Resenha #10 - Cidade dos Ossos - Cassandra Clare


Resenha Cidade dos Ossos
Titulo: Cidade dos Ossos - Vol.1 
(Os instrumentos mortais)
Autora: Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Paginas: 462

Sinopse:
Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria. 

“- Aquelas garotas do outro lado do vagão estão encarando você. Jace deu um olhar afetado. - Claro que estão. – ele disse – Sou extremamente atraente”

Começar falando desse livro é algo fácil e extremamente prazeroso. Após House Of Night e Estilhaça-me essa foi a saga que mais amei ler. Cassandra Clare foi magnífica em cada detalhe desse livro. Em cada pedacinho dele e eu pude sentir tantas sensações juntas e misturadas que a há muito tempo não sentia ao ler um livro com tanta aventura, romance e magia.

O Livro começa quando Clary  uma garota de 15 anos que mora em New York com a mãe uma pintora de quadros resolve sair com seu melhor amigo Simon eles se conhecem desde de sempre e tem uma amizade muito linda de se ver. Eles  vão a uma boate chamada Pandemônio e lá que as coisas começam a acontecer, eu me surpreendi com o inicio do livro fiquei tentada, abismada e com muita vontade de continuar a ler e foi o que eu fiz. Clary vê um grupo de pessoas esfaqueando outra, mas o detalhe é que somente ela vê isso e ninguém mais e ela quase enlouquece com essa situação porque ao mesmo tempo que fica apavorada pelo garoto esfaqueado, fica impressionada com as três pessoas que fazem isso. Ao mesmo momento em que seus olhares se cruzam algo ali acontece entre Clary e o garoto loiro, com um olhar marcante e que depois ela fica sabendo que se chama Jace e que ele não é um simples garoto de 17 anos. Ele é um nefilin, um caçador das sombras.

“(…) - Eu não li suas folhas de chá, menino? Por acaso você já se apaixonou pela pessoa errada?
Jace disse:
- Infelizmente, Dama dos Refugiados, meu único verdadeiro amor permanece sendo eu mesmo.
Dorothea sorriu desdenhosamente ao ouvir isso.
- Pelo menos - ela disse -, você não precisa se preocupar com rejeição, Jace Wayland.
- Não necessariamente. Eu mesmo às vezes me dispenso, só para manter as coisas interessantes.”


Ouvi algumas críticas negativas tipo “o livro é parado” me desculpem, deixo aqui a minha opinião de que o livro pode ser tudo menos parado, eu não conseguia parar de ler, as vezes mesmo quando eu estava cozinhando no intervalo de o arroz secar eu corria e lia umas três página porque simplesmente eu não conseguia parar e nem quis parar.

Assim que Clary volta para casa assustada pelo telefonema de sua mãe ela é atacada por um demônio e com seus meios e fins urgentes consegue matá-lo deixando Jace totalmente impressionado com essa sua capacidade. No meio de toda essa loucura Clary acaba descobrindo que sua mãe não era totalmente humana como aparentava ser e que nem ela era também. Com isso e por estar correndo perigo ela é obrigada a ir com Jace até o instituto onde os caçadores das sombras vivem e onde mundanos como eles chamam os humanos não podem entrar. Jace explica rapidamente a Clary que eles matam demônios, vampiros, lobisomens, enfim seres sobrenaturais que ofereçam perigo.

Clary se vê perdida entre o real e irreal ao mesmo tempo. Que tudo que viveu não passava de uma grande mentira que até Luke aquele que ela considerava quase como um pai também mentiu e somente sua amizade com o Simon era verdadeira, que era a única parte boa dessa história toda e que mesmo com tudo isso ela se encontrava  ainda com uma atração irresistível pelo garoto loiro, aquele do olhar marcante e será que ela estava se apaixonando por alguém que ela havia conhecido a poucos dias? Será que ela ficaria com ele mesmo magoando os sentimentos de seu melhor amigo? Tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo na vida de Clary que ela jamais pensou que aconteceria em nenhum momento de sua vida.


“Se você está irritado, apenas diga que está. Não aja como se nada nunca o atingisse. Parece até que você nunca sente nada..”

Antes de comprar esse livro eu já o tinha visto várias vezes na livraria e pela capa e o nome confesso que nunca me bateu o interesse apesar de eu achar as capas lindas, mas depois que uma amiga minha Jaqueline né Jaque? Falou tanto desse livro que não resisti e comprei e confesso me arrepender de não ter comprado bem antes, mas tudo bem o que importa foi que eu comprei e li com muita sede ao pote rsrs. Mas jamais posso deixar de ressaltar o quanto Cassandra foi magnífica na construção dessa história de como as coisas que pareciam não ter tanto sentido no decorrer da leitura fizeram tanto sentido e quanto mais eu chegava no final do livro mais eu me sentia sem ar, roia as minhas unhas e praticamente da forma literal arrancava meus cabelos e quando terminei de ler fiquei em estado de choque com as descobertas e louca para ler cidade de vidro. Eu já li rsrs outro dia eu coloco a resenha aqui.

