Resenha #45 - Etéreos - Lilia Uzêda

Título: Etéreos - O Despertar.
Autora: Lilia Uzêda
Editora: Novo Século - Novos Talentos
Páginas: 477

Sinopse:
UM NOVO MUNDO SERÁ REVELADO! Prepare-se para viver uma experiência única, todos estão convidados a conhecer um lugar extraordinário em que universos distintos serão envolvidos numa audaciosa disputa em busca de poder. Num ambiente cercado por magia, encontra-se o enigmático território de Lanóvia. Um local que abriga um misterioso portal capaz de conduzir humanos, seres místicos e criaturas sobrenaturais numa viagem rumo ao desconhecido. Começa agora uma jornada espetacular repleta de paixões arrebatadoras, grandes mistérios, intensas perseguições e muitos segredos a serem desvendados. Seja bem-vindo ao Mundo Etéreo… E descubra como será fantástico fazer parte desta aventura.
Vou começar a resenha desse livro dizendo que eu adorei a leitura demais mesmo, confesso que quando eu vi esse livro adorei o título, depois que conheci a autora passei a ter mais vontade pela leitura, pois a Lilia é uma pessoa super do bem e muito atenciosa, ela me encantou com a sua escrita simples, detalhista e majestosa.

Por toda a minha vida ouvi falar da existência dos Etéreos, seres sublimes criados pela Força Divina, responsáveis por executar os mais diversos acontecimentos existentes no planeta. Luz, Escuridão, Chuva, Vento, Raio, Relâmpago, Trovão, Terremoto, Terra, Neve, Água e Fogo... Elementos naturais que inexplicavelmente assumiam a forma humana e por meio dessa personificação estabeleciam momentos de interação com os humanos. Pág. 20

Etéreos  é narrado em primeira pessoa, eu gosto muito desse tipo de narrativa porque me sinto mais conectada com o personagem, é como se eu tivesse dentro de seu pensamento e sentindo as suas sensações.  A nossa protagonista que narra a história de seu ponto de vista é a incrível Liv, ela tem 20 anos e é uma plebeia, ela cresceu no sul da floresta de Hans porque ela foi fruto de um amor do passado de seu pai com uma etérea genuína e por ser especial a atual esposa dele não suportava a presença dela, fora que era extremamente perigoso, então principalmente por sua segurança seu pai preferiu isolá-la em uma pequena casa na floresta e ela estava acompanhada de sua fiel escudeira Ama, uma senhora que cuidou dela como se fosse a própria mãe.

Liv não conhecia sua mãe verdadeira, mas ansiava por isso e queria muito saber como foi toda essa história com seu pai. Pois eles viveram esse amor quando a esposa dele o deixou devido as dificuldades que enfrentavam e seu pai foi em busca de refúgio para o outro lado da floresta de Hans e foi lá que ele conheceu Híndria  a personificação dos ventos e logo se apaixonaram e desse imenso amor veio Liv, uma mesotérea. Ela é metade humana e metade Etérea. Claro que ser uma mesotérea simbolizava perigo e algumas vezes adoração, porque eles são lindos, dotados de poderes e cada um com a sua essência e o fato de ela ficar afastada durante um tempo e depois voltar causou irritação para uns e adoração para outros.

Os seus olhos têm um brilho tão intenso que quase não parecem reais. - ele murmurou, sacudindo a cabeça como se precisasse despertar de um sonho. - A voz impecavelmente aveludada, os cabelos intensamente brilhantes e pele cintilante como a lua... - Andreas recitou, ainda encarando o meu rosto. - A personificação da perfeição. Pág. 82

O Pai de Liv foi até a cabana em que ela morava e pediu que ela voltasse para casa, porque sua esposa havia falecido e sabia que seus meios irmãos estavam desolados com a perda, principalmente Felipe o irmão mais velho. Ele é truculento, muito impulsivo e não tem papas na língua, fala as coisas que vem na cabeça e não se importa muito em magoar, mas isso inicialmente, talvez a perda de sua mãe fosse uma dessas razões para ele agir assim. Liv voltou e foi super bem recebida pela sua irmã mais nova, que a abraçou e a deixou sentir confortável, ao contrário de Felipe, que foi muito rude com ela e ela sentia a necessidade de tirar essa má impressão que ele tinha dela, mesmo sem ela ter feito nada a ele.

Foi então que Liv resolveu mostrar um pouco de seu poder para seu irmão marrento (adoro homens marrentos rs) e somente a partir daí que ele começou à acreditar nela e passou a olhá-la com mais carinho e e atenção, mas também ele redobrou os cuidados que tem com ela, devido ela ser uma mesotérea e por onde passava chamava atenção. Liv não queria ficar trancafiada em casa ainda mais depois que passou anos isolada na floresta, então na primeira oportunidade que teve saiu as escondidas e foi ai que ela o viu, um misterioso lindo no seu cavalo, parecia um guerreiro, um soldado do príncipe, aliás um príncipe que ela detesta, ela não suporta, mesmo sem nunca tê-lo visto, porque ela não concorda com algumas coisas que ele faz para conseguir suas vitórias. Mas aquele misterioso a impressionou demais, tanto que ela conseguiu se descolar de seu corpo e vê-lo em uma conversa um pouco particular e ouviu o que não quis, causando-lhe tristeza e descobrindo mais um dom.

