitura fluísse bem e de maneira continua. Dei quatro estrelas no skoob por causa das folhas brancas mesmo, eu ainda acho que todas as editoras deveriam trabalhar com as folhas amareladas. Eu recomendo para quem busca uma leitura leve, descontraída e para sair um pouco da rotina, no meu caso dos sobrenaturais que tanto amo, mas que as vezes cansa de tanta leitura em sequência. Eu pretendo comprar um exemplar assim que der para dar de presente para minha filha, a leitura pode ser feita em qualquer idade.

Quero deixar o meu agradecimento especial a autora Laura por me apresentar essa obra e quero dizer que fiquei muito feliz de participar desse book tour que foi super organizado, o marcador é um luxo e o bottom também.

Eu segurava a trava de segurança, com tanta força, que meus dedos deveriam estar brancos. Eu me sentia, exatamente, como aquele vulcão: Prestes a explodir. E, também, com uma enorme vontade de expelir um pouco de larva em "alguém". (Camila, pág. 255)

E ai galera o que acharam? Já conheciam esse livro?? Deixe seus recadinhos.
Quero pedir desculpas por ainda não ter realizado visitas essa semana, minha internet oscilou muito devidos aos temporais que teve por aqui e ontem fiquei o dia inteiro sem, mas amanhã vou colocar tudo em dia tá.
Xero no coração de todos!!!!

 photo participedotopcomentarista1.png

Projeto: Trilhando Páginas

Olá pessoas, tudo bem???
Após a resenha deliciosa do Reino de Mira, hoje eu venho com uma postagem super legal. Um convite para os moradores de Campinas e proximidades.  7 autoras super talentosas se uniram para trilhar por algumas cidades brasileiras levando a nossa cultura de literatura nacional. Uma ótima pedida para incentivar a leitura e a nossa literatura que a cada dia cresce e amadurece. Depois da criação de meu blog, tenho conhecido autores maravilhosos e obras super bem escritas, com detalhes, sentimentos, aventuras, terror, suspenses e muito mais. Então se você tem interesse em participar essa é a hora!!!!

A autoras participantes são:

Dessas autoras lindas eu ainda não pude ter o prazer em conhecer a Eleonor, mas pretendo conhecê-la assim que der e já fiquei sabendo que ela é super atenciosa e doce. As outras autoras eu já tive o prazer em conhecer, algumas no próprio evento do Trilhando páginas aqui em São Paulo e também no evento literário que teve no Ibirapuera. Gente de uma coisa eu posso dar certeza a vocês, se puderem vão é uma oportunidade maravilhosa e conhecer suas obras, de conversar  e de prestigiar tantos a elas como a vocês mesmos. Eu gostaria muito de ir, mas infelizmente a minha saúde não permite e ando meio sem dinheiro por conta da volta das férias rsrsrs. 


Então pessoas o banner já fala tudo e para os sortudos de plantão e até aqueles que sempre tem a esperança em ganhar algum sorteio essa também é a oportunidade. Eu andei vendo alguns brindes e posso garantir que são maravilhosos. Aos que vão que tenha um bom evento, curtam o máximo que puderem e depois se quiserem me contar como foi irei adorar saber. 

As autoras desejo cada vez mais sucesso e que continuem assim incentivando a nossa literatura e vamos quebrar todas as bancas do preconceito... 

O que eu posso dizer é que o evento é maravilhoso. Eu tive a oportunidade de ir no encontro daqui de São Paulo como eu disse acima e pude conhecer pessoalmente as autoras, tiramos fotos, conversamos, selamos amizades posso dizer que cada segundo foi maravilhoso. Também puder rever amigas blogueiras e conhecer novas também. Foi um momento inesquecível.