Quero dizer que super recomendo essa leitura, pois é fascinante e maravilhosa, cada segundo que li foi um dos momentos mais marcantes que tive durante a leitura de um livro.

Xero e até a próxima!!!

Resultado do Sorteio do livro A Hospedeira com o marcador de página personalizado.


Esse foi o número sorteado e quem foi o felizardo????


Parabéns Marcus Caldas você foi o sorteado!!!
Você tem até 2 dias úteis para me mandar um email com seu endereço completo.
Se isso não acontecer farei um novo sorteio.
Email: diana.canaverde30@gmail.com.
Ao receber seus dados você receberá seu prêmio em até 30 dias.
Até a próxima!!!
Xero!



Resenha #9 - Estilhaça-me - Tahereh Mafi



Titulo: Estilhaça-me
Editora: Novo Conceito.
Pagina: 302.
Autora: Tahereh Mafi

Sinopse:
Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro. (sinopse retirada do skoob).


“Passei minha vida dobrada entre as páginas dos livros.
Na ausência de relacionamentos humanos, criei laços com as personagens de papel. Vivi amor e perda por meio das histórias enredadas na história; experimentei a adolescência por associação. Meu mundo é uma teia entrelaçada de palavras, amarrando membro a membro, osso a tendão, pensamentos e imagens todos juntos. Sou um ser composto de letras, uma personagem criada por frases, um produto da imaginação fabricado por meio da ficção.”


Esse livro me chamou a atenção pela capa, pode parecer simples, mas eu amei. Junto também com a frase inicial: “Meu toque é letal. Meu toque é poder.” Achei perfeito principalmente pelos riscos que é como se ela estivesse escrevendo um diário. Ler  esse livro foi muito viciante li em três dias e se eu não tivesse tantas tarefas para fazer durante o meu dia acho que teria lido em um só dia. Cada frase lida era um momento de tensão em minha vida. Quando eu não conseguia ler eu ficava louca pensando nas próximas paginas no que ia acontecer. Definitivamente foi o melhor livro que li em 2012.

“A lua é uma companheira correta. Ela nunca se vai. Está sempre lá, observando, constante, reconhecendo-nos em nossos momentos de luz e escuridão, em constante transformação, assim como nós. Todos os dias uma versão diferente dela mesma. Às vezes fraca e lívida, noutras forte e cheia de luz. A lua compreende o significado de ser humano.”


A história já começa com Juliette uma garota que nunca foi normal, nunca soube o que seria tocar em alguém até tocar. Quando seus pais descobriram o que ela era capaz de fazer simplesmente a abandonaram de uma maneira muito pior que a jogando em qualquer lugar. Eles nunca a trataram bem, simplesmente a ignorava rezando quando eles iriam se ver livres da aberração que haviam colocado no mundo e ela cresceu com aquele sentimento de desprezo. A sua infância também não foi das melhores ela também era rejeitada pelos colegas e motivo de piadas de outros, menos de um. Quando o restabelecimento levou Juliette foi um alívio imenso para seus pais. Juliette acha que isso que acontece com ela é uma maldição uma doença horrível que ela teve o azar de contrair. Não posso deixar de ressaltar que estou adorando esse tipo de leitura uma mistura de romance com ficção científica que me deixa de pernas bambas e fascinada.

“Mas é quase impossível superar a gravidade quando ninguém está disposto a lhe dar a mão.”

Eu achei bem extenso todo o contexto com o que se passa na terra nessa história bem contada pela Tahereh  onde as florestas se resumem a árvores espalhadas em pedaços nos lugares o chão possui um tom de amarelo meio mórbido. Os animais morrendo de fome, as pessoas definhando aos poucos com doenças, escassez de comida, falta de água tudo isso porque quase todos se deixaram levar por um governo que prometeu mundos e fundos de paz e alimento. E no meio de tudo isso estava Juliette que viveu alguns anos da implantação do restabelecimento e depois foi esquecida em um manicômio com regras estranhas e fétido.