Como ele poderia ser ao mesmo tempo o meu veneno e a minha cura? Pág. 134

Finalmente Liv conheceu o príncipe Franco um homem extremamente sincero e totalmente cético e eles claro de cara não se deram bem, discutiram feio  e Felipe seu irmão mais velho teve que intervir, para que Liv não desrespeitasse mais o príncipe. Vou falar uma verdade o Franco conseguiu me irritar demais pelo seu ceticismo ainda mais porque as vezes tinha coisas tão óbvias que acontecia e ele ainda continuava desacreditado na magia, teve algumas vezes que eu quis bater nesse delicioso rsrs, porque pela descrição perfeita de Lilia ele é tudo de bom, mesmo que seu irmão seja mais bonito, Franco tem um charme especial. Mesmo com todo esse descontentamento que ocorreu entre Liv e Franco, ela também conheceu a sua irmã a princesa Norah que de cara sentiu uma afinidade com Liv e as duas viraram as melhores amigas.

-Não precisa sobrecarregar-se de tanto temor; certamente a pessoa que o enfeitiçou deve compartilhar do mesmo sentimento, portanto nunca o abandonará - elucidei, experimentando uma ardência nas maçãs do meu rosto. Pág. 187

A história tem uma narrativa maravilhosa e com algumas palavras que considerei difícil e tive que procurar no dicionário rsrs, mas nada que atrapalhe a leitura, mas que traz conhecimento, eu falo disso porque é um romance histórico, de época e eu considerei a escritura de Lilia a nossa autora parceira excelente, porque eu me senti transportada para séculos atrás e pude viver um pouquinho desse tempo e conhecer mais como as coisas meio que funcionava nessa época. A única coisa de que eu não gosto muito desse tempo são as roupas femininas as vezes me sentia aflita quando Liv tinha que fugir de certas situações e ela consegui fazer isso muito bem, eu pelo contrário provavelmente estaria jogada no chão sem conseguir me levantar.

Mas a história me encantou demais, fiquei completamente apaixonada pela escrita de Lilia, ela arrasou nas palavras usadas da época, deu um show de detalhes importantes para definição e conhecimento da historia, me prendeu e me fez parar de respirar algumas vezes no decorrer da leitura e fiquei durante uns dias sonhando com Franco rsrsrs. Eu amei a leitura desse livro, adorei a forma que ela transcorreu e todo o seu enredo. 

Estávamos inteiramente devastados por um amor intenso e profundo. A misteriosa poção perturbadora preparada dentro da essência de almas impregnadas por uma inconstante racionalidade; aquela mistura deliciosamente sedutora que, se não for devidamente dosada, poderá torna-se algo extremamente letal. Pág. 157  

Estou tentando transpor aqui na resenha o máximo que posso para não soltar spoiler, porque a leitura fluiu tão natural e tão maravilhosa que acho que se eu fosse colocar alguns detalhes aqui, não iria precisar ler o livro e como não quero isso, estou tentando me conter, mas vários fatores ocorrem após Liv sair da floresta, pois ela se mete em apuros e em aventuras indescritíveis e intensas, por isso essa personagem me conquistou. Ela tem uma aparência frágil, mas é dotada de uma coragem imensa e eu a admiro por isso e muito mais. Ela não é fraquinha e indecisa, ela não fica achando isso ou aquilo, ou vivendo no "se" da vida que nem outras personagens (não que eu não goste), mas é que isso foi um diferencial a mais para o meu interesse na história, sentir cada conquista que ela tinha, e saber sobre seus pensamentos diante das dificuldades. 

Todo enredo da história é uma busca constante de poder, porque o descendente direto do Rei, o escolhido, terá que enfrentar uma verdadeira batalha para pegar o medalhão elemental , pois é um artefato que é capaz de conceder desejos  e as forças do mal é claro o quer também e para isso Franco precisará entrar no mundo dos Etéreos com a ajuda de uma mesotérea se não ele não conseguirá, é a lei desse mundo mágico, um humano não entra sozinho nesse reino, mas o porque é só lendo o livro.  Só que essa batalha ainda tem muito o que acontecer, primeiramente porque o príncipe não acredita nisso e Liv precisará de forças e poder de persuasão para convencê-lo disso, porque a cada que passa ela tem a certeza de que enfrentarão uma verdadeira guerra contra as forças do mal e do emissário da morte.

