Resenha #72 - A Lenda do Lago Dourado - Edson Vanzella Pereira

Título: A Lenda do Lago Dourado
Autor: Edson Vanzella Pereira
Editora: Dracaena
Página: 378

Sinopse:
"Os Baltimore são uma típica família de uma pequena e pacata cidade norte-americana. Tudo muda para eles quando o filho mais velho, David, com 15 anos de idade, passa em primeiro lugar no Concurso nacional de Superinteligentes do Governo Americano. Reconhecido como o novo grande gênio da nação, ele é contratado pelo governo para uma carreira de cientista. Mas, em sua primeira missão, envolve-se em um misterioso acidente que o deixa entre a vida e a morte. Srta. Marshall, agente do governo, responsável pela missão, sente-se culpada pela tragédia. Max, o irmão mais novo de David, com a ajuda da Srta. Marshal, começa a investigar secretamente as circunstâncias daquele trágico e enigmático acontecimento. Na procura por respostas, eles se envolvem em aventuras perigosas, eletrizantes, e acabam descobrindo que, por trás de fatos aparentemente sem ligação, há uma trama cruel em curso. Como pano de fundo, ainda temos uma misteriosa lenda envolvendo um lago conhecido como Lago Dourado, que vai eleger nada menos do que o próprio Max para uma missão vital ao lhe transmitir o Poder da Luz: localizar e destruir o Agente Negro, que é o mentor intelectual desse complô maligno que está pronto para eclodir."

Confesso que fiquei com receio na leitura desse livro, porque a capa não é tão chamativa, se eu passasse em uma livraria esse livro eu não compraria, ele se parece com um livro de auto ajuda a qual eu não tenho muitas afinidades com a leitura. Ainda bem que aceitei de cortesia da editora Dracaena parceira aqui do blog para leitura e resenha assim pude mudar por completo a minha opinião.

O livro fala muito de relação familiar, do que uma união pode transformar as pessoas e completá-las. Como o amor pode transformar e fazer com que possamos enxergar o mundo de uma outra forma e saber que pode contar com eles em qualquer momento, em qualquer circunstância sem medo. No livro mostra também que o amor de mãe ultrapassa qualquer limite. Mostra que ser mãe é algo sublime, necessário e totalmente protetor. Mesmo que você tenha um pai o amor de mãe sempre se sobressai. 

-Meu garoto, você só vai entender o amor que uma mãe sente pelo seu filho no dia que você tiver o seu. O fracasso do filho representa o fracasso dos pais, assim como a vitória dos filhos representa, no mesmo grau, a vitória dos pais. A rigor, os filhos normalmente se esquecem dos pais diante das vitórias, embora, diante dos fracassos destes, os pais serão sempre os primeiros, quando não, muitas vezes, os únicos a ampará-los.

O pai de David sempre contava a história do lado dourado que tinha nos arredores da cidade e Peggy a filha mais nova adorou a história e queria muito conhecer o lago, mas agora ele fazia parte dos arredores da grande fábrica Moranreal e tinha se transformado em um aterro para restos de produtos químicos tirando totalmente a sua beleza. Diz a lenda que o lago possui uma luz luminosa que vem de dentro da cor dourada, mas ninguém acredita muito nisso. Todos acham que é apenas uma lenda de uma época que o lago era lindo e todos ficavam impressionados com a sua beleza.

David é um garoto super dotado, desde cedo nunca precisou se esforçar para estudar, sempre teve notas altas e é um dos grandes orgulhos da família Baltimore. Devido essa condição de super dotado ele participa de um evento super cobiçado em Washington que é o programa de super dotados e que se ele passar em todos os testes ele poderá trabalhar para o governo e se dar muito bem na vida. David chega ao Pentágono junto com a sua mãe Lisa e realiza os testes e para a surpresa de todos ele se destaca muito mais do que todos recebendo assim uma excelente proposta de trabalho entre os maiores cientistas. Claro que o livro demonstra os ambiciosos e temos um homem dono de uma famosa fábrica de chocolates chamada Moranreal e ele quer a todo custo que David trabalhe para ele em seu centro de pesquisas, mas ele não aceita a pedido de sua mãe, porque segundo ela ele não valia nada e não era uma pessoa honesta. Mesmo tentado algumas vezes David termina aceitando a proposta do governo e parte para começar a sua missão. Seu pai Peter vai junto inicialmente com a Srta. Marshal que é a assessora direta do presidente.  Mas nem tudo são flores, porque nessa viagem em especial no Rio de Janeiro no Brasil em meio a um tiroteio que acontece repentinamente por ali, David sofre um acidente e recebe uma bala perdida na cabeça e entra em coma profundo. 

