Resenha #44 - Névoa - Kathryn James

Título: Névoa
Autora: Kathryn James
Editora: Farol Literário
Páginas: 336

Sinopse: 
Gwen, uma garota de 15 anos, marca sua festa de aniversário no meio da mata. Sua irmã Nell sabe dos perigos de fazer uma festa na floresta, mas Nell não consegue impedir a irmã. Gwen é levada pela névoa da floresta. Somente Nell sabe quem está por trás do sequestro de sua irmã – o garoto que ela imaginava ser seu amigo, o belo e misterioso Evan River. Evan não é um garoto comum – ele tem um segredo que fará com que Nell questione tudo o que ela sempre ouviu de sua avó: que as histórias sobre as meninas perdidas fossem apenas contos de fadas. Evan vive à margem do mundo de Nell, raramente vislumbrado, incompreendido e temido. Um confronto entre os dois mundos está prestes a começar.

Bom falar desse livro não foi muito fácil, porque fui com muita expectativa na leitura e muitas vezes não gosto disso por que tenho medo de me decepcionar, por esperar demais e a autora não conseguir me surpreender. Não aconteceu exatamente isso, mas vamos lá.

O livro conta uma história, como se fosse uma lenda sobre uma névoa em um bosque que fica no fundo do quintal de algumas casas, mas especificadamente no quintal principal  da família Church onde conta que a cada 100 anos uma garota é levada pela névoa, mas quase ninguém acredita nessa lenda, quando a garota é levada ela tem até um dia para voltar, caso não volte ela pertencerá aquele mundo para sempre e como o tempo na névoa é diferente do tempo terreno dependendo do tempo que a garota permaneça na névoa se ela sair, ela envelhecerá tão rapidamente que virará pós em segundos.

No inicio você já começa com a ideia do que pode esperar da história porque já mostra a lenda da maldição das garotas perdidas.  No inicio do livro vai contar como isso começou e isso será muito importante para que você possa compreender todo o enredo da história.

- Cuidado com os Elfos, pois eles são tanto substância quanto sombra – disse Dru com sua voz encantada de contação  de história. – E eles atravessam  paredes como fantasmas na noite. Pág. 139.

Nell  uma garotinha de apenas 13 anos, uma florzinha de jardim, mas muito corajosa, eu admirei essa menina desde o primeiro momento que comecei a ler a história e embora eu tenha colocado  anteriormente nas minhas primeiras impressões sobre o que eu achava dela, isso não muda a minha admiração porque, ela é uma criança e como tal está naquela fase inicial da adolescência e tem as suas inseguranças e medos, não tem experiência e pode cometer seus erros. Mas ela conseguiu me ganhar com suas atitudes, porém infantis, mas de muita coragem.

Gwen a irmã mais velha de Nell, não gosto dela, menina fresca, mimada, fútil e muito má. Não gosto das ações dela, não gosto do jeito que ela vive e às vezes trata a irmã e percebo que no decorrer da história, Nell se mostra mais madura do que ela, mais corajosa e realista.     

Evan que garoto mais fofo, adorei conhecê-lo, gostei de seu jeito e atitudes, me pareceu também muito maduro para a idade que tem, pois desde que seus pais foram presos no campo de ferro passou a assumir responsabilidades maiores para sua idade e isso me deixou também super admirada.

O mistério ronda todo o bosque sobre a Névoa que me parece sinistra e todos da cidade conhecem a lenda de que as garotas somem ali, o livro relata brevemente os últimos sumiços. Nell é muito curiosa e depois que chegou um garoto novo chamado Evan ela ficou meio que encantada por ele pelo fato de achá-lo estranho, e como ela sempre gostou de observar as pessoas, um dia resolveu segui-lo, percebeu que ele estava indo em direção ao bosque  e achou aquilo muito perigoso, não sabia se continuava ou não porque passou a sua infância inteira ouvindo as histórias que sua avó contava a ela, mas sua curiosidade era bem maior que o medo de se aventurar naquele bosque, foi então que ela percebeu que ele entrou na névoa e o viu meio que dançando pulando um caminho de pedras e chegando na metade ela ouviu o tilintar da voz dele chamando por seu nome, claro que ela congelou, ela tentou disfarçar o máximo que pode para ele não perceber que o seguia, mas falhou.

