Resenha #51 - A Culpa é das Estrelas - John Green

Título: A Culpa é das Estrelas
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 283

Sinopse:
A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

A história é narrada em primeira pessoa. Hazel a nossa protagonista da vez é uma garota de 16 anos cujo tem  uma doença (câncer) terminal, mas que depois de sofrer muito entre experimentar muitos remédios para controlar, conseguiu encontrar um que não fazia efeito em outros, mas deu certo para ela e com isso conseguiu segurar o câncer, mas antes disso ela sofreu de metástase (significa que o câncer se espalha pelo corpo) e foi até seus pulmões e eles não funcionam normalmente então ela anda para todos os lugares com um cilindro de oxigênio em um carrinho para que o ar chegue em seus pulmões.  

Hazel na visão de sua mãe vivia deprimida sem querer sair de casa, somente assistindo televisão e ela não acha tudo isso certo, normal. Hazel gostava muito de ler e tinha um livro preferido chamado A Aflição Imperial, onde ela passa a história falando desse livro que já tinha lido zilhões de vezes, o que ela fala sobre o livro é que o autor parecia entendê-la melhor do que todos, pois conta a história de uma garota que também teve câncer, mas que morreu. O autor conta em detalhes todo o processo e Hazel sente meio que na pele tudo. Por causa disso a mãe de Hazel meio que a obriga participar de um grupo de apoio, pois ela queria que ela tivesse amigos e que vivesse sua vida da maneira mais normal possível.

Eu: "Eu me recuso a ir ao grupo de apoio."
Mamãe: "Um dos sintomas da depressão é a falta de interesse em participar de atividades."
Eu: "Por favor, mãe, deixa eu ficar vendo America's Next Top Model. Isso é uma criatividade."
Mamãe: "Televisão é passividade."
Eu: "Pô, mãe, por favor..."

É nesse grupo que ela conhece Isaac e ela dizia que ele era o único que salvava o grupo, porque em primeiro momento eles conversavam através de seus suspiros. Mas depois ela conhece o amigo de Isaac, que quando a vê fixa os olhos nela com aqueles olhos azuis turquesas que a deixa totalmente sem graça. Esse melhor amigo é o Augustus  Waters. Ele se encanta imediatamente por ela com seu jeito descontraído de ser e ficam amigos logo de cara e ele a convida para ir em sua casa assistir um filme e de inicio ela não aceita, fica em seu pensamento como ir a casa de uma pessoa que ainda nem conhece direito, mas depois ela resolveu ir pensando em sua mãe, não tinha sido ela mesma que queria que ela se socializasse com outras pessoas? Quando chegaram a casa de Augustus ela se deparou com uma casa estilo colonial de dois andares, quando chegaram ao hall da casa ela encontrou uma placa de maneira com uma frase inspiradora e depois percebeu que a casa toda era assim cheia de frases inspiradoras.

"Amigos de verdade são difíceis de encontrar e impossíveis de esquecer", afirmava uma ilustração acima do cabideiro. "O verdadeiro amor nasce em tempos difíceis", prometia uma almofada bordada na sala de estar cheia de móveis antigos. O Augustus me pegou lendo.
-Meus pais chamam isso de encorajamentos - explicou - Estão espalhados por toda parte.  

Hazel gostou de Augustus e a partir dali a amizade dos dois crescia gradualmente. Mas ela tinha medo. Sabia que essa amizade iria embora quando ela se fosse e ele iria sofrer por isso mais uma vez e ela não queria isso, pois ele já havia perdido alguém que gostava por uma doença terminal. Hazel também temia pelos seus pais que passaram a vida se dedicando a ela, principalmente a sua mãe que não trabalhava para acompanhá-la sempre, para cuidar dela dela melhor. Quando a pessoa estava com esse tipo de doença ela tinha algumas preferências, isso acontecia na cidade onde ela morava e ela tinha o direito a um desejo que se realizou indo para Disney, pelo mesmo daquela forma ela pode aproveitar um pouco a vida que lhe restava, ela sabia que a qualquer momento o remédio poderia perder o efeito e ela iria embora para sempre. Sua mãe sempre preocupada queria saber da relação que ela estava desenvolvendo com Augustos, achava que eles estavam namorando, pois ultimamente pareciam muito ligados e ela queria saber.