Todos ficam desesperados. Os noticiários não falavam de outra coisa a não ser do acidente sofrido pelo garoto David Baltimore o super dotado que se encontrava entre a vida e a morte. Sua mãe Lisa ficou desolada com o que aconteceu assim como seu pai Peter e seus irmãos mais novos Max e Peggy. A Srta. Marshal ficou também muito sentida porque terminou ficando amiga da família e o presidente resolveu ajudar a família financeiramente com estudos e alguns custos adicionais. Max iria sair de sua escola e iria para outra em uma cidade vizinha e ele até que gostou, mas não queria que fosse a custo do acidente do seu irmão, mas enfim apesar de tudo, eles teriam que continuar a vida. Todos os dias a mãe de David ia visitá-lo no hospital, pois o governo decidiu montar um quarto com todos os aparelhos necessários para a recuperação de David e todos os remédios para conseguir que um dia ele saísse do coma na própria cidade em que morava Morangosvilles.

"A inteligência não flui sozinha; é preciso muito empenho da própria pessoa. O conhecimento contido em um livro nunca entrará na cabeça de alguém se não houver, na prática, a leitura".
Max só tinha 14 anos quando recebeu a mensagem da luz dourada do lago em uma visita que fez com sua mãe e irmã. Desde então algo dentro dele mudou por completo. Ali ele começou a conhecer que o mundo entre o bem e o mal não era somente conversa e sim algo muito real e que ele precisava aceitar esse chamado e poder ajudar o mundo das forças malignas que assombravam a terra. Ele teve um certo receio de como agir, de como começar a trabalhar para aniquilar as forças do mal. Mas um coisa que percebi foi o amadurecimento do rapaz, achei que ele não fosse ter vida, que viveria em volto somente nessa missão, mas não aparentemente ele apesar de trabalhar muito na missão continuou seus estudos e sua vida social teve uma guinada.

Ali, Max selara seu destino, definido seu papel na história. Trocava o deslumbramento pelo amadurecimento; deixava o egoísmo de lado e abraçava definitivamente a causa a ele designada pelo Poder da luz.

O livro inicialmente começa um pouco morno, mas depois com o desenvolvimento e os detalhes propostos pelo o autor ele vai crescendo e se desenrolando muito bem. Eu fiquei completamente apaixonada pelo pequeno Max, claro que ele teve que amadurecer meio que mais rápido do que qualquer garoto de sua idade, mas lutar pelo bem se faz totalmente necessário e ele foi um valente personagem. Eu gostei de acompanhar o seu crescimento e como ele demonstra um amor crescente pela sua família. Parecia que ao receber o poder da luz a sua mente e sentimentos foram ampliados e o fez perceber o quanto estar entre os seus era muito importante.

O livro se transcende na luta para derrubar as forças do mal. Max e a Srta Marshal trabalham juntos para desbancar o grande vilão. O livro mostra esse vilão de uma forma que nos leva acreditar ser um, mas que perto dos finalmente da história é outro que eu nem se quer desconfiava até mesmo porque ele não era tão bem citado. Mas as formas utilizadas para se descobrir os maus feitos desse grupo do mal levou a Max fazer coisas inacreditáveis e que por mais que ele fosse um menino e tivesse a ajuda de seus familiares eu achei surreal.  Mas eu acredito que por ser um livro de ficção o autor pôde brincar com o enredo da história da forma que ele quis e eu até achei peculiar e interessante. Eu me diverti de verdade com a leitura e me emocionei em outras partes também. Nós conseguimos ver um pouco do governo americano e  alguns podres que pode existir por dentro de pessoas que querem o poder acima de tudo.

O livro é legal, tem um história até boa. Só que eu achei muito forçada, tem muita coisa que acontece que acho que é muito exagerado e acredito que não deve acontecer dessa maneira nem com todos os agentes do mundo. Mas tirando essa parte, tudo flui bem rápido na leitura. Eu gostei muito da narrativa que foi simples e de fácil entendimento. O autor em minha visão quis passar a mensagem que o poder do bem e do mal andam ali atrelados um com o outro e que depende de cada um seguir o melhor caminho e arcar com as consequências de suas escolhas. Percebi também que ele quis mostrar que o amor familiar é absoluto quando há união e quando se acredita um nos outros para que a força possa ficar mais forte. A coragem também é colocada a prova onde os medos devem ser enfrentados e ultrapassados para seguir em frente. Gostei de verdade dessa leitura e recomendo para aqueles que gostam de ficção e que gostam de uma boa história de agentes do governo.