Ela congelou. Ele estava atrás dela, e esse não era o plano. Ele não deveria vê-la ou falar com ela. Pediu aos céus por invisibilidade ou pelo fim do mundo, o que fosse mais rápido, mas não foi atendida. Então se virou e lá estava ele, vivo em meio a névoa crepuscular. Pág. 11

Evan era um garoto incomum tinha a pele translucida e cabelos esbranquiçados aquilo por si só já era bem diferente e estranho para Nell. Nessa brincadeira de segui-lo para saber aonde ia os dois passaram por uma pequena aventura, tiveram que enfrentar os grandalhões metidos a besta que gostavam de ver as pessoas mais “fracas” sofrendo, o que deixou Nell espantada foi ver que Evan conseguiu dominar um cachorro grande e feroz com uma simples palavra pequena. Depois disso descobriu que ele tinha alergia a ferro, mas não sabia que poderia machucá-lo tanto assim. 

Depois desse acontecimento os dois começaram a ter uma pequena relação de amizade e ele até lanchava com ela. Nell estava gostando disso, porque depois que suas duas melhores amigas resolveram se bandear para o lado fútil de sua irmã mais velha as duas começaram a hostiliza-la e aquilo a magoava muito.

Depois da festa de aniversário de Gwen sua irmã fútil, foi que as coisas começaram a acontecer, pois ela foi levada pela névoa e por mais que Nell tenha tentado impedir que isso acontecesse, não conseguiu, ela tentou contar para sua mãe que não acreditou, tentou contar ao seu pai ausente e também não conseguiu, ninguém a ouvia, então ela foi a procura de Evan e terminou descobrindo para onde ela foi levada, e descobriu também que a amizade dela com ele não era tão verdadeira quanto ela pensava. Nessa loucura toda de ninguém acreditar no que aconteceu e após descobrir que a sua vó Dru que sempre contou a história sobre  a névoa que sempre a alertou que ficar no bosque após certo horário era extremamente perigoso, não era exatamente quem ela pensava que era,  descobriu que ela estava junto com os observadores. Com isso Nell partiu para névoa em busca de sua irmã sem pensar duas vezes.   

-Não. Força demais com você nos meus braços – ele riu. – Foi a primeira vez que abracei um humano.
-Grande coisa – ela disse, tentando ser natural como Gwen. Mas na verdade ela ainda podia sentir a pressão dos braços dele em seu corpo. Pág. 171.

O livro é narrado em terceira pessoa, eu acredito que a Kathryn James autora do livro deve ser alguém super dócil e de um coração super lindo porque escrever essa história da forma que ela escreveu foi muito bonito, para que vocês possam ter uma ideia estou incentivando minha filha na leitura e tem alguns livros meus que ela tem interesse, mas não deixo por ela ter somente 10 anos, mas esse livro pode ser lido em todas as idades, porque é um tipo de história contada que faz a sua imaginação fluir de maneira natural e eu acredito que foi essa proposta que a autora quis com essa escritura.

Claro que no inicio do livro eu me senti cansada, estava pensando em deixar para depois, embora o tema em minha visão seja fantasia a qual eu aprendi a gostar, foi um tipo de história inicial que não me prendeu mesmo com todo o enredo das garotas perdidas na névoa, mas depois com tempo da leitura, eu fui me encantando, pois a aventura de Nell foi crescendo e ela descobrindo cada vez mais a sua amizade com Evan e por tudo que ele tem passado  e ele foi a conhecendo também e a admirando. No fim eu gostei e muito da história, achei bem legal, claro não foi nada de arrancar suspiros, mas foi uma história que vale a pena se guardar na memória e ler para seus filhos pequenos. Foi uma boa proposta, eu recomendo.



A capa do livro é muito bonita, em torno da menina tem uma névoa e as flores do bosque, folhas voando  pelo vento, consegui ver essa cena em minha imaginação nitidamente. A diagramação do livro é simples, as folhas são amareladas, ele tem um tamanho menor dos que os livros normais, a fonte é de um tamanho médio perfeito para a leitura. O livro tem a aparência de ser grosso e pesado, mas não é super leve e totalmente acessível para ler em qualquer lugar até em pé no ônibus (no meu caso rsrs).  Em minha visão a Farol Está de parabéns na publicação dessa obra e no cuidado em nos transpor para outro mundo fantasioso, mas diferente.

 “As sombras em seu rosto ficaram mais densas e ela viu o que eram: fantasmas das feridas que sofrera naquele dia.  Sua pele estava lembrando o que os Observadores haviam feito com ele. Quando levantou o olhar para ela, um de seus olhos estava meio fechado e enegrecido. Pág. 196.

Essa obra foi cedida pela editora Farol Literário parceira do blog para leitura e resenha.

E ai meu amores, gostaram? Quem já leu esse livro? Alguém se interessou? Comentem.