-Eu não estou namorando - falei. - Eu não quero namorar ninguém. É uma péssima ideia e uma grande perca de tempo...
-Querida - minha mãe disse. - Qual o problema?
-Eu sou tipo. Tipo. Sou tipo uma granada, mãe. Eu sou uma granada e, em algum momento, vou explodir, e gostaria de diminuir a quantidade de vítimas tá?

Mesmo que ela não quisesse nenhum  relacionamento tipo de namorado, Augustus fazia questão de demonstrar muito interesse por ela. Eles começaram a trocar ligações e SMS, nessas ligações Hazel falava de seu livro favorito A aflição Imperial e já tinha dado um exemplar do livro para que ele lesse também, juntos eles viviam discutindo sobre o livro e as razões que levaram ao autor para escrevê-lo e ela sempre quis saber como terminaria a vida de alguns personagens após a morte da personagem que morreu. Ela vivia meio que fanática para saber disso e os dois conversavam muito sobre isso. No fim Augustus que ainda não tinha realizado seu desejo, resolveu viajar para Amsterdã a cidade onde o autor do livro morava atualmente e ele levaria Hazel com ele. 

Eu estava brincando, Hazel Grace Eu entendo (Mas nós dois sabemos que o o.k. é uma expressão bastante "paquerativa". Ela está CARREGADA de sensualidade.)

Depois que Hazel conheceu Augustus sua vida foi se iluminando aos poucos e passava meio que despercebido, ele era um menino que por causa de um câncer nos ossos (não lembro do nome agora)  havia perdido uma perna e já estava a mais de um ano limpo e por mais que parecesse meio difícil olhar de uma outra forma ele era uma pessoa alegre, descontraída que deixava qualquer pessoa que chegasse perto feliz. E foi exatamente isso que foi encantando a Hazel.



O que eu posso dizer sobre a leitura do livro? Ela flui bastante, mas no inicio achei um pouco cansativa. Eu acredito que fui com muita sede ao pote. Depois que vi o trailer do filme, me subiu aquela vontade imensa de ler de uma vez o livro para tirar logo as minhas conclusões. A história é muito fofa e de uma certa coragem. Conta a história de dois adolescentes que se encontram no meio do caminho se apaixonam e vive uma história a diferença é que eles não são adolescentes normais, eles levam uma vida dura. Uma luta contra um câncer e sobrevive através da ajuda de um cilindro de oxigênio porque o seu pulmão não consegue trabalhar sozinho. E o outro perdeu uma perna devido um câncer nos ossos e trabalhava para que não voltasse. Vendo por esse ponto a história é linda e de superação, consegui perceber que muitas vezes nós reclamamos de barriga cheia ou nos entristecemos por pouca coisa, enquanto outros queria pelo menos um dia feliz e normal. Mas esse somente o meu ponto de vista, se alguém discordar fique a vontade para falar nos comentários.

Só que sinceramente falando eu não achei que a história foi tudo isso como eu ouvi as pessoas falando durante todo o ano de 2013. Achei que fosse me emocionar mais, esperava muito mais e acabei um pouco frustrada. O autor tem uma escrita bem leve e aborda o tema bem, mas achei, senti que faltou um algo a mais que ainda não sei dizer bem o quê. Chorei sim, porque não tem como isso não acontecer, falo isso para as pessoas que são extremamente sensíveis e que se emocionam com mais facilidade do que outras pessoas. No fim achei a história fofa, mas eu achei que o autor poderia terminar de uma outra forma e fiquei com muita raiva de como ele finalizou a história, eu não queria que fosse daquela maneira. Não queria que fosse daquele jeito. Em minha visão terminou meio sem sentido e igual ao livro que Hazel falou durante toda a história. Teve um acontecimento que eu achei desnecessário, que não posso comentar aqui devido gerar spoiler, mas enfim não tenho do que reclamar, por que até que gostei e recomendo para quem gosta do tema. Eu particularmente acho que vou gostar mais do filme, porque no trailer oficial chorei que nem uma criança perdida.