A diagramação do livro é ótima, bem trabalhada. As folhas são amareladas e a fonte bem espaçada e tamanho médio para uma leitura prazerosa e rápida. Só não gostei muito da capa, acho que depois que li a história sei lá ela poderia ser um pouco diferente para chamar a atenção do leitor até mesmo porque a história é muito boa, eu gostei muito. A Dracaena está de parabéns pelo livro e pela história publicada. Espero poder ler outros títulos da editora.

Minha Nota:


E ai pessoas? O que acharam? Deixem seus comentários quero saber se já conheciam o livro ou se já leram. Xero no coração de todos.

 photo participedotopcomentarista1.png

43 comentários

  1. Não faz muito meu tipo de leitura
    Assim como vc a capa não me chomou atenção
    Muito ruim ler um livro quando se acha que tem muita coisa forçada
    esse eu deixo passar :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, mas a leitura não me foi forçada, o que quis dizer foi que alguns contextos pareceu meio forçado, mas a leitura fluiu muito bem e isso eu também disse na resenha... é uma pena você não ter compreendido o que eu quis dizer, mas respeito a sua opinião, questão de gosto não se discute... :D :D

      Excluir
  2. Oiee

    Nossa já tinha ouvido falar desse livro até já li algumas resenhas mas nunca tinha me interessado por esse livro, sua resenha me conquistou e agora já coloquei esse livro na lista de desejados :)

    Adorei o quote !!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OWnnn legal Andressa, espero que você... goste... Max me conquistou é um garoto prodígio... Xero!

      Excluir
  3. Adorei a resenha Diana :)
    Muito boa , eu nem entendi muito bem a editora me ofereceu o livro e nem acabou me mandando.

    Eu amei a resenha de verdade esperava como você uma historia completamente diferente , parecido com auto ajuda ... E realmente eu não compraria se passasse em uma livraria.
    Adorei.

    Beijinhos da Leeh

    Http://maetoescrevendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério menina... talvez seja muitas demandas... eu verificaria só para ter certeza, vai que aconteceu extravio de correspondência... A leitura fluiu bem melhor do que eu esperava... o que importa é isso né?? Xero!!!

      Excluir
  4. Não me interessei pelo livro. Não sou muito fã de histórias que envolvam trama do governo, agentes do governo e coisas do tipo.
    A história parece um pouco forçada e isso com certeza influencia na leitura =/
    Gostei da mensagem sobre a importância das relações familiares e da importância de tomar decisões corretas.
    Mas, não é um livro que eu leria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa respeito a sua opinião flor... cada um tem um gosto pra leitura e pode se abrir para outros também... Eu também não sou muito fã de tramas do governo, mas apesar de algumas coisas parecerem meio exageradas, a leitura foi ótima... e a mensagem sobre amar o próximo foi absoluta... Xero!!!

      Excluir
  5. Concordo com vc, se eu passasse em uma livraria, não levaria o livro por causa da capa, mas, realmente gostei da história e algumas frases são bem impactantes.. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente algumas partes do livro me fizeram refletir sobre alguns valores e pensamentos... Xero!!

      Excluir
  6. A capa não é chamativa???? kkkkk eu adorei! Achei linda! rsrsrsrrsrsrs

    Bem, não é meu tipo preferido de leitura, mas gostei da sua resenha!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério amiga??? Por isso é que falo que se trata mesmo de gosto rsrsrs.

      Excluir
  7. Olá!

    A trama parece mesmo bem envolvente, pena que você achou algumas partes forçadas. Também não gosto muito disso, parece que o autor quer te convencer de algo na marra. Mas que bom que curtiu a leitura mesmo assim e que a escrita do autor é bem fluida.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim eu achei meio exageradas, tipo imaginando se isso realmente poderia acontecer dentro do governo, mas enfim... foi o sentimento inicial do autor né... ele considerou que era interessante colocar, mas digo que não me desanimou em nada pela leitura. Mas eu acredito que diante dos fatos que eu achei exagerado, ele não tentou me convencer de algo foram algumas ações que teve que eu achei demais... Sim eu gostei muito e a leitura foi bem natural. Xero!!!

