Resenha #46 - Máscara - Luiz Henrique Mazzaron

Título: Máscara - A Vida não é um Jogo
Autor: Luiz Henrique Mazzaron
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Páginas: 366

Sinopse:
No mundo de Domus, a morte é a moeda que alimenta o jogo. E a verdade pode custar a vida. Liam é um garoto que viveu por muito tempo isolado devido aos constantes castigos do sádico tio, um carrasco ex-militar. Porém, inesperadamente, surge uma entidade maléfica, uma figura das trevas trajando uma máscara, e passa a o perseguir, levando-o a participar de um jogo num mundo surreal, chamado Domus. Junto a um grupo, Liam parte para uma experiência alucinante, em que os pecados da humanidade serão colocados em xeque, como numa espécie de julgamento. Um combate onde o principal objetivo do adversário é mostrar o quão odiosa é a raça humana… Mas ainda há muitos mistérios que rodeiam este intrincado jogo. Por qual motivo a criatura possui tamanha obsessão por ele? E vale a pena prosseguir, já que a morte é a única certeza?

Fiquei por longos dias tentando fazer essa resenha pelo simples fato de não saber como fazer, de verdade eu estou ainda sobre o efeito de Domus, a cidade paralela ao sobrenatural. Sabe o que é uma ressaca literária? Multiplique por mil, eu tive outras ressaquinhas ao longo desse ano, mas nada comparado a esse livro, e querem saber logo de cara??? Amei cada linha que li. 

Ao se virar, Carla bateu de frente com algo, quase a levando ao chão. Alguma coisa grande sólida como um muro. Ao levantar o rosto, viu que era um homem. Usava macacão com um símbolo do exército. Só que algo estava errado. Seu rosto estava negro como se estivesse sido enfiado em um forno e sido tostado. Pág. 43.

A história é narrada sobre Liam, um menino que desde bebê sem nem saber ainda como é o mundo já é marcado por mortes. Ele é entregue na porta de um casal e que em seguida são mortos sem nenhuma explicação, o bebê é encontrado e levado para o parente mais próximo do casal. Passou um tempo e Liam já tinha sete anos, mas vivia em um sofrimento constante com o seu tio. Preso a ele, era escravizado, passava fome, vivia trancado nos fundos de um porão úmido e que fedia a mofo. Liam por muitas vezes queria fugir dali, daquela vida triste de sofrimento, nunca soube o que era sorrir, nem o que era ser criança. 

Um certo dia sob uma denuncia de um vizinho, apareceu uma assistente social na casa onde Liam morava, ela conseguiu entrar e encontrou o garoto nos fundos do porão e resolveu levá-lo daquele lugar, claro que o tio de Liam jamais permitiria que isso acontecesse, ele queria o garoto ali sob as ordens dele, fazendo - o de escravo, mas a assistente social que Liam considerou um verdadeiro anjo o enfrentou e para proteger o menino acabou pagando com a própria vida. 

Claro que depois de um tempo e com essa confusão Lian conseguiu fugir, mas era um menino retraído e ficou em poder dos policiais que estavam cuidando do caso de desaparecimento de Lisa a assistente social que só queria ajudar. O menino estava na delegacia com Sylvia, Ryan, Craig, Thompson e Carla. Enquanto Carla ia fazer uma investigação na casa que Liam morou por sete e sofridos anos Craig e Ryan resolveram levar o menino para um orfanato. De cara Ryan que eu aprendi a gostar e muito caiu de amores por esse menino, que nem sabia o que era uma pizza, fazia tanto tempo que não comia que não tinha tanta vontade de comer, mas Ryan queria resgatar a sua parte criança, mesmo com tantas dificuldades e abusos, mas Liam não estava sozinho, percebeu que estava sendo observado por um homem mascarado e não sabia porque, mas quando foi tomar sorvete com Ryan, quase foi pego pelo tal mascarado no banheiro.

Com isso começa uma verdadeira sequência de mortes, onde esse mascarado quer Liam a todo custo e não mede esforços em matar quem vai aparecendo a sua frente para encontrá-lo e pegá-lo. Gente de verdade muita gente morre, nem dá tempo de você se apegar a algum personagem, porque esse mascarado realmente é um ser do mal, ele mata como se tivesse tomando uma banho de mar, é sério. O mais interessante são como as mortes acontecem, ele tem todo um  jogo, todo um disfarce, o cara é muito psicótico. No fim Liam consegue fugir mais uma vez dessa sequência de mortes para alcançá-lo e quase perde seu amigo Ryan que fica hospitalizado, mas que perde os movimentos das pernas, como o pai de Ryan é rico e ele tem uma mansão em seu nome ele cede a casa para que seu amigo Craig possa recomeçar a vida com Liam e os demais que conseguiram sobreviver ao massacre inicial.

Liam sabia que devia ser forte. Não devia perder a esperança. Algo no fundo de sua alma dizia: "Não deixe a luz se apagar". Pág. 70.