Eu gostei muito do Gus, achei um personagem super incrível... Como não se apaixonar por ele me diz? Achava um charme quando ele colocava o cigarro apagado, só para dizer que fumava sem fumar. Aquilo me encantou. E o modo como ele trata Hazel, a sua maneira de ver as coisas e sempre encontrar um lado positivo para transformar a cada dia que se passava melhor. Nossa nisso eu tenho que parabenizar o autor porque o personagem foi bem construído. Hazel me encantou por toda a sua luta, as vezes eu conseguia entender o seu pessimismo e o fato de se preocupar com seus pais no momento em que ela fosse embora de vez.

Em minha visão o trabalho da editora Intrínseca está de parabéns como sempre, pois a diagramação está excelente, a capa do livro é linda e bem trabalhada. As páginas são amareladas e a fonte está em um tamanho perfeito para uma leitura boa e de qualidade. Eu gosto desse trabalho que a editora faz com os livros, por isso que as vezes eu acho que seus livros tem um preço salgado.

[...] -Mas, Gus, meu amor, você não imagina o tamanho da minha gratidão pelo nosso pequeno infinito. Eu não o trocaria por nada nesse mundo. Você me deu uma eternidade dentro dos nossos dias numerados, e eu sou muito grata por isso.

Bom pessoas por hoje é só.
O que acharam de minha resenha? Por favor, deixem seus comentários.
Desejo a todos uma ótima semana...
Xero no coração.

 photo participedotopcomentarista1.png

49 comentários

  1. Parabéns pela resenha!
    E u mal posso esperar em junho o lançamento do filme,já li o livro emocionante lindo e envolvente,amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estou muito ansiosa pelo filme... :D

      Excluir
  2. Oie, até hj não li esse livro, e venho passando ele pro fim da fila sempre. haha
    sou do contra
    njos
    www.letrasdesonho.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade nem é que vc seja do contra... eu também fiz isso... mas é que depois do trailer não resisti rsrs.

      Excluir
  3. Minha querida amiga Diana !!!

    Perdoe-me a ausência, mas tenho estado
    Com pouco tempo e um sem números de amigos
    Para visitar. Estou tentando equacionar isso, mas
    Não a esqueço. Você é uma amiga especial.
    Passando para deixar o meu abraço e carinho,
    Desejando-lhe uma linda Terça-feira e
    Maravilhosa semana.
    Belíssima resenha. Às vezes uma história ou
    fato, não termina como gostaríamos, mas são
    válidas, mesmo porque, fazem parte da vida.
    Beijos de luz !!!!!

    POETA CIGANO – 11/02/2014

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E fica tranquilo, eu sei bem como é fazer as visitas nos blogs eu mesma enrolo muito... porque são tantos... costumo visitar os blogs dos comentários... depois eu vou nos parceiros... mas mesmo assim são muitos e a gente se perde um pouco mesmo.

      Xero

      Excluir
  4. oi,
    eu também chorei muito lendo esse livro, chorando horrores.... eu sei que eu fui umas das pessoas que ficou 2013 falando como esse livro é bom, acho q sempre que as pessoas falam mto vamos com uma expectativa mto alta no livro, oq pode nos decepcionar. Sinto msm q vc n tenha atendido suas expectativas e vc n tenha gostado do final. Acho q n era oq ngm esperava, sem falar que é muito triste... mas eu já vive a experiência de ter alguem proximo com essa terrível doença sei q o final pode ser assim triste, apesar de q preferia um final feliz nesse livro!
    Gus realmente encantada a tds n é mesmo, n tem como n adora-lo :3
    tem postagem nova no blog
    espero sua visita
    bjinhus

    -TÍTULOS DE LIVROS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim claro que um final feliz seria legal... mas não era um final feliz que eu esperava... e sim um final ao contrário se é que me entende... Mas enfim rsrsrsrs. Xero!