Adam um misterioso, uma lembrança de infância, uma tentação, um lamento, um absurdo. Nossa nem sei como falar dele eu simplesmente o adoro, ele entrou sorrateiro e foi ganhando uma importância tremenda em toda a trama de Juliette, mas também tem o Warner o belo tipo físico e ambicioso que deseja Juliette acima de quase qualquer coisa, ele tem um fascínio forte por ela porque sabe de coisas dela, de alguns segredos e deseja usa-la para seus intuitos também. Durante a leitura tive a percepção de que pode acontecer um verdadeiro triângulo amoroso, mas só saberei disso mesmo lendo liberta-me e tenho que aproveitar para dizer que estou muito ansiosa e nervosa só de pensar começo a roer o que não tenho mais de unhas rsrs.

Enfim amei ler esse livro, amei a história que a autora começou a abordar e como ela está se desenrolando. Eu super recomendo essa leitura maravilhosa que faz você sentir na pele alguns acontecimentos, te dá um frio na barriga pelo desespero de Juliette e te faz sentir calor quando ela fala de Adam. É perfeito. É maravilhoso e eu não tenho mais palavras para expressar tudo que senti com essa leitura só a sensação de quero mais e logo logo terei Liberta-me em minhas mãos.

Xerim! 


A noite maldita: As crônicas do fim do mundo!


Olá queridos e queridas...

Passeando pelo blog do meu querido autor André Vianco confirmei a data de lançamento do livro será dia 02/04/2013!!! Mais que perfeito ein!
E para quem é fã do autor e de seus livros, também tenho aqui comigo duas datas de lançamento e noite de autógrafos em duas cidades, vejam a programação:

Dia 7 - domingo - 17hs - Livrarias Curitiba - Shopping Aricanduva. Endereço: Avenida Aricanduva 5555
Dia 6 - sábado - 19hs - Livraria FNAC Av. Paulista. Endereço: Avenida Paulista 901.


Então que mora nessas cidades e desejam conhecer ou rever o autor pode correr. Beijinhos lindos para todos e logo logo comprarei o meu. Xerim em todos!

Resenha #8 - A Viagem do Tigre - Colleen Houck





Titulo: A Viagem do tigre.
Autora:  Colleen Houck.
Páginas: 494
Editora: Arqueiro.

Sinopse:
Perigo. Desolação. Escolhas. A eternidade é tempo demais para esperar pelo verdadeiro amor? Em sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores.Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia.
No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos.
Em A viagem do Tigre, terceiro volume da série A Saga do Tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada emdireção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.

"Não posso simplesmente ligar e desligar meus sentimentos como se fossem um interruptor"

Bom em primeiro lugar vou dizer que adorei esse livro e a riqueza dos detalhes. Claro mais uma vez em alguns momentos quis bater na Kelsey com as suas decisões perdidas e inseguras, mas fiquei com dó dela em algumas situações também.

O livro começa com o sofrimento de Kelsey pela falta de lembrança que Ren tem dela, pelo desprezo que ele sente quando ela chega perto, aquilo faz sangrar  seu coração, faz com que ela sinta um aperto imenso dentro de seu peito e apesar de estar obvio que foi uma escolha ela custa a perceber isso.

O terceiro livro da saga traz novas aventuras e descobertas, corações partidos e  renovados, seu lado de humor e tristezas, mais mitos, mais superação e muito mais romance e mistérios a serem desvendados. Confesso que esse livro me fez viajar em um mundo de fantasia real e irreal ao mesmo tempo e pode até parecer bobagem e me desculpem se acharem isso, mas me lembro de Indianna Jones rs. 



"Está se esquecendo de uma coisa, iadala. Amor não é uma consequência. Amor não é uma escolha. Amor é uma sede – uma necessidade tão vital para a alma quanto água é para o corpo. Amor é um gole precioso que não só alivia a garganta seca, mas também vitaliza um homem. O fortifica o suficiente que ele está disposto a matar dragões pela mulher que o oferecer. Tire esse gole de mim, e eu me reduzirei a pó. Tirar isso de um homem quase morrendo de sede e dá-lo a outro enquanto ele assiste é de uma crueldade que nunca imaginei que você fosse capaz."

Esse livro foi recheado de citações, de belas palavras e poemas lindos, adorei tudo que Colleen colocou nesse livro, adorei a escrita e a riqueza dos detalhes como sempre, eu a admiro muito por essa saga, fico imaginando quando ela terá uma outra ideia de saga tão maravilhosa e mágica como essa. Eu não falo isso assim do nada eu simplesmente adoroei tudo que ela escreveu. Aprendi a gostar dos apelidos na língua indiana que Kishan e Ren dão para Kelsey, gosto do jeito que o senhor Kadam fala tanto com Nilima e a Kelsey. O respeito e o amor o cuidado. Simplesmente gostei de verdade.

