Resenha #30 - As Montanhas de Miley - Shure Mei Uen

Titulo: As Montanhas de Miley
Autora: Shure Mei Uen
Editora: Independente
Páginas: 176

Onde comprar: Saraiva 
Com a autora através do email:
uenshumei@hotmail.com.

Sinopse:

Miley possuía um metro e sessenta de altura, olhos levemente puxados cor de mel escuro, nariz afinado, lábios grossos e o cabelo comprido e liso com pontas levemente onduladas. Era, sem dúvida, uma mestiça muito bonita. Estava prestes a completar dezoito anos e morava com sua mãe, Lea, em um casarão que pertencera ao seu avô Tom Hokiman, em Kawai. Sua rotina muda com a visita do interessante Nick, um militar americano que veio ao país para oferecer uma homenagem a seu avô pelos serviços prestados ao exército dos Estados Unidos. Charles, o tio de Miley, retorna ao país para convencer Lea e Miley a abandonar o casarão. Elas se recusam, porém após descobrir um segredo da sua mãe, Miley pede a ajuda de Nick e decide partir para Nova York para mudar de vida. Mas o que a jovem não sabia é que o destino já havia reservado mais surpresas para ela, que acabariam influenciando na vida de muitas pessoas. "As Montanhas de Miley" é um livro que mostra como a vida toma rumos diferentes do que esperamos. Trata de angústia, decepção, sucesso, inveja, amor, dúvida, ou seja, sentimentos muito presentes em nosso dia-a-dia. A personagem Miley é corajosa e acima de tudo humilde, pois a sua personalidade não muda ao longo da trama.


Para começar a resenha o que eu tenho a dizer é que esse livro te faz pensar em muitas coisas com a relação a vida e as pessoas. Shure nos conta uma história de trajetória de vida e nas mudanças que esse crescimento pode trazer e isso faz com que nós leitores coloquemos questões em nossas vidas que deixamos passar por puro descuido ou distração. Essa leitura não foi aquela avassaladora que me deixou sufocada, como costumo colocar em algumas resenhas, mas acreditem que foi um história gostosa de ler e que te faz viajar em cenas como se tivesse assistindo um bom filme aconchegado em um cobertor quentinho e muita pipoca. 

"Mesmo com a facilidade com que conseguiu sua ajuda, ela não confiava nele. Só que não tinha outro jeito de conseguir o que precisava. Miley queria descobrir o verdadeiro motivo do interesse de Nick. Aproximou-se dele e deu-lhe um beijo de agradecimento. Ele ficou surpreso e a afastou."

A história começa com Tom Sales Hokiman um homem de apenas 19 anos que era muito ambicioso e saiu de sua cidade e imigrou para o oeste do Kawai. Lá ele encontrou terras lindas e não muito conhecidas para o lado das montanhas e começou com uma pequena plantação de café que foi se expandindo e crescendo fazendo com que ele ficasse rico rapidamente. Tom era um homem visionário com grande espirito empreendedor e sempre buscava crescimento para tudo que ele fazia. Foi um homem que cedeu mesmo contra a sua vontade após um tempo sua terra para servir de base para soldados durante a guerra.

Em suas andanças Tom se casou e teve um filho e sempre morando na vila seu filho se chamava Charles e ele nessas suas loucuras de homem ambicioso também teve relação com uma de suas empregadas e sem saber teve uma filha. 

A história conta sobre a trajetória de vida de Miley uma menina simples que cresceu em um colégio interno e que descobriu que era herdeira de uma verdadeira fortuna. Tom em sua velhice descobriu que Miley era sua neta Lea sua mãe à apresentou para ele depois de muito sofrerem passando fome e frio pós guerra. Tom vivia sozinho meio abandonado em seu casarão na montanhas quando Lea apresentou Miley que logo fez questão de reconhecer a neta e dá-lhe o seu nome a deixando um testamento que só depois de anos ela iria descobrir. Charles vivia em Nova York e não se interessava em viver nas montanhas e se recusava ir até lá para visitar o seu pai e quem cuidou dele até os últimos minutos de vida foi Lea. Após a morte dele as duas passaram maus bocados, pois não tinham dinheiro, as terras não tinha mais tanta produtividade e elas estavam praticamente esquecidas, até que Charles do nada resolveu aparecer praticamente obrigando Lea mãe de Miley à assinar um documento que ela se recusou até o fim para assinar. 

Nessa loucura toda, Miley conhece Nick um militar charmoso que logo chamou a sua atenção, mas Miley apesar de não confiar nele após descobrir o segredo de sua mãe resolveu deixa-la e pedir exílio para ele em Nova York e ele a levou com ele para lá. Mal ela sabia que sua vida se transformaria completamente depois disso.