      Excluir
  5. O problema é que as pessoas falam muito desse livro e quem não leu ainda, tem muita expectativa e acaba se decepcionando um pouquinho. Eu li assim que lançou, achei tudo isso e mais um pouco, me marcou mesmo. Por isso evito livros muito falados!

    beijos
    Bia - Livro do Dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então na verdade eu só li o livro porque não queria ficar perdida no filme e nem ligo quando ele é muito falado ou não rsrsrsr Mas concordo com vc no ponto que a gente vai mesmo com muita expectativa quando um livro é muito falado... Xero!!!!

      Excluir
  6. Li ACEDE e também não gostei taaanto como muitas pessoas e nem chorei. Achei a história Ok, talvez estivesse com altas expectativas por causa do que todos estavam falando.
    Odiei o final. Não gosto quando o livro termina do jeito que terminou...
    Também acho que vou gostar mais do filme =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Pamela eu achei que terminaria bem ao contrário...rsrsrs achei que é por isso que o final me frustrou, mas não que eu quisesse um final feliz... mas enfim se eu continuar conto spoiler para quem ainda não leu... Xero!!!

      Excluir
  7. Oi Dih!!!!! Estava com saudades daqui!!!
    Confesso que também tive a mesma impressão que você teve, realmente fui com bastante sede ao pote. Mas, o que eu mais gostei mesmo foi a história que não é tão convencional em livros, o autor soube criar um romance forte sem ser shakespeariano, foi drama na medida certa. A lição de vida que o livro nos traz é encantadora, depois da leitura fiquei refletindo sobre várias coisas...Estou ansiosa pelo filme...Sua resenha está ótima! Bjs flor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim a história de vida que é abordada realmente nos faz pensar nas coisas e refletir... isso sim tem um certo ensinamento... Mas por mais que seja um pouco diferente eu ainda achei a história meio que normal. Claro que foi tudo muito fofo... e apesar de não gostar do final claro que ficou uma lição... Xero!!

      Excluir
  8. Olá minha flor, tudo bem com você?Olha eu tenho o livro aqui faz um bom tempo, estava muito - ou melhor, estou - ansiosa para ler, mas sempre que olho pra ele, não me vejo ainda preparada. O meu medo é esse, de ler e sentir que o livro não é bem o que eu imaginava, ou falavam. Como você mesma disse, foi com muita sede ao pote e acabou que ficando frustrada com a historia.
    Sim, eu vou ler este livro, mas não agora, assim que tiver passado todo esse fuzue e a ansiedade, eu o pego e leio, assim ao menos não estragarei a leitura.
    Sobre chorar com o livro, nossa eu tenho toda certeza de que chorarei e muito, pois sou muito emotiva, então quando o pegar vou me preparar. Shuashuahsua
    Di, eu adorei sua resenha, obrigada por não soltar a ponta em que vc não gostou pois seria mesmo um spoiler e isso estraga a leitura de qualquer um.
    Como disse, adorei a resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    http://www.sanguecomamor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Ana saudades flor.
      Eu estou bem... ando meio ansiosa.... mas nada demais...
      Não adianta... por mais que você espere ainda ficará com expectativas e quando começar a ler (posso estar enganada) vc vai meio que entender o que eu senti... Claro que gostei da história, mas esperava bem mais... achava que fosse me emocionar muito mais... rsrsrsrs
      Eu tive que me conter... quase soltei um spoiler daqueles.... Xero!!!