"Não ensine o desprezo aos seus lábios, eles foram feitos para beijar, não para desprezar"


Na busca para decifrar a terceira profecia de Durga Kelsey se sente feliz mesmo com toda a dificuldade do contato entre ela e Ren, ele termina se apaixonando por ela mesmo com esse  empecilho. Desta vez eles vão pelo mar, em um iate mega lindo e luxuoso e com uma pequena tripulação, mas nesse caminho vem um belíssimo instrutor de mergulho, mas essa Kelsey é mesmo sortuda rodeada de homens belíssimos. Então eu fiquei desconfiada dele achando que pudesse ser um espião de Lokesh, mas não, era apenas o instrutor charmoso e lindo. Eles irão atrás dos 5 dragões e confesso que em alguns momentos eu fiquei sem ar devido as coisas que aconteceram nessa busca.

"-Então você quer ser minha amiga?
- Quero. Sem pressão, sem lágrimas, sem lembretes constantes de coisas que você se esqueceu, sem nada. Vamos apenas recomeçar. Do zero. Vamos aprender a ser amigos e a nos dar bem apesar da sua vontade de sair correndo. O que me diz? - Eu limpei a mão num guardanapo e a estendi. - Temos um acordo?
Ren refletiu, sorriu e apertou minha mão."


Enfim simplesmente fiz uma verdadeira viagem mesmo. Desta vez os três tiveram que ir juntos, mesmo com o coração partido de Kelsey porque Ren preferiu terminar com ela,  devido perceber que não pode salva-la. Mesmo sem ele saber como lembrar do que ativou a perda de memória, mesmo com as investidas de Kishan, mesmo com todas as dificuldades e tentações que aparecem ao longo do caminho deles, enfrentar o que eles enfrentaram, passar pelo que passaram. Valeu a pena cada detalhe que li,cada palavra e mensagem passada. As comidas típicas, os detalhes das riquezas. A personalidade de cada dragão e o lado cômico da história. Estou impressionada e admirada com tudo e muito ansiosa pelo o quarto livro O destino do tigre.

"-É bem triste sentir a ausência de quem amo quando ele esta no mesmo lugar que eu."

Então para terminar eu posso dizer com toda a felicidade do mundo que super recomendo a leitura desta saga com louvor, pois foi maravilhoso poder conhecer mais sobre a Índia, conhecer mais sobre essa cultura rica de mitos e histórias incríveis. E assim que eu ler o quarto livro deixarei aqui minha resenha.


E Agora para vocês já segue a capa divulgada do quarto livro da saga:


Sinopse:
Com três profecias da deusa Durga solucionadas, agora resta apenas uma no caminho de Kelsey, Ren e Kishan para que a maldição seja quebrada. Mas o maior desafio do trio os aguarda: A busca pelo ultimo presente de Durga – A corda de fogo – nas Ilhas Andaman situadas na Baía de Bengala. Uma busca que ameaçará suas vidas. É uma corrida contra o tempo e o malvado feiticeiro Lokesh – neste ansiosamente aguardado quarto livro da série A Maldição do Tigre – colocará o bem contra o mal, testará laços de amor e lealdade, e , finalmente revelará o verdadeiro destino do Tigre, de uma vez por todas.

Estréia prevista para 11 de Abril de 2013

Xerim! :)


Capa do Livro: O Círculo Secreto - O Poder


Sinopse - O Poder - Círculo Secreto - Volume 3 - L. J. Smith


Unida com Diana, Cassie deve sacrificar seu amor por Adam para salvar o Círculo Secreto e a cidade de New Salem por poderes sombrios da bruxa Faye. Ameaçada pela possibilidade de sua destruição na batalha final entre o bem e o mal, Cassie espera que seus dons sobrenaturais sejam fortes o suficiente para destruir as forças do mal. Se vitoriosa, Cassie ganha mais do que sempre sonhou. Mas se falhar e Diana cair, o Poder vai para as mãos daqueles que só procuram destruir. (Sinopse retirada do skoob).

Para quem acompanha essa saga ai está a nova capa... eu particularmente adorei essa cor... fora que é bem gostoso pegar nas capas dessa saga são bem bonitas mesmo, fico imaginando esse volume nas minhas mãos... Não vejo a hora de lançar para eu comprar... 

Xero!

Resenha #7 - O Resgate do Tigre - Colleen Houck


Título: O Resgate do Tigre
Autora: Colleen Houck 
Editora: Arqueiro 
Páginas: 430

Sinopse:
Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d'água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O Resgate do Tigre, a aguardada sequência de A Maldição do Tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página. (Sinopse retirada do Skoob)


“Só porque você não pode ver a estrela, não significa que ela não esteja lá. Talvez esteja oculta da visão por um tempo, mas pode ter certeza de que ela ainda brilha em algum lugar.”