Depois que eles chegaram a nova casa Liam, Craig, Linda, Jéssica, a irmã Clarice e Sylvia todos ali foram sobreviventes de um massacre, de um ser de outro mundo que queria Liam a todo custo, mas após chegarem a nova cidade e em seu novo lar, Liam iria descobrir o verdadeiro significado do que era ter uma família, embora ali fossem quase todos desconhecidos para cada um, eles estavam unidos em nome do verdadeiro significado que seriam permanecer vivos. 

O que eu posso dizer desse livro é que ele é super intenso do inicio ao fim, o Luiz autor parceiro não deixa a gente respirar em nenhum momento. Quando comecei a leitura fui com muita expectativa, porque eu li a resenha que meu amigo e parceiro Misael  fez e fiquei super empolgada, querendo urgente ler também. Vou dizer a vocês que eu não gosto de ir com muita expectativa para a leitura de um livro porque eu tenho medo de me frustrar e ai perder o gosto da leitura e ler por obrigação, isso é muito ruim. Mas o Luiz não deixou que isso acontecesse, falo por mim e do prazer que tive em ler esse livro de suspense e terror.

-Não ouça a voz. Cuidado com a garota loira. Não sei o que ela fez comigo, mas não foi algo bom. Nos sonhos, ela me dizia para colocar uma máscara negra. Pág. 105.

Cara eu me senti totalmente terna com a situação de Liam, um menino que sofre desde quando era um simples bebezinho, depois vai morar com esse tio malvado e ainda é perseguido por um cara mascarado que quer a todo custo pegá-lo, por várias vezes me perguntei porque esse ser maligno queria esse menino, era uma verdadeira obsessão, depois de muito fugir e depois de muitas mortes Liam finalmente conseguiu fugir de tudo isso, mas o trauma sempre fica. Ele conseguiu descobrir o que era ter uma família apesar de alguns sonhos que tinha com um homem mascarado. Depois de alguns anos quando já era adolescente, Liam começou a ser perseguido de novo por o tal mascarado e novas mortes começaram a acontecer, juro que muitas vezes fiquei me perguntando se era realmente necessário tantas mortes, mas estamos lhe dando com um serial killer maligno de outro mundo, ele tem forças sobrenaturais e mata com prazer tudo no intuito de levar Liam para seu jogo que é onde o livro realmente começa.



Enquanto Craig tenta achar o paradeiro de Liam, ele está em Domus, lá ele ouve a voz do mascarado apresentando o jogo a ele, onde ele o faz escolher dentre pessoas sem carácter, que cometeram atrocidades em suas vidas para dar o inicio ao jogo. Ele coloca Liam na berlinda dizendo aos demais jogadores que eles estão ali por causa de Liam e que está nas mãos dele quem fica e quem sai com vida da cabine para permanecer no jogo. 

-Vamos, Liam - pressionou a voz. - O cronômetro está na parede. Quem vive? Quem morre? A decisão é sua.

Depois da difícil escolha de Liam, o jogo finalmente começa e eles saem em busca das tarefas para fazerem e que só depende de Liam para que todos saiam vivos ou mortos de lá inclusive ele próprio.
Gente muitas coisas acontecem no decorrer do livro, daqui pra frente se eu contar estarei soltando muitos spoilers e eu não quero isso. Desde já informo que para ler esse livro você tem que ter estômago e gostar muito do tema proposto eu digo isso porque tive pesadelos, suei frio e sofri muito rsrsrs me envolvi tanto com a leitura que chegava a imaginar pessoas mascaradas perto de mim e para mim isso aconteceu porque o livro é maravilhoso. Para um garoto, Luiz foi majestoso nessa escrita, tirei meu chapéu para ele com muito gosto. Claro que bem mais para o final do livro ele explica um pouco do porque o mascarado tem esse fascínio pelo menino e porque ele ouve algumas vozes, mas coisa bem simples, porque teremos sequência, então sim pessoas ficou algumas pontinhas soltas, porque esse primeiro livro foi uma apresentação do que poderíamos esperar do jogo e o final, bom não vou falar do final porque o Luiz foi extremamente maldoso, acho que baixou o mascarado nele e ele me deixou assim, nessa ansiedade maluca pela sequência.

-"Bem vindos à cidade! Aqui vocês  (NÂO) encontrarão paz, tranquilidade, lazer, e muito mais! Um lugar conhecido por sua (In) felicidade. Venha conhecer Neverbe Glen!".

