Resenha #9 - Estilhaça-me - Tahereh Mafi



Titulo: Estilhaça-me
Editora: Novo Conceito.
Pagina: 302.
Autora: Tahereh Mafi

Sinopse:
Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro. (sinopse retirada do skoob).


“Passei minha vida dobrada entre as páginas dos livros.
Na ausência de relacionamentos humanos, criei laços com as personagens de papel. Vivi amor e perda por meio das histórias enredadas na história; experimentei a adolescência por associação. Meu mundo é uma teia entrelaçada de palavras, amarrando membro a membro, osso a tendão, pensamentos e imagens todos juntos. Sou um ser composto de letras, uma personagem criada por frases, um produto da imaginação fabricado por meio da ficção.”


Esse livro me chamou a atenção pela capa, pode parecer simples, mas eu amei. Junto também com a frase inicial: “Meu toque é letal. Meu toque é poder.” Achei perfeito principalmente pelos riscos que é como se ela estivesse escrevendo um diário. Ler  esse livro foi muito viciante li em três dias e se eu não tivesse tantas tarefas para fazer durante o meu dia acho que teria lido em um só dia. Cada frase lida era um momento de tensão em minha vida. Quando eu não conseguia ler eu ficava louca pensando nas próximas paginas no que ia acontecer. Definitivamente foi o melhor livro que li em 2012.

“A lua é uma companheira correta. Ela nunca se vai. Está sempre lá, observando, constante, reconhecendo-nos em nossos momentos de luz e escuridão, em constante transformação, assim como nós. Todos os dias uma versão diferente dela mesma. Às vezes fraca e lívida, noutras forte e cheia de luz. A lua compreende o significado de ser humano.”


A história já começa com Juliette uma garota que nunca foi normal, nunca soube o que seria tocar em alguém até tocar. Quando seus pais descobriram o que ela era capaz de fazer simplesmente a abandonaram de uma maneira muito pior que a jogando em qualquer lugar. Eles nunca a trataram bem, simplesmente a ignorava rezando quando eles iriam se ver livres da aberração que haviam colocado no mundo e ela cresceu com aquele sentimento de desprezo. A sua infância também não foi das melhores ela também era rejeitada pelos colegas e motivo de piadas de outros, menos de um. Quando o restabelecimento levou Juliette foi um alívio imenso para seus pais. Juliette acha que isso que acontece com ela é uma maldição uma doença horrível que ela teve o azar de contrair. Não posso deixar de ressaltar que estou adorando esse tipo de leitura uma mistura de romance com ficção científica que me deixa de pernas bambas e fascinada.

“Mas é quase impossível superar a gravidade quando ninguém está disposto a lhe dar a mão.”

Eu achei bem extenso todo o contexto com o que se passa na terra nessa história bem contada pela Tahereh  onde as florestas se resumem a árvores espalhadas em pedaços nos lugares o chão possui um tom de amarelo meio mórbido. Os animais morrendo de fome, as pessoas definhando aos poucos com doenças, escassez de comida, falta de água tudo isso porque quase todos se deixaram levar por um governo que prometeu mundos e fundos de paz e alimento. E no meio de tudo isso estava Juliette que viveu alguns anos da implantação do restabelecimento e depois foi esquecida em um manicômio com regras estranhas e fétido.


Adam um misterioso, uma lembrança de infância, uma tentação, um lamento, um absurdo. Nossa nem sei como falar dele eu simplesmente o adoro, ele entrou sorrateiro e foi ganhando uma importância tremenda em toda a trama de Juliette, mas também tem o Warner o belo tipo físico e ambicioso que deseja Juliette acima de quase qualquer coisa, ele tem um fascínio forte por ela porque sabe de coisas dela, de alguns segredos e deseja usa-la para seus intuitos também. Durante a leitura tive a percepção de que pode acontecer um verdadeiro triângulo amoroso, mas só saberei disso mesmo lendo liberta-me e tenho que aproveitar para dizer que estou muito ansiosa e nervosa só de pensar começo a roer o que não tenho mais de unhas rsrs.

Enfim amei ler esse livro, amei a história que a autora começou a abordar e como ela está se desenrolando. Eu super recomendo essa leitura maravilhosa que faz você sentir na pele alguns acontecimentos, te dá um frio na barriga pelo desespero de Juliette e te faz sentir calor quando ela fala de Adam. É perfeito. É maravilhoso e eu não tenho mais palavras para expressar tudo que senti com essa leitura só a sensação de quero mais e logo logo terei Liberta-me em minhas mãos.

Xerim! 


3 comentários

  1. Dih! Deixei um selinho para você no meu blog, pega lá!
    http://garotaviiciada.blogspot.com.br/2013/03/novo-selinho.html
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  2. Ahhhh obrigada Bia.... vou pegar sim....

    ResponderExcluir
  3. Oie :)
    gente eu li esse livro no começo do ano, foi uma surpresa para mim ele ser tão bom. Logo de cara adorei a abordagem sobre o tema de Estilhaça-me porque envolve um pouco do que estamos vivendo Hoje com o "aquecimento global" " devastação da nossa Mata Atlantica" pode nos custar futuramente. Juliette e Adam são uma combinação perfeita, mas devo confessar que tive uma queda pelo Warner. O que foi aquele beijo??? Me arrancou grandes suspiros kkkk.

    Preciso ler os livros seguintes mas me falta tempo e dinheiro :P hehehe

    Beijocas da Deebs
    http://leitorsagaz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Bem vindo ao blog Minhas Escrituras...
Fique a vontade para comentar aqui a sua opinião pessoal, sempre com respeito é claro!!! ;)
Você pode deixar o link de seu blog, que faço a retribuição com o maior prazer, mas não retribuo em postagens de promoção, ou seja, não comento.
Mensagem pra pedir que siga o blog, são automaticamente deletadas. Comenta no blog e deixa o link,farei uma visita no seu ok.
Quero agradecer a vocês que passam por aqui e deixam suas marquinhas, isso é muito importante... sintam-se a vontade...
Xero!