      Excluir
  9. Como vai Diana?
    Esse é um livro que também não superou minhas expectativas, ficou bem abaixo na verdade. Um bom livro, uma linda história, mas na minha opinião superestimado demais. Todas as resenhas que eu lia sobre ele, exaltavam essa história e o autor ao status de "livro e autor da minha vida" tanto que cedi a curiosidade e resolvi conhecer, e como eu disse bom livro, mas nada de extraordinário, bom autor e nada de extraordinário também e um ponto negativo que ressalto desse livro, foi a forma negativa e depressiva que o autor lida com o câncer muitas vezes na visão da protagonista Hazel. Bem ainda quero ler outros livros do autor, mas bem mais para frente, pra ter uma avaliação melhor.

    Abraço
    Claudinei Barbosa
    http://resenhandoecontando.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Claudinei...
      Exato... concordo em tudo que vc disse... Eu cedi a minha curiosidade e não encontrei todo aquele encantamento que eu via nas resenhas de outros blogs... ai quando comecei a leitura já fui meio que me cansando sabe... Mas é como vc disse a história é boa e o autor foi bom nessa escrita... Um livro do autor que eu tenho muita vontade de ler sem tantos murmurinhos é cidade de papel... mas vou ler bem mais para frente.... Xero!

      Excluir
  10. Olá
    Faz tempo que li esse livro, acho que vou reler quando surgir um tempinho!
    Discordo de você um pouquinho, pra mim foi ao contrário, começou legal e instigante (foi ali que John Green me ganhou, naquelas apresentações, naquele diálogo dos dois) e depois ficou um pouquinho cansativo, mas no geral eu gostei bastante. Fico meio triste que suas expectativas não foram supridas (eu tenho até um pouco medo disso e nem leio sinopses, mas as vezes é impossível, todo mundo falando desse livro!)
    Eu estou ansioso pelo filme que embora tenha seu elenco criticado eu o achei apropriado.

    Abraços!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu terminei gostando do elenco do filme Matheus... Na verdade só não tinha gostado do ator escolhido para o Gus... mas diante do trailer... achei que ele atuando ficou ótimo... eu apesar de não ter achado o livro essa coca cola toda... adorei o trailer e estou muito ansiosa pelo filme...

      Excluir
  11. A Culpa é das Estrelas é um romance muito fofinho e curto. Gosto muito dele, mas as pessoas dão mais crédito a ele do que o merecido. Eu fui ler achando que seria o livro mais marcante da minha vida e no final descobri que ele só era um romance muito lindo mas que não era lá essas coisas todas. Quanto ao trabalho da editora, concordo plenamente com você de que foi muito bom. A intrínseca nunca decepciona.
    Ótima resenha, parabéns.
    Bjokas
    nerdworldofgirl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Karol a minha frustração foi exatamente isso... fui ler com muita sede ao pote porque todos falavam que era o melhor livros de suas vidas, que você teria que ler antes de morrer, mas mesmo assim fui adiando... mas diante do trailer não tive como resistir... Xero!

      Excluir
  12. Oi flor.

    Uma pena que ficou abaixo do que você esperava, mas um livro tão comentado né... As expectativas podem atrapalhar muito. Eu amei e me encantei pela história, virou um favorito.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então realmente depende do ponto de vista mesmo do leitor né flor... uns amaram e outros menos... Eu gostei do sentido da história... mas não me encantou como eu achei que fosse acontecer....

      Excluir
  13. Oi amigaa..
    Poxa, quero muito ler o meu, e ainda está emprestado para minha prima.
    Mas já pensei se me sentiria frustada lendo ele, de tanto que o povo fala e toda minha expectativa para ler. Que pena que não se emocionou mais.
    Todos dizem que é um romance muito fofo, e não duvido que as história seja linda. Mas as vezes acontece de tocar mais algumas pessoas e outras nem tanto.

