Resenha #52 - Presas - Marco de Moraes

Tìtulo: Presas - A Dádiva da Escuridão
Autor: Marco de Moraes
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Páginas: 283

Sinopse:
A vida de um homem tem um novo início a partir da abertura dos seus olhos em plena cegueira que perdura por longos caminhos em que sua visão nada alcançava além de obviedades presas por suas limitações ante o desespero da perda de tudo: de tempo, de lugar, de nome. A luta do personagem, narrador deste livro, se dará pelo decorrer da sua busca pelo que emerge em pedaços de recordações, mistura de pesadelos e a sua realidade enfadonha, carregada de fardos que parecem não ter fim. Os dias de luz se foram; os filhos da noite se manifestaram e dominaram todos os cantos das noites profundas que perduram até a última gota de sangue maldita ser derramada.

 O livro é narrado em primeira pessoa por um andarilho que acorda no meio de um pântano sem se lembrar de nada. Era como se ele tivesse acabado de renascer. Nosso andarilho sem memória começa a andar sem rumo e sem direção, pois ainda não sabia onde estava, em que tempo estava e o que seria dele. Estava vivendo de incertezas e de uma verdadeira batalha interna de como foi para ali no meio daqueles corpos humanos apodrecidos, onde tinha tido um encontro com a morte de uma forma nada convencional.

Onde me sentiria mais seguro: na escuridão do mundo no qual mal enxergo ou na escuridão da minha alma?

Nosso andarilho não lembra nem do próprio nome, ele estava se sentindo perdido, a pior coisa é você viver assim no escuro. Ele se deparou com todos aqueles corpos mortos. Uns em estado de decomposição, outros ainda mortos recentemente ainda permanecendo de olhos abertos. Ele queria sair dali, queria lembrar de sua vida e seu passado e precisava de um certo para onde caminhar, mas só não sabia como começar.

Em suas andanças ele se sentia observado, apalpou as suas roupas para ver se tinha moedas, pois precisava comer e beber apesar de não sentir essa imensa vontade. Ele avistou uma taverna e se adentrou foi atendido por uma mulher de cabelos desgrenhados por cima do decote nada atrativo, ele fez um pedido totalmente sem vontade. Quase arranjado confusão porque nem tinha como pagar a comida que pediu. Em suas andanças o nosso andarilho chegou a pequena cidade de Wisewood onde ele conhece uns homens que o engana, encontra um sábio que o ensina caminhos errados e tortuosos para chegar praticamente a lugar nenhum.

Ao sair do condado, espanto: rastros nas duas estradas! Fui acometido pela incerteza entre seguir pela esquerda, onde as pegadas eram mais nítidas e precisas, ou pela estrada mais à direita, de pegadas rasas, contudo a aconselhada. Pensei bastante e decidi seguir à direita e em frente , conforme o recomendado.

O mais interessante nessa história é o fato que a história é contada por uma pessoa sem memória e que as recordações são dadas referente aos seus dias após ele acordar em um pântano. Depois de muitas andanças e sem saber porque está sendo perseguido por seres das trevas tipo: vampiros e bruxas, o nosso andarilho finalmente é batizado de Irwin assim fica mais fácil chamá-lo e ele atender a esse chamado. Nessa sua caminhada Irwin sente que precisa chegar ao reino para cumprir uma missão e faz de tudo e mais um pouco para chegar ao seu objetivo. No meio do caminho ele encontra um "amigo" que jura segui-lo até esse tal reino em troca de moedas, pois o seu "amigo" achou interessante esse andarilho que carregava com ele um saco que somente pessoas que estavam perto do rei poderiam andar. Irwin não tem muita fome, passa praticamente a história sem comer e você precisa saber a forma inusitada de como ele sente fome e como ele se alimenta e continua com uma sede que ele não entende do que seja.  Nosso andarilho parecia uma pessoa do bem, ele só queria cumprir uma missão que ele ainda desconhecia, mas que sabia que seria no reino do rei Ascher para viver em paz, ele sentia que ao chegar lá ele poderia encontrar respostas de seu passado. 

Podia haver noites mórbidas sem estrelas e lua para me guiar.
Podia haver homens sedentos que bebiam o sangue de seus semelhantes.