O manto da noite espalhou-se pelo céu brilhante, mas a penumbra em minha alma me impedia de enxergar as estrelas. A ausência da sua voz arrebentava em vazio o meu coração. As gotas do seu sangue vivo penetravam em minha pele, queimando como se fosse fogo, e o meu ouvido repousado sobre o seu peito tornava possível escutar o repercutir da batida que ainda me mantinha viva. Pág. 237

O livro tem páginas amarelada e bem distribuídas, com um tamanho que eu considerei um pouco menor pelo comprimento do livro, não me atrapalhou, mas eu achei um pouco menor. Os capítulo vinha cada um com nomes exemplificando mais ou menos o que poderia acontecer no contexto e eu achei super legal, pois a cada um que lia a minha ansiedade só aumentava. A diagramação do livro, pelo menos no meu não sei dos outros, não foi bem feita, eu digo isso porque tem uma partes do livro que estão meio descoladas, e se eu não cuidar bem ele poderá se desfazer. A capa eu amei achei super linda e simples, mas que depois que você lê o livro, vai perceber que a capa condiz com a narrativa. Ao todo eu gostei de tudo desde a simplicidade da autora em fechar a parceria até a espera ansiosa da sequência. Lilian não demore muito, por favor!!!!!



Livro cedido pela autora parceira Lilia Uzêda para leitura e resenha.


Lutei inutilmente com a energia que extraía de dentro de minha alma, buscando afastá-lo; no entanto, a minha mão frágil foi sucumbida pela força inabalável de suas mãos; os dedos firmes passeavam por cada pedaço de mim, enquanto permanecia imóvel sentindo o seu lábio repousar sobre o meu pescoço. Pág. 432

Onde comprar: Martins Fontes - 39,90 - Cultura - 39,90 - Na Saraiva, esgotado.

E ai amore, gostaram?? Eu fiz essa resenha super empolgada rsrsrs. Espero que eu não tenha me enrolado tanto.

Xero no coração.

 photo participedotopcomentarista1.png

9 comentários

  1. Oi Diana.
    Ao contrário de você eu prefiro narrativas em 3ªpessoa, gosto de ter uma visão mais ampla, além do olhar da protagonista.
    Gosto de livros separado por capítulos, torna a leitura mais organizada.
    Achei essa ideia de seres etéreos bem diferente, e fiquei curiosa.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  2. Fiquei bemmmm curiosa! Não conhecia o livro! Gostei da premissa e da resenha tmbm!
    Bem completa e caprichada! Parabéns!
    Tem as minhas leituras do mês lá no bLOg: http://overdoselite.blogspot.com.br/2013/12/na-minha-estante-minhas-leituras-no-mes.html
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse livro me chamou a atenção desde o lançamento. Também gosto muito de narrativas em primeira pessoa, porque sinto como se as coisas estivessem acontecendo comigo, entro na cabeça da personagem. Eu acho o máximo quando tenho que consultar uma palavra no dicionário!! hahaha...

    Achei a história bem interessante, acredito que eu gostaria da leitura! =)

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  4. Olá querida!
    Eu sou parceira da autora e recebi esse livro para leitura. Estou super curiosa pois o enredo me agradou bastante!
    Acho que irei passar ele na frente dos outros, para conhecer a história de Liv!
    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  5. Oie Diana!
    Eu prefiro quando o autor descreve a trama com o ponto de vista de mais de um personagem, amplia a visão e o conhecimento dos fatos.
    Você realmente curtiu a trama heim!
    Bj!

    http://meuhobbyliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gostei da resenha, e não se preocupe, ficou ótima!
    Conhecia o livro mas nunca tinha visto nenhum resenha sobre ele. Fiquei bem animada a começar a leitura a partir dessa. E que quotes são esses?
    A capa do livro pessoalmente é beem bonita.

    Beijos,
    Le Lançanova
    Palácio de Livros

    ResponderExcluir
  7. Oi Diana! Eu já li esse livro, a autora é mesmo um amor. Conversei com ela e é super atenciosa mesmo. Eu gostei da história. O Franco tbm me irritou com esse ceticismo dele. Mesmo quando era obvio ele preferia fingir que não viu ou não entendeu. E esse imã que a Liv tem de atrair os olhares de todo mundo... fala sério. Tem que ser muito linda mesma. rsrs
    Eu não sou a maior fã dos livros em primeira pessoa, apesar de gostar de muitos com esse foco narrativo, prefiro em terceira e ter uma visão melhor da situação e conhecer o pensamento de outros personagens tbm.

    Parabéns pela resenha e Sucesso para Lilia. Tomara que saia logo a continuação.

    Beijos,
    Bell

    http://contosdoguerreiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Diana,
    tudo bem?
    Não entendi um detalhe: o cavaleiro misterioso e o príncipe Franco são a mesma pessoa?
    Já gostei dessa história de cara, é romance épico, é na época medieval, ela tem poderes diferentes, e tem aquele romance aonde um briga com o outro até se entregarem ao amor!!!
    Sua resenha está tão empolgante, parece que gostou tanto, impossível não se contagiar.
    Beijinhos.
    Cila- Leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Achei bastante interessante a premissa, mas não conseguiu me prender muito. Apesar de apreciar alguns pontos sobre o livro que você citou na resenha, faltou algo que me fizesse ansiar para ler o livro, infelizmente. Não digo que não lerei, mas, por agora, não está nos meus planos.
    Beijos e boas leituras!

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!