Bom não é segredo para ninguém o quanto eu amo essa série e ela foi apresentada para mim pela minha queridíssima amiga Verônica Nielsen, obrigada amiga. Essa a sequência de A maldição do Tigre um livro que eu li com tanta fome que achei que quando acabou senti meu coração vazio, mas o fato de saber que teria a sequência fiquei mais tranquila e estou aqui para deixar minha resenha do que eu achei sobre tudo, mas deixando claro que eu sou bem suspeita em falar porque amo demais essa saga.


“Errar é o que nos torna humanos. É assim que aprendemos. Minha mãe sempre dizia que cometer um erro não é ruim. Ruim é se recusar a aprender com ele a fim de não repeti-lo.”


Apesar das qualidades da Kelsey em ser corajosa e fazer de tudo que está ao seu alcance para ajudar os tigres, ela também consegue me deixar irritada com a sua insegurança e falta de amor próprio. Muitas atitudes dela me deram vontade de bater nela. Mas enfim o livro começa com ela de volta a Oregon, para a sua cidade onde ela começa a fazer a sua faculdade, pois o senhor Kadhan generoso como sempre cuidou de tudo para que ela pudesse se instalar perfeitamente bem.

Nessa sequência infelizmente as coisas não acontecem como Kelsey e Ren imaginavam, logo agora que ela toma a decisão mais acertada de sua vida, Lokesh manda seus homens encantados em busca dos tigres ele quer o medalhão e Ren por amor a ela termina pedindo para seu irmão fugir com ela e ele termina sendo sequestrado. Nesse instinto começa a batalha interna de Kelsey com seu coração partido por Ren estar sendo torturado e pelas investidas descaradas de Kishan.


“Ah, querida, você não pode simplesmente deixar a vida passar enquanto protege um coração partido. É preciso se arriscar e tentar de novo. A vida é curta demais para vivermos sem amor.”




Em busca da segunda conclusão da profecia de Durga para quebrar a maldição desta vez quem assume a companhia de  Kelsey é Kishan o tigre negro. Eles vão ao Tibet, conhecem vários costumes e lendas do lugar, conhecem várias pessoas e passam por situações inacreditáveis, mas Kelsey está perdida em pensamentos por Ren, pelo o que ele está passando, por estar pensando no passado e ainda tendo que enfrentar o irmão dando em cima dela talvez sem nem pensar nas consequências por ela ser a namorada de seu irmão.

Após conseguirem desvendar a segunda profecia de Durga e saberem o que fazer para conseguir o próximo objeto para concluir o segundo passo para a quebra da maldição, eles ainda vivem muitas aventuras perigosas que exigem também discernimento.  Em um de seus lamentos Kelsey pede que a deusa Durga proteja e salve seu amado Ren e ela promete que o fará, mas depois que eu vi eu tive tanta raiva, mas depois compreendi o verdadeiro sentido de tudo que a deusa fez, mas isso comentarei na resenha do terceiro livro.

Eu gostei muito da segunda profecia de Durga e adorei a escrita de Colleen nesse livro, a forma como ela entrelaçou todo o contexto da história principalmente quando Kishan e Kelsey foram para Shangri-lá. Lá eles passaram por aventuras. Situações que exigiam raciocínio e ainda mais arriscar de novo as suas vidas para o objetivo final que era quebrar mais um pouco da maldição. Eu gostei da forma que ela utilizou para colocar na história os contos sobre os dois pássaros e para que eles aparecessem na história, achei fascinante a mistura de comidas e a delicadeza dos povos de lá. Kishan se aproveitando as vezes para chegar mais perto de Kelsey, para tentar chamar a sua atenção para ele, mas também ele provou a devida importância que dá a ela, mas queria salvar seu irmão de Lokesh.

Enfim foi uma leitura fascinante que me prendeu do inicio ao fim, que me deixou mais curiosa ainda para ler o próximo livro. A parte chata foi que eu acho que os dois tigres lindos, ricos, bem relacionados, educados mereciam  cada um uma garota bem melhor talvez eu esteja com dor de cotovelo porque gostaria que fosse eu rs, mas enfim, como sempre gostei da escrita. Gostei de toda a junção  de cada detalhe dos lugares que eles foram e como se intercalavam de maneira extraordinária. Talvez eu esteja exagerando, mas é que amo demais essa saga e super recomendo.  

Depois volto com a resenha de A viagem do Tigre.

Xero!