Segue algumas fotos do evento aqui em São Paulo:





E amores o que acharam? Super legal né!!!! Uma ótima semana a todos.
Xero!!!!

 photo participedotopcomentarista1.png

Resenha #57 - O Reino de Mira - Mateus Lins

Titulo: O Reino de Mira
Autor: Mateus Lins
Editora: Modo
Páginas: 228

Sinopse:
Do que você seria capaz para proteger aqueles que ama? O Reino de Mira traz à tona a história de Mira, uma princesa cheia de responsabilidades que vive em um castelo cercado por um magnífico e pacífico reino. Entretanto, os tempos trazem surpresas à garota e desafios vão se traçando para ela e seu melhor amigo, Pedro. A chegada inesperada de uma nova personagem muda todo o rumo da história e obriga Mira e Pedro a embarcarem na maior aventura de suas vidas. Juntos adentrarão em uma jornada mágica, onde o impossível se torna possível, onde mistérios vivem promissoramente e o destino é cada vez mais incerto.


O livro conta a história de um reino que fica exatamente no meio de uma floresta chamada de Quatro Ventos. O castelo era grandioso e luxuoso. No reino existia perigos claro, mas com a acensão do rei que ali reinava tudo gerava prosperidade e paz.  As pessoas que moravam no vilarejo eram pessoas simples, mas viviam felizes. A história é contada em terceira pessoa o que dá disponibilidade de observar todo o contexto da história com mais detalhes.

Mira a nossa protagonista inicialmente começa a história com apenas 9 aninhos, uma menina esperta, cheia de energia e que não consegui ficar quieta em nenhum momento. Ela conhecia cada canto do castelo e de seu imenso jardim. Ela tinha um melhor amigo chamado Pedro, ele era filho do homem que vinha buscar o lixo no castelo, desde a primeira vez que se viram a amizade foi imediata e eles adoravam brincar pelos jardins. Mas Mira tinha um tristeza em seu coração apesar de viver naquele luxo e ter de tudo do bom e do melhor. Ela tinha um sonhos de sair do castelo e conhecer o vilarejo, ver outras pessoas a qual não estava acostumada, ver como elas viviam e se comportavam, mas o seu pai não deixava dizia que isso seria perigoso por ela ser uma princesa e aquilo estava fora de cogitação.

Mas uma coisa era certa, Mira sonhava sempre com que havia do outro lado dos muros do castelo. Havia noites em que ela se pegava olhando a janela, observando o movimento das nuvens encobrir a lua, tentando imaginar como seriam as pessoas, suas vidas, as lojas e também as casas do vilarejo.

Certo dia um dos conselheiros reais vai ao quarto de Mira chamá-la a pedido de seu pai para um banquete na sala de jantar real, mas que seria algo mais reservado somente entre ela e seus pais. Claro que em sua cabecinha de criança passava muitas coisas, menos o que a surpreenderia. Quando chegou na sala de jantar ela descobriu que teria uma conselheira, mas logo de cara não gostou dela. A achou estranha e estava extremamente desconfiada. Mas mesmo assim terminou cedendo aos caprichos da conselheira estranha, ainda mais depois que ela descobriu seu segredo e ela conseguiu contornar com um presente.

Alguns anos se passaram e Mira já se encontrava uma adolescente de dezesseis anos, continuava esperta e desconfiada, durante esse anos os laços de amizade com Pedro ficou mais forte e os dois estavam cada vez mais inseparáveis. Mira sempre lhe contava como estava sua relação com a tal conselheira que havia demonstrado ser impecável desde que ela descobrira seu segredo. Desculpe pessoas, mas para saber que segredo é esse terão que ler o livro rs. Certo dia Pedro apareceu do nada e convidou Mira para conhecer a vila e ela mesmo com receio foi. Sabia que estava fazendo algo de errado, saindo com Pedro, estava desobedecendo a ordens de seu pai, mas ela queria aquilo mais que tudo. Claro que seu amigo já tinha pensado em tudo. Conseguiu uma roupa mais simples para a princesa não ser reconhecida e a aventura dos dois foi maravilhosa. Pedro lhe apresentou o vilarejo, conheceu o mercado de rua, algumas lojas ela se sentiu maravilhada em sentir aqueles outros ares.