A história é muito boa, meu querido autor parceiro Marco de Moraes é um verdadeiro poeta. Digo isso porque de inicio eu me perdi na história, porque não estava acostumada com esse tipo instigante de escrita, parei a leitura por um tempo, mas não por desistência, mas porque precisava de um tempo melhor para degustar as suas palavras poéticas. Confesso que pelo fato da narrativa ser dessa forma poética eu me senti em alguns momentos um pouco cansada. Só que a leitura desse livro tem que ser apreciada de uma maneira mais calma, com a mente aberta a novos conhecimentos e com muita atenção. O tipo de escrita de Marco nos faz viajar em um outro tempo do espaço passado onde existia as carruagens, as estradas de terra, as mulheres da vida e as pessoas com maldade e bondade no coração. Eu quis muito a leitura desse livro e achei que não fosse gostar assim que comecei a ler, mas adorei continuar e descobrir que me enganei... O desfecho do livro foi surpreendente porque eu nem se quer desconfiei de fato tudo aquilo que se deu de uma maneia super sombria e intensa. Como esse livro terá sequência foi mais do que óbvio que ficou alguns ganchos para a continuação, mas já os deixo cientes de que não é nada que o deixe enraivecido, porque o livro termina bem legal na minha visão.

O Marco me surpreendeu, me fez mudar de ideia e perceber uma outra forma de escrita peculiar e totalmente envolvente. Para amantes de escrita poética e anteportal esse é o livro perfeito, super recomendo. E eu classifiquei com 4 estrelas no skoob devido ao fato de eu me sentir um pouco perdida em certos momentos. Mas nada que te atrapalhe no entendimento final da história.






Esse livro tem uma excelente diagramação devo os parabéns para a editora Novo Século, pois eu li o livro com uma grande facilidade e segurança e ele permaneceu lindo como se tivesse chegado agora em minhas mãos. As folhas amareladas e a fonte média deram um toque final para uma leitura prazerosa. Os capítulos são bem divididos em letras romanas e com título condizentes ao o que acontece no enredo em si e isso me alegrou muito. 



Outra coisa super legal são os mapas no final do livro indicando os reinos em que o nosso andarilho passou até chegar em seu objetivo final. Essa história não tem terror, mas tem o sobrenatural em sua essência e mais uma vez eu digo que recomendo, você pode até se perder um pouco no inicio para quem não está acostumado com esse tipo de leitura, mas com o tempo você termina se acostumando e gostando muito da história eu pelo menos gostei muito e já aguardo a sequência. Obrigado Marco pela oportunidade que me foi dada para a leitura de sua obra. Sucesso!!!!

Das pobres conclusões que alcançava, o assunto que mais me causava desconforto era o viver medíocre em tempos tão sombrios. Meus pensamentos me remetiam a perguntas sobre os animais propagadores de morte desde o dia em que saí do pântano. Tais como o próprio mal, eles influenciavam, exterminavam, intimidavam os vivos tementes, mas até onde? Até quando?


E ai pessoas, o que acharam? Quero saber a opinião de vocês... Amanhã irei retribuir todos os comentários da postagem anterior. E não esqueçam de participar das promoções que estão rolando no blog.

Xero!!!!


 photo participedotopcomentarista1.png



40 comentários

  1. Ainda não conhecia esse livro. Gostei da história, e do mapa.Livros com mapas sempre acho muito bom, a gente se sente mais dentro dele (pelo menos no meu caso é).
    Mencionei você em um post: http://terradefagulhas.blogspot.com.br/2014/02/tag-amizades-na-blogosfera.html

    Um abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também me sinto, principalmente quando conheço alguns nomes que li no livro sinto como se tivesse passado lá rsrsrsrrs

      Excluir
  2. Oi Dih..
    Nossa gostei de verdade desta história, parece ser mesmo muito boa.
    Um narração um pouco poética também é bom né..rs
    Curiosa para saber deste andarilho, o que vai acontecer a ele.

    beijos
    livrosvamosdevoralos.bogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois menina o que posso te dizer que o negócio fica bem denso viu... Xero!

      Excluir
  3. Acho que já tinha visto esse livro em outro blog, mas só anunciando a parceria memso nada de resenhas.
    Adorei a sua, cheia de detalhes mas sem revelar muito, só o essencial, parabéns!
    O modo como o autor escreve deve ser muito bom, fiquei curiosa :)
    Seguindo seu blog *-*
    beijos
    tamigarotaindecisa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh menina... aproveite que o livro está 9,90 na saraiva Xero!

      Excluir
  4. Querida amiga Dina...!!!

    Senti-me honrado com mais uma sua presença
    Em meu blogue, com o seu carinho de sempre.
    Passando para retribuir, deixar o meu abraço e
    Carinho, desejando-lhe um lindo dia e maravilhosa
    Semana.
    Que a paz, o amor e a felicidade, sejam constantes
    Em seu coração.
    Beijos de luz !

    POETA CIGANO – 19/02/2014

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn muito obrigado, sempre que der passarei por lá... Xero!