Resenha #6 - A Maldição do Tigre - Colleen Houck



Título: A Maldição do Tigre
Autor: Colleen Houck
Páginas: 352
Editora: Arqueiro

Sinopse:
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem. (Sinopse retirada do skoob).


“Devagar, levei a mão até sua face e alisei o pelo macio. Então, ganhando coragem, cocei atrás de sua orelha. Uma vibração profunda ressoou em sua garganta  e eu me dei conta de que ele estava ronronando: Sorri e cocei um pouco mais a sua orelha.”

O livro começa contando a história de uma garota comum, simples e órfã que foi adotada por uma família que ela ama demais. Tudo começa quando Kelsey resolve aceitar um emprego no circo para cuidar de um tigre branco e de alguns serviços mais leves. Ela achou estranho essa vaga, mas como precisava de dinheiro para pagar a sua faculdade era isso que iria fazer.

Kelsey essa é uma garota que no inicio do livro me deixou chateada por parecer mais uma menina insegura e com baixa auto estima, seria mais um romance onde o cara parceia ser lindo e ela se achava feia e que ele pudesse ser bom demais para ela, mas mudei de ideia quando comecei me aprofundar mais na leitura.


“Quando a jaula do tigre passou diante de mim, tive uma vontade súbita de acariciar-lhe a cabeça e confortá-lo. Eu não sabia se tigres podiam demonstrar emoções, mas por algum motivo eu tinha a impressão de que podia sentir seu estado de espírito. Parecia melancólico."


Antes de qualquer coisa que eu ainda possa ressaltar é sobre o cenário dessa obra, fiquei completamente enfeitiçada com a riqueza dos detalhes, culturas, roupas, acessórios, comidas e o linguajar. Nunca tive interesse em me aprofundar na cultura da Índia, mas esse livro me deixou completamente apaixonada pela cultura, Colleen soube descrever os detalhes esplendorosamente e eu fiquei cada vez mais excitada com tudo que li e com mais vontade ainda de ler.

O universo de fantasia que ela utilizou para abordar neste livro a começar pela deusa Durga e que Kelsey seria uma de suas filhas guerreiras, ela com certeza fez uma pesquisa detalhada e abordou as lendas perfeitamente bem e adorei a construção de todo cenário de aventura que teve durante toda a minha leitura.

No contexto somos apresentados a um príncipe que foi traído pelo próprio irmão ao aproveitar de sua ausência e conquistar a sua prometida como noiva. Só que seu irmão também foi traído e foi daí que surgiu a maldição que os prendem.

Eu particularmente adorei a leitura, adorei os personagens e o triângulo amoroso que está se formando. Ler esse livro me levou para um mundo desconhecido cheio de mitos e aventuras com uma mistura saborosa de fantasia e romance. Como não se apaixonar por esses dois príncipes lindos? Hum com olhos azuis e outro com olhos dourados, como não se perder? Um completamente romântico e outro completamente selvagem? Como não sonhar com eles? Poderia passar uma vida falando deles, do que eu senti com cada palavra que li, com cada detalhe citado no decorrer dessa história que encantou meu coração.

“Dei inicio à árdua tarefa e bombear água para o balde, despejá-la na banheira e começar tudo de novo. Parecia mais fácil na televisão do que na vida real. Pensei que meus braços fossem cair logo depois do terceiro balde, mas resisti à dor sabendo como seria bom tomar um banho. Meus braços cansados se convenceram de que encher a banheira até a metade era mais que suficiente.”

Adorei também a ideia da capa... é azul a cor preferida de Ren... a cor de seus olhos... Só achei que a Kelsey poderia ser menos insegura com relação ao que passou a sentir por Ren ao saber que ele não era um tigre branco  e lindo comum. Mas também apesar dessa sua insegurança boba também conheci uma garota corajosa e capaz de superar seus medos e angústias. Ela simplesmente mergulhou de cabeça nessa loucura sobrenatural cheio de mitos, histórias e contos significativos as quais me prenderam desde o inicio.

“Acho que me apaixonar por ele seria mergulhar em um precipício. Seria ou a melhor coisa que me aconteceria ou o erro mais idiota que eu cometeria. Faria com que minha vida valesse a pena ou com que eu me chocasse contra as pedras e me arrebentasse completamente. Talvez a coisa mais sábia a fazer fosse desacelerar as  coisas. Ser amigos parecia tão mais simples.” 



Não posso negar que achava as vezes Kelsey uma chata reclamona, mas também o amor  que ela se dedica a essa mais nova família é inacreditável. Uma outra riqueza de detalhes que fiquei admirada foram referente as comidas típicas do lugar, tudo bem que eles adoram Curry, mas tinha várias misturas interessantes que me deram água na boca e outras que eu não teria coragem de experimentar e quem não gostaria de um fruto dourando em sua vida?