      Excluir
  8. Achei muito interessante o livro, mas não tinha ouvido falar....
    deve ser muito difícil ter um filho reconhecido como "!Gênio", não deve ser nada fácil....
    O que ainda mais me encantou foi o mistério o lago....sou louca por mistérios!!!!!
    Boa Dica!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim o lago é misterioso sim... mas as coisas que o envolvem são bem interessantes... um sobrenatural simples...

      Excluir
  9. Olá Diana,
    Já li algumas resenhas deste livro e umas tão bem explicadas quanto a sua e mesmo assim não consigo interessar por esse livro. Talvez, seja que não ando no pique para ler livros nesse gênero, mas acho que não daria bem com o livro mesmo.

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo Lucas e é super normal... sempre devemos ler os livros que sentimos afinidades pela leitura... :D

      Excluir
  10. Também recebi esse livro da editora; li esse ano. Gostei do livro, mas tiveram algumas coisas que me incomodaram no decorrer da leitura: uma foi o fato de a história se passar no estrangeiro (e o autor ser brasuca), outra foi a escrita, que não conseguiu me agradar muito. É uma leitura bem rápida mesmo.
    Adorei a resenha.
    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É concordo, eu acredito que para o autor brasileiro deve ser legal eles explorarem mais o nosso país para depois seguir para os outros, ou então intercalar bem mais no nosso do que nos outros, afinal de contas precisamos levar nossa literatura ao estrangeiro falando de nossa terra não é mesmo??? Eu gostei da escrita dele por isso a leitura fluiu rapidamente... Xero!!!

      Excluir
  11. Oi, eu adorei a resenha, eu gostaria muito de ler esse livro e você tem razão Diana, só de olhar a capa do livro passamos bem longe, eu fiquei interessada nele quando li a sinopse, achei super bacana a sua opinião é a primeira que vejo do livro, e coitado do David, já estou pensando na minha reação quando for ler o livro.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii que bom que gostou Camila... percebi nos comentários que cada leitor realmente tem seu gosto... espero que quando ler a leitura seja tão boa quanto foi pra mim... Xero!

      Excluir
  12. Oi Diana, tudo bom?
    Não foi um livro que eu tenha curtido tanto porque achei a história muito surreal. Claro que é uma ficção, mas parecia que tudo era fácil para o Max. Parecia que ela era bom em tudo de uma hora para outra. Apesar disso, a escrita do autor é super dinâmica e fluida.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhando por esse lado vejo que tem razão Aline, talvez eu tenha me empolgado demais para não ter percebido com esse contexto. Eu percebi que sim a senhorita Marshal conseguia algumas coisas que eu achava impossível mesmo com as melhores relações que ela tinha com o governo... Xero!!

      Excluir
  13. Não conhecia o livro, mas que pena que você achou forçado. Isso acaba atrapalhando a leitura, né?
    Beijos
    http://www.gemeasescritoras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me atrapalhou como eu disse na resenha... porque a escrita do autor é bem fluida... Xero!!!

      Excluir
  14. Oieeee, eu não conhecia este livro, não me lembro dessa capa de nenhum lugar kkkk, apesar da sinopse ser interessante eu acho que não gostaria rsrs, mesmo assim valeu pela dica de leitura kkk, Abraços.

    ResponderExcluir
  15. OLha aí Di, você julgando um livro pela capa (hihi, eu faço isso demais!), mas achei legal sua resenha, flor ela me deu a ideia de que mesmo com todo o exagero que possa rondar algumas das situações o contexto geral do livro vale a pena! Achei legal esse ponto de vista de reavaliar o amor materno e colocar como ponto chave das relações dos personagens! Fiquei curiosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina eu julgo mesmo e na maioria das vezes me arrependo sabe rsrsrsrs. Ah que legal que vc se interessou se chegar a ler me fala o que achou... Xero!!!

      Excluir
  16. De fato a capa não é chamativa, mas eu fiquei curiosa para conhecer um pouco mais sobre a vida desse novo jovem "gênio". :)

    Beijos
    Blog | Youtube

    ResponderExcluir
  17. É a primeira vez que vejo algo sobre esse livro, e assim como você se passasse por ele na livraria só de bater o olho na capa não iria me interessar muito, mas como eu tenho costume der ler a sinopse atrás, provavelmente o levaria para casa porque faz bem o meu tipo de leitura. Adoro esse monte de suspense, crimes e tramóias do governo. Curti demais a resenha.