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como você consegue lê emprestar o livro antes de ler??? Eu não faria isso de jeito nenhum rsrsrsrs. Primeiro eu leio e somente depois eu empresto.... o prazer da primeira leitura tem que ser meu... eu sei que é um pensamento egoísta, mas enfim... rsrsrs

      Excluir
  14. Eu não tinha vontade de ler A Culpa é das Estrelas, acho que não estava afim de ler mais um sick-lit, mas ouvi tantos elogios e tenho duas amigas que são apaixonadas pelo livro e que vivem me mandando lê-lo e como o filme será lançado em breve resolvi reunir todos os motivos para ler essa obra (sem falar que já li outro livro do Green e gostei) e enfim, ACEDE será a minha proxima leitura e espero gostar pq se não vou me decepcionar bastanto já que tenho altas expectativas com esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então eu se fosse vc ia sem expectativa para tentar se surpreender, porque comigo foi ao contrário. Eu gostei sim... a história até te prende... mas não foi aquilo tudo que eu esperei... fora que detestei o final....rs

      Excluir
  15. Olá, Dih!
    Também vi muita gente falando deste livro no ano passado e a gente pensa mesmo que é algo extraordinário! Achei uma pena você ter ficado um pouco frustrada com a leitura, eu ainda não li, mas pela quantidade de pessoas que recomendam, pensei que era tipo o melhor livro rsrs
    Mas deve ser questão também de gosto! Bem, eu adorei a resenha e acho a estória bem interessante, deve ser muito emocionante mas não pretendo ler por enquanto, acho que não é muito meu estilo! :)
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então eu li porque muita gente falou sim... mas adiei bastante eu queria esperar o burburinho... mas nunca iria cessar antes do filme estrear...

      Excluir
  16. Ainda não li o livro e pretendo lê-lo em breve, sei que talvez também não ache a estoria e o desenrolar dela tão perfeita quem nem vem se comentando sobre ele, mas mesmo assim tenho uma enorme curiosidade de saber oque encantou tanta gente *--*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história em si é super bonita e encantadora...

      Excluir
  17. Oieee, eu tenho esse livro na minha estante e quero ler ainda este ano, mas estou com medo de acontecer como aconteceu com você, pois um amigo meu tbem leu e disse que não achou aquilo tudo não, o pessoal falou muito do livro, e eu tenho medo de não gostar tanto assim kkk, otima resenha, abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada...
      Então por isso que eu adiei o quanto pude... porque quero sim assistir o filme, mas somente depois de ter lido o livro.... então parei de adiar e li logo... mas achei uma historia bonita que encanta, mas nada demais para ter sido tudo isso.

      Excluir
  18. Oi Diana!
    Já faz um tempinho que li ACEDE e agora estou esperando pelo filme... Gostei bastante da história e me emocionei, apesar de ter ficado decepcionada com o final.
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final foi arrasador... ainda bem que pensou o mesmo.... quando uma amiga me disse que eu não iria gostar ela acertou porque já me conhece e depois eu quis bater nela por não me falar como seria kkkkkkkkk

      Excluir
  19. Awwn que resenha maravilinda *u* | Eu também fiz uma fiz uma resenha deste livro no meu blog o Colecionadora de Cultura, mas não ficou tão boa por inexperiência. :s

    http://colecionadora-de-cultura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas nada que você não possa mudar Maby eu quando comecei o meu blog tive que fazer muitas pesquisas a fim de aprender mais... sei que vc vai conseguir também... Xero!

      Excluir
  20. Olá Diana,

    O que eu posso falar desse livro? Que eu quero muito ler ele, fico me achando um ET, por ainda não ter o lido, mas em breve essa realidade irá muar, pois minha amiga vai me emprestar e eu vou ler ler, e cada resenha que leio só me sinto ainda mais apaixonada por eles dois Hazel e Gus, muitos dos meus amigos já me deram spoilers, e eu tento me esquecer sempre, a única coisa que eu sei é que eu vou chorar muito, sou muito chorona então vou comprar uns lencinhos, também, e em Junho é o filme? Nossa daí vai ser uma crise de choro, quero assistir juntos com meus amigos seria uma forma de economizar lencinhos, na hora de assistir, a resenha só me deixou ainda com mais vontade de ler e roendo as unhas para chegar dia 17.