Para Mira, colocar os pés na grama do outro lado dos muros, podendo sentir uma brisa diferente que nunca chegara ao castelo, foi como se sentir libertada de uma eterna prisão. Ver os esplendores do reino que nunca vira antes era como um sonho, sonhando por longos períodos de inverno.

 Depois que voltou de sua aventura com seu melhor amigo, Mira deparou-se com uma verdadeira catástrofe no castelo. Coisas ruins e absurdas começaram a acontecer e ela teve que fugir deixando seus pais para trás e o conselheiro mais fiel do reino. Mas ela prometeu que voltaria para salvá-los, mesmo sem saber como faria isso. Mira chegou a casa de seu melhor amigo e se surpreendeu com algumas revelações de seu pai que era um homem bem simples, mas que tinha muita experiência de vida e muita sabedoria, enfim ele ajudou Mira e Pedro para saírem das intermediações do vilarejo e ir para a floresta dos Quatro Ventos, seria lá que eles encontrariam uma forma de acabar com o mal que se alastrou pelo castelo e todo o reino e claro que lá eles viveram uma verdadeira aventura, como magos, ninfas da floresta e até unicórnio falantes. Com essa loucura também os dois passaram por ansiedade, tensão, descoberta de novos sentimentos e sensações. 

Apertou mais firme a mão da amiga, e por um rápido momento seus olhos se encontraram, uma sensação esquisita que não conheciam muito bem começava a ser despertada no interior de cada um deles.

A história é uma fantasia bem criativa e bem legal. Eu gostei da leveza da escrita do autor parceiro Mateus Lins e foi uma descoberta linda sobre a leitura e enredo. Antes de ler o livro eu já tinha lido uma resenha dele em um blog de uma amiga e fiquei apaixonada pelas coisas que ela descreveu e eu queria urgente também ter a minha pitada de participação na leitura. Eu li esse livro em dois dias, quero dizer na verdade em um, porque comecei a ler a noite antes de dormir e li as 70 primeiras páginas e no dia seguinte terminei. A leitura é de fácil entendimento, a escrita é simples e o enredo lindo demais. Achei essa fantasia tão bonita e leve que dá até para a minha filha de 10 anos ler. O Reino de Mira é aquele tipo de livro que pode ser lido por qualquer idade que você vai se encantar com todo o enredo da história.


Eu gostei dessa parte do livro, achei um diferencial super bem colocado. Todos os capítulos do livro tinha esse desenho ao fundo da entrada do castelo. Eu adoro essas fotos em preto em branco, parece que ficam mais nítidas. Também gostei de alguns desenhos de fotos que tem no decorrer do livro ode meio que retrata algumas partes principais do capítulo que você está lendo. Eu particularmente gosto mais dessa foto a sua esquerda onde demonstra a entrada de Pedro e Mira na floresta dos Quatros Ventos.


A diagramação do livro está ótima e bem estruturada, o livro é leve com suas folhas amareladas e a fonte no tamanho certo para uma leitura prazerosa. A arte da capa também está linda, eu adoro essa imagem de Mira e mais uma vez a Modo Editora está de parabéns por mais esse trabalho. Eu fiquei encantada pela história, gostei de ter tido essa viagem com Pedro e Mira para um mundo desconhecido por eles e com uma fantasia bem descrita. Eu quero deixar o meu agradecimento ao autor Mateus pela disponibilidade em ceder o livro para a leitura e resenha, quero dizer que foi uma honra lê-lo e mais uma vez quero deixar um agradecimentos por me apresentar essa obra. 

O motivo pelo qual dei apenas quatro estrelas no skoob foi porque eu esperava por mais ação e aventura, teve, mas esperava algo que pudesse me dar medo e me angustiar muito mais, gosto desse efeito que alguns livros causam em mim e pela sinopse eu achei que fosse ter, mas isso não tira o encantamento do livro e eu digo com todas as letras que se você tiver a oportunidade leia, eu recomendo demais.

