Resenha #92 - O Senhor da Luz - Graciele Ruiz



Título: O Senhor da Luz - A Saga de Datahrium
Autora: Graciele Ruiz
Editora: Novo Século
(Novos Talentos da Literatura Brasileira)
Páginas: 317



Os cabelos era da cor de fogo e em suas veias corria o vento. De suas costas brotavam asas e seus olhos dourados de águia alcançavam longas distâncias. E, por mais estranho que soe, ela era uma garota normal. Era.

Fazer essa resenha pra mim é bem difícil porque o livro foi bem diferente do que eu havia imaginado e a Graciele o escreveu bem e conseguiu me surpreender com  a história, porque tudo pra mim foi inesperado. 

Nossa protagonista é Lícia, perdeu o avô recentemente  e dele herdou um objeto que juntos com os demais que estão espalhados pode salvar seu mundo Datahrium, agora ela era a guardiã. Nisso ela resolveu correr atrás de algo grande e muito importante. São cinco objetos que juntos nas mãos de uma pessoa certa (do bem) poderá salvar esse mundo que está dividido e em conflito.

Datahrium fica em Drânia uma clássica galáxia espiral desconhecida por humanos e que está há milhares e milhares de anos-luz. Esse mundo é um pouco menor que a terra e se divide em nove continentes e não existe países somente cidades e vilas. Datahrium possui três satélites naturais chamados de Lítica (a mais brilhante), Litian (a menor) e Lítifa (a opaca).  Aconselho a leitura da introdução do livro para melhor entendimento no decorrer da história, apesar que a escrita de Graziele é de fácil entendimento.

Lícia saiu em viagem para descobrir um próximo guardião do objeto que poderá salvar o mundo, mas não sabia que as sombras também o queria. Ela sabia que corria perigo sim e que existiam as forças malignas, principalmente do reino de Trayena a deusa da guera e da morte. Lícia estava indo para Akinus o clã do fogo, lá as pessoas tinha o fogo como poder e tinha como bichinhos de estimação, verdadeiros amigos os animais dotados de fogo como a fênix e os dragões. Ela sentia que lá iria encontrar um próximo guardião e claro que ela primeiramente enfrentaria o deserto para chegar lá.

-Seu povo? Mas eu nunca ouvi falar de um clã que não pudesse ver o sol; nunca ouvi falar em Dilke também. - Sua cabeça estava mais confusa do que nunca. - Ah, já sei, é um sonho! Só pode ser outro sonho!

Na minha visão a história começa quando Lícia chega em Akinus e com a sua dificuldade de ultrapassar a guardiã da entrada do clã, ela passa por maus bocados e sofre muito com as perdas que lhe acontece nesse trajeto, mas também ela ganha alguém especial que entra na sua vida a qual eu achava que seria apenas de passagem. Ela encontra Nahya uma pessoa que lhe ajudou sem pedir nada em troca e que se torna uma amiga junto com o seu dragão.

Eu gostei muito da história, apesar de algumas partes eu me sentir um pouco cansada com a leitura. Nada que atrapalhasse é claro, porque a escrita é contagiante e para quem gosta muito de fantasia é capaz de prender. Percebi o desenvolvimento da história em um ritmo frenético de busca. O ambiente da história em lugares mais encantados que outro e seres peculiares e animadores. Da mesma forma que a dupla Lícia e Nahya encontravam pessoas boas em seus caminhos elas também encontravam seres brutos e de péssimo coração... seres que tentavam tirar vantagem de um bom coração e da inocência. As coisas chegaram a ficar bem difíceis e muitas vezes me senti agoniada com os acontecimentos e as aventuras que essas duas encontravam pelo caminho.

-Não fique triste. E o mais importante: não desista... Nada é fácil e nada é de graça. Se quisermos muito algo que está fora de nosso alcance, devemos lutar para tê-lo, lembre-se disso.

Eu gostei muito da Nahya ela é uma personagem forte e decidida... que quando quer algo vai atrás e sua fidelidade na amizade com Lícia é linda de se ver. A amizades delas me contagiou muito. Lícia é uma garota simples e apesar de algumas vezes ela demonstrar medo e total inexperiência em muitas ocasiões, ela é forte e corajosa. Teve algumas cenas que ela me irritou e outras cenas que me fizeram gostar dela demais principalmente nos momentos finais do livro. Tivemos os personagens secundários que fizeram bem a composição do livro e em alguns momentos foram de extrema importância para o desfecho. Gostei do enredo proposto pela a autora parceira e ela deu fluidez na leitura pelo menos pra mim.

Livro cedido pela autora para leitura e resenha.