Enfim para quem gosta de aventuras, mitos, culturas diferentes e claro romance esse livro é o inicio de uma saga que veio para ficar e ser um sucesso, eu realmente recomendo, pois em nenhum momento me senti entediada e quis devorar o livro rapidamente. Simplesmente amei. Mais uma de minhas sagas preferidas.

Depois volto com a resenha dessa deliciosa continuação “O Resgate do Tigre”

Xerim! :)


Lançamento: Heaven


Para o queridos fãs da saga Halo (eu também estou inclusa) hoje é o lançamento do terceiro livro finalizando a trilogia. 

Sinopse - Heaven - Halo - Livro 3 - Alexandra Adornetto
Bethany, um anjo enviado à Terra, e seu namorado mortal, Xavier, foram para o inferno e voltaram. Mas agora seu amor será posto ao seu maior teste até agora, já que eles desafiam a lei Celeste e se casam. Eles não contam aos irmãos arcanjos de Beth, Gabriel e Ivy, mas os anjos saberão em breve, e a punição vem de uma forma aterradora: os Sete, que são desonestos anjos empenhados em manter Beth e Xavier distantes, destruindo Gabriel e Ivy, e escurecendo o poder angelical nos céus. A única maneira de Bethany e Xavier poderem fugir dos Sete é esconderem-se a céu aberto, e se misturar com os outros mortais da mesma idade. Gabriel e Ivy os põem na faculdade, onde eles não podem revelar seu relacionamento, e onde ainda há perigo em cada esquina. Será Bethany chamada de volta para o céu - para sempre - e capaz de deixar o amor de sua vida? (sinopse retirada do skoob)

Eu particularmente amei essa capa, achei linda na verdade eu adoro toda a história e todas as capas... Então para você que acompanha está ai... Aproveite!

Xerim!


Batalha de fãs no Grupo Minhas Escrituras no Facebook


Galeraaaaa para tudo!... Claro que foi os primeiros de muitos que eu vou mandar fazer ainda e já tive altas ideias... para fazer vários... bom como foi a primeira vez que mandei fazer eu achei bem legal e vocês???? O que acharam????? Quem for o vencedor da batalha de fãs vai receber esses dois lindos marcadores na comodidade de sua casa (Vixe pareceu comercial de câmera digital kkkkkkkkkkkkk) #momentodelíriototal. Espero que quem viu e e gostou e ainda não se inscreveu não custa se inscrever... e quem já se inscreveu esteja preparado, pois as perguntas estão quase prontas juntos com o game poser e quem disse essa frase. Ah para não esquecer as inscrições é no post fixo e será dia 09/03/2013 as 17:00 horas....  Ah e a batalha é claro será da saga Hush Hush Até lá!

E para quem quiser participar é claro tem que ser membro do grupo então é só acessar esse link abaixo!

https://www.facebook.com/groups/minhas.escrituras/



Xero! :)

Resenha #5 - A Hospedeira - Stephenie Meyer


Título: A Hospedeira.
Autora: Stephenie Meyer.
Editora: Intrínseca.
Páginas: 560.


Sinopse:
Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam. (Sinopse retirada pelo skoob)


Falar da leitura desse livro não é fácil, mas é preciso...
Eu lembro que sempre olhava esse livro nas livrarias e pensava em comprar por ser da mesma escritora de crepúsculo e mesmo assim nunca tinha tido curiosidade de ler, mas depois ouvi vários comentários de que o livro era bom e resolvi então ler para tirar as minhas próprias conclusões e foi a melhor coisa que fiz...


Quando Melanie uma das poucas humanas que ainda não tinha sofrido a invasão da "alma" foi capturada ela achava que tudo estava perdido, tudo estava acabado, ela não veria mais o seu irmão e nem seu grande amor. Ela lutou, ela correu, ela tentou se matar, mas foi em vão, porque eles a pegaram para uma alma que foi alertada dos sentimentos intensos dos humanos e que alguns poderiam ser mais resistentes que outros. 


**Em tantos milênios, os humanos nunca entenderam o amor. Quanto é físico, quanto está na mente? Quanto é acidente e quanto é destino? Por que casamentos perfeitos se desintegram e casais impossíveis prosperam? Não sei as respostas nem um pouco mais que eles. O amor simplesmente está onde está. Pag. 43**


Peregrina não sabia mesmo com todas as informações sobre a mente humana que invadir e tomar de conta da mente de sua mais nova hospedeira Melanie iria ser tão difícil, complicado e praticamente impossível, pois ela estava resistente e mesmo que Peregrina tivesse acesso a todas as suas lembranças ainda sim estava difícil.