A diagramação do livro é bem feita, super resistente, a capa também é maravilhosa, gosto muito da ideia que a capa transpareceu para mim e com o enredo proposto pela história e se você reparar atrás tem a metade de uma máscara rsrsrs, lembro que quando comecei a leitura, de cara fiquei super assustada rsrs e não havia percebido essa máscara, ai estava lendo e fechei o livro enquanto passava em um túnel, daí quando ficou claro levei o maior susto kkkk, mas enfim são coisas de leitor mesmo. As páginas são amareladas e as letras medianas, ótimas para uma leitura agradável como foi essa. Só peço desculpas ao autor que me enviou o marcador lindo e eu guardei, mas não acho de jeito nenhum :(



Ah claro que no decorrer da história tivemos os personagens secundários que deu mais sentido a história e me causaram raiva, emoção, carinho e tristeza, e acreditem que nesse livro eu também chorei. Nossa vou parar de falar porque essa resenha está super grande e não quero cansar os meus leitores, mas digo novamente, eu super indico essa leitura para quem gosta de suspense com terror, sei que vão apreciar muito a leitura com o toque de sobrenatural junto... amei amei e super amei. Parabéns Luiz por essa obra maravilhosa e obrigada por me apresentá-la e por favor vamos logo com a sequência (brinks).

Bom pessoas lindas, por hoje é só. Espero que tenham gostado da resenha e desculpe o exagero, mas é que realmente eu amei a leitura desse livro, foi uma das melhores que tive esse ano. Ah e comentem, que agora tenho como conferir com mais calma os comentários de todos e retribuir as visitinhas com mais tempo. Xero no coração!!!



 photo participedotopcomentarista1.png



13 comentários

  1. Olá Lindona, venho lhe convidar para participar do 1° Sorteio no meu blog de um lindo anel em prata. Conto com você princesa!
    Beijos e muito sucesso.
    Acesse: http://www.estiilocarol.com.br/2013/12/1-sorteio-do-blog-anel-de-prata.html

    ResponderExcluir
  2. Amiga eu adorei a sua resenha, mas sinceramente eu não gosto muito de estilo de terror não, mas eu fiquei interessada pelo jeito que você contou a história do menino Liam. Achei assim algo estranho desse Mascarado querer matar ele e todos que estào a sua volta. Karamba...Muito sinistro hahahaha
    Ah, quem sabe um dia eu ainda dou chance para esse livro, mas eu não sou muito fan de livros de terror não !
    Mas enfim...Parabens pela sua resenha, porque me deixou super curiosa -.-
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Uau o livro parece ser surpreendente eu lendo sua resenha fiquei com muita vontade de ler o livro saber quem é esse tal de mascarado e porque ele faz isso

    ResponderExcluir
  4. Menina, tudo bem?
    Já recuperou o folego depois de ter lido esse livro?
    Bom a sua resenha está muito detalhista, isso é ótimo, despertou o meu interesse de lê-lo, mas tem uma coisa que me deixou meio de lado é o fato de eu gostar de me apegar aos personagens. Mas mesmo assim é sempre gostoso ler um livro de tirar o folego.
    Beijos!
    seforasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ei dih, tudo bem?
    Quanto tempo eu não passava por aqui!!
    *O*
    Final de ano foi bem complicado... só tava respondendo os comentários e mais nada hauhauha
    Não conhecia esse livro, parece tão bacana! Livro bom é assim mesmo, a gente chora a gente grita hauhauhaa
    beijos,
    Paula
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  6. Nossa, parece ser um livro bem marcante mesmo, para não dizer chocante. rsrs

    Gostei.

    Beijos, Thaysa Rocha.
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie :)
    Adorei a resenha ♥
    Amo terror e já assisti praticamente todos os filmes que envolvam esse gênero, mas ainda não li nenhum livro que fosse de terror :(
    Sua resenha me deixou de boca aberta e super culpada por não ter lido esse livro ainda hehehehe
    Não sabia que era tão booom.
    beijocas
    http://cupcakedeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Hey dih!! Gostei da resenha!! E obrigado por lembrar de mim!! Haha. O livro é tudo isso mesmo! É muito bom do início ao fim. Todos os meus amigos que leram o livro gostaram!! É muito bom mesmo! Mais uma vez... Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  9. Não sabia sobre esse livro, mas ele parece ser bem interessante. Os personagens parecem ser bem cativantes, além de ter um histórico triste, só isso já despertou a minha curiosidade. Mas a ideia do Domus é bem diferente. Fiquei com vontade de ler o livro!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, o livro realmente parece ser muito instigante. Fico feliz que você tenha gostado e demostrou na resenha o que sentiu.
    Não conhecia e achei a capa bem pertubadora.
    ;)
    http://livrosyviagens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Okay, confesso que eu também teria pesadelos com o livro huahuahuahua sou meio medrosa pra essas coisas, sabe? Tem livros que eu só leio de dia, acredita? uahuahuahuaAcho que eu não ia encarar A Máscara não =P

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  12. Que super resenha! Ainda não conhecia o livro, mas depois de tantos pontos positivos que uma história pode ter serem citados, não resisti e já adicionei aos meus desejados. Adoro esses livros perturbadores, tristes e marcantes. E se é bem escrito, já me ganha.

    ResponderExcluir
  13. Olha, eu já tinha medo desse livro por causa da capa... depois de ler a resenha, tenho mais medo ainda!! hahaha... Se até você que gosta do gênero teve pesadelos, imagina o que não aconteceria comigo, que odeio terror! rs...

    Não leria de forma alguma, mas para quem gosta desse tipo de leitura me parece realmente uma ótima indicação! =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!