Miley descobriu que era herdeira de um verdadeiro patrimônio e no inicio ficou perdida e com medo de tudo aquilo, mas resolveu encarar, fora que ela não pode mais evitar o sentimento que nutria por Nick e vice versa. 

Essa história tem toda uma trama armada para prejudicar e ferir Miley, mas também tem pessoas boas que querem o seu bem estar e faziam de tudo para que ela ficasse bem. Miley estudou, amadureceu, cresceu se desenvolveu e virou uma profissional exemplar despertando inveja em uns e dando orgulho para outros, mas passar por tudo isso não foi fácil nem para ela e nem para sua mãe. Alguns segredos a serem desvendados e risco de vida tinham que ser protegidos. 



Shure minha querida autora parceira do blog em minha visão soube construir muito bem os personagens, mostrando a personalidade de cada um de uma maneira que não me senti perdida em nenhum momento. Confesso que a capa não me chama à atenção, mas  a sinopse me deixou um pouco instigada a querer conhecer a autora e fechar a parceria. Uma coisa eu falo, nesse livro não se baseie na capa para a leitura, pois é totalmente recomendável para quem gosta de romance e história de superação. Eu gostei de vários pontos que a autora colocou sobre o desenvolvimento de Miley, desde a sua saída da cidade, a descoberta de seu primeiro amor, lidar com uma grande herança sem enlouquecer, correr risco de vida pela ambição de outras pessoas e ainda amar. A única coisa assim que eu não gostei o que não interfere de maneira nenhuma no gosto pela leitura, é uma coisa pessoal minha é o fato de Miley ser muito nova e gostar de homens bem mais velhos. Talvez eu não me interessaria por eles, mesmo que pela descrição eles sendo muito bonitos rs. Mas enfim é um gosto pessoal meu rs.

Bom é isso. Shure quero te agradecer pela paciência em esperar a minha leitura e a resenha, sei que ainda falta mais um livro e pretendo ler em setembro, mas acima de nossa parceria eu gostei muito da leitura, pois em nenhum momento eu me cansei, embora eu tenha começado a ler sem muitas expectativa, o que foi uma lição para mim, porque cada vez mais eu descubro o talento único de cada autor. 

Xero em todos e se gostaram comentem! 

12 comentários

  1. Oi Diana!
    Só ouço elogios desse livro!
    Preciso ler!!!
    Adorei sua resenha, com certeza lerei esse livro =)
    Beijoos
    Garota Liber
    http://garotaliber.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá! Não conhecia esse livro, mas gosto de leituras que mesmo sem sufocar nos permitem refletir sobre nossa vida e nossas escolhas. Parece ser interessante, gostei muito!

    Abraços!

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha sobre um ótimo livro de uma escritora amiga e muito gente boa. Estou em dívida com a Shure Mei, pois li apenas o primeiro livro dela, por enquanto. Esse aí, As Montanhas de Miley, já-já leio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adelson, muito obrigada pela visita e por ter gostado... :)

      Excluir
  4. Olá.
    Nossa eu juro que ainda nem conhecia a autora rsrs.Shure? mas que nome legal o/
    Digo que também ao início julguei o livro pela capa kkk,mas a sinopse é linda e a resenha conclui o livro mostrando que é muito bom.
    Realmente pelo que pude ver é uma linda lição e também estou descobrindo mais a fundo o talento de nossos escritores ;)
    ótima resenha querida.
    bjinhos
    Tamires C.
    PS:Desculpa se demorei rsrs mas andei meio ocupada.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tamires... fica tranquila...
      a vida da gente anda mesmo uma correria nesse mundo doido...
      Que bom que gostou da resenha e que eu pude te apresentar a Shure...
      Ela é super atenciosa e legal..

      Xero

      Excluir
  5. Oi Dih,
    Eu achei a escrita da Shure tão legal. Três Amores e uma Fronteira é um livro tão simples mas tão legal, que eu me surpreendi por ter adorado!

    sem falar que a Shure é um amor de pessoa! hehe

    Super amei a sua resenha e não vejo a hora de ler o livro 2 :P

    Beijos
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah isso é verdade Dri a Shure é maravilhosa... com a leitura As Montanhas de Miley, quero muito ler logo Três amores e uma Fronteira... bem ansiosa e estará na minha meta de setembro!

      Xero!!!

      Excluir
  6. Oiee ^^
    Não conhecia o livro nem a autora, mas fiquei mega curiosa agora..rsrs
    Parece ser uma história ótima. Uma pena que o livro seja pequeno *-* adoro livros grandes..rsrs
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Ahhhh então eu tb adoro livros grandes... mas os livros pequenos são bons porque conseguimos ler em mais quantidade rsrsrs
    Xero!!!

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!