    Beeijos

    ResponderExcluir
  18. Di, eu li esse livro, e teve duas coisas que eu não gostei: primeiro, os acontecimentos surreais; achei algumas coisas mais que exageradas, completamente absurdas. Segundo, o fato do menino ter sido baleado no Brasil. Um autor nacional, que ambienta sua história nos EUA, mas faz questão de fazer um crime acontecer aqui, me decepciona profundamente. As mensagens são legais, mas não leria de novo.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  19. Oi Diana, já li este livro e também gostei dele, acho que dentro do enredo o autor quis justamente promover valores familiares, mostrar que seguir o caminho do bem é a melhor coisa a se fazer. Parabéns pela sua resenha.

    Abraço,
    Diego de França
    Aguardo sua visita ;-)
    Leitor Sagaz | Grupo Amantes da Literatura

    ResponderExcluir
  20. Oi Diana

    Eu não conhecia esse livro e gostei muito de sua postagem. Gosto de histórias sobre famílias com uma pitada de sobrenatural!
    Vou anotar a dica!

    Super bjos
    http://www.i-likemovies.com/

    ResponderExcluir
  21. Oi Di, tudo bem?
    Amiga, estou com esse livro aqui para ler na fila. É verdade, eu concordo com você, pela capa eu também pensaria que é um livro de auto ajuda. Eles deveriam revê-la em outra edição.
    O que mais chamou minha atenção na sua resenha, foram os valores familiares e o amor dessa mãe. É inexplicável, mas é a pura verdade, para proteger sua cria, a mãe vira uma fera e ganha uma força!!!! Temos vários casos reais inclusive noticiados.
    Eu gosto de histórias de conspiração, de ações envolvendo governos.
    Mas o comentário da Ju, chamou minha atenção também: o autor e nacional, ambientou sua história nos EUA e na hora do crime, coloca o personagem no Brasil. Se ele quisesse falar dos nossos problemas, concordaria com ele, pois a violência aqui é real. Mas da forma como fez, não ficou legal.
    Independentemente desses detalhes, eu gostei da sua renha como sempre Di.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente eu concordo com você a Ju... na hora da resenha eu ia colocar isso acabei me esquecendo rsrs tantas coisas para colocar... Mais eu achei isso um ponto negativo sim... porque o autor é nacional escreve a história Ambientada no EUA e ainda por cima o acidente que deixa o garoto em coma foi no Brasil. Claro que nosso País tem seus lances de violência, mas nos Estados Unidos também enfim... Eu gostei muito da história apesar disso não tenho o que questionar, mas amo ler livros nacionais ambientados em nosso país... Xero!

      Excluir
  22. Oi Diana,
    Realmente essa capa não é tão chamativa, também se encontrasse na livraria não compraria assim de imediato.
    Li o livro no ano passado se eu não me engano, confesso que gostei bastante da história, fiquei surpresa com a história em si.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  23. A capa não me chama a atenção, o enredo parece ser bem bacana.
    Mas não é uma obra que tenha me atraído, sabes? Quem sabe futuramente.

    ResponderExcluir
  24. Me amarro em livros de ficção com essa pegada mais forte de aventura e ação. Gosto quando rolam reviravoltas interessantes e quando sou completamente surpreendido com os acontecimentos que vai surgindo. Mas não existe coisa melhor do que ser surpreendido logo no final da trama. E isso acontece aqui. Claro que vou tentar dar uma conferida nele.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  25. Acho muito lindo o nome David, mas não gostei muito da história. Quem sabe um dia eu leia.

    ResponderExcluir
  26. Oi Xero!
    As vezes acontece do livro começar meio devagar e engrenar depois, acontece comigo as vezes de eu ir mais devagar por causa da história quando é muito diferente e tem que ser entendida para seguir em frente! Parece esse o caso dessa obra!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos
    Paula Juliana - Overdose Literária!

    ResponderExcluir
  27. Oi Diana,

    Gostei da sua resenha e como você levantou alguns pontos do livro. Eu o li e achei algumas coisas realmente forçadas e muita coisa solta. Não sei, mas não gostei muito do livro, poderia ser bom, mas tem algo que não deixa isso acontecer.

    Beijos,

    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!