Eu sei que ando meio em dívida com vocês nas visitas e nas resenhas, mas como eu disse na postagem anterior estou passando por uns problemas que se Deus quiser vão se resolver logo, porque não gosto de me sentir assim,  pois passa também para o blog, essa semana recebi pouquíssimos comentários, parece que minha tristeza chegou aos meus leitores e me entristeceu mais ainda. Eu já estou um pouco melhor e vou voltar com força total, ano que vem tenho umas ideias para o blog, mas não sei se vou esperar até lá talvez comece ainda esse ano rsrs. Esse final de semana estou de folga e vou retribuir todas as visitas e conhecer cantinhos novos. 

Ah não posso esquecer, temos um monte de promoção no blog para ganhar livros, promoções feitas especialmente para você leitor que sempre está por aqui acompanhando e nada mais justo do que presentea-los de alguma forma. Então participem e cometem, porque o top comentarista de novembro está ai com tudo. Vou deixar os links das promoções, não deixe de participar. 


Xero no coração.



 photo participedotopcomentarista1.png


18 comentários

  1. Oi Diana :)

    Nossa ficou incrível sua resenha parabéns. Esse livro estava na minha lista de desejados só que depois de ler sua resenha com toda certeza está no topo hehehe. Beijocas e tudo de bom!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriel, muito obrigada...
      Saudades que eu estava de você rsrsrsrs.
      Eu gostei dessa leitura depois da página 150 rsrsrs....
      Xero!

      Excluir
  2. Oi Diana!
    Achei esse livro extremamente fofo, minha filha de 12 anos vai ler também. Adorei o Evan e mal posso esperar pelas próximas aventuras dele com a Gwen, acho que a história tem um ótimo potencial de crescimento.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  3. Oi amiga!

    Ótima resenha, pra variar. Com você isso nem é mais novidade! Haha. Mesmo o livro não sendo lá um must, eu acredito que eu vá me encantar pela história! E a capa é mesmo linda.

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga realmente não foi de arrancar suspiros, mas foi bem legal!!! Xero!!!

      Excluir
  4. Oie
    Amei a sua resenha <3
    Estou louca pra ler esse livro.
    Parece ser muito bom e depois da sua resenha fiquei com mais vontade ainda de ler.

    Beijocas
    http://cupcakedeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então leia minha flor, acredito que você vai gostar sim... Xero!!1

      Excluir
  5. Oi Diana,

    Já li algumas resenha de Névoa, e todas incluindo a sua me inspiram a ler o livro, mesmo ele não tendo te empolgado muito, percebi que você gostou da história e da narrativa da autora, acredito que leria esse livro sem nenhum problema. A editora Farol anda mandando muito bem nas capaz dos livros e estou ficando fã da editora.

    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta
    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Minha nossa que resenha hein, eu já estava desejando esse livro quando li alguns comentários sobre ele, mas agora eu quero muitoooo.
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. A capa deste livro é linda, não vejo a hora de ler também!
    Bjs, ROse.

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Apesar de não arrancar suspiros, como disse, parece uma história leve e divertida. Um bom entretenimento. Também adorei a capa e pela sua descrição na resenha parece representar bem a história. Ótima resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Diana,

    Gostei da sua resenha e da sua sinceridade em dizer que no início você meio que travou com a leitura!!
    Eu li o livro e resenhei também, e adorei!!

    Abraços,

    Priscila Yume
    http://yumeeoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá minha flor, olha o premissa do livro parece ser bem interessante, eu me interessei muito. Ele pode ate ser jovial, mas tem um mistério nele o que me prende e muito. E sua resenha somente me levantou mais interesse a ler. Como você sabe que gosto muito de livros que levam a fantasia, então vou sim coloca-lo em minha lista. Não sei quando vou poder ler, mas espero que seja antes do novo ano começar. hahahahahaha
    E flor por favor erga a cabeça, não sei o que esta te abalando, mas acredite que Deus é maior.ok!

    Adorei a resenha, como sempre...MARAVILHOSA!

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
  11. Oie Diana
    Sua resenha ficou muito boa. Mesmo que no início foi cansativo fico feliz que o final ele lhe agradou. Pretendo ler o livro e a capa dele é linda.
    Beijos

    Jéssica
    http://www.leitorasempre.com/

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito da resenha.
    Acho que às vezes podemos encontrar um bom livro, com uma boa história, mas em alguns momentos a leitura não flui, acredito que seja o que aconteceu com você. Mas foi bom saber que no geral você gostou do livro, e pretendo ler em breve.
    Beijos e boas leituras

    Francielle
    http://www.theserialreader.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Di!
    Mesmo você ter se sentido travada com o início da história e isso é péssimo, eu me interessei pela história.
    Me parece ser bem envolvente e desde que foi lançado estou doida para ler!
    Parabéns pelaresenha!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  14. Oi Diana!
    Acontece com algumas leituras no início serem mais lentas e a gente demorar de pegar o ritmo né!

    Bjo!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!