Aos poucos eles iam se aproximando um do outro, seus olhares se encontravam como nunca haviam feito antes. Podiam sentir a respiração um do outro, cada vez mais intensa. Um sentimento desconhecido por eles começava a ser aflorado da maneira mais inusitada possível, em uma das situações mais conflitantes de suas vidas.

E ai pessoas o que achara? Alguém leu ou conhecia essa obra nacional? Deixem seus comentários.

OBS: Para o blogueiro que está com dificuldades em seguir os blogs, a minha amiga e parceira Silvana do blog I Love My Books fez um tutorial para que você consiga seguir. Dá um pouco mais de trabalho, mas acho que compensa. Para os leitores que tiverem dificuldades, podem seguir o blog através do Google+.

Xero no coração de todos!!! E uma ótima semana!!!


 photo participedotopcomentarista1.png

Promoção: Aniversário dos Blogs Escrev'Arte e Uma Dose de Palavras

Olá leitores, como vão?

Neste próximo mês de Abril, os blogs Escrev'Arte e Uma Dose de Palavras completam seu primeiro ano de vida!!! E para comemorar, nada melhor que uma big promoção, não acham??



#Campanha: Queremos a Trilogia de Não Pare no Papel!!!!!!!!


Olá Pessoas, tudo bem com vocês??
O blog Minhas Escrituras resolveu se juntar com mais alguns blogs que são parceiros da autora FML Pepper para essa campanha de mobilização onde o intuito é conseguir que uma editora apresente interesse em publicar os livros da trilogia. Eu já li Não Pare e amei... Estou lendo Não Olhe e estou amando também. Essa campanha foi ideia do blog A Culpa é dos Leitores onde não pensei duas vezes e resolvi participar, eu acredito que apoiar a nossa literatura nacional para que ela cresça e floresça é o melhor que podemos fazer para acabar com esse preconceito e incentivar cada vez mais a leitura. A Pepper me ganhou desde as primeira linhas escritas de seu livro Não Pare e foi incrível como a escrita dela me prendeu do inicio ao fim e continua me prendendo com a continuação. Não sei o que ela faz, mas ela simplesmente virou uma de minhas autoras favoritas e merece meu carinho e respeito... Então vamos nos mobilizar, vamos nos unir, porque sabemos que tem muitas pessoas que não leem em e-book somente em livro físico e como queremos propagar essa leitura deliciosa a todos os amantes da leitura nada mais que justo do que correr atrás de uma publicação dos livros físicos não é mesmo!!! Então se você é leitor e quiser compartilhar essa postagem fique totalmente a vontade. Caso queira compartilhar no seu twitter é só colocar a hahstag: #QueremosATrilogiaNãoPareNoPapel! Com isso você irá ajudar a contribuir com a nossa mobiliação e com certeza vai estar mostrando o seu interesse pela leitura do livro físico. Se você que é editora esta lendo essa postagem, posso te garantir como leitora que o livro é o máximo e mais que obvio que vou comprar os meus exemplares, preciso deles em minha estante urgente!!!!!!



NÃO PARE!

Você entregaria sua vida nas mãos da própria morte?


Sinopse:
Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela! (Resenha AQUI).


Trecho de Não Pare!


— Beije-me, Rick — pedi, deixando meu rosto roçar pelas palmas de suas mãos.