    Mayla
    http://meulivromeutudo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Jura que você acha que os livros da Intrínseca têm um preço salgado? Eu encontro ótimas promoções da editora, a maior parte dos livros dela que tenho comprei por 10 reais, nenhum custou mais de 20... hehe... Sou louca pra ler esse livro, Di, acho que vou me acabar de tanto chorar, preciso me preparar psicologicamente pra leitura! rs... Gosto de livros que são narrados em primeira pessoa, mas não sei como será acompanhar a Hazel vivendo uma situação dessas.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  22. ADORO resenhas sóbrias como essa que não ficam idolatrando e endeusando um livro sem nenhum embasamento teórico. Eu peguei tanta raiva dessas pessoas que ficaram fazendo um escarcéu com os livros do John Green que nunca li nenhum até agora, mas tenho certeza que quando ler vou ter a mesma opinião que você
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi Diana.
    Bom como eu fui sem grandes expectativas ao livro, eu amei, e me envolvi demais na história.
    Também não me emocionei tanto assim, pelo contrário a ironia de Gus e a forma como ele procurava levar a situação que estava vivendo me encantou e rir com ele mais do chorei.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  24. Oiee Di =)
    legal vim aqui ler a tua opinião sincera sobre o livro, e sinceramente acho que irei me sentir como você quando estiver lendo, vou gostar, porém não vai ser tudoooooooo isso que a blogfesra falaram e não é que eu seja sempre do contra, mas sou seletiva mesmo. rs
    beliscões

    ResponderExcluir
  25. Oi Di!
    Adorei a resenha, vc escreve super bem! Adoro acompanhar! E EU amoooooo esse livro! Gus é o meu xodó!! Eu chorei riusssss lendo esse livro e ele me tocou de um modo muito bonito!
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Amo esse livro. Me emocionei muito quando o li. Eu não dava nada por ele quando o ganhei num evento, mas ele é incrível.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos

    wwww.eraumavezolivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Ainda não li ao livro. (E devo ser a única deste planeta) mas isso esta prestes mudar, pois já o peguei emprestado com uma amiga e pretendo ler em breve.
    Sei que o livro é triste, aborda um tema, ao meu ver, delicado, que o autor parece ser genial, mas não estou com expectativas muito altas, pois posso não ser igual a todo mundo e odiar o livro. Pode acontecer, quem sabe?

    ResponderExcluir
  28. Oi Dih, A Culpa é das Estrelas é muito divo, parabéns pela tua resenha... chorei muito lendo, achei uma história linda, com altos e baixos, bem baixos ): mas onde os dois jovens conseguem viver sabe, aproveitar o que resta, e ter a felicidade que merecem. Acredito que todos gostariam de mudar o final, mesmo eu tendo achado bem correto, mesmo com muita tristeza ): e não, não está tudo okay ):
    Enfim, a capa é diva, em todas as edições, o autor caprichou em tudo, palavras, pensamentos, personagens, enfim, é belíssimo o conjunto da obra.
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Não li esse livro ainda, sei do filme também, mas não sei quando vou ler e quando vou assistir (após lançado). É difícil não esperar muito quando todos os meios de comunicação que leio, assisto fala algo sobre. Então, para aproveitar melhor prefiro esperar até tudo se acalmar. E foi bom saber que não é tudo como tantos falam. Sei que deve ser daqueles bem triste. Isso sim! Mas, penso como você: "muitas vezes nós reclamamos de barriga cheia ou nos entristecemos por pouca coisa, enquanto outros queria pelo menos um dia feliz e normal." Você tirou as palavras de minha cabeça, sempre penso nisso.

    ResponderExcluir
  30. Não acredito que vc leu ACEDE agora????? Esse livro é perfeito neh???? Aiai!!!! Tbm chore rios.... normal....
    Linda resenha, sinceridade sempre!
    Adorei as imagens.... copiando vio! kkkk

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!