No inicio foi meio chato (tenho que confessar) Mas a partir do capítulo seis foi ficando cada vez melhor. Peg me fez chorar e sofrer com ela (tá sou muito emotiva), mas ela foi uma personagem marcante, corajosa e decidida, o amor dela foi verdadeiramente infinito.


**Pude sentir quanto ela estava consciente daquela mão que estava na minha. Havia nela uma lenta elaboração emocional que eu não estava reconhecendo. Algo no limite da raiva, com uma ponta de desejo e uma porção de desespero.
“Ciúme”, esclareceu ela. (Capítulo 22)**


Junto aos humanos, Peregrina não pode dizer que Melanie vive, que habitam o mesmo corpo, pelo menos por enquanto. Os humanos pensam que ela é uma buscadora e jamais acreditariam em um absurdo daqueles. Peregrina é feita prisioneira, é mal tratada e odiada pelos humanos... é vista como um monstro, como um ser que só estava ali para levar a destruição para os poucos humanos que ainda restavam.


Aos poucos Peg vai conquistando a confiança de uns e raiva persistente de outros que continuavam resistente a presença dela ali naquele abrigo. 


Mas como pode existir um amor de 4 pessoas envolvidas em apenas 3 corpos? Entranho, mas deliciosamente magnifico de ler e compreender esse mundo por debaixo da terra.


**A sua definição de humano não é igual à minha. Para você, isso significa algo... negativo. Para mim, é um elogio; e na minha definição, você é humana, e ele não. Não depois do que ele fez. (Capítulo 33)**


O que eu posso dizer dessa viagem que tive desse romance científico, foi que me apaixonei pela história, me apaixonei por todo enredo e riqueza de Detalhes que Stephenie Meyer usou neste livro fascinante.


Cheio de drama interno, uma escrita cativante e totalmente reveladora a mim a hospedeira me deixou vidrada e viciada... Não consegui parar de ler. Os conflitos dela com os humanos e aos seus foi realmente emocionante e pude sentir na pele. Eu recomendo principalmente quem gosta de ficção científica... Prazeroso e fácil de entender esse será mais um sucesso com certeza nos cinemas também.
Xero! Até a próxima!


Lançamento: Entre o Amor e a Magia


Sinopse:
Alice Miller é uma garota de 21 anos que estuda História da Universidade Estadual de SunsetFalls. É namorada do Charmoso e egocêntrico Matthew Campbell, filho de um família aristocrata da cidade. Alice descende de uma linhagem de bruxas poderosas, mas ela não sabe disso. Durante as férias de fim de ano, Alice e sua melhor amiga de infância Cassandra Lee retornam a sua cidade River Green, onde Alice será informada de seu destino. Alice conhece um rapaz misterioso, o oposto de seu atual namorado, que a faz se sentir livre e feliz como nunca se sentiu antes. A descoberta de sua descendência deixa sua vida bagunçada, principalmente quando terá que fazer uma escolha: o amor ou a magia?


Esse livro é maravilhoso pessoas... Eu estou lendo e assim que terminar vou fazer uma resenha, eu super recomendo não só porque a Autora é uma pessoa especial e este é o primeiro de muitos que virão tenho total certeza disso. Para comprar o E-book pode ir ali do ladinho em compre aqui e acessar o site do Amazon e colocar em buscar com o nome do E-book e depois é só comprar... Vocês não vão se arrepender principalmente quem gosta de romance é muito bom! Recomendo mesmo!
 Xero!



Promoção: Livro a Hospedeira


Galera!!!! Chegou uma ótima novidade no blog!!!
Irei sortear o livro a Hospedeira de Stephenie Meyer com um marcador de página personalizado em uma gráfica em nome do blog. Participe!!!!! É só seguir as regras e boa sorte.

Regras:

1-Ter residência no Brasil.
2-Seguir o blog no google friends publicamente. (http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/)
3-Curtir a página do blog Minhas Escrituras no facebook. (https://www.facebook.com/Apenas.HistoriasDih)
4-Deixar seu nome nos comentários desse post e um número de sua preferência. (Mas, por favor, que não seja tão grande)
5-Quem não estiver dentro dos critérios acima será desclassificado (a)

Resultado:

O sorteio será dia 29/03/2013 irei publicar as imagens para comprovar o sorteio e o sorteado (a) terá que me mandar um email (diana.canaverde30@gmail.com) com seu endereço completo para receber o prêmio.

Boa sorte!!!!!!