      Excluir
  5. Parabéns pela resenha!
    Não conhecia o livro nem o autor, mas achei a trama bem interessante. Parece ser um história cheia de mistérios e talvez um pouco confuso também. Confesso que ao ler que tinha uma escrita poética, me desanimou um pouco. Esse tipo de narrativa tende a me cansar e faz com que eu não preste tanta atenção na história.
    No momento, não acho que eu vá ler o livro. Mas talvez mais futuramente, quando quiser uma leitura mais densa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendi... mas é questão de gosto mesmo... :D

      Excluir
  6. É muito bacana quando já temos uma teoria formada pelo autor/livro e depois percebemos que não é nada daquilo. Isso acontece comigo sempre e é muito bacana para excluirmos esses pré-julgamentos sobre as obras e sermos surpreendidas =).

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tento algumas vezes não criar muitas expectativas com um livro, por medo justamente de me decepcionar rsrsrs.

      Excluir
  7. Deve ser estranho um narrador-personagem sem memoria, deve ficar até meio confuso às vezes haha mas só ouço coisas boas sobre o livro, então pelo visto vale a pena. Mapas <3

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Enquanto estava lendo o começo da resenha eu não senti o minimo interesse em ler o livro, mas quando cheguei no meio e vi que você citou bruxas e vampiros fiquei tipo "preciso ler esse livro".
    Parece ser uma história muito interessante, e a sua resenha fez com que eu me sentisse bem mais atraída pelo livro.
    Bjokas
    nerdworldofgirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei do enredo, mas confesso que tive que me acostumar com a escrita, mas foi muito boa....eu gostei muito. Xero!

      Excluir
  9. Eu já pensei em comprar esse livro, mas acabava desistindo pois não sabia se iria gostar ou não e agora lendo sua resenha parece ser um livro bem interessante. Assim que surgir uma oportunidade espero conseguir lê-lo.

    Bjos! ^^
    Leitura Por Lillifee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele ainda está por 9,90 na Saraiva. Se tiver a oportunidade ler leia, eu gostei muito...

      Excluir
  10. Amiga querida quando vc disse ali que não tem terror no livro eu já pensei que essa mensagem foi para mim, porque uma vez eu queria saber sobre isso desse livro e tenho uma vontade maluca de ler também. Mas como estou apertada de livros, vou dar um tempo. Mas irei colocar na minha lista de leitura. Quem sabe eu goste né? Fiquei feliz de saber que gostou e adorei a diagramação do livro. Adoro esses que tem mapas. É muito bem feito e caprichado. Bacana mesmo.

    Vou procurar saber mais desse livro depois
    Mas por enquanto tá na lista de desejados ! hehehehe
    Se cuida minha amiga e n esquece que te adoro mto mto mto mto

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro e já achei a capa muito bonita e adoro livros que tem mapas que mostram os territórios apresentados durante a narrativa, caso eu tenha oportunidade acho que lerei o livro.

    ResponderExcluir
  12. Não é a primeira vez que eu vejo alguém falar que esse livro deve ser lido com calma para melhor entendimento da obra. Quero ler o livro, estou bastante curiosa com o enredo, mas sinceramente, não estou com muita paciência e tempo para uma leitura morosa.

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia o livro e nem o autor,tenho visto muito magia ,mistério,sobrenatural ... na blogosfera não gosto muito do gênero,mas tem história que acho interessante,o mapa é um atrativo a mais para prender o leitor achei legal,mas não leria!

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    O sentimento ao ler a resenha é de angústia pela história, pois deve ser horrível acordar onde o personagem acordo e ainda mais sem se lembrar de nada. Gosto muito de narrativas poéticas e adorei sua descrição sobre a a escrita do autor. Gostei da resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Sem comentários, simplesmente ameeeei **
    Seu blog é tudo o que eu mais amo que é a leitura. Já estou seguindo

    Beijos - Segredos da Adri
    http://segredosdaadri.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá
    Nossa, esse livro parece ser sensacional. Sua resenha me deixou com uma vontade doida de ler e em certos momentos pela premissa me lembrei de Rurouni Kenshin, um anime sobre um samurai andarilho que tem uma marca no rosto.

    Adorei também os mapas que o livro possui, isso só aumentou minha curiosidade com relação a ele. Fui procurar pra saber sobre o preço e ele está por 9,90 na saraiva. Acabei comprando haha xD

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  17. Oi Diana!
    Esse me parece ser um livro bem interessante e intenso, um tipo de leitura que envolve o leitor no mistério da trama, transportando-o direto para o ambiente da história!
    Vi no comentário do amigo acima que está com um preço bacana na Saraiva, com certeza vou adquiri o meu!
    Bela resenha, não entregou spoliler a ainda aguçou a curiosidade de seus leitores.