A diagramação do livro está em ordem com suas folhas amareladas e fonte de tamanho médio. O livro é narrado em terceira pessoa o que deu uma visão nos outros cenários da história e em algumas partes de extrema importância e entendimento. Percebi pouquíssimos erros de revisão, mas nada que atrapalhe a leitura. Esse é mais um livro nacional lançado pelo selo Novos Talentos da Literatura Brasileira (Novo Século) e isso me deixa extremamente orgulhosa em saber que as editoras estão trazendo mais autores nacionais e com muito talento para nós leitores apreciarmos.

Eu recomendo a leitura para amantes de aventuras e fantasias. Agradeço a autora Graciele por me apresentar essa obra nacional cheia de vida. O livro não só trouxe um mundo mágico, ele trouxe ensinamentos. Pude perceber o valor da família, o quanto somos amados e não importa o que aconteça, sempre seremos bem recebido no nosso seio familiar. O poder da amizade e para onde ela pode nos levar. O amor perante a natureza e aos seres vivos porque eles fazem parte de nós e nós fazemos parte deles. O nosso ambiente é essencial para a sobrevivência de todos e isso foi muito importante perceber o cuidado e sutileza que a autora transpôs isso na história também.

Os erros cometidos quando você não dá ouvidos à razão, e sim à emoção, podem ser os piores, os que deixam as maiores cicatrizes. No entanto, são aqueles dos quais, mesmo assim, você não se arrepende - e, se tivesse a chance, faria tudo de novo.

Desejo a todos um bom final de domingo e uma excelente semana. Xero no coração de todos!!!!


11 comentários

  1. Oi Diana!!!
    Adorei a resenha, muito obrigada e fico feliz que tenha gostado :D

    Beijos,
    Graciele Ruiz :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine flor... você tem uma boa escrita... adorei conhecer o mundo de dartharium

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Normalmente não leio livros sobre guardiaos porque essa coisa de 4 elementos da natureza meio que já me cansou; mas esse livro me parece diferente.
    Não posso deixar de elogiar sua resenha, bem explicada e boa!
    Com certeza vou procurar ler o livro, beijos
    http://resenhandoaarte.blogspot.in/

    ResponderExcluir
  3. Oi Dih!

    Comprei esse livro na saraiva mas ainda não o li! Gostei da resenha, é uma história bem diferente neh?

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Olá Di

    Fico feliz que tenha curtido o livro e ele tenha te trazido vários ensinamentos, mas não me interessei muito por ele, embora goste de fantasia e a premissa seja interessante. Esses errinhos de revisão são praxe nas edições desse selo, fico bem triste a cada novo post de resenha que os denuncia e a editora não melhora. Uma pena que não dão o devido valor à história e a autora.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  5. Amiga que resenha lindaaaaaaaaaaaaa
    Eu simplesmente adorei tudo que você contou sobre o livro, até porque eu adoro uma fantasia com aventura e tudo mais.
    Eu estou doida pra ler esse livro e logo logo estarei colocando nas minhas prioridades, até porque a história parece que é bastante envolvente. Amo livros assim.
    Fico feliz que tenha gostado da leitura =]
    E olha, saudades de vc viu? A gente tem se falado tão pouco.
    Mas espero que esteja bem minha querida
    Se cuida e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Diana... Este livro é realmente um prato cheio para quem curte uma boa fantasia. Eu simplesmente curti a leitura do começo ao fim! A narrativa da Graci é tão boa que a leitura acaba sendo rápida.
    Abraço, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Diana!

    Eu nunca havia ouvido falar do livro, mas sua resenha despertou uma certa curiosidade em mim. Adoro livros de fantasia/aventura e esse nacional parece ser uma boa pedida! Já está na minha listinha, haha!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá sua resenha tá muito show o blog é lindo parabéns, Amei a capa do livro agora com a sua resenha percebo que não é só a capa que é linda e sim o contexto todo, parabéns.

    ------------>http://sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Que bom que mesmo o livro sendo bem diferente do que você tinha imaginado acabou te surpreendendo de um jeito bom! Curti bastante o livro trazer ensinamentos além de um mundo mágico, e a Graciele ter transmitido mensagens sobre a família, a amizade, o amor e a importância do ambiente. Tenho o meu exemplar, mas ainda não consegui ler, espero conseguir fazer isso logo.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  10. Oi, Diana!
    Bem, pelas suas recomendações, o livro não é pra mim. Nâo gosto de lugares e/ou personagens fantásticos.
    Mas achei bem legal e interessante os valores embutidos no livro e as lições que vc tirou dele, pra mim essa é a parte mais legal da literatura.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!