— Eu não posso. Você está muito fraca. — Ele afagou o meu rosto e, delicadamente, envolveu-me junto ao seu corpo fervente. O calor que exalava de sua pele me atingia em instáveis ondas eletromagnéticas. Calafrio. Quentura. Faíscas. — Eu não posso, Tesouro — sussurrou e escondeu o rosto atormentado na curva de meu ombro, deixando suas mãos acariciarem meus cabelos e minha nuca. Tornou a se afastar e nossos olhares se sustentaram, vidrados. Por uma eternidade ou apenas uma pulsação? Impossível saber. O fator tempo desintegrou, mas era chegada a hora de colocar em prática o que havia aprendido com ele mesmo: blefar. Era o momento da cartada final: o beijo da morte. Agora era a minha vez de decidir e a opção era fácil: morrer. Perdera minha mãe, meus sonhos tinham sido aniquilados, minhas verdades apagadas. O pior de tudo: meu coração fora trapaceado pela única artéria de esperança que o fazia pulsar, ir adiante. Enganada e abandonada pela única pessoa em que a minha alma havia apostado todas as suas fichas. E o que me restara? Nada. Morrer era o que eu mais desejava naquele momento. Um fim para o meu martírio, um ponto final rápido e indolor. 



NÃO OLHE!

Se a morte possui muitas faces, em qual delas confiar?



Sinopse:
 2º Livro da trilogia de sucesso NÃO PARE! Prisioneira de uma sombria dimensão. Possuidora de um dom e de uma maldição. Determinada a encontrar seu caminho e sua identidade. Fugir e sobreviver ou enfrentar seus fantasmas e acabar morrendo? Se justamente a única pessoa que poderia lhe ajudar foi a responsável por reduzir seu coração em pedaços, em quem Nina poderia confiar agora que acaba de descobrir que a morte pode ter muitas faces? 








Trechos de Não Olhe!

"— Você não me quer mais? É isso? — Richard segurou meu braço e também se levantou. Estávamos perigosamente muito próximos.Com uma fisionomia indecifrável, ele envolveu carinhosamente meu rosto entre suas enormes mãos, deixou seus olhos arderem nos meus e, antes que eu pudesse notar, já estava aprisionada dentro deles. Foi o suficiente para fazer minha respiração vacilar, minha pulsação acelerar, meu rosto corar. Fervi por dentro. Jesus! Eu tinha de aguentar. Eu precisava ter domínio sobre minhas emoções! Consciente do poder que ele exercia sobre mim, ele deixou seu nariz deslizar lentamente pela minha pele, gerando novos e enlouquecedores arrepios. Seus lábios úmidos passearam pelo meu pescoço, roçaram minha orelha e deslizaram delicadamente pelo meu rosto até pararem frente aos meus que, por sua vez, estavam trêmulos e inseguros. Continuávamos nos encarando, paralisados naquela arriscada posição. Seus olhos azuis pareciam ímãs e me sugavam para seu campo magnético. Deles emanava uma energia voraz, hipnotizante e intimidadora. E agora? Sim. Sim. Sim. Ele vai me beijar! Aplaudia meu corpo, exultante de felicidade. Ah, não. Droga! Nina, reaja! Berrava a voz da razão, mas meu corpo não conseguiu resistir, aliás, tudo em mim já havia derretido por dentro. Eu estava entregue.— Você sabe que ainda me quer, Tesouro. E muito — sussurrou cheio de convencimento em meu ouvido. Com um sorriso torto no rosto, comandou assim que se afastou de mim: — Respire, Nina.— Hã? — traguei o ar com dificuldade. Filho da mãe! Ele estava me testando! "


" Existe vida após a morte?- Bom, isso depende. Depende do que você considera “vida”. Depende do que a morte significa em sua vida. Para mim, dependia do fato quase incompreensível de que,
para me sentir viva, tudo que eu mais desejava era estar nos braços da minha morte. Uma morte personificada na figura de um rapaz cheio de cicatrizes, de fulgurantes olhos azuis-turquesa e um rosto tão perfeito e atormentado quanto as suas atitudes. Uma morte que poderia me tirar a vida com um simples sopro, porém, vil e inescrupulosa, resolveu fazer isso com requintes de crueldade, reduzindo meu coração em pedaços. "


Xero meus lindos!!!!
 photo participedotopcomentarista1.png