    Abração.
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Dih, não conhecia o autor e a obra, e no inicio da resenha devo confessar que não curti, me perdi, sei lá.... mas depois fui ficando mais clara e o livro parece ter um tom poético diferente e uma história também bem diferente, ainda mais narrado em primeira pessoa, enfim, no fim fiquei curiosa para saber qual a missão do andarilho. Beijos

    ResponderExcluir
  19. Achei o enredo do livro bem interessante! Ainda não conhecia o autor, mas adoro estórias com elementos sobrenaturais e esta me chamou bastante a atenção, fiquei bem curiosa para saber se ele descobre quem ele é!
    Muito legal o livro possuir mapas no final, deve ser mesmo uma estória cativante que nos faz entrar no livro! :)

    ResponderExcluir
  20. Aposto que essa narrativa poética me deixaria muito mais cansada com a leitura do que você ficou... simplesmente isso não me agrada. Mesmo que você tenha se adaptado e recomende, mesmo que eu tenha achado a história interessante e ame mapas, não tenho interesse em ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  21. Nossa, não sabia que era essa história. Vi várias vezes esse livro em promoção e não dei tanta atenção. Creio que seja um ótimo livro!

    ResponderExcluir
  22. Oi Diana!
    Confesso que fiquei um pouco confusa com a sinopse, mas depois que entendi melhor fiquei mais curiosa pala história... Gosto de histórias sobrenaturais e essa parece ser bem diferente, sem contar que amei os mapas...
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá!

    Conhecia o livro, pelo meu amigo blogueiro, e ele simplesmente odiou este livro e eu fiquei sem motivação nenhuma para ler. Mas você falando que a história é muito boa, já equilibra um pouco as coisas. Mas ainda não pretendo ler, vamos ver se acho mais resenhas positivas. Abraços! http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Pra ser sincera o enredo não me cativou muito, mas me interessei bastante pelo que voce falou da escrita do autor. ADORO essas escritas poéticas que precisam ser degustadas aos pouquinhos =)

    ResponderExcluir
  25. Oi,
    Confesso que nunca me interessei por esse livro, li somente a sinopse e fiquei sem aquela curiosidade pela história, essa resenha é a primeira que leio e já modificou um pouco minha opinião, com tanto elogios só me resta dá uma oportunidade a ele.

    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  26. Já conhecia esse livro. Ainda não tinha visto a diagramação, adorei os mapas. Mapas são um charme e eu sou apaixonada por eles, adoro poder olhar o mapa enquanto vou lendo e entender melhor o caminho dos personagens.
    O enredo parece interessante, vou ver se consigo ler esse livro. Valeu a dica.

    Beijos,
    Bell

    http://contosdoguerreiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Oiee, já vi este livro em algum lugar, só não me lembro aonde kkk, eu já estava um pouco interessado em ler este livro, mas depois de ler do que se trata o livro, perdi a vontade de ler, ultimamente eu ando muito critico com relação aos livros kkk, não me agradou, apesar da capa e da diagramação serem lindas, este eu passo rsrs, Abraços

    ResponderExcluir
  28. Eu tbm li esse livro e adorei! O Marco é um poeta fantástico, e Presas entrou para um dos meus livros preferidos por se tratar de uma história tão complexa e cativante!
    Adorei sua resenha! Relembrei o livro e senti vontade de lê-lo novamente! rsrsrsrsrrs

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  29. Oie flor
    Eu já tinha visto esse livro, mas não sabia da história. Gostei muito da proposta
    do livro e na questão poética eu gosto de narrativa assim, então possivelmente
    eu vou gostar do livro. Parabéns pela resenha, ela esclareceu pontos que me fizeram
    querer o livro.


    Beijos,
    Jéssica
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  30. Oi Di!
    Gostei muito da resenha e do post, ficou muito bonito e bem escrito!
    Gostei da parte: ''A história é muito boa, meu querido autor parceiro Marco de Moraes é um verdadeiro poeta. Digo isso porque de inicio eu me perdi na história, porque não estava acostumada com esse tipo instigante de escrita, parei a leitura por um tempo, mas não por desistência, mas porque precisava de um tempo melhor para degustar as suas palavras poéticas''
    Leria por isso que disse!
    Parabéns para o autor e para vc!
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. T^T Nunca fui muito atraída pela história desse livro, mas vamos admitir que a capa é bonitinha né? U-u

    Mais a resenha tá